História Wolf - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Chanbaek, Exo, Hunhan, Kaisoo, Sulay, Taoris, Xiuchen
Exibições 557
Palavras 1.727
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Ecchi, Escolar, Fantasia, Ficção, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Acampamento


- Pessoal, estou entregando a vocês um papel sobre um passeio que acontecerá semana que vem, vocês irão a um acampamento que durará duas semanas.

O professor passou entregando a todos os alunos um papel colorido com todas as informações do passeio, e no final tinha uma autorização para ser preenchida por um responsável. Em seguida, ele começou a explicar como o lugar funciona e a fazer alguns comentários, um deles era “Além de ser uma experiência incrível, vocês poderão aproveitar para se conhecerem melhor!”. Ao ouvir isso, só consegui me lembrar de uma pessoa: Kim Yejin.

Mesmo não sendo a mais popular entre os meninos, para mim, Yejin era a garota mais bonita que eu já tinha visto. Ela tinha um charme único, que a maioria desses garotos fúteis que se encontram por aí não compreenderiam, e além disso, era inteligente e generosa, estando, ao meu ver, o mais perto possível da perfeição. Por que tudo isso logo agora? Bem... digamos que eu esteja apaixonado. E aonde eu quero chegar com tudo isso? Simples, esse passeio será a melhor forma de eu finalmente deixar minha timidez de lado e conseguir me aproximar dela! Será perfeito!

- ...min? XIUMIN!

Estava de boa planejando todos os assuntos que iria conversar com Yejin, quando ChanYeol chamou a minha atenção, e eu percebi que estava viajando de novo.

- O que se passa nessa sua cabeça pra você viajar tanto? Ah, é a Yejin, não é? – Ele sorri, adivinhando como eu aproveitaria o passeio.

- Cala a boca, ela vai ouvir! – Bati de leve em seu braço, o fazendo rir alto.

- Larga de ser fresco, Xiumin! Assim você não vai conseguir pegar ela nunca!

- Vou conseguir sim, e esse dia não passará das duas semanas do passeio! – Quanto mais sério e bravo eu respondia, mais alto ele ria, chamando a atenção até mesmo do professor, que não estava gostando nada daquilo.

- Mas vem cá, deixa eu te apresentar meus amigos. – Só nessa hora eu percebi que ele estava com mais quatro pessoas. – Esse é o BaekHyun, o JongIn, o Tao e  SuHo.

Cumprimentei cada um, e antes de conseguir dizer alguma coisa, o ChanYeol enfiou a cara e foi me apresentando.

- E esse aqui é o Minseok, mas vocês podem chamar de Xiumin e ele costuma atender por “Esquilo Raivoso” em seus momentos de fúria.

- Raivosa vai ser a mão que daqui a pouco entrará em contato com a sua cara, duende infeliz! – Retruquei, não gosto muito da ideia de ser chamado de esquilo raivoso, embora eu saiba que no fundo realmente pareço um.

Ele deu mais uma daquelas risadas altas que podem ser ouvidas pela escola inteira, e dessa vez o professor o colocou para fora da sala. Bem feito, imbecil.

Continuei conversando com os amigos do ChanYeol até a aula acabar e eu finalmente poder voltar pra casa e dormir como uma pedra. Hoje foi um dia bom, pelo menos o final da aula não foi tão entediante como nos dias normais e finalmente teria um passeio bom naquela escola sem graça.

Eu estava realmente ansioso e não parava de pensar na Yejin. A semana passou voando, e quando me dei conta, só faltava apenas um dia para o passeio.

Neste último dia, depois da aula, eu combinei com ChanYeol e seus amigos de nos encontrarmos na casa do Tao. Fizemos diversas coisas, como conversar, jogar, assistir a filmes e comer. Pudemos nos conhecer melhor, e eu até descobri que Tao tinha um namorado chamado Kris.

Percebi que de todos eles, BaekHyun era o que mais tentava se aproximar de mim. Ele me fazia várias perguntas, algumas até sobre o ChanYeol! Eu até achei isso meio estranho, mas fiquei com preguiça de tentar descobrir qual é a dele.

Já era tarde da noite quando fui embora, e agora tinha pouco tempo para dormir, já que deveríamos chegar ao local cedo, mas nem ligo, já que o dia valeria a pena.

(...)

 

No dia seguinte, chegando ao lugar em que pegaríamos o ônibus do passeio, aproveitei o pouco tempo que faltava para checar se a Yejin já estava lá, mas para a minha surpresa, ela não estava!

- Ei, vocês sabem se a Yejin já está chegando? – Comecei a perguntar desesperadamente para suas amigas.

- A Yejin? Você está esperando ela? Mas ela não vai!

- O quê? – Perguntei, indignado, não estava acreditando no que ouvi.

- É isso mesmo, ela não vai! Achei que todos já soubessem disso, ué!

- Ah, ok, obrigado.

Fechei a cara e apenas agradeci secamente, saindo de perto e indo procurar algum rumo para a minha vida. Até que ChanYeol apareceu e reparou do meu estado emocional.

- Ué? – Foi a única coisa que ele conseguiu perguntar, já que não estava entendendo mais nada sobre a minha mudança de humor repentina.

- A Yejin não vai ao passeio.

- Não acredito! Mas você tinha perguntado pra ela antes de planejar tudo o que iria fazer com ela?

- Eu ia perguntar, mas...

- Trouxa!

Eu estava pensando em algo para responder, quando ChanYeol percebeu que o ônibus já estava quase partindo.

- EITA! O ônibus vai partir, Xiumin, rápido!

E foi assim que eu fui arrastado para dentro do ônibus meio que contra a minha vontade, já que tudo o que eu queria naquela hora era desistir, mas estava tão abalado que não consegui fazer nada. Mais tarde eu me arrependeria amargamente de ter sido tão frouxo, mas depois, agradeceria.

(...)

 

Chegamos lá e começamos