História Wicked Hell - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Once Upon a Time
Personagens Cora (Mills), Emma Swan, Hades, Henry Mills, Mary Margaret Blanchard (Branca de Neve), Regina Mills (Rainha Malvada), Robin Hood, Sr. Gold (Rumplestiltskin), Zelena (Bruxa Má do Oeste)
Tags Wickedhell, Zades, Zelena
Exibições 38
Palavras 1.276
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi pessoas, escrevir esse cap faz tempo acrescentei algumas coisas agora, espero que gostem(do nome da bebê tbm)rs. 💚💙boa leitura e bjs.

Capítulo 10 - Hate is love


Fanfic / Fanfiction Wicked Hell - Capítulo 10 - Hate is love

-Vocês ouviram isso?!- snow parou por um instante e institivamente segurou seu arco e flecha apontando em direção ao ruido. 

-Calma amor, deve ter sido um animal- david segurou seus ombros e beijou seus cabelos, acalmando-a. 

-Deveriamos descansar!- esbravejou emma enquanto sentava numa pedra e retirava a bota molhada.- Droga....meus pés....

Regina estava exausta, com certeza seus pés estavam cheios de calos, toda aquela lamentação a exasperava, não poderia desistir, temia pela sua irmã e sobrinha. 

Respirou fundo e sentiu seu corpo pesar, robin envolveu suas mãos nela e a abraçou forte. 

-Não posso.....-lagrimas desciam pelo seu rosto e foram  enxugadas carinhosamente por robin. 

-você precisa estar bem para salva-las, todos nós na verdade, ninguem aqui irá abandona-las, somos uma só familia e sempre seremos-  suas palavras eram como socos na determinação cega de regina, ainda resoluta ela andou alguns metros sendo seguida pelos demais, mas parou cansada e caiu ajoelhada ao chão, Robin a suspendeu, colocando-a no colo. 

-Só por alguns  minutos, depois continuaremos- regina esbravejou e todos concordaram aliviados, o castelo de hades  era visivel de onde estavam mesmo a quilometros de distância, porém uma floresta os separavam. 

Robin, snow e killiam como eram mais experientes em morar em lugares inóspitos e sem recursos, começaram a construir duas tendas. 

-Estou presentendindo algo ruim- emma retirou a jaqueta, pendurando-a no mastro da tenda. 

Regina estava ao lado dela e sentiu um frio passa pelo seu corpo ao ouvir-la. 

-Espero que não seja nada relacionado a minha irmã- fechando os olhos,  forçando a dormir. 

-Não, não é- emma se sentou ao fundo da tenda enquanto afiava sua espada. 

Snow estava fora da tenda em quarda. 

Ouviu novamente os ruidos como se algo a chamasse, andou até não ver o acampamento. 

Os ruidos aumentaram. 

-Mostre-se- apontando o arco- eu não irei machuca-lo- sorrindo com deboche. 

Os ruidos se transformaram em risadas infantis. Snow o que a  supreendeu deixando-a  espantada ao ver uma linda menina de cabelos loiros correndo pela floresta. 

-Mamãe....vêm......não me deixe.....ahhhh mamãe- o ultimo grito da menina tirou snow do transe, não conseguia controlar seus movimentos e correu como louca atrás da menina, ouvindo-a gritar, batia nos galhos, tropeçou e sem saber como chegou ao acampamento tremendo dos pés a cabeça com seus olhos vermelhos

-Mãe?!- emma se aproximou  preocupada, andou devagar até notar o estado dela. 

Snow se virou encarando-a com o rosto banhado em lagrimas, correu até ela e a abraçou forte, tentando afastar a imagem da menina da mente, ela sabia, sabia que a menina era emma. 

---------------------------------

Perséfone se encontrava no olimpo. 

-Quando irar matar-las?!- esbravejou  olhando com desdém

-Não irei matar-las- respondeu secamente rodeando a deusa com malícia- irei destruir-las na frente do meu irmão e depois eu farei ele viver o mesmo dia para sempre, ele tera o seu proprio inferno particular-

A agarando pela cintura enquanto beijava seu pescoço. 

Perséfone odiava o que hades havia feito, mas seu odio por zeus preenchia todos os seus poros, ele sabia disso e aproventava a situação. 

-Não me toque- se afastando com nojo. 

-"não me toque"- repetiu zeus com deboche- Não brinque com minha paciência- segurando seu queixo- Eu sei da rebelião e  que a maioria dos deuses estão envolvidos, não pense que os perdoei- levantando-a sobre a mesa e afagando seu rosto nos seios dela- quer ver-los sofrer otimo, mas tudo tem seu preço. 

-É isso o que quer como pagamento?!- perguntou irritada. 

-Sim, minha querida- encarando-a- uma parte dele 

----------------------

Hades pegou a bebê do colo de zelena e a colocou no berço, depositou um beijo nela e depois se virou, ficando frente a frente com sua amada. 

