História Why so serious? - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jungkook, V
Tags Kim Taehyung, Taehyung
Exibições 141
Palavras 1.154
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Famí­lia, Hentai, Lemon, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá pessoas
Voltei porque to inspirada
Bom só isso mesmo
Boa leitura
Desculpa os erros

Capítulo 4 - We're stuck his guilt!


Fanfic / Fanfiction Why so serious? - Capítulo 4 - We're stuck his guilt!


~22:46~

Depois de literalmente, Taehyung me arrastar ate o mercado, chegamos e o lugar estava totalmente deserto
Era um supermercado ja que só tinha ele perto da casa da minha avó
Pegamos um carrinho pequeno já que só iríamos pegar doces. Nos separamos e cada um foi para um lado pegando as coisas que queríamos
Terminei e comecei a procurar ele pelo mercado ate que desisti e me encostei numa prateleira da seção de salgadinhos para mandar uma mensagem para ele

-Taehyung cade você? ~22:53
-Não sei ~22:53
-Como não caralho? ~22:54
-Pare de falar palavrões
~22:54
-Tae a gente não tem tempo pra isso. Fala logo onde você ta e vamos embora ~22:54
-Eu já disse que não sei

*Atenção clientes o mercado fechará em 5 minutos*

Uma moça diz no auto falante o que me preocupou mais ainda. Como que Taehyung não sabia onde ele estava?
Andei pelo mercado todo o mais rápido que pude sem achar Tae de jeito nenhum. Até que paro de andar para retomar o ar, apoiando as mãos em meu joelhos
De repente eu sinto duas mãos cobrindo meus olhos impedindo minha visão. Tentei me soltar porém a pessoa era mais forte do que eu

S/N: Quem é ? Me solte

Taehyung : Quem mais seria?

S/N: Taehyung vai tomar no centro do seu cu - Digo dando socos nele- O mercado ja vai fechar e você fica de brincadeira

Taehyung : Foi só uma brincadeirinha -Ele fala rindo

S/N:Você não percebeu qe a gente não tem tempo pra isso?  Ou você não ouviu que o mercado está...

Enquanto tentava dar um sermão em Tae escuto barulhos de portas de fechando e as luzes começam a se apagar uma a uma, nos deixando em uma escuridão total
Por instinto segurei firme a mão de Tae que se encontrava do meu lado. Não conseguia ver nada apenas ouvir a respiração pesada de ambos
Eu estava muito nervosa porém não tinha reação. Eu sinceramente odiava escuro por isso fui me aproximando de Tae cada vez mais

Taehyung : Está com medinho? -Ele pergunta enquanto passava a mão nos bolsos retirando seu celular

S/N: Não seu besta- Dou um soco em seu braço- Eu te odeio Kim Taehyung

Taehyung : Eu? Por que? - Ele diz acendendo a lanterna de seu celular

S/N: Era só o que me faltava, na noite de Natal ficar presa aqui com esse idiota

Taehyung : Calma S/N! Por que tão seria? -Ele começa a rir apontando a lanterna para mim

S/N: Estamos presos aqui graças a vossa inteligência, e ainda por cima você esta rindo disso -Dou um soco em seu braço

Taehyung : Você fica linda quando esta com raiva -Ele para de rir e me observa de cima a baixo

Aquela olhada que ele me deu fez cada parte do meu corpo se arrepiar e senti meu rosto corar por inteiro

S/N: V-vai s-se fuder Taehyung- Falo envergonhada cobrindo os olhos com a mão por causa da lanterna

Taehyung : Ta com vergonha ? -Ele aperta minha mão- Ja te vi de jeitos muito piores

S/N: Tae para de falar merda e liga pra nossos pais, polícia sei lá -Solto a mão dele tirando meu celular do bolso da minha calça- Que ótimo meu celular descarregou!

A situação estava cada vez melhor, estávamos presos em um mercado na véspera de Natal e o mercado só iria reabrir dia 26
Eu ja estava entrando em desespero andando de um lado para o outro enquanto Tae ria da minha cara colocando a mão na barriga

S/N :CARALHO PARA DE RIR E LIGA PRA ALGUEM -Grito desesperada.

Taehyung : Eu não tenho sinal -O garoto fala com a maior calma do mundo

Nesse momento eu estava com tanta vontade de tacar a cara dele na parede. Ele estava tranquilo como se o fato de ficarmos dois dias presos dentro da porcaria de um mercado não importasse

S/N: COMO ASSIM NÃO TEM SINAL? O QUE A GENTE VAI FAZER?  - Corro para perto dele tentando puxar o celular de sua mão em vão pois ele era muito mais forte do que eu

Taehyung : POR QUE VOCÊ ESTA GRITANDO?  - Ele tenta me imitar me empurrando para longe do celular

S/N: Você não percebeu ainda que a gente ta preso aqui? -Digo batendo o pé- Você esta agindo com toda a calma do mundo

Taehyung : Você fala como se gritar fosse fazer a gente se teletransportar para o lado de fora - Ele debocha

S/N: Eu estou preocupada porque a gente vai ficar aqui por dois dias, DOIS FODIDOS DIAS

Taehyung : Primeiramente; Pare de falar palavrões - O mesmo da um tapa fraco na minha cabeça- Segundamente, eu não sei se essa palavra existe mais não importa; Volte a andar, quem sabe você consegue fazer um buraco no chão e a gente sai por ele

S/N: Você zoa até com coisas serias cara - Balanço a cabeça em forma de negação- Você não percebeu a gravidade da situação?

Taehyung : Você não percebeu que entra em desespero não muda nada?

S/N: Você pode até estar certo... mais você não se importa com o fato de que nossos pais vão nos matar?

Taehyung : Não -Tae se aproxima fazendo nossas respirações se misturarem- Eu só me preocupo com o presente ... deixo o futuro para depois

S/N: T-Tae v-você não acha que tá perto de mais ? -Gaguejo indo para trás e o mesmo me segue.

Taehyung : Eu não acho - Tae passa a mão em minha bochecha aproximando nossos lábios- Acho que seria bem melhor se...
Antes que Tae pudesse terminar o celular dele começa a tocar em seu bolso
Seguro mão dele olho para seu celular com cara de desaprovação

S/N:Sem sinal né ? - Falo em um tom irônico- Vai mentir mais ?

Taehyung : E-eu não menti  - Ele vira o celular que ainda tocava para mim- É meu despertador

《É S/N parece que ele está falando a verdade》

S/N : E para que você tem um despertador marcado as 23:20 da noite ? -Arqueio a sobrancelha esperando a resposta

Taehyung : Por causa do meu remédio pra ansiedade - Ele umedece os lábios mordendo os mesmos 《Porra Taehyung não faz isso》- Não sei se você percebeu mais eu sou um pouquinho ... agitado

S/N: Um pouquinho?  -Arregalo os olhos o que faz o mesmo rir

Taehyung : É ...só um pouco

~00:00hrs~

A madrugada chegára e nos andávamos no escuro daquele mercado procurando um lugar para deitar e esperar
Finalmente chegamos em uma área que vendia mesas, cadeiras de praia, bancos, sofás e até camas
Na verdade só pareciam camas, eram só um "balcãozinho de madeira com edredons e travesseiros em cima para fingir ser uma cama porém era melhor do que o chão

Taehyung : S/N -Ele para e segura fraco meu braço- Posso te perguntar uma coisa?



Notas Finais


Bom gente Desculpas a demora
Desde domingo que eu to tentando escrever esse capítulo mais quase nunca conseguia terminar
Bom foi isso espero que tenham gostado
Beijinhos e ate o proximo
~ Nhooom :v


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...