História Wind Rose with Jay Park. - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Big Bang, CL (Chaelin Lee), HyunA, Jay Park, WINNER
Personagens D-Lite (Daesung), G-Dragon, HyunA, Jay Park, Jinwoo, Lee Chaelin "CL", Lee Seunghoon, Mino, Personagens Originais, Seungri, Seungyoon, T.O.P, Taehyun, Taeyang
Tags Big Bang, Jay, Jay Park, Mino, Seungri, Taeyang, Winner
Exibições 63
Palavras 2.533
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá meus nenens! Tudo bom? Antes de lerem, me desculpe a demora, é que é muita ideia pra poucos dedos digitarem.
A fic vai "começar" em si, daqui pra frente, então eu meio que já apresentei as pessoas que mais aparecem pra vocês. Eu espero que vocês gostem, e até o próximo capitulo :3
Beijo da Unnie pra vocês <3

Capítulo 2 - Capítulo Dois - Que os jogos comecem.


Fanfic / Fanfiction Wind Rose with Jay Park. - Capítulo 2 - Capítulo Dois - Que os jogos comecem.

Todo sul coreano que tenha passado pela adolescência nos últimos anos, sabe ou pelo menos já ouviu falar sobre ele.

Jay Park não é desconhecido, muito pelo contrário, julgo-o como um dos idols mais bem sucedidos da atualidade, junto com Big Bang, EXO e muitos outros. Porém nunca passaria  pela minha mente que o dono do Jaguar que quase me atropelara seria ele, muito menos que ele seria o CEO que fecharia um dos contratos mais importantes da minha carreira.

O mesmo se encontrava a uma considerável distancia de mim, ele não usava mais o moletom preto, mas sim uma camisa social de braços arregaçados, porém os mesmos óculos de antes se encontrava em sua cabeça.

— Me atrasei. — Ele diz, entrando e se sentando do outro lado da mesa. Ainda estava pasma pelo corte brusco quando ele me olhou de cima a baixo, como se tentasse se lembrar de onde me conhecia, fora ai que me lembrei da ferida em minha perna.

— Bom como eu ia dizendo... — Comecei a falar, e quando me virei para mostrar um gráfico, me estiquei, fazendo com que a saia subisse até o joelho, mostrando a faixa que tampava toda a parte de trás da minha panturrilha.

Quando me viro, vejo que ele olha para as minhas pernas, capitulando tudo que havia acontecido antes.

*

Eu não imaginava que a reunião daria tão certo. Fechamos um contrato —  o melhor da minha carreira, eu já disse isso? — e ainda teve uma discussão calorosa entre eu e Jay, sobre valores, e no final eu estava certa.

Estou na porta desejando uma boa noite — mesmo ainda sendo seis horas — para todos que estavam na reunião. Jay havia sido o primeiro a sair então eu estava relaxada. Moon ainda se encontrava comigo, assim como Jungkook.

— Menina, eu falo, quando trabalhamos juntos, só sai coisa boa. — Moon diz se jogando no divã que tem em minha sala.

— Eu to tão feliz! — Dou uns pulinhos, me sentindo eternamente agradecida aos Deuses da Publicidade. Vou até o frigobar e pego uma garrafa de soju, tirando o salto envernizado e andado descalça. — O que eu mais quero agora é descansar.

— Descansar é? — Moon pergunta arqueando a sobrancelha.

— Sim (?)— Respondo com uma exclamação no meio da testa.

— Ah então nem vai querer ir pro Studio hoje. — Ela diz se levantando. Ah Moon, você me atiçou.

— Eu quero! — Dou um pulinho, levantando o soju.

— Ótimo, chega antes das oito viu? — Ela diz puxando o Jungkook que sorria. — Pelo que parece, vai ter racha.

Sorrio maliciosa. Como eu amo rachas.

Alguns minutos se passam quando uma das garotas do executivo bate em minha porta.

— Me desculpe Srta. Kim, mas... o senhor está aqui. — Ela diz significante. — Ele está subindo no Gold.

— Obrigada. — Sorrio, hoje é um ótimo dia, até ele veio me ver. — Pode deixar a porta aberta.

Ela sai, assim deixando a porta aberta, e poucos segundos depois ouço uma voz gostosa a cumprimentar as garotas “Boa noite garotas!”

Levanto-me, ainda descalça e viro de costas para a porta, ficando de frente para a paisagem cheia de arranha-céus.

