História Why'd You Only Call Me When You're High? - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Bebidas, Drama, Gay, Tristeza
Exibições 6
Palavras 418
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Orange, Romance e Novela, Shonen-Ai, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 3 - Fireside


Aonde estaria agora aquele anjo loiro, de pele feita de marfim, de olhos nebuloso em tempestades cinzentas, lábios que tragavam mais que qualquer cantor de rock, bochechas que só coravam ao beber litros a fio, mas nunca ao receber um elogio, aonde estava agora aquele nariz de porcelana que cheirava as pedras brancas como se fossem flores e aonde estava agora o corpo deste anjo que me satisfazia com o sexo divino todas as noites que nos uníamos?

É claro que sei aonde está (abaixo da terra, onde os bichos a comem, onde seu corpo descansa eternamente), mas eu me pergunto profundamente o porquê.

Agora meu único divertimento é olhar as chamas da lareira pois me lembram de você, como era quente, na hora do sexo e nos beijos, mas perigosa quando acabava tudo isso. Seu óbito não foi fatal somente para você mas para mim também.

Sua morte trouxe à tona sentimentos por outro que havia partido a muito tempo, você era meu diário e saco de pancada, pois podia descontar meu misto de emoções por ele em você e após as noites de forte sexo podia chorar no seu ouvido por não ser ele ali ao meu lado, dividindo a mesma cama.

Mesmo que eu clamasse o seu nome pela manhã, o que vinha a minha mente durante meus sonhos era o dele.

Você se autodestruiu e isso me destruiu, Arabella uma lareira que eu adotei, pois não esperava que sua chama apagasse, mas agora se foi e só restou cinzas ao meu redor.

Morta por seus vícios, o que por mim te deixavam mais bonita, mais jovem, eles mostravam a alma triste e fogosa que você tinha. Infelizmente nunca senti nada além de companheirismo por você e talvez o mesmo que sentia por mim.

"Pobre garoto quebrado"

Assim você me chamava, talvez por chorar após o sexo, me consolava dizendo que um dia ele voltaria, talvez você tenha se enganado minha pequena lareira em chamas que agora era apenas pó

Ele também era uma lareira, mas uma distante e inalcançável de fogo quase instinto, sempre foi assim.

Eu agora implorava para ele voltar, seu pouco fogo agora se mostrava incrível.

E eu, nunca se quer fui uma lareira, sempre fui apenas cinzas, escuras, sem renascimento. Sempre precisei de uma lareira, ser frio era horrível.

Agora além de frio, sou molhado, sem alma, sem chamas ou cores.

Nunca houve nada para me ascender, talvez eu apenas me aproveite de chamas de outras diversas lareiras muito boas.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...