História Wildest Dreams - Capítulo 52


Escrita por: ~

Postado
Categorias Demi Lovato, Nick Jonas, Shailene Woodley, Theo James, Wilmer Valderrama
Personagens Demi Lovato, Nick Jonas, Shailene Woodley, Theo James, Wilmer Valderrama
Tags Demi, Dilmer, Hot, Wilmer
Exibições 111
Palavras 2.303
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Policial, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Mutilação, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Boa leitura, amores 💞

Capítulo 52 - A cama é grande demais sem você


Fanfic / Fanfiction Wildest Dreams - Capítulo 52 - A cama é grande demais sem você

Poucos dias se passaram desde que Demi e Wilmer haviam feito as pazes e por mais que eles estivessem ou aparentavam estar bem Wilmer ainda dormia no sofá. Ela desceu até a cozinha durante a madrugada para beber uma água e ao descer as escadas ela já pode ver os pés dele escapando do sofá e ela logo percebeu que ele dormia de bruços, ela andou até a cozinha e ao acender a luz acabou acordando Wilmer.

- Tudo bem? - Wilmer perguntou se ajeitando no sofá olhando para ela

- Tudo, eu vim só pegar água, pode voltar a dormir - Demi disse ajeitando seu hobby de dormir e Wilmer assentiu

Demi foi para a cozinha pegar a sua água e Wilmer pegou seu celular na mesinha de centro para ver as horas.

- Que horas devemos estar no tribunal hoje mesmo? - Wilmer perguntou se sentando no sofá

- As 9:00 - Demi respondeu colocando a água no copo

- Promete que não vai arrumar confusão hoje? - Wilmer disse

- Não, se eu esbarrar com aquela vadia eu acabo com ela - Demi disse depois de beber um pouco da sua água

- Eu pensei que gostava dela - Wilmer disse

- Eu gostava antes de ela beijar o meu marido - Demi disse

- Mas... - ele começou mas ela o interrompeu

- Eu não quero falar sobre a Mellie - Demi disse

- Tudo bem - Wilmer disse levantando as mãos em forma de rendição

- Eu vou subir, quer que eu apague a luz? - Demi perguntou depois de beber sua água

- Não, eu apago depois - Wilmer disse - Boa noite

- Boa noite - Demi disse e logo saiu da cozinha e subiu as escadas indo para o seu quarto

Depois que Demi subiu Wilmer demorou um pouco para voltar a dormir, ele entendia que Demi ainda poderia estar chateada com ele e queria mais espaço e naquele momento ele sabia que o melhor que podia fazer era dar a ela o espaço que ela queria. 

O dia amanheceu e ainda pela manhã eles foram a continuação do julgamento de Mellie cujo Demi só foi para ver o que seria daquela menina frágil e sofrida que a apunhalou por trás, desta vez Demi vestiu um vestido que era social mas perfeito para grávidas então ficava perfeito nela, ela se sentou no fundo com Wilmer e logo o julgamento começou. 

- Senhora Torres, por quanto tempo tinha essa união estável com Fitzgerald Thorne? - Joe perguntou 

- Três anos - Abby respondeu 

- Segundo sua filha, os abusos do seu parceiro começaram um ano depois que começaram a se relacionar - Joe disse 

- Abusos que não passam de historias contadas - Michael disse 

- Historias contadas qute existem fatos para comprovar que são verdade - Joe disse 

- Senhora, por que não acreditava na sua filha quando ela lhe contava o que acontecia? - Michael perguntou

- Chamar atenção sempre foi o nome do meio da Mellie, sem contar que eu paguei aulas de teatro para ela a vida toda - Abby disse 

- O que significa facilidade em mentir - Michael disse 

- Protesto, isso é uma ofensa a minha cliente - Joe disse 

- Mantido - disse o juiz 

Depois de alguns minutos Michael chamou Mellie para depor e Demi a viu andar até o banco para depor desta vez com um vestido branco justo como o outro e com um decote que sendo reparado era percebível, e ao vê-la Demi só queria socar o rosto dela. 

- Eu soube que sofreu um aborto espontâneo há algumas e perdeu a criança que esperava do seu padrasto - Michael disse e Mellie assentiu - Mas de acordo com seu exame de sangue foi encontrado no seu organismo algumas coisas que misturadas causam um aborto em menos de doze horas 

- Desculpe, mas o que está querendo insinuar? Que provoquei meu aborto? Aquele bebê era tudo que eu tinha, eu nunca faria isso, aquilo foi um suco que eu ganhei, deveriam estar interrogando Jake sobre isso e não eu - Mellie disse e passou a mão no nariz e logo em seguida colocou a mão sobre o mesmo como se estivesse tentando não chorar ou algo assim - Se eu soubesse disso, eu nunca teria tomado aquilo, eu nunca mataria o meu bebê 

Joe exibiu um pequeno sorriso vitorioso com o que ela disse, ele podia sentir que depois do que ela disse eles haviam ganhado o juri pelo menos parcialmente. Depois de algum tempo o julgamento deu uma pausa para que o juri pudesse decidir o veredito. 

