História Without you • {Kim Taehyung} - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Jikook, Kim Taehyung
Exibições 17
Palavras 1.139
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Hey, voltey, guys!
Hj eu tô a louca dos y'z
Boa leitura e desculpe os erros!

Capítulo 6 - I'm hungry


Acordei no meio da noite. Devia ser umas 3:30 A.M. ou coisa do tipo. Levantei sem fazer barulho e tentei fazer o mesmo ao sair do quarto. Sentia minha garganta secar e o meu estômago roncar.

Maldita fome, lodo agora?! Vaguei pelos corredores à de alguma espécie de cozinha ou coisa do gênero. Mordi o lábio, desistindo. Estava voltando para meu quarto, quando senti um leve aroma de chá.

Consegui segui-lo até achar a suposta cozinha do lugar. Um garoto — aparentemente pouco mais velho que eu — tomava uma xícara de chá enquanto mordiscava um biscoito de chocolate. Antes que eu pudesse anunciar minha presença, ele me notou.

— Olá! — falou simplesmente.

— Hm, olá.

— Você é nova, não? — mordeu mais um pedaço do biscoito.

Assenti em resposta. Ele terminou rapidamente a comida em sua mão e foi até um dos armários dali. Tirou uma xícara de porcelana, igualmente a sua e encheu com o líquido castanho da jarra.

— Gosta de chá?

— Sim. — sorri.

Me entregou a xícara com menção de que eu a pegasse; e assim o fiz.

— Kim Seokjin! — estendeu-me a mão. — Jin, se preferir.

— Min Sun Hee! — apertei a mesma. — Ou Sun Hee apenas.

— Prazer em te conhecer, Sun . . . Posso te chamar assim, certo?

— Claro! — tomei mais um gole de chá. — E o prazer é todo meu.

— Mas então, o que faz aqui uma hora dessas? — perguntou-me interessado.

— Acordei com fome. — fiz uma careta.

Ele me fez uma cara engraçada.

— Por que não me falou antes? — se levantou da cadeira e foi até um conjunto de portas no canto da cozinha. — Eu teria te feito algo.

Ri pela sua preocupação; enquanto ele me trazia um pacote de torradas e ia em direção à geladeira; lá pegou alguns ingredientes para passar nas torradas.

Colocou sobre a mesa, me dando a liberdade de escolher o que eu iria usar. Peguei patê e passei com leveza na torrada. Em seguida a comi.

— Viu, teria sido bem mais fácil se tivesse me falado!

Sorri em agradecimento para Jin. Ele era tão gentil e atencioso. Me lançou um sorriso amigável. Quando olhei o horário, resolvi lavar a louça e ir dormir.

Peguei os acessórios de cozinha usados e levei em direção à pia. Com a esponja, limpei as sujeiras sem dificuldade. No final, guardei tudo no seu devido lugar com a ajuda de Seokjin, claro.

— Boa noite, Jin!

— Boa madrugada, Sun! — me corrigiu, rindo.

Segui lentamente até o dormitório. Parei em frente à porta e abri com delicadeza. Ki dormia pesadamente na mesma posição. Fechei a mesma em seguida, e fui até minha cama.

Cuidando com o barulho que as molas faziam, deitei-me. Encarei o teto, pensativa. Adormeci novamente com facilidade.

*«Broken of time»*

O despertador tocou com insistência pela segunda vez. Tatetei com a mão, tentando acha-lo e desliga-lo. Assim que o encontrei, tratei de dar paz aos meus ouvidos.

Tive de abrir os olhos, porém o fiz com lentidão. Ki estava com o rosto afundado no travesseiro, respirando um pouco devagar. Sentei na cama, cruzando as pernas em seguida.

Espreguicei-me e esfreguei as costas das mãos nos olhos, tentando afastar o sono. Sem fazer muito barulho, levantei e fui até o banheiro do quarto.

Dentro tinha um box e uma banheira com direito a uma enorme janela — com cortina, claro. Havia também um grande espelho que cobria boa parte da parede. Decidi tomar um banho de banheira.