— Toc toc. — A voz diz fingindo estar batendo na porta aberta.

Viro o pescoço e o olho, ele está estupidamente lindo, não aguento e sorrio, com a garrafa gelada de soju ainda entre os dedos.

— Oi. — Sussurro, o vendo vir até mim, me abraçando por trás. Seu cheiro me deixando inebriada.

Sun. — Ele diz dando um beijo no meu pescoço, me deixando toda arrepiada.

— Tae... — Murmuro, me arrepiando e logo me endireitando — Taeyang! Você quer me levar pra cama é? — Pergunto quando volto a mim, me virando pra ele e colocando os braços em seus ombros largos, com a garrafa ainda em mãos.

— Talvez. — Ele diz malicioso, pegando a garrafa e bebendo o resto do conteúdo rapidamente. — E ai, como foi o seu dia Sun? — Ele pergunta, me soltando e indo até o divã, onde se jogou.

— Foi maravilhoso Tae. — Respondo indo ao frigobar e pegando mais duas garrafas de soju. — Fechei o melhor contrato da minha carreira hoje, e você ta aqui. — Sorrio fofa para ele entregando uma garrafa para si. Ele nunca abre a minha garrafa.

— Você ta tentando me embebedar Sun? — Ele pergunta malicioso. — Não se esqueça que a única que é tolerante ao álcool aqui é você, eu ainda fico bêbado. — Ele diz levantando a cabeça para que eu me sente.

— É claro que não. — Respondo me sentando. — Você ainda tem que me levar ao Ravena’s Studio para um racha. — Sorrio o vendo arregalar os olhos e depois sorri junto a mim.

— Racha? — Ele pergunta erguendo a sobrancelha.

— Racha monamour. — Sorrio. — Eu quero dançar até ficar só o corpo cansado e a mente livre.

*

Algum tempo passou até que Tae fora embora, me deixando apenas com a minha sala. Porém eu me sentia acompanhada.

Dou de ombro e vou até o banheiro. Quando volto, vejo a porta da sala de reuniões aberta e uma garrafa de soju vazia se encontrava ao lado da minha, em minha escrivaninha.

Quem esteve aqui?

*

São sete e meia quando saio do meu quarto, totalmente pronta.

Estou usando uma calça de moletom larga — confortável e que tampa a tatuagem— com uma regata branca simples e um tênis branco. Meu cabelo se encontra solto, pelo fato de ser curto, e em meu rosto há uma simples camada de mascara de cílios e um pouco de hidratante labial.

Sento-me no sofá, ainda esperando a chegada de Tae e pego meu celular.

No Instagram, tenho consideráveis cinco mil seguidores, todos que eu não faço ideia de onde saíram. Talvez fosse pelos covers que eu fiz com o Seungri, ou então porque são apenas doidos.

Vou até a guia de exploração quando me passa pela cabeça ver o perfil de algumas pessoas. Comecei pelo Tae, que obviamente, postara uma foto no elevador dourado. Depois, passei por cada integrante do Big Bang, onde curti todas fotos que eu não havia visto até agora. GD havia postado uma foto dos meninos, o que me fez ir com tudo e comentar a foto, sendo respondida logo depois.

“Amo, as vezes até me esqueço que são todos meus”. Comento, sendo respondida logo depois.

“ Todos, mas eu sou mais, todo, inteiramente seu meu amor.” Rio,ele só pode estar fazendo isso pra implicar o Tae.

Depois de sua resposta, choveram seguidores novos, o que me fez revirar os olhos. Bando de interesseiros.

Tiro uma foto, aproveitando o momento e então ouço alguém tocar a campainha do meu apartamento.

Me levanto do sofá e abro a grande porta moderna de pinheiro.

— Senhorita. — Taeyang diz, pegando a minha mão. O mesmo usava uma calça de couro preta e uma regata que mostrava seus músculos.

— Senhor. — Digo puxando ele para um beijo. Um beijo calmo porém cheio de prazer.

— Vamos? — Ele pergunta com um sorriso lindo no rosto.

— Sim senhor. — Digo, entrelaçando nossos dedos.

Saímos e fomos para o elevador. Onde uma garota que sempre vinha em dias de sexta feira — acho que para ver o namorado — se encontrava.

Quando entramos, ela me olhou de cima a baixo e depois sorriu para o Tae.