- Eu estou sendo vingativa se quiser que ela seja presa agora? - Demi perguntou 

- Um pouquinho, mas eu achei que ainda quisesse que ela fosse solta - Wilmer disse 

- Eu quero, uma parte de mim ainda acredita que ela é uma mocinha indefesa, mas a outra acredita que ela é uma vadia que quer o marido dos outros - Demi disse 

- Agora acredita que a culpa foi dela? - Wilmer perguntou 

- Não começa, ainda estou brava com você - Demi disse 

- Mesmo? - ele disse lhe dando vários selinhos fazendo ela rir 

- Mesmo, para - ela disse rindo e ele logo parou - Eu vou no banheiro, já volto 

Demi saiu dali e foi ao banheiro, quando entrou no mesmo ela acabou vendo Mellie sair de uma das cabines do banheiro e ela exibiu um pequeno sorriso ao vê-la. 

- Oi, não imaginei que estaria aqui - Mellie disse se aproximando dela 

- Pois é - Demi disse apenas e deu de ombros 

- Olha, eu não tive tempo de dizer aquele dia, mas eu sinto muito, a atitude dele me surpreendeu bastante, nunca imaginei que ele faria isso com você - Mellie disse se referindo ao beijo 

Desta vez Demi não estava nem tentando se segurar para não dizer nada, e nem que ela precisasse fazer um escândalo para aquela garota entender que Wilmer era dela por mais que ela parecesse se passar por uma boa garota. 

- Como você consegue ser tão cínica? - Demi disse 

- Eu não sei do que você está falando - Mellie disse 

Demi acabou se irritando com ela ainda mais e deu um tapa em seu rosto e Mellie obviamente a olhou meio confusa colocando a mão onde ela havia batido.

- Não pense que eu não posso quebrar a sua cara porque estou grávida, porque até o bebê eu tenho dentro de mim está bem irritado - Demi disse nervosa - Então eu vou te dizer pela a última vez, fica longe do meu marido - ela disse a ultima parte pausadamente para que ela pudesse entender

Antes que Mellie a respondesse uma mulher abriu a porta do banheiro as interrompendo fazendo as duas olharem para ela. 

- A sessão voltará em um minuto para darem o veredito - disse a mulher 

Demi apenas voltou seus olhos para Mellie rapidamente e a deu as costas para sair daquele banheiro, ela voltou e encontrou Wilmer na porta a esperando. 

- Tudo bem? - ele perguntou ao perceber que ela parecia estar um pouco nervosa 

- Tudo, vamos entrar logo - ela respondeu 

Eles entraram e se sentaram nos mesmos lugares em que estavam durante o julgamento, depois de alguns segundos ela viu Mellie entrando e como sua pele era muito branca era claro um vermelho no seu rosto. 

- O que aconteceu com o seu rosto? - Joe perguntou ao ver o rosto de Mellie 

- Nada - ela respondeu apenas e se sentou

Logo o juiz voltou e todos se levantaram, o juiz permitiu que eles se sentassem novamente e assim eles fizeram. 

- O juri já tem um veredito? - perguntou o juiz e uma mulher do juri se levantantou 

- Sim, Meritíssimo, o juri declara a ré, Amélia Caroline Torres, inocente, apenas praticando o ato de legítima defesa - disse a mulher do juri

- Todas as acusações sobre Amélia Torres estão retiradas e é exigido sua libertação imediata - o juiz disse e bateu seu martelo 

Mellie levou as mãos ao rosto por uma certa surpresa e ser absolvida daquele caso, ela abraçou Joe e o agradeceu o máximo que pôde. Demi se sentiu em partes orgulhosa de si mesma ela havia conseguido coisas que realmente conseguiram provar a inocência dela, estava feliz porque uma garota que passou pelo mesmo que ela estava livre. Todos saíram da sala do julgamento, alguns estavam felizes por Mellie e outros, incluindo sua própria mãe, inconformados, Demi saiu com Wilmer e passou por Mellie que abraçava algumas pessoas. 

- Demi, espera - Mellie disse ao ver Demi passando fazendo ela parar - Eu não podia deixar de agradecer a pessoa que fez isso ser possível 

- Ah, não foi nada - Demi disse apenas 

- Foi sim, posso falar com você um minuto? - Mellie disse e Demi assentiu e ela olhou para Wilmer - Pode esperar aqui, não vou demorar 

- Não, eu vou buscar o carro - Wilmer disse e olhou para Demi - Eu já volto, Nena - ele preferiu chama-la assim principalmente porque Mellie estava ali e logo em seguida saiu 

- O que quer falar? - Demi perguntou enquanto elas iam até um canto 

- Uma parte não acreditou que isso realmente ia dar certo, meu Deus, eu comecei a acreditar nas minhas próprias mentiras - Mellie disse, não havia mais motivos para ela esconder o que realmente havia acontecido 

