História Without you, in Duksum with beer. - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Exibições 8
Palavras 805
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Musical (Songfic), Shonen-Ai
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


bom. aq estou eu novamente trazendo dessa vez um pouco de namjin pra voces :v
sei la, veio inspiração do nd ai eu decidi escrever... espero que tenham ficado bom :)
eu recomendo ler ouvindo reflection do rap monster, afinal, eu me inspirei nela
boa leitura foforecos q gostam de corebas <3

Capítulo 1 - Capítulo Único- I just wanna be with you.


Fanfic / Fanfiction Without you, in Duksum with beer. - Capítulo 1 - Capítulo Único- I just wanna be with you.

“I know, every life’s a movie. We got different stars and stories. We got different nights and mornings. Our scenarios ain’t just boring.”

Havia acabado. Era o fim. Já não havia mais nada a ser feito. Estávamos fadados a seguir caminhos diferentes. Estava decido. Realmente era o fim. Nossas vidas iriam se desencontrar. O destino nos manipulou como marionetes. Nos fez acreditar que o futuro era só eu e você contra o mundo, mas estávamos enganados. Os diretores da nossa vida decidiram mudar o roteiro, e infelizmente, cada um foi para um lado oposto ao do outro.

Sem você aqui, tudo ficou entediante. O céu azul e acolhedor agora estava cinza e frio. Andar pelas ruas de Seul nunca foi tão solitário. Compor músicas nunca foi tão difícil como está sendo agora. Ficar sem você é como decidir se jogar de um prédio de andares infinitos, sem saber se terá alguém lá em baixo para te segurar.

“To me, this movie is really fun. I want to shoot well every day. I want to pat myself on the back. But sometimes I really hate myself. Honestly, pretty often, I really hate myself. When I really hate myself I come to Duksum. I just stand with the darkness I’m used to. With the people who are laughing, the beer makes me laugh. The fear that secretly returns and grabs my hand. It’s ok. It’s all two-three. I have friends, that’s good.”

            Eu quero fazer bem todos os dias. Viver se tornou um desafio, por isso a cada dia que passa eu quero me acariciar pelo meu bom trabalho. Assim que você se foi, pude perceber o quão importante você era pra mim. O quão necessário você era na minha vida. Eu me odeio por ter de deixado partir. Deixei-te escapar por minhas mãos, assim como a fumaça se esvai pelos vãos entre um dedo e outro, no fim, não restando nada.

            Uma. Duas. Três. Quatro. Cinco. Bastaram apenas cinco doses para eu poder ser comparado com um alcoólatra. Duksum. O refúgio dos corpos vazios. Onde as pessoas vão para tentar se livrar de seus problemas após uma quantidade significativa de álcool.

            Pessoas bêbadas costumam rir de qualquer coisa mas, o que será que essa pessoas carrega no peito? Desemprego, desilusão amorosa, amor platônico, separação, traição... diversos fatores podem levar a pessoa a encher a cara. Nesses últimos tempos, apenas após alguns consideráveis copos de tequila, minha mente fica extasiada e, nada me abala. Com a bebida eu sou invencível.

            É um mundo realmente muito solitário e dependente. Porque precisamos de outra pessoa para nos fazer sorrir? Porque precisamos encarecidamente saber se essa pessoa está se alimentando bem ou se está conseguindo dormir? Porque o pensamento de ela já ter te esquecido sempre te amedronta? Porque você ainda tem esperança de que um dia ela vá querer voltar pra você?

            “The world is another name for despair. My height is another diameter of the earth. I am my own happiness and anxiety. It repeats everyday, the like and dislike towards me. Hey friend who is lookink at the river. If we brush each other’s clothes, do we have a connection? No, we might have brushed against each other in a past life. We can’t help it, we don’t know who the bump against. People within the darkness seem happier than in the day, because they know they have a place to be. Only I am walking helplessly. Even so, blending in here is more confortable. Duksum swallowed by the night, to me is like crossing to a wholly different world.”

            Será que voltaremos a nos falar como antes? Será que um dia nossos caminhos vão se encontrar novamente? E se você estiver observando o rio, vai se lembrar de mim? Será que na nossa vida anterior também fomos amantes? Eu realmente não sei. Estou apenas andando sem proposito. Estou esperando você voltar para mim.

            Eu sou toda a minha felicidade e ansiedade. Essas perguntas passam pela minha cabeça todo dia, como um ciclo. Eu não consigo te tirar do meu pensamento. E se eu tivesse sido um namorado melhor, será que você ainda estaria aqui do meu lado? As pessoas costumam se encontrar na escuridão, porque eles sabem que ela sempre terá um lugar para eles sem ter que medir esforços. Duksum que engole a noite me faz ser feliz novamente, me faz conhecer um mundo diferente esta noite.

            “I want to be free. I want to be free from freedom. I’m happy now, but I’m also unhappy, so I look at myself at Duksum.”

            Eu quero ser livre. Eu quero ser livre da liberdade, porque se eu for apenas livre significaria que eu estou feliz pelo nosso relacionamento ter acabado, mas eu estou o contrário disso. Eu estou infeliz. Estou olhando para mim mesmo em Duksum.


Notas Finais


bom espero que vcs tenham gostado(realmente espero que tenha ficado bom kkkk)
e é isso (a c jura? nfdlkfjenf)
eu to pensando em fazer um do jin tbm pra explicar o lado dele na historia e tals... o q vcs acham?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...