Liguei a torneira da mesma, esperando que enchesse logo. Enquanto isso, eu atualizava minhas redes sociais e mexia em outras coisas no meu celular.

Quando percebi que a banheira já havia sido enchida e estava no seu ponto ideal para mim. Desliguei rapidamente a torneira e me despi.

Mergulhei de forma devagar, me acostumando com a temperatura quente da água. Devo ter ficado em torno de vinte a trinta minutos na banheira. Saí e segui até o guarda-roupa de toalha.

Peguei uma roupa que usava geralmente para ensaiar. Assim que me troquei, resolvi ir na cozinha beliscar algo. Chegando lá, encontrei Jin e Taehyung tomando café da manhã.

— Hey! — sorri.

— Bom dia, Sun! — Jin me cumprimentou.

— Olá, Sun Hee. — Taehyung retribuiu o gesto.

Sentei-me ao lado de Seokjin, tentando escolher o que comer entre tudo aquilo posto sob a mesa. Optei por uma maçã madura. Dei minha primeira mordida enquanto conversava com Dongsaeng.

Ri com uma brincadeira que ele fez, chamando atenção de todos na mesa.

— Desculpa. Meu dongsaeng está fazendo gracinhas! — percebi o olhar estranho vindo de Taehyung.

— Quem é ele? — Jin se aproximou de mim para ver a foto de perfil do meu irmão.

— Meu irmão mais novo! — vi alívio nos olhos do moreno à minha frente.

Franzi o cenho, confusa. Comi com rapidez minha comida, sem muita cerimônia. A colher que eu usei tinha um formato fofo : de coração. Queria ela para mim eternamente.

Assim que terminei, juntei toda a louça que consegui nos braços e levei até a pia. A água estava fria, fazendo minhas mãos tremerem um pouco enquanto lavava um dos copos.

O copo de vidro escapou de minha mãos e caiu, quebrando em vários pedaços. Alguns voaram em mim. Soltei um gemido de dor ao ver o sangue sair pelos pequenos cortes.

— Oh, meu Deus! Sun Hee você está bem? — Seokjin veio até mim preocupado.

— Acho que não . . . — ri de nervoso.

Ele me olhou assustado. Eu estava me segurando para não chorar pela dor que sentia. Jin me sentou na cadeira e pediu para Taehyung cuidar de mim enquanto ia atrás da caixa de primeiros socorros.

Eu pousei com cuidado meus braços sob mesa, gemi novamente pela pequena dor que senti.

— Está doendo muito? — o moreno ao meu lado encarou os cortes.

— Sim . . .

— Jin hyung logo chega com a caixa de primeiros socorros e . . .

Neguei com a cabeça para que ele parasse de falar. Minha cabeça estava doendo um pouco também.

— Desculpa, não queria ter soado grossa. — olhei em seus olhos de coloração castanha.

— E não soou. — sorriu, em um formato um tanto quadrado. Era fofo.

— Seu sorriso é tão fofo! — por um momento, esqueci da dor.

— Obrigado.

O silêncio caiu sobre nós, mas ele não era constrangedor; pelo contrário, era gostoso. Em poucos minutos, Seokjin chegou carregando uma maleta branca. Pediu licença à Taehyung e sentou-se em seu lugar.

Abri com rapidez abriu a maleta, e começou a tirar as coisas necessárias. Eu soltava gemidos de dor a cada pedaço de vidro que ele tirava da minha pele. No final, enfaixou meu braço até o cotovelo.

Pelo menos não iria aparecer os machucados.

— Obrigada, Oppa! — sorri para Jin. — E obrigada você também, Taehyung.


Abracei delicadamente Jin e depois em Tae.

— Eu não podia te deixar sangrando. — Seokjin riu.

Taehyung estava sorrindo feito bobo para mim. O motivo nunca descobri.


Notas Finais


E aí? Gostaram? Odiaram?
Me falem!
Agora eu vou almoçar, ou seja . . .
Beijos *3*'z


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...