História Wild Hearts - Capítulo 21


Escrita por: ~

Postado
Categorias Capitão América, Os Vingadores (The Avengers)
Personagens Anthony "Tony" Stark, Clint Barton, Dr. Bruce Banner (Hulk), Dra. Helen Cho, Feiticeira Escarlate (Wanda Maximoff), Heimdall, James Buchanan "Bucky" Barnes, James Rupert "Rhodey" Rhodes, Loki, Maria Hill, Natasha Romanoff, Nick Fury, Pantera Negra (T'Challa), Pepper Potts, Personagens Originais, Sam Wilson (Falcão), Scott Lang, Sharon Carter (Agente 13), Steve Rogers, Thor, Visão
Tags Bucky, Ellie
Exibições 159
Palavras 1.197
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Crossover, Ficção Científica, Luta, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Penúltimo capítulo, pessoal! Já irei avisar que irá ter continuação e a nova fanfic irá ser postada apenas mais para frente! Boa leitura!
Aviso: cap triste mas fofinho no final.

Capítulo 21 - Ainda somos uma família


Bucky andava de um lado para o outro na sala de espera do hospital, Steve, Wanda, Nat, T'Challa, Scott, Clint, Thor, Bruce, Rhodes, Sharon e Visão estavam junto a ele esperando por noticias, cabisbaixos e preocupados. Tony entrou pela porta giratória de vidro e tirou os óculos.
-Alguma coisa? – perguntou se juntando a equipe.
-Nada – respondeu Clint.
Tony fechou os olhos e soltou um suspiro, se sentou ao lado de Visão e passou a mão pelo rosto – como aconteceu? - perguntou se virando para James.
-Eu não sei... Tudo estava bem quando eu ouvi algo do banheiro e quando abri, ela estava sentada sangrando – explicou ainda encarando o chão enquanto andava.
Meia hora depois, um homem magro de cabelos já cinzas e usava óculos apareceu segurando uma ficha – família de Elena Jones Mitchell? – questionou na sala de espera.
Todos se levantaram e o encararam esperando por algo. O homem arregalou os olhos por um momento e limpou a garganta – bem... É... O marido da paciente... – especificou.
-Sou eu – Bucky deu alguns passos para frente.
-Venha comigo. Precisamos conversar – disse – ela está no 5° andar no quarto 342, podem ir visitá-la – informou e a equipe assentiu.
James acompanhou o médico pelo corredor enquanto Nat e Wanda avisam para o pessoal que irão vê-la primeiro.

                                                                           
                            ----------

Ellie encarava o teto ainda deixando algumas lágrimas escaparem. Havia, realmente, perdido o bebê. Fechou os olhos e limpou o rosto com uma das mãos enquanto a outra apertava os lençóis da cama tentando segurar um soluço. Batidas foram ouvidas da porta e ela terminou de secar as lágrimas. A porta foi aberta e os rostos de Nat e Wanda surgiram, ambas com um sorriso triste no rosto.
-Oi – falaram após fecharem a porta e se aproximarem da cama de Ellie.
-Oi – falou de volta quase em um sussurro.
Wanda se sentou na beira da cama enquanto Nat se sentava em uma cadeira no outro lado da cama – então... – Wanda não conseguia falar após ver a barriga da amiga.
-É... – confirmou deixando cair mais algumas lágrimas – eu perdi...
Nat afagou o braço de Elena – sinto muito – lamentou.
-Mas, não se preocupa. Quem sabe... Daqui alguns meses vocês não tentam de novo? – sugeriu a Maximoff.
-Não dá – Ellie respondeu fechando os olhos.
-E porque não? Você é saudável, o Bucky também... Vocês vão conseguir – Natasha falou.
-Esse é o terceiro! – Elena as encarou ainda deixando as lágrimas caírem.
As duas, pararam por um momento – como assim... O terceiro? – questionou Wanda.
Ellie respirou fundo – esse... É o terceiro bebê que perco... – ambas arregalaram os olhos surpresas e pasmas – o primeiro foi a 5 meses atrás... O segundo a 3 e agora... O terceiro...– respondeu com os olhos lacrimejados.
Wanda e Natasha se entre olharam ainda processando a informação – e... V-você não contou... Pro Bucky? – Nat perguntou. Elena negou com um aceno de cabeça, passou as duas mãos no rosto limpando as lágrimas – porque?
-Eu... Não consegui... – fez uma pausa – quando descobri a primeira gravidez... Bucky estava em uma missão com Steve... Depois de um mês, 2 semanas antes deles chegarem... Eu o perdi... Pedi para o médico não comentar nada... Veio outra chance e perdi... E agora... Perdi de novo e agora, ele disse que seria melhor contar ao Bucky...
As duas se aproximaram e abraçaram Ellie. A mesma voltou a chorar enquanto as amigas a confortam.

