História Why you back? - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol
Tags Chanbaek
Exibições 171
Palavras 1.055
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá ^^
Essa é uma nova fanfic que resolvi fazer que..
Eu pensei na historinha com a história da minha mãe..
Não, ela não esta rica com um cara gostoso como o Junmyeon e morando numa mansão..
Mas ela terminou com meu pai, mesmo tendo que cuidar de mim jdoiaujda
O motivo não sei, por isso coloquei ciúmes e possessão ^^..
Enfim, espero que gostem.
Amém

Capítulo 1 - 01


Fanfic / Fanfiction Why you back? - Capítulo 1 - 01

BAEKHYUN

Minha casa estava bem animada, bastante barulho..

Festa? Não..

Eu, Junmyeon e Taehyung estamos fazendo bolo..

O dia está ótimo, feriado Chuseok..

Porém, não saímos de casa.

Eu sabia fazer bolos maravilhosos, Taehyung estava comendo o que sobrou na vasilha junto com Junmyeon

Enquanto eu trabalho como escravo.

- Amooor..! Vem me ajudar aqui! - Falei um tanto meloso, só para dar dó mesmo, com essa voz, eu sei que Junmyeon faz tudo pra mim.

Meu braço já estava doendo de tanto bater bolo..

Sim, eram dois bolos.

Junmyeon logo trocou de lugar comigo, eu comendo e ele fazendo o bolo.

Dei um sorriso vitorioso e me sentei no balcão junto com Tae

- Omma, está uma delicia! - 

É, ele me chama de Omma..

Também né, ele tendo um pai como o Chanyeol, e eu parecendo uma menina..

Aquele nojento ensinou.

- Obrigado anjinho..- 

Acariciei seus cabelos lisos e sorri..

Ai, como é bom ter um filho lindo desse..

A hora passou rápido, comemos  o bolo e Taehyung já tinha dormido..

Eu e Junmyeon estávamos sentados no sofá, na verdade..

Deitados, eu acho..

Ele estava sentado quase deitando,

 e eu estava deitado no meio de suas pernas.

Estávamos trocando os canais e quase dormindo..

Aquele céu maravilhoso logo se transformou em um temporal terrível.. 

É.. Feliz Chuseok!

Me levantei e fui fechar as janelas, já que entrou um vento muito forte e frio dentro de casa..

Fui ver se Taehyung estava bem e voltei, com os olhos pedindo para serem fechados por algumas horas..

Eu estava morrendo de sono..

E era tão cedo..

- Jun.. Amor.. Eu acho que vou dormir, se o Tao chegar, me chama -

Ele concordou e selei seus lábios, logo indo para o quarto e me "jogando" na cama, me enrolando na coberta e abraçando os travesseiros..

Não demorou muito para eu acordar com gritos do Taehyung, levantei na hora e o olhei, cara de..

Fez merda..

- Kim Taehyung, que merda você fez? -

Logo ouvi gritos de Junmyeon também, repetindo várias vezes " Kim Taehyung!! Apareça agora! "

Bufei e corri até ele, o olhando com a cara toda rabiscada com delineador..

O MEU DELINEADOR??!!

Por mais que eu esteja com raiva, não deu para conter a risada..

Tae desenhou um bigode enorme em Junmyeon e passou o delineador todo borrado em seus olhos

- Olha oque ele fez Amor! -

Continuei gargalhando, ainda mais pela cara de puto que Junmyeon tinha adotado em seu rosto.

Lavei meu rosto e Junmyeon lavou o dele depois, conseguindo depois de um tempo tirar o delineador..

Me arrumei e logo ouvi a campainha bater, vesti uma roupa mais descente, passei perfume e maquiagem e corri para atender..

Pra que isso tudo? Oras, Zi Tao é a bixa mais chata em moda do mundo inteiro,

se você o receber feio, ele vai te arrumar da forma mais idiota que existir..

Já estou podendo sentir aquele abraço apertado e os elogios..

Era sempre assim quando ele chegava..

