História Wild Revange - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Animais>all
Visualizações 5
Palavras 1.019
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Survival, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Então pessoal aqui vai mais um capítulo, espero que gostem... Os primeiros vão ser mais curtos porque não quero apressar a história

Bjs de um lobo :3

Capítulo 1 - A reunião


Fanfic / Fanfiction Wild Revange - Capítulo 1 - A reunião

Na calada da noite, tudo estava tranquilo como sempre, os grilos cantavam, os pássaros piavam e as árvores balançavam conforme o vento na floresta isolada de Mitlle City, porém ao adentrar...

Murmúrios, vários murmúrios. Animais ao redor de um tronco de uma árvore cortado ao meio, com um lobo em cima de si (provavelmente o líder). Esse carnívoro, havia chamado todos os animais da floresta para uma espécie de assembléia, porém ao contrário do que o mesmo pensará, poucos animais vieram e ainda assim, não pararam de falar.

- Atenção... Fiquem quietos... Tratem de se calar agora se não eu vou devorar vocês!

Após dizer isso os cochichos cessaram e uma voz no meio da multidão se manifestou

- Quer dizer que só chamou todos para nos devorar? Que absurdo Adolf! (o nome do líder lobo)

Depois desse comentário, vários outros bichos começaram a nos protestar, mas pararam para ouvir o que o líder iria falar.

- Quietos, eu não preciso de um plano idiota desses para os apanhar.

Ouve vários gritos em protesto, porém o lobo continuou.

- Eu marquei essa reunião para conversamos sobre um assunto muito sério...

Houve uma pausa e a atenção de todos estavam em si.

- Quero conversar a respeito... dos humanos!

Um grito de espanto foi ouvido por todos os animais, "os humanos" era, ou melhor ainda é como falar de um tabu para os mesmos, a verdade é que a maioria dos animais não o suportavam, sempre agindo como dominantes, sempre desmatando, destruindo a terra a cada minuto, realmente era um assunto que evitavam pois mesmo com o ódio, não tinham nenhuma chance contra eles, eles eram espertos, superiores, não podiam contra os mesmos, contudo esse ser parecido com um cachorro se atreveu a levantar esse fato.

- Silêncio!

Exclamou irritado e após todos se acalmarem, o mesmo continuou.

- Continuando, eu sei que não aguentamos mais essa espécie desprezível.

Falou com repulsa na voz e todos concordaram acenando com a cabeça.

- Pois bem, sei que eles são mais fortes... mais espertos, mais inteligentes até!

Fala em um tom de frustração.

- Porém... Eu decidi, pelo bem de todos... pelo bem dos animais da savana... da floresta... da tundra... pelo bem deste território em que vivemos!

A medida que ele ia falando todos os animais ficaram fascinados com sua determinação, coragem era uma coisa de se apreciar, principalmente alguém se voltando contra uma espécie, completamente assustadora como essa. Ao longo do discurso, outros animais chegaram curiosos para ver oque estava acontecendo...

- Eu, Adolf, declaro hoje minha decisão... uma decisão que vai salvar o mundo e nada nem ninguém vai me deter. Eu, digo, hoje, a partir deste momento, guerra contra os humanos! Eu os farei pagar pela humilhação, pela caça e pelo sangue escorrido de todo animal morto...

Deu uma pausa, como se lembre-se de algo doloroso, mas prosseguiu.

- Sei que não somos melhores que eles, mas os mesmos estão sozinhos e duvido que uma espécie os ajude, ao contrário de nós... que podemos ter ajuda de todo o mundo!

Ele solta um suspiro ao terminar de falar e após soltar tudo a qual estava preso em sua garganta há algum tempo, o mesmo estava com as patas trépidas, mas continuou.

- Bem isso é tudo...Quem quiser vir comigo que venha, eu vou buscar a ajuda de mais espécies, mas aprecio a atenção de todos que me ouviram até o final...

Dito isso, o lobo se retira, mas vê que ninguém o seguia, "já esperava por isso" , pensou , é claro... o medo que os animais tinham dos humanos, era proporcional ao seu ódio, eles realmente eram assustadores, entretanto... estava na hora desse pavor mudar... Quando o lobo estava quase saindo da floresta ouviu-se passos rápidos atrás do mesmo.

- A-adolf... você está certo, está na hora de fazermos alguma coisa, não vamos deixar barato oque eles, fizeram!

Um esquilo com uma voz um pouco fina, fala em tom de frustração e ergue o braço.

- Pelos animais!

Após essa declaração, todos estavam mais animados, com medo é claro, mas ansiosos para oque estará por vir.

~ [ Quebra de tempo ] ~

////////// 1 ano depois //////////

Um ano depois daquela bendita reunião, ainda bem que tivera coragem para concretizar a ideia que tinha e pensar que precisou "daquilo" acontecer, para o mesmo criar coragem. Pensava o lobo no calar da noite, olhando para a lua cheia, de forma serena. Foram anos de sacrifício, anos de caminhada, até reunir vários animais para enfim houver a declaração de guerra, passaram por climas que alguns não aguentavam e morreram, percebeu que alguns humanos estranharam um lobo no deserto, ou um urso polar na floresta, ou até mesmo uma onça no ártico, esses seres, chamaram aquilo de " Super imigração", francamente, esses seres inocentes, nem passavam pela cabeça dos mesmos, oque estava por vir e era melhor assim, cauteloso e em grupo, era dessa maneira que gostava de trabalhar... e era dessa maneira que costumava ganhar suas "batalhas". Suspirou e continuou olhando para Lua, uma das coisas que amava fazer, até ouvir uma voz fina e estridente.

- Ad, vá dormir, amanhã devemos acordar cedo, para... você sabe...

Fala o esquilo Hermer, suspirando, mesmo depois de um ano, ainda estava um pouco apavorado pelo que iria acontecer.

- Não fique com medo Hermer, nós precisamos ter coragem.

Falou um gorila, denomidado Jed, um pouco embaixo do pico que o lobo e o esquilo se encontravam.

-Precisamos ter força!

Exclama o mesmo convicto

- Tem razão! O tempo está a nosso favor! Depois de tanto tempo, tantos amigos perdidos ao longo desses anos, vamos acabar com eles! 

Exclama com sua fina voz, fazendo ambos, Adolf e Jed, darem uma risada.

-  Muito bem dito, pequeno roedor

O macaco fala, com orgulho do bichinho, mesmo tão pequeno, tão frágil e claro, tão pequeno, ele tinha uma força de vontade admirável. 

- Muito bem, acho que está na hora de nos acolhemos... Vamos dormir

Ambos assentem com suas cabeças e vão ao " acampamento ", improvisado, que fizeram, ao adentrarem, podia-se ver os inúmeros animais, mamíferos, répteis, aves, insetos, crustáceos, todos juntos nessa luta. Com essa visão, o lobo não poderia estar mais orgulhoso de si... finalmente... depois de tudo, oque aconteceu.... teria sua vingança...


Notas Finais


Obrigado por aguentarem até aqui, vlw msm


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...