-Sinto-me tão bem por ter-las aqui- sorriu 

Zelena fechou a camisola e sentou mais comoda na poltrona e  o encarava tentando dissimular sua fúria, queria arrancar o sorrisinho da cara dele com varios socos. 

-Então enquanto eu estava sofrendo para ter nossa filha, você estava com sua esposa?!. 

-Zelena?!- tentando se aproximar. 

-Cala a boca Hades e nos transporte até seu quarto- ficando a poucos  centímetros dele

 Hades engoliu em seco, zelena sempre era uma incógnita, ele nunca sabia o que ela faria, mas" o que pretendia pedindo para levar-la até seu quarto?". 

Obedeceu e os teletransportou, zelena se aproximou da cama e se sentou. 

-Conte-me tudo- abrindo a camisola ficando só de langerie-  é sua ultima chance, se eu sentir que você esta mentindo, você nunca mais ira me ver e nem sua filha- fitando-o. 

Hades estava atônito não sabia o que fazer, "mentir" estava no seu sangue, não tinha pudor, porém não poderia dizer para ela sobre os dias que passou com Perséfone.

-Bem....- tossindo enquanto fixava o olhar num quadro.

Zelena estava vermelha, queria espanca-lo, fazer alguma coisa para seu odio esvarir.

-Eu estive acompanhando de longe sua vida, cada passo que dava, eu vir quando estava preste a conseguir se vingar da sua irmã, apesar de querer sair do inferno para ampara-la e lutarmos juntos não o fiz, você sempre  foi autosuficiênte e isso me incomoda um pouco...digo muito.....quando infelizmente sua irmã lhe venceu e o odiavel  do rumple a matou, confesso eu quis me vingar, vingar o desprezo que você tinha ao nosso amor, descobrir uma manenira de estamos  conectados sem ser pelo beijo de amor verdadeiro- se aproximando e colando seu corpo com o dela- quando nos encontramos eu estava cego, fiz aquele jantar para preencher meu vazio que você abriu anos atrás......eu queria destrui-la e eu fiz isso...desculpa.....

-Você sabia das consequências da gravidez?. 

-Sabia de todas,  sabia que a bebê seria minha liberdade e sabia que você sofreria na gestação e mesmo assim eu fui adiante..

-Por quê?!- zelena bateu no seu peito violentamente e foi segurada por ele

-Eu queria ver-la fraca e dessolada, não me importava com a bebê, eu apenas queria minha liberdade, mas seus olhos e sua pele, você em si, me fez mudar completamente,  eu ainda a amo, amo com todo meu ser...e nossa filha é um símbolo disso-

-Você queria nos usar- zelena o esbofeteou-o. 

-Sim, queria.....mas ao mesmo tempo não, meu coração se aquecia ao pronunciar seu nome e quando eu lembrava que você me daria um filho. 

-Você teria coragem de matar-la para obter sua liberdade?- perguntou temerosa. 

-Sim, mas fico feliz que houve outro modo de obter-la. 

-E sobre Perséfone....vocês?!- fitando-o com amargura. 

-Transamos.....mas eu não a  amo. 

-não me interessa se a ama ou não!- esbravejou, se desvencilhando das mãos dele. 

-Fica comigo- abraçando-a- eu necessito de você ao meu lado...meu coração aperta só em pensar em perde-la. 

Os batimentos dos seus corações estavam em sitonia. 

-Não sei o que pensar hades....é muita coisa...estou cansada....preciso de um alicerce. 

--Eu posso ser seu alicerce,sua base, seu chão- suas bocas estavam a centímetros. 

-Não, não pode- se afastando e vestindo um robe. 

-Por que?- cabisbaixo- eu lhe contei toda a verdade...por favor ?!!. 

-Meu alicerce é minha filha. 

-Pois eu quero quer vocês duas sejam o meu.- abrindo o robe dela devagar enquanto olhava fixamente seu rosto. 

-Hades..?! 

O deus abriu o robe, jogando-o longe e deslizou beijos pelo pescoço da ruiva enquanto a levava até a cama. 

-Eu te amo minha deusa- beijando-a. 

Os dois naquela noite deixaram de lado o odio, raiva, ressentimento e deram lugar ao amor, se uniram de foma divina e permitiram pela primeira vez mostarem fragilidade um pelo outro, se amaram com loucura e paixão, como deveria ser a muito tempo atrás. 

Zelena estava ofegante sobre o peito de hades que por sua parte acariciava o corpo dela com paixão.

-Você foi incrível!!!- beijando-a. 

Zelena sorriu e ficou deitada escutando os batimentos dele. 

-O quer ira fazer agora que estar liberto da maldição? 

-1° aproveitada você e nossa filha,2°- matar meu irmão e Perséfone  e 3° escolher um nome para nossa bebê. 

-Gostei da segunda,sobre a terceira poderia virar a primeira.- sorrindo. 

-Você já escolheu?!- hades perguntou maravilhado e zelena concordou- Qual?! 

-Valentina.....

 


Notas Finais


E ai?
--- revisado e acrescentei mais alguns detalhes. O título mudei.--


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...