                              ----------

-O terceiro?! – Bucky disse quase em um sussurro.
-Sim, senhor Barnes. Elena me pediu para não falar nada sobre os outros dois mas, não tem como evitar isso... – falou o médico.
Bucky se apoiou na parede e fechou os olhos por alguns segundos – e... O que aconteceu para ter os abortos? – questionou se endireitando.
-Bem, quando um óvulo é fecundado, ele se direciona para o útero e se fixar na parede do mesmo. Para sobreviverem até chegarem lá, ele possui uma membrana envolta do óvulo para alimentá-lo e quando ele está perto de se fixar, essa membrana precisa desaparecer. O que acontece com Elena, é que essa membrana não é dissolvida por completo, o que impede a fixação e o desenvolvimento da gravidez. Isso é normal na maioria da gravidez mas, isso preocupa mesmo ela sendo fértil – explicou.
James suspirou e passou a mão pelo rosto – posso vê-la?
-Claro que sim... – confirmou.
Ambos se dirigiram para o andar e quarto onde Ellie estava. Bucky abriu a porta assim que chegaram, todos os Vingadores estavam lá e olharam para ele.
-Melhor... Deixarmos vocês sozinhos – disse Steve.
Ele fez um sinal para a equipe e eles concordaram, todos saíram e o médico fechou a porta. James andou até a cama de Elena, ela engoliu o seco quando sentiu ele se sentando ao seu lado na cama, passou os braços envolta dela e a puxou para mais perto em um abraço. Ele houve um soluço vindo de Ellie sabendo que ela começou a chorar e Bucky passou sua mão metálica pelo cabelo dela.
-Me desculpe... – sussurrou deixando mais lágrimas escaparem.
-Não tem o que se desculpar. Não sabíamos que isso ia acontecer... Mas você devia ter me contado desde o início – falou calmo e agora, afagando as costas da esposa.
-Eu sei, eu sei... Eu sinto muito por isso também... – soltou um soluço.

                                ----------

A noite, Ellie foi liberada e foi recebida novamente pela equipe com abraços e palavras de conforto. Wanda e Visão haviam preparado um jantar e a comida foi servida. Todos estavam rindo, contavam histórias e outras aventuras, Elena e Bucky riam junto a eles.
-Vocês tem certeza de que não querem ficar essa noite? – perguntou Steve.
-Não... Vamos voltar pra casa – respondeu Bucky enquanto entrelaçava os dedos com os de Ellie – qualquer coisa, avisamos.
Eles concordaram e acenaram em despedida enquanto o carro partia. As estrelas foram sendo cobertas por nuvens pesadas, Elena olhava para o céu observando a chuva chegando e ambos apreciando o silêncio confortável entre eles. Os primeiros pingos atingiram o vidro do carro e Bucky pegou uma das mãos da esposa enquanto a outra era mantida no volante, ela sorriu e fechou os olhos quando o som da chuva aumentou.
Saíram do carro assim que Bucky estacionou no prédio, subiram de elevador até chegarem ao seu andar. Quando saíram, Ellie o puxou mas não para dentre do apartamento. Ela começou a subir alguns lances de escada pela porta de incêndio. Ela abriu a porta a frente deles que dava no telhado, Bucky riu quando as gotas de chuva atingiram a pele de seu rosto.
Os dois ficaram ali, dançando na chuva com o som dela. Riram e olhavam para as luzes da cidade lá de cima. Bucky a puxou para mais perto e a abraçou pela cintura, Elena acariciou o rosto e o cabelo molhado do ex soldado.
-Mesmo sendo apenas nós dois... Ainda somos uma família – disse ele. Ellie sorriu e tomou os lábios do marido.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...