História Wings - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtanboys, Bts, Jeonjungkook, Junghoseok, Kimnamjoon, Kimseokjin, Kimtaehyung, Minyoongi, Parkjimin, Shortfic, Wings
Exibições 6
Palavras 502
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Fantasia, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 8 - Eight-Stigma


Me desculpe, me desculpe

Me desculpe, meu irmão

Mesmo que eu tente esconder ou ocultar, isso não pode ser apagado-Stigma

Nessa tarde recebi uma carta a letra era de Taehyung isso me fez querer gritar de felicidade eles não se esqueceram de mim isso é bom sinal. Na carta tinha apenas oito palavras que se formou uma pequena frase "Venha me encontrar no mesmo lugar de sempre". Botei o primeiro par de sapatos que vi e corri ate o lugar cheio de flores brancas. Quando cheguei lá apenas Taehyung se encontrava deitado num colchão velho gritei seu nome em alegria e o abracei ele riu e me afastou com uma expressão de dor.

-Cuidado minhas costas estão machucadas- Ele diz e começa a tirar sua blusa preta ele não estava com suas roupas coloridas como sempre agora eram só roupas escuras que cobriam seu corpo, vejo suas costas machucadas e fico preocupado, ele ao perceber volta a falar- Sabe eu perdi meu caminho, por favor me desculpe por ter te deixado, mas era minha hora, sabe eu deveria ser punido eu fui egoísta, minha irmã vai precisar de mim, espero que ela entenda

Me desculpe, minha irmã

Mesmo que eu tente esconder ou ocultar, isso não pode ser apagado

Então chore

Por favor, seque meus olhos

Essa luz, essa luz, por favor ilumine meus pecados

Onde eu não posso voltar o sangue vermelho está fluindo

Mais profundo, sinto que estou morrendo todos os dias

Por favor, deixe-me ser punido

Por favor, me perdoe pelos meus pecados

-O que aconteceu?- Ele tira uma pena preta de seu bolso colocando em minhas mãos fico confuso ao olhar aquilo

-Sou um anjo caído eu perdi minhas asas- Ele diz sentando no colchão faço o mesmo e peço pra ele prosseguir - Os meninos, são anjos normais eles apenas tiraram uma vida, a deles mesmo, já eu tirei duas vidas a minha e de meu pai

Fiquei o olhado de boca aberta Kim Taehyung havia matado seu pai! O seu próprio pai. Nunca pensei que ele seria capaz de tal coisa, porém ele me explicou tudo, seu pai violentava e torturava sua irmã. Pois o rosto da jovem lembrava o de sua ex mulher que foi morta por ele, Taehyung aguentou tudo por um bom tempo sem contar a ninguém. Ate não aguentar mais e perder o controle quando seu pai quase fez sua própria filha entrar em coma. Não julgo Taehyung, pois a culpa disso não é dele, sim de seu "pai" que foi um marido e pai completamente ruim para a esposa e filhas.

Agora entendo o porquê de o meu amigo sumir do nada e quando aparecia tinha o rosto machucado sempre dizendo coisas com "eu cai" "você sabe sou desastrado", se eu soubesse que era tudo tão difícil para Taehyung teria ficado mais tempo ao seu lado. Não pensei duas vezes de o abraçar e chorar com ele afinal era sempre assim.

Sorrimos juntos e choramos juntos também é assim que funciona.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...