História As duas faces da alma - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Drama, Jikook, Jinhope, Mistério, Namjin, Romance, Yaoi, Yoonmin
Exibições 70
Palavras 876
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Fluffy, Mistério, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Não revizei anjinhos
Desculpe qualquer erro
Boa leitura

Capítulo 8 - Eu ouço vozes


Fanfic / Fanfiction As duas faces da alma - Capítulo 8 - Eu ouço vozes

A escuridão preenchia até o último canto daquele local, não avia luz, estava sozinho... Min andava de um lado para o outro, desesperado, com medo... Não podia, não queria ficar sozinho. Chamava pelos únicos nomes que conhecia, mas nada, nem ninguém respondia.

"Eu sou a escuridão, você já me conhece... Você sabe quem eu sou... E eu quero que saia do lugar onde não pertence a você."

Ouviu, procurou, mas não avia nada para encontrar. Quem era? O que queria? Estava assustado, com medo... Pensou em Jimin, pensou no senhor Kim... E pela primeira vez uma lágrima escorreu.

A luz escondida de si era familiar, mas não conseguia lembrar, ou talvez apenas não podia. Min queria ver, sentir... Abraçar Jimin.

Jimin

Aconteceu a três anos atrás. Conhecer Jeon Jungkook, meu melhor amigo hoje em dia, foi realmente uma experiência boa para mim, Kooki me tirou do fundo do poço, local onde eu mesmo avia me afundado. Com um ano de internação do meu amado namorado, eu já não estava aguentando...

***

Park Jimin sofreu, se afundou em bebidas as madrugadas, em brigas nas manhãs e a tarde, a tarde ele voltará para o manicômio. Já estava a beira de pensar que a si mesmo estava ficando louco, mas algo, ou melhor alguém o salvou, seu nome era Jungkook.

Era uma noite quente de verão, Jimin se encontrava em um parque, sentado em baixo do grande pinheiro, chorava, chorava com uma garrafa de bebidas em mãos. Perguntava a si mesmo o por quê de tudo aquilo, mas não sábia, não avia respostas. Deitou-se e observou o céu, a lua, sua fiel cupido aquela que presenciou o amor e consequentemente o eternizou.

Jeon o via de longe, curioso. Seguiu até ele e como um bom curioso, o encheu de perguntas as quais foram respondidas com sinceridade e aí, uma amizade nasceu... E com o tempo uma chama da paixão cresceu em Jeon. Infelizmente o mesmo já sabia da existência de Yoongi e o quanto Jimin o amava.

Jimin

Vi e tremi. Yoongi estava ali, estirado em meu chão... Não, não, não, de novo não! Não vou suportar ficar sem ele mais uma vez, não!

-JUNGKOOK! Me ajuda! Por favor...

-Jimin calma, eu estou aqui.

Jungkook se encontrava atrás de mim, não consegui, não pude me mover... Apenas observei, tremendo dos pés a cabeça, vi Yoongi sendo carregado por Jungkook, vi o sendo posto deitado a cama, vi o "dormindo" profundamente. 

-Jimin! Não fique parado aí, chame um médico.

-Eu não... Eu não consigo. Jungkook eu não quero vê-lo assim novamente.

-Eu chamarei Jin, hoje ele não trabalha naquele lugar.

E assim o fez, ligou e explicou a Jin tudo que avia visto, e quase de imediato, Jin já estaria vindo trazendo também o Kim mais novo.

Alguns minutos depois 

-Esta tudo bem Jimin, se acalme. Yoongi só precisa comer, ele está bem, só está um pouco fraco por falta de vitaminas.

-Eu pensei... Eu fiquei com tanto medo.

-Esta tudo bem agora Jimin, não se preocupe tanto.

Namjoon se expressa, abraçando o irmão mais novo, afagando seus cabelos delicadamente, sente suas lágrimas na camiseta fina que usava.

Park se solta do irmão indo a encontro da cama de Min, queria ficar com ele, precisava ficar com ele. Senta-se suavemente e se da ao privilegio de com sua pequena mão, leva-la de encontro ao rosto de Min.

-NÃO! Eu não quero ficar sozinho!

Grita em um pulo, Min acordou, acordou assustado, assustando todos os outros a sua volta. 

-Jimin! Jimin... Por favor, nunca me deixe sozinho... Por favor, Jimin.

O mesmo que fala estas palavras agora se encontra agarrado aos braços daquele que o diz amar, Jimin está feliz em ouvir aquelas palavras, era tudo que queria, só precisava que Yoongi o amasse para sempre, como avia prometido.

-Eu prometo, nunca irei te deixar sozinho Yoongi, nunca.

O abraçou mais, na mesma intensidade, amou e sorriu, sorriu sincero.

-Muito bem, muito lindo, mas agora o psicólogo aqui precisa trabalhar. Todos para fora, preciso falar com Yoongi a sós.

E assim o fizeram, Yoongi agora estava com Kim, e sabia que seria interrogado, mas precisava falar, seus "sentimentos".

-Eu fiquei com medo... Estava escuro, a voz falava comigo, não quero ficar na escuridão. Quero ficar aqui, quero ficar com você, quero ficar com Jimin!

Min deu início sem ao menos saber a pergunta de Namjoon, o que o surpreendeu, pois viu que realmente estava com medo.

-Tenha calma Yoongi, foi só um sonho ruim. Eu estou aqui, nós estamos aqui. Você não irá ficar na escuridão.

Pegou uma cadeira e sentou-se ao lado da cama, observando atentamente Min... Ele parecia... Querer chorar.

-Por quê está doendo? Por quê meu coração dói?

-Por quê você está assustado, por quê você não queria que Jimin o deixasse.

-E porque? Eu não entendo.

-Por quê você o ama.

Kim abaixou a cabeça, suspirou e continuou.

-E como eu sei que é amor?

-Quando a alegria de outra pessoa for a sua alegria, você terá entendido o significado de amar.

Ao lado de fora do quarto

Apreensivos e preocupados, eram assim que estavam. Jin por Namjoon, Namjoon por Yoongi, Jungkook por Jimin e Jimin por Yoongi. 

-Esta demorando demais...

-Não faz nem vinte minutos Jimin...

-Sim e- 

Jin é cortado ao som da porta, alguém bate rude, apressado... O mesmo que a pouco foi cortado se posiciona em pé e guia-se até a porta.

-Olá? Posso ajudar?

-Você é o senhor Kim Seokjin? 

-Sim, eu mesmo.

-O senhor está preso.




Notas Finais


Socorro! Quero ver teorias nesses comentários ;)
Gostaram do capítulo?
Beijinhos 💙


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...