História Wicked - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Descendentes
Personagens Carlos de Vil, Chad, Doug, Evie, Jane, Jay, Lorrie, Mal, Personagens Originais, Princesa Audrey, Príncipe Ben
Visualizações 21
Palavras 908
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Magia, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Hey gente! Tudo bem? Estou trazendo mais um capítulo de Wicked para vocês, e esse tem comédia! Espero que gostem!☺

Capítulo 3 - O Talismã das trevas


Evie fazia os últimos detalhes do vestido da coroação de Mal, distraída e entretida na costura. Doug estava no computador, checando o crescimento dos clientes. 

-Princesa, eu estava vendo os números, e os clientes aumentaram muito desde a coroação do Ben 6 meses atrás, até agora. 

-Uau, isso é...muita gente!-Evie se aproxima do Notebook sorrindo, envolvendo suas mãos nas de Doug.

-Hey, Evie! Quer ajuda?-Freddie, a filha do Doutor Facillier, surgiu no meio das sombras do corredor.

-Ah, obrigada Freddie! 

Freddie puxou de dentro do colete, um colar com uma pedra azul.

-Uou, esse colar é lindo e...espera! Isso não está amaldiçoado e não vai transformar ninguém em sapos não é? Porque a última coisa que eu quero, e que a Mal e o Ben acabem que nem a Tiana e o Naveen!-Evie disse rindo, mas preocupada, olhando fixamente para o colar. 

-Não! Claro que não, ele não transforma ninguém em sapos, eu testei na Audrey. 

-Ainda bem!

-Transforma as pessoas em patos!-Freddie diz sorrindo, mas logo depois seu rosto fica sério. 

-Peguem aquele pato!-Mal aparece correndo com seu livro de feitiços atrás de Audrey, transformada em um pato. 

-Cadê ela?-Carlos apareceu ofegante na porta. 

-Ela sumiu?-Jay apareceu em seguida, entrando no quarto. 

Mal pegou Audrey, e a olhou.-Ela tá aqui! Vamos transformar ela de novo.-Mal abriu o livro de feitiços, procurando o feitiço de reverter.-Desfaço o falso, torne o ideal, transforme tudo que era real!-A magia verde fluiu pelo quarto, envolvendo Audrey, que voltou a ser o que era.

-Nunca mais! Nunca mais, eu aceito um colar seu Freddie! Nunca!!-Ela sai correndo gritando do quarto.

-Tá bom, isso foi engraçado- Mal sorri, enquanto todos riem.

(...)

Ilha dos Perdidos

Uma estava sentada na escada do navio, em frente a um mastro, observando o mar, junto com Harry e Gil. A gang de piratas estava desanimada.

-Escutem! Quando eu tivermos a chance de sair desse balde de lixo que chamam de Ilha, uniremos o poder dos oceanos do Tridente, e a magia de luz da varinha mágica da Fada-Madrinha, teremos o controle da terra e do mar nas nossas mãos!! Hahahaha!

-A MARÉ ESTÁ A NOSSO FAVOR!!-Harry gritou, enquanto os piratas vibravam e gritavam o nome de Uma. 

O colar dela brilhou, a luz ofuscava os olhos de todos. Uma pegou o colar, e saiu correndo do navio em busca do Doutor Facillier, em sua barraca Voo-Du. Ela entrou no lugar, observando os crânios amaldiçoados, e os objetos enfeitiçados. 

-Ora, ora, ora. Olhe quem está aqui! A filha da Bruxa do Mar!-Ele surge em meio às cortinas, ajeitando o chapéu em cima da cabeça. 

-Facillier, não estou aqui pra discutir. Eu quero saber o que o colar que a minha mãe me deu, realmente significa!-Ela diz tirando o colar do pescoço, e colocando em cima da mesa. 

-Bom, vamos ver...-Ele diz pegando um enorme livro com uma jóia vermelha na capa, muito empoeirado. Ele abre, e folheia as páginas que continham várias informações sobre artefatos dos vilões. 

-Aí! Aí está! O que significa?-Uma perguntou apontando para a imagem do colar na página do livro. 

-Esse colar...não é inútil. Fora dessa Ilha, ele tem grande poder de escuridão. Ele é um talismã!-Ele diz tocando o colar, e o pegando.-Os vilões mais cruéis e malvados tem talismãs das trevas. O da Malévola, é o Ovo do Dragão, o amuleto mais poderoso do Terra. Esse colar, era o talismã da sua mãe, mas agora ele é seu. Ele é poderoso, e você tem que usar com sabedoria!

-Valeu Facillier!-Ela diz pegando o colar, e colocando de volta em seu pescoço. Ela sai da loja, e volta para o navio. A noite caiu e a chuva pesada banhou as ruas da Ilha ficaram inundadas com a água. Uma estava no navio, observando Auradon, junto de Harry e Gil. O colar brilhou novamente, e as gotas da chuvas pintavam sobre o colar. 

-A vingança...será nossa! 

Úrsula surge dentro do navio, indo até a filha, tocando o rosto de Uma com seus pegajosos tentáculos. 

-Oh querida hum hum...nós teremos nossa vingança! Atlântida será minha! Hahahahaha!

-Será nossa, não é senhora Úrsula?-Gil perguntou aproximando-se da Bruxa.  

-Cala a boca!-Úrsula envolve Gil com seus tentáculos, e o joga no oceano, voltando a olhar para o mar.-Criança! Aquele reino Alegre e cantante, se tornará negro como minha alma! Não existirá o bem quando reinarmos lá! 

Uma volta a olhar para o colar. Ele brilhava intensamente, algo lhe veio a cabeça. Ela saiu correndo do navio, e saiu em rumo às catacumbas da Ilha. 

-Uma! Aonde você vai?!-Harry gritou, estendendo a mão, indo até a ponte, mas a perdendo de vista. 

Correndo nas inundadas ruas da Ilha, Uma se dirige até as catacumbas, aonde estavam escondidos os talismãs mais poderosos: Os talismãs de Malévola, Jafar, Cruella e Rainha Má. 

-Hoje a minha vitória começa!

No navio, Úrsula sente um grande tremor, ela se segura no mastro e olha para Auradon.

-Ela conseguiu Auradon! Hoje começa a minha vingança! Hahahahahaha! 

(...)

Auradon.

Mal e Ben, estavam andando pelas praias de Auradon, sobre o pôr do sol. Os dedos de seus pés afundaram na areia, enquanto o vento bagunçava seus cabelos. 

-Isso é tão...bom!-Ben disse abraçando Mal.-Mal...tudo bem? Você parece triste.

Mal se vira rapidamente, e o olha assustada. Como ele poderia saber?

-Não é nada, é...só que-Mal é interrompida pelo enorme tremor que se estendeu da Ilha até Auradon.-Isso veio da Ilha?!

-Não sei vamos falar com a Fada-Madrinha!

Eles saiem correndo da praia, rumo ao castelo da Bela e da Fera, onde a Fada-Madrinha estava. O que Uma fez? 




Notas Finais


E aí povo! Gostaram? Introduzi o Doutor Facillier(Vilão da Princesa e o Sapo)e sua filha Freddie. O que acharam? Comentem aí em baixo! Bejos, até o próximo capítulo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...