- Como é? Mellie, então qual é a verdade? - Demi perguntou um pouco confusa 

- Tudo bem, você fez tudo isso por mim o mínimo que você merece é a verdade - Mellie disse 

Mellie confessou a Demi que tinha um caso há dois anos, ela tinha esse caso com ele apenas por interesse já que ele tinha uma ótima condição financeira, com o tempo Fitz percebeu que Mellie só o queria por interesse e ameaçou contar tudo a Abby e para provar que ela não acreditaria ela mesma fez isso várias vezes. O caso continuou até que Mellie descobriu sobre a gravidez, Fitz estava gostando dela de verdade e estava disposto a se separar de Abby para ficar com Mellie e seu filho, mas não era isso que ela queria, ela tentou suborna-lo para ele contar o que não deu certo, e quando percebeu quem não tinha escolha decidiu mata-lo, ela iria fugir mas não conseguiu porque sua mãe havia esquecido uma pasta do trabalho e quando voltou encontrou Mellie suja de sangue com uma faca na mão. 

- Minha professora de teatro ficaria orgulhosa de mim se visse, mas pior de tudo foi ter que tomar aquele negócio, mas valeu a pena, não sei como consegue aguentar ir ao banheiro de quinze em quinze minutos - Mellie disse 

Demi a ouviu e ficou completamente surpresa, Mellie havia a enganado melhor que qualquer um e chegou até a se arrepender do que fez para liberta-la.

- Você é doente - Demi disse ainda surpresa 

- Eu diria impulsiva, mas de qualquer forma isso não importa mais, obrigada - Mellie disse com um pequeno sorriso - Eu sempre sobre que mentiam quando diziam que carma era uma vadia 

Antes que Demi conseguisse processar tudo aquilo e dizer algo Wilmer voltou. 

- Vamos, Nena? - Wilmer perguntou se aproximando dela 

- Eu tenho que ir, obrigada você também - Mellie disse colocando sua mão no ombro de Wilmer 

- Imagina - Wilmer disse apenas e logo em seguida ela saiu - Demi? - ele disse ao perceber que ela estava praticamente paralisada 

- O que eu fiz? - Demi disse baixo 

- Do que está falando? - Wilmer perguntou 

- Eu soltei uma sociopata - Demi disse

- Explica direito - Wilmer disse 

Demi decidiu não contar ali e dentro do carro contou tudo a Wilmer ele também não acreditou no que ouviu, eles haviam sido enganados literalmente por uma garota de dezenove anos. Todo o orgulho de si mesma que Demi sentia se transformou em decepção, mas de qualquer forma ela nunca iria imaginar que aquela garota que parecia ser tão frágil quanto ela quando conheceu Wilmer. O julgamento havia terminado no meio da tarde, ela foi para casa e Wilmer teve que dar uma rápida passada no Complexo para liberar os papeis da soltura de Mellie que mesmo não concordando mais com aquilo era obrigado a fazer.

À noite Demi e Wilmer jantaram e assistiram um pouco de televisão, ela começou a sentir um mal estar que sua médica já havia dito que seria normal graças a gravidez e decidiu ir para o quarto para se deitar, ela não conseguia parar de pensar no que Mellie havia dito até que Wilmer entrou no quarto a tirando de seus pensamentos. 

- Tudo bem? - Demi perguntou se ajeitando na cama ao ele entrar 

- Sim, eu só vim buscar meu travesseiro - Wilmer disse se aproximando do seu lado da cama 

- Ah claro - Demi disse apenas e ele pegou seu travesseiro

- Bom, eu vou para o meu sofá, boa noite - Wilmer disse andando até a porta 

- Wilmer - ela o chamou antes que ele saísse 

- Estou aqui - ele respondeu 

- Desculpe, por não acreditar em você - Demi disse 

- Não precisa se desculpar por isso, Nena - Wilmer disse 

- Você pode voltar se quiser, a cama é grande demais sem você - Demi disse 

- Tudo bem - Wilmer disse 

Wilmer foi em direção a cama e se deitou na mesma, Demi se ajeitou na cama se virando para ele, ela não resistiu e acabou selando seus lábios nos dele o beijando, a confissão de Mellie havia sido boa pelo menos de uma forma, graças a sua confissão Demi conseguiu acreditar que seu marido era o inocente na história do beijo. 


Notas Finais


Heeeyn, My babies, espero que tenham gostado do capítulo, eu sei que muita gente desconfiava da Mellie, mas se acalmem, vadia boa é vadia morta, enfim não tenho muito o que dizer aqui hoje, obrigada a CADA UM dos favoritos, eu amo MUITO vocês, mesmo as vezes não parecendo, obrigada a cada uma que comenta sempre, eu ADORO do fundo da minha alma quando vocês fazem isso.
Enfim, beijos de neon colorido até semana que vem. 💛


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...