Até que eu gostava..

Suspirei e abri a porta lentamente, não era Tao..

Quem era?

Era Chanyeol..

Meu coração quase saiu pela garganta ao ver aquele homem na minha frente de novo..

Com aliança de casamento..

Mais alto..

Casado com outro..

Mais bonito..

Mais gostoso..

- Oi Baekhyun, eu quero ver meu filho.. - 

Finalmente né? Fiquei feliz ao saber que ele se importa com o filho que chora todas as noites por ele..

- P-Pode entrar..- 

EU GAGUEJEI! Aish..

Sai de frente da porta e deixei espaço pro poste entrar, fechando a porta em seguida.

- Taehyung! Seu pai está aqui! -

Olhei até a porta do quarto, logo vendo Taehyung correndo até o colo de Chanyeol e o abraçando forte..

Era bom ver aquela cena..

E ao mesmo tempo doloroso.. 

Eu queria muito ter passado esse tempo que Taehyung cresceu com Chanyeol.. 

Eu ainda o amo, eu sinto isso..

Mas acho que tudo que tenho com Chanyeol agora é ódio..

E..

Casas vizinhas..

Trocaram palavras fofas e abraços fortes..

Eu apenas observava enquanto Junmyeon estava me fitando, com um olhar meio..

" Eu vou te matar, e matar ele "

Sussurrei um " É o pai dele.. Oque posso fazer? " 

Junmyeon apenas revirou os olhos e seguiu para a cozinha, me deixando com uma imensa vontade de rir..

- Omma, eu posso passar essa semana na casa do papai? - 

Ouvi a voz manhosa de Taehyung, a mesma que uso para pedir algo para Junmyeon..

Ele aprendeu, meu Deus.. 

Mesmo que a presença de Taehyung faça falta quando ele está com o pai, eu não podia impedir..

Taehyung morria de saudades dele..

- Claro, meu anjo - 

Sorri sem dar uma olhada sequer para Chanyeol, que faltava me comer com os olhos desde que chegou..

Taehyung logo desceu do colo de Chanyeol e correu para o quarto, indo arrumar as coisas em sua mochila, pediu ajuda a Junmyeon, que foi cedida 

É, eu fiquei sozinho na sala com Chanyeol..

Ele se sentou ao meu lado e senti o sofá até abaixando..

Credo

Ri baixo e ele me olhou

- Como você está, Baekie? -

Esse apelido.. Por que ele continua me chamando disso?

Nós sempre trocávamos apelidos carinhosos..

E ele me deu esse..

- Eu estou muito bem, Channy.. E você? -

Eu revidei o apelido carinhoso, eu lembro quando eu dei esse apelido para ele assim que eu me apaixonei muito mais por ele..

O vi sorrir e caminhar sua mão gigante até a minha, que estava quieta em minha coxa esquerda 

- Eu estou ótimo.. Mas.. Eu queria você ao meu lado.. -

QUE?

QUE?

QUE?

QUEEEEEEEEE?

Senti minhas bochechas queimarem e sua mão logo sair rápido de cima da minha, enquanto ele se aproximava de meu pescoço..

Esse filho da puta sabe como me provocar ainda.

- Baekie.. Eu preciso de você.. Baekie.. Eu.. - 

Ele se afastou rápido e eu me ajeitei no sofá,

Junmyeon chegou segurando Taehyung no colo, com sua mochila nas costas 

- Aqui.- 

Junmyeon entregou Taehyung no colo de Chanyeol,

logo voltando ao quarto novamente..

Provavelmente, eu ia levar xingo

Caminhei até a porta com Chanyeol, que colocou Taehyung dentro de casa e voltou para a porta da minha, me olhando

- Baekie.. Desculpa por aquilo.. Mas eu preciso muito de você.. - 

 

 


Notas Finais


EEEEEE CABOU, PEQUENO NÉ ? DOPIAJDIOA TO NEM AI.
Foi só o primeiro mesmo, os outros vão ser maiores..
Enfim, espero que tenham gostado ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...