— Boa noite. — Ela diz sorrindo.

— Boa noite. — Taeyang responde, me puxando para um abraço. Alguns segundos depois, a garota sai em um dos andares perto do térreo. — Eu moro no ultimo andar do prédio—.

Quando ela sai, só sinto Taeyang me virar para a parte espelhada do elevador, pegando seu celular e logo pronto para uma foto.

Deitei a cabeça em seu ombro, e ele deixou seu braço mais a mostra, evidenciando que ele me abraçava pela cintura, e, para demonstrar o nível de intimidade, o mesmo encaixa sua mão no bolso frontal da calça.

Em poucos segundos, meu celular começa a vibrar, mostrando milhares e milhares de notificações Tae havia postado a foto e me marcado.

 — Taeyang... — Murmuro e vejo ele sorrir, dando uma piscadela.

— Somos namorados, é normal postar fotos quando namoramos, né? — Ele diz, piscando os olhos levado.

O fato é, quando você é um idol, e posta fotos com sua namorada, ou ela é amada, ou ela é odiada.

E eu não sei dizer o que eu sou.

*

A fila de pessoas que queriam assistir ao racha no Studio que se encontra em um porão, é eterna, o que me faz ficar com um frio na barriga.

— Esse tanto de gente me da medo. — Murmuro no ouvido de Tae que apenas sorri.

— Você é demais Sun, apenas dance. — Ele diz, me deixando confiante. Corto a enorme fila, e quando chego na entrada, sou barrada por uma menina que começa a ratear.

— Onde você acha que vai? — Ela pergunta segurando meu pulso. — A fila é lá atrás. — Ela diz apontando pro final da fila inexistente. — Ou você ta achando que vai entrar assim?

Bufo, de onde essa criança saiu?

—Oi? — Pergunto, puxando meu pulso e fingindo que não a ouvia. Me virei para o segurança e sorri. — Boa noite Jwoon.

— Boa noite Sun. — O brutamonte sorri abrindo a grade para que eu entrasse, deixando a garota me olhando. — Ela faz parte do Studio. — Ele diz indiferente para a mesma, que me olha de cima a baixo.

Dou uma piscadela e desço as escadas, indo para o que realmente me interessa.

Da entrada para as escadas, já se sentia a diferença sonora, além da visual, vários pôsteres e luzes neon se encontravam espalhados pelo decorrer do caminho e quando chegamos no final, lá estava o que chamamos de Hall do Studio.

Várias pessoas perambulavam pra lá e pra cá, algumas me cumprimentavam outras me olhavam de cima a baixo quando ouço uma voz arrastada me chamar.

— SunHee... — Hoseok diz arrastado, o mesmo usa uma calça jeans preta rasgada nos joelhos, com uma camiseta do Studio personalizada e um tênis branco. Em uma das mãos se encontra um microfone e na outra uma garrafa de soju na metade.

— Hobi. — Digo do mesmo jeito soltando a mão de Tae e o abraçando. Hoseok é um dos dois donos do Ravena’s Studio. Quando ele está aqui e não se encontra sóbrio — como agora — quer dizer que o segundo está viajando ou até então em um relacionamento sério.

— Gostosa. — Ele me chama, o nível de intimidade sendo tanto que não vejo como elogio e sim como apelido. — Vai participar do racha? — Ele pergunta sorrindo significante. Ele sabe que eu não sou de rachas.

Sorrio e sinto Taeyang atrás de mim que também sorri.

— Ela vai. — Tae diz com uma ponta de malicia.

*

O tempo estimado para o inicio do racha é de meia hora depois da chegada do grupo competidor — o mesmo que nunca chega—.

Estou no meio do hall onde os visitantes andam quando sinto alguém me abraçar por trás, e sei que não é o Tae pois ele estava no bar do local.

Viro-me, dando um grito assustado, mas quando vejo Moon, MiiHan, Kisoo e Lu, fico relaxada, abraçando Moon de volta.

— Grita mesmo sua anta. — Kisoo diz me olhando feio, mas em meio a isso tudo a única coisa que consigo fazer é sorrir. — Pensei que não viria.

— Desculpa meninas. — Eu digo abraçando uma por uma. — Senti a sua falta sua chata. — Digo dando um beijo na bochecha de Kisoo que revira os olhos mas sorri.

— Sentimos saudade. — MiiHan diz me abraçando. Se não fosse por ela e Moon, acho que eu nunca saberia o real significado de amizade.

— Eu também. — Digo me sentindo um pouco chorosa mas me seguro. — É que...

— Nós sabemos. —Sou cortada por todas. — Muito trabalho resulta em muita responsabilidade que resulta em menos dança. — Kisoo termina. — Nós te conhecemos meu amor.

Sorrio vermelha.

— Mas vamos mudar de assunto, que tal discutirmos nossa tática de hoje? — MiiHan pergunta dando uma piscadinha.

*

São quase dez horas, e o grupo que vai disputar chegara a menos de vinte minutos.

Estou andando pelo hall quando encontro um lugar ótimo, de frente ao palco.

Não sabemos qual é o outro grupo e muito menos o outro grupo sabe que somos nós, as Red Dolls, que estaremos no racha.

Nós somos cinco no total, mas Moon e eu não somos integrantes fixas, por sempre estarmos trabalhando. Nosso grupo fora criado no segundo ano do Ensino Médio, quando conhecemos Hobi, que dava aula de dança em nossa escola.

O palco esta apenas com o DJ no fundo no momento. Até que Hobi sobe até lá, começando a abrir a noite.

— Boa noite! — Ele grita, sendo respondido por todos em uma altura três vezes maior que sua voz.  — Como vocês estão?!? Bêbados? — Ele ri, mostrando que o bêbado ali era ele. — Meu nome é Hoseok... — Ele é cortado por nós, que gritamos um “A vá” que o faz rir. — Vocês estão difíceis hoje hein? —Ele pergunta se sentando na beira do palco, bem perto de mim. — Bem vindos ao quarto Racha Oficial deste ano do Ravenas’s Studio! — Ele grita e o DJ começa a passar uma musica alegre, contagiando todos. —Hoje, teremos quatro rachas, sendo o mais importante, o ultimo. Que tal começarmos??

*

O terceiro racha já está acabando quando sinto alguém atrás de mim.

— O próximo é o seu? — Ele pergunta, me entregando uma garrafa de soju ainda fechada.

— Sim. — Respondo usando mais força que o que eu deveria para abrir a garrafa, finalmente a abrindo e dando um gole na bebida gelada.

— Só ganhe. — Ele sussurra em meu ouvido, me fazendo ficar mole. — Como você sempre faz. — Complementa me dando um beijo gelado em meu pescoço.

— Não...faz i-isso Tae. — Me encolho, sentindo ele rir enquanto me abraça.

A terceira disputa acaba, dando assim, abertura para que Hope volte ao palco.

— Fora um ótimo racha não é mesmo? — Ele grita, e eu grito de volta, me sentindo leve. — Bom... até agora não tivemos nenhum racha com um grupo da casa... — ele diz com um sorriso no rosto. — E é por isso que para o ultimo, escolhi minhas melhores meninas. — Ele continua. — Mas antes, vamos ao grupo  competidor.

Ele diz indo até o DJ e pegando um papel.

—Olha... este grupo é formado por oito garotas. Sendo a maior parte dançarinas de idols. — Ele ri baixinho perto do microfone, deixando claro seu sarcasmo. — São as Kim  Pink.

Kim Pink? Que diabos de nome é esse? Porra. Penso, arregalando os olhos.

— Bom... Kim Pink pode entrar, mas antes de chamar o outro grupo, vou perguntar para as meninas se essa diferença de competidoras fará o racha ser desarmônico. — Ele diz, indo até a parte de trás do palco e conversando com as meninas, voltando logo depois. — Bom,as meninas não estão com medo, podem ficar as oito. —Ele sorri olhando rápido para mim.

Ele suspira, jogando o papel das competidoras longe.

— Do outro lado, temos as garotas do Ravena’s Studio. Quem já é da família já deve saber de qual grupo estou falando né? — Ele pergunta para a plateia, sendo recebido por vários “ Red Dolls são as melhores” ou “Queremos ver as Red Dolls”. — Red Dolls... — Hope chama. — Podem entrar gatinhas.

E assim elas entram. Quatro garotas —mulheres — entraram empoderadas e fortes. Elas botavam medo como ninguém.

— Que tal começarmos? — Hobi sorri e assim, ambos os grupos confirmam, sorrindo.

Que os jogos comecem.


Notas Finais


Espero que vocês tenham gostado, e que vocês estejam aqui no próximo capitulo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...