História Winter Memories - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jungkook, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Jikook, Kookmin
Visualizações 13
Palavras 653
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Meu dia foi um lixo. Fiquei na escola até 18 horas fazendo uma prova de 90 questões. Me saí super mal e tenho certeza de que vou pegar minha primeira recuperação na vida. Decidi escrever e saiu isso aí (pelo menos dessa vez eu consegui escrever alguma coisa).

Meu Deus. Então vamos lá: eu espero não me arrepender de postar isso aqui.
Por hoje é só o que tenho a dizer.

Boa leitura (:

Capítulo 2 - My friend.


Durante quase todo o inverno você veio me visitar. Nós passávamos horas e horas brincando de esconde-esconde ou pega-pega. No final do dia eu sempre estava preso em algum armário ou caído com a cara pregada no chão e o joelho ralado. Mesmo que eu tentasse, seria impossível contar quantos sermões levei por me machucar, quebrar objetos valiosos ou ficar preso tentando me esconder em lugares onde eu claramente não cabia —ou talvez coubesse na hora de entrar, mas sempre acabava preso na hora de sair.

E naquele dia em específico, eu te esperei sentado na porta da minha casa. Eu te esperei por horas, e nem quando o sol já estava se pondo e minha mãe ordenou que eu entrasse, eu me permiti acreditar que você não viria. Eu tinha certeza que você ia chegar. Mas você não chegou. Nem naquele dia, nem no próximo ou no seguinte a este. Somente no quarto dia você apareceu. E em nenhum momento eu senti raiva ou mágoa em relação a você por ter me feito esperar. Tudo que eu senti foi saudade. Mas estava tudo bem, porque você tinha voltado pra mim. Apesar disso, a dúvida falou mais alto. Eu sempre foi um garoto curioso, afinal.

— Jimin-hyung, por que não veio antes? — Perguntei tentando entender o que era tão importante a ponto de tirar a atenção de meu hyung por quatro dias seguidos.

— Estava com meus amigos, Jungkookie-ah. — Respondeu naturalmente, dando de ombros. Não era claro pra mim que meu hyung poderia ter outros amigos além de mim. E ele tinha. Muitos. Mas aquilo não se encaixava bem na minha cabeça de garotinho de seis anos.

— E eu não sou seu amigo? — Perguntei. Um bico gigante formando-se em meus lábios.

Você deu uma risada gostosa. O suficiente para me fazer querer rir junto, mesmo que eu não soubesse exatamente o porquê de estar rindo.

— É claro que é. — Você bagunçou meus cabelos, um hábito adquirido depois de alguns dias de convivência.— Mas eu quis dizer outros amigos.

Não respondi por não saber exatamente o que dizer, ou se havia algo a dizer. Mas foi quando outra dúvida se instalou em minha mente.

— O que fizeram nesses dias? — Perguntei deitando em minha cama e fitando o teto.

— Quer mesmo saber? — Sua voz sapeca soou como melodia aos meus ouvidos, e meu olhar brilhante pesou sob você. Eu assenti com excitação, e você prosseguiu: — Os pais de Hobi levaram eu, Taetae e Yoongi para a casa no lago deles. Nos divertimos bastante lá.

— E quem são eles? — Tentei me familiarizar com os nomes, mas você nunca havia citado nenhum deles. Você não gostava de falar sobre si mesmo ou sobre sua vida.

— Taetae e eu somos colegas de classe. Ele é um ano mais novo, mas está um ano adiantado na escola. Hobi é primo dele, e Yoongi é vizinho de Hobi. — Tentei assimilar as informações recebidas e acabei por assentir mesmo sem saber se havia mesmo entendido. — Enfim, nós fizemos várias coisas legais. Tipo nadar no lago e pescar peixinhos. Nós também jogamos basquete na quadra em frente à garagem, assistimos filmes e jogamos vídeo-game até tarde da noite. A mãe de Hobi também deixou a gente ajudar ela na cozinha e nós fizemos vários doces muuuuito gostosos. — Fechou os olhos e passou a língua pelos lábios, com certeza lembrando das guloseimas.

— Parece legal, Jimin. — Falei um pouco desanimado. Eu queria poder pescar peixinhos com você, jogar basquete e assistir televisão até tarde. Mas mamãe sempre me mandava dormir antes das oito, e não havia um lago ou uma quadra na minha casa.

— Quem sabe da próxima eu não leve você.

Aos meus ouvidos, aquela simples frase se tornou uma promessa que eu tinha certeza que você cumpriria.

— Eu iria ficar tããão feliz, Jimin-ssi.

Você se deitou ao meu lado e sorriu. E eu tenho certeza, percebeu a importância que tudo aquilo tinha pra mim.


Notas Finais


Perdoa os erros gramaticais e de formatação e não desiste de mim. Eu demorei 3 horas pra escrever esse capítulo minúsculo e terminei ele morrendo de sono. Também estou postando pelo celular por motivos de: preguiça de ir até o computador.

Comentários são bem-vindos e me motivam a querer atualizar mais rapidamente rs.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...