História Wicked Game - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias As Crônicas De Gelo e Fogo (Game of Thrones)
Personagens Arya Stark, Brandon "Bran" Stark, Brienne de Tarth, Davos Seaworth, Jon Snow, Melisandre, Personagens Originais, Samwell Tarly, Sansa Stark
Tags Jon Snow, Sansa Stark
Exibições 102
Palavras 689
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura.

Capítulo 13 - Capítulo 13


Fanfic / Fanfiction Wicked Game - Capítulo 13 - Capítulo 13

Ela acordou... em sua cama, fria, e com o barulho de sua criada pelo quarto. Sansa rolou a cabeça para a menina que olhava para ela. "Minha Rainha, este será um dia agitado."

"O que você sabe?" Sansa estreitou os olhos.

Os sete infernos quebraria naquele dia. E não tinha nada a ver com ela. A reunião do conselho do seu marido tinha sido interrompida com um tumulto de homens lutando para as ameias. Alguém estava vindo, e não era o inverno.


***

Agnes tinha ficado com a Rainha naquela manhã com breves conversas enquanto Sansa costurava.

Agnes perguntou-lhe coisas que ela não teria conhecimento a menos que ela tenha estado lá na noite anterior. Talvez ela estava disfarçada como a escova de cabelo...


Assim que o caos começou, Agnes saiu andando para longe de seu rei. Sansa não estava disposta a ficar em seus aposentos, então fez suas criadas limpar embaixo da cama encorajando-as a cantar misericórdia da mãe e correu pelo corredor principal, o Rei não estava lá, ele estava onde deveria estar, do lado de fora. A atmosfera era semelhante ao pré-cerco de Winterfell, ou batalha dos bastardos como alguns o chamou. Mas Ramsay se foi, quem estava vindo? Os Lannisters estavam a semanas de distância. Poderia ser... os monstros?

A rainha fez seu caminho para fora, ela encontrou Sam andando em sua direção. "Lorde Tarly, por que está aqui?"

"Vossa graça, vim para impedi-la de ir lá fora, as ordens do rei." Sam envergonhado, evitou seu olhar.

"Nem mesmo no pátio?"

"Não."

"Eu não vou esperar por uma conclusão." Sansa resmumgou, batendo suas saias. "Você vai me empurrar de volta para quarto, Sam?!"

"Sua benevolência" Ele tropeçou para a porta, Sansa já estava lá empurrando-a para abrir. "Por favor, eu sei que não sou um bom guerreiro, mas, pelo menos, permitir-me ser um bom guarda. Não é bom você para ele lá fora."

Ela não era boa para ele em qualquer lugar. Sansa viu pessoas reunindo todos os tipos de armas, os soldados movimentam-se com gritos de comandos.

"Já começou?"

Sam segurou seu braço. "Por favor, vossa graça." Ela olhou para cima, como todos ali. "Quem está vindo?"


Sam estava mordendo o lábio. "Eu não me preocuparia, eles provavelmente irão passar por nós."

Sansa cruzou o limiar, arrastando o homem com ela, ele ainda estava segurando seu braço."Vossa graça, vossa graça!".

Ele logo iria ficar sem fôlego e desistir. Ela viu ainda mais comoção, um monte de pânico, mesmo o povo livre tinha andado nos jardins do castelo.

Ela alcançou uma escada de madeira para as ameias, e correu até eles como se sua vida dependesse disso, ela tropeçou no último degrau e segurou na parede de pedra. Sansa avistou o cabelo vermelho e sabia que era o homem selvagem e feroz, Tormund. A rainha andou o circuito completo para chegar a ele, e quando ela se aproximou seu marido foi revelado a ela, ele era mais baixo do que o homem que havia assustado-a. Mas vê-lo fez seu espírito se elevar, mesmo que por pouco tempo. O selvagem que a avistou  primeiro, ele resmungou alguma coisa e Jon virou para olha-lá, Sansa lhe deu um sorriso sombrio.

Ele andou até ela como um trovão. "Não! não! não!" Ele disse enquanto sua mão descansava no punho da espada. "Você não pode ficar aqui comigo, volte lá para dentro." Ele apontou para as escadas abruptamente, antes de acalmar o tom de voz. "Querida você não pode colocar-se no caminho do perigo." Seu marido segurava a manga do seu vestido, e por um segundo ela desejou que seu braço estivesse descoberto.

"Eu sei, mas eu prefiro ficar aqui fora." Ela viu algo no canto de sua visão, e ela virou-se para ele. "O que" Jon se aproximou do seu rosto, provavelmente para dizer algo agradável, ou impedido-a de olhar para o que estava por vir.


"Desça as escadas agora!" Jon rugiu sua voz reverberou e todos os homens gritaram, todos aparentemente olhando na mesma direção. Sansa encontrou-se olhando para algo grande, Jon puxou-a para baixo para as pedras, ela soltou um grito de surpresa, mesmo antes que tivesse tempo para vê-lo. "Fique abaixada!"

Sansa ficou boquiaberta com uma grande sombra que voou sobre eles. Impossível. "Isso é um dragão!"




Notas Finais


Volto muito muito rapido. Então não vão surtar.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...