História Wings - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Amizade, Anjos, Bangtanboys, Completa, Conto, Juventude, Mortes
Visualizações 1
Palavras 644
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fantasia, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 8 - Perdi Meu Caminho


Fanfic / Fanfiction Wings - Capítulo 8 - Perdi Meu Caminho

Eu ainda estou aqui com os olhos fechados

Perdido entre os desertos e oceanos
Eu ainda estou vagando
Onde devo ir? Yeah

Eu não sabia que havia esse tanto
De caminhos que eu não posso ir e caminhos que eu não posso tomar
Eu nunca me senti assim antes---Lost

Nessa tarde recebi uma carta a letra era de Taehyung isso me fez querer gritar de felicidade eles não se esqueceram de mim isso é bom sinal certo?

Na carta tinha apenas oito palavras que se formou uma pequena frase "Venha me encontrar no mesmo lugar de sempre". Botei o primeiro par de sapatos velhos que vi e corri ate o lugar cheio de flores brancas à primavera havia chegado cedo. Quando cheguei lá apenas Taehyung se encontrava deitado num colchão todo acabado gritei seu nome em alegria e o abracei tão forte que o fez rir e se afastou com uma expressão de dor.

—Cuidado minhas costas estão machucadas— Ele diz e começa a tirar sua blusa preta ele não estava com suas roupas coloridas como sempre agora eram só roupas escuras que cobriam seu corpo magro

Vejo suas costas machucadas e fico preocupado, ele ao perceber volta a falar

—Sabe eu perdi meu caminho, por favor, me desculpe por ter te deixado, mas era minha hora, sabe eu deveria ser punido eu fui egoísta, minha irmã vai precisar de mim, espero que ela entenda—Taehyung diz um tanto magoado e triste.

—O que aconteceu? —Pergunto curioso e o vejo tirar uma pena preta de seu bolso colocando em minhas mãos fico mais confuso ao olhar aquilo em minhas mãos.

—Ao que parece não sou um anjo de verdade já que eu fiz e ainda irei fazer algo ruim talvez—Ele diz se sentando no colchão faço o mesmo e peço pra ele prosseguir—Os meninos, são anjos normais eles apenas tiraram uma vida, a deles mesmo, já eu tirei duas vidas a minha e de meu pai e talvez vou tirar a de mais alguém.

Fiquei o olhado de boca aberta Kim Taehyung havia matado seu pai! O seu próprio pai.

Nunca pensei que ele seria capaz de tal coisa, porém ele me explicou tudo, seu pai acabou se tornando um homem violento e completamente fora de si ele violentava e torturava sua própria filha. Pois o rosto da jovem lembrava o de sua ex esposa que foi morta por ele já que ele não suportou o divórcio, o pai de Taehyung assim como o meu possuía muito dinheiro então calou a boca das autoridades, como ele fez isso? Não sei nunca ninguém soube. Taehyung aguentou tudo por um bom tempo sem contar a ninguém nada sempre sofreu calado. Ate não aguentar mais e perder o controle quando seu pai quase abusou de sua filha. Não sou ninguém para julgar Taehyung, pois a culpa disso não é dele e sim de seu "pai" que foi um marido e pai completamente ruim para a esposa e para seus filhos. Ele nunca foi um homem exemplar, eu não acho que um marido que torturava fisicamente e psicologicamente a família possa ser considerado uma bom pai.

Agora entendo o porquê de o meu amigo sumir do nada e quando aparecia tinha o rosto machucado sempre dizendo coisas com "eu cai" "você sabe Jin, eu sou desastrado", se eu soubesse que era tudo tão difícil para Taehyung teria ficado mais tempo ao seu lado invés de não me preocupar totalmente com ele. Não pensei duas vezes de abraçá-lo e chorar com ele afinal era sempre assim.

A gente chorava e sorria juntos.

Nunca me deixe sozinho

Eu ainda acredito, mesmo que seja inacreditável
Para perder o seu caminho
É o jeito de encontrar aquele caminho

Perdi meu caminho
Constantemente empurrando, sem descanso, dentro das tempestades severas
Perdi meu caminho
Dentro de um mundo complicado, sem uma saída



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...