História Without you. - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 36
Palavras 1.290
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Ecchi, Hentai, Lírica, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Hellooo! Pessoas, eu tava em uma crise sobre qual capítulo escrever hoje, maaas.. Enfim escolhi, aqui está um belíssimo(cof cof convencida) capítulo pra vocês, espero q gostem.

Booa leitura *-*

Capítulo 13 - I'll see you soon


"- Me soltem!! Me soltem agora!! _ Anastásia debatia-se nos braços de dois grandes soldados.

- Ana!! _ Dimitri tentou alcançar sua amada mas logo também foi segurado por dois ainda maiores _ Me soltem, cretinos!!

- já chega _ uma voz firme soou e todos calaram-se.

Anastásia estremeceu ao ouvir a voz e ergueu o olhar, fitando o homem que costumava lhe fazer visitas terrivelmente desagradáveis.

- Krigor.. _ Dimitri fitou os olhos escuros do colega.

- Você é tão estúpido.. _ Krigor agarrou o queixo do loiro, olhando-o com desdém _ Achou mesmo que iria dar escapadas com a minha vadia e eu não notaria?

- ... _ Dimitri rosnou, trincando os dentes _ Filho de uma-

Ele foi interrompido por Krigor que o acertou no estômago com a parte de trás da arma, ouvindo-o arquejar e curvar-se por conta da dor.

- Levem-no daqui _ Ele enfiou os dedos nos cabelos escuros e respirou fundo.

- Não.. NÃO! TIREM AS MÃOS DE MIM!! _ Dimitri debateu-se violentamente e foi arrastado para a cela dos traidores."

Ryan sentou-se na cama, assustado; ele afastou o cobertor e tocou a camiseta branca, estava ensopada de suor.

>>>

- Ana, escuta isso _ Apollo se aproximou da ruiva com o diário em mãos.

Ela ergueu o olhar, fitando-o.

"Já faz quatro meses.. Quatro longos meses, eu preciso me manter sã..

Esta manhã descobriram minhas escapadas com Dimitri.. Agora ele está preso na cela dos traidores.. Me deixam visita-lo algumas vezes. Aquele lugar é simplesmente horrível.. Eu não sei como ele ainda consegue sorrir pra mim, eu causei tudo isso.. A culpa é toda minha. Alexei está cada vez pior, ele treme pelo frio e eu sequer tenho uma coberta pra dar a ele.. Sinto que eu também estou adoecendo e isto é péssimo.."

- O Dimitri seria.. Aquele soldado de olhos azuis? _ Ela alisou o queixo.

- É, ele mesmo.

- Cela dos traidores? _ Ana franziu o cenho.

- Eu também não sei o que é.. O Ryan deve saber, a propósito, ele foi fazer o que mesmo? _ Apollo arqueou a sobrancelha.

- Buscar água _ Ela levantou-se e desceu as escadas _ Ryan.

Ana entrou na cozinha e o encontrou parado ao lado da pia. Hiddley apertava levemente o copo de vidro, ainda estava vazio.

- Ryan? _ ela se aproximou lentamente, tocando o ombro do moreno.

- ... _ Ele ergueu o olhar, fitando as íris verdes da ruiva _ Ah.. Eu.. Vim buscar água..

- é, eu sei _ Ela franziu brevemente o cenho _ Você ta bem?

- To, to sim _ Ryan encheu o copo com água gelada e levou até a boca, bebendo tudo rapidamente.

Anastasia notou que as mãos do moreno tremiam, fora a palidez repentina, tudo bem que Ryan sempre teve a pele bem branca, mas aquilo já era demais.

- Desembucha _ Ela cruzou os braços.

- Eu to bem, já disse _ Ele passou pela ruiva que agarrou seu pulso.

- Ryan _ Ana o encarou, repentinamente séria.

- ... _ Hiddley mordeu o lábio, sentia aquelas íris verdes lhe atravessarem a alma _ Eu.. Tive um sonho.

- Que tipo de sonho? _ Ela arqueou a sobrancelha.

- Parecido com aqueles sonhos que você sempre tem..

- E como foi?

- Começou com uma garota ruiva gritando.. Dois caras de uniforme seguravam ela, dois também seguravam um cara loiro de olhos azuis.. Ele era muito parecido comigo, tirando o cabelo, claro.. _ Ryan tamborilou as unhas curtas no copo, o som do vidro servia quase como trilha sonora para o nervosismo do moreno _ tinha também um outro cara.. Krigor, ele tinha uma feição desdenhosa e dizia algo sobre a ruiva ser.. A vadia dele.

- Krigor? _ Apollo os interrompeu, entrando na cozinha.

- é..

- Esse nome.. A grã-duquesa o cita no diário _ Williams folheou o diário rapidamente e parou em uma página, mostrando a eles.

"Passaram-se alguns dias desde que Dimitri foi para a cela dos traidores, já me privam de vê-lo.. Krigor diz que isso dá a ele esperança e que pra onde ele vai.. Não precisa de esperança..

Estou com medo do que farão com Dimitri, mesmo com nossas promessas eu não sei se vamos conseguir sair disso vivos. Alexei está magro e terrivelmente pálido, eles se recusam a prestar assistencia médica; Krigor continua vindo todas as noites e apesar de serem mais vezes do que posso contar, a dor ainda é insuportável.."

- esse Krigor seria..

- O cara que a estuprava _ Apollo fechou o diário _ Só não entendo o motivo do Ryan ter sonhado com isso.

- Porque o Ryan é ligado com o Dimitri, assim como eu sou com a Anastásia _ Ana cruzou os braços, encostando-se na pia.

- ... Pera.. Se ele é o Dimitri e você a Anastásia.. _ Williams apontou para Ryan e em seguida para a ruiva _ Quer dizer que.. O intruso sou eu?

- Do que você ta falando? _ Hiddley franziu o cenho, olhando-o.

- Esquece, o que faremos?

- Vamos esperar _ Ana deu de ombros, olhando o chão _ Se ele teve esse sonho, vai ter outros.  

- .... _ Ryan encheu o copo com mais água e bebeu, trêmulo.

- Com medo? _ Apollo abriu um sorrisinho cínico, olhando o rival.

- Cala a boca, Williams _ Hiddley deixou o copo na pia e pegou o casaco em cima do sofá, saindo da casa de Anastasia.

>>>

"- Eu não vou sem você.. _ Anastásia segurou a face de Dimitri entre os dedos.

- Precisa ir.. Lembre-se do que eu te falei, deixei tudo pronto pra que fuja ao anoitecer _ Ele segurou as mãos de sua amada com gentileza.

- Eu já disse que não vou sem você.. E quanto ao Alexei? Ele.. Ele está muito doente pra me acompanhar..

- Ana, só me importa que você esteja a salvo _ Dimitri acariciou as bochechas da ruiva com o polegar, olhando-a nos olhos.

- Não diga bobagens! Preocupe-se um pouco com os outros além de mim.. _ Ela abriu um sorriso melancólico.

- Eu não tenho mais tempo pra ser uma boa alma..

- Do que está falando..?

- Melhor você ir _ Ele a beijou na testa _ Durma bem.

- .... _ Ela assentiu e levantou-se, sendo escoltada até sua 'jaula'.

>>>

- Venha _ Krigor arrastava Anastásia para o centro daquela prisão que eles chamavam de quartel. Era como um campo de execução, no centro dele estava Dimitri, ajoelhado e amarrado.

- Dimitri! _ Ela tentou soltar-se daquele brutamontes, sem sucesso _ O que vai fazer?!

- Já vai ver.. _ Krigor abriu um sorrisinho e segurou a arma que outro soldado lhe estendia _ Segurem a vadia.

- não.. NÃO!! _ Anastásia foi segurada por um dos homens e outro se aproximava de Dimitri, iria venda-lo.

- Não, não o vende, quero que ele olhe bem no fundo dos olhos da preciosa grã-duquesa.. E a veja chorar.

- Dimitri.. _ Ela tentou alcançar seu amado, seus olhos ardiam, lágrimas acumulavam-se e logo já desciam pelas bochechas _ Por favor.. Não faça isso, Krigor..

- Ana.. _ O loiro a chamou, vendo os lindos olhos azuis de sua amada mirarem os seus _ Te verei em breve..

Assim, o som alto soou, um tiro direto no peito; Dimitri foi ao chão, sem vida.

- NÃO!! _ A ruiva caiu de joelhos, apertando o peito e soluçando alto, tamanha era a dor."

- ... _ Ryan abriu os olhos e encarou o teto, uma lágrima solitária desceu pela bochecha esquerda, uma única frase ecoava em sua mente.

"Te verei em breve.."

Continua..


Notas Finais


Bem pessoas, eu comecei a escrever isso as 13:00.. Juro pra vcs, tive q pensar mto pra dar um ar bem.. N sei, mas foi isso q saiu e espero q tenham gostado :3
O próximo cap. sai na sexta, sejam pacientes(como se esperassem por ele KKKK'S)

Fui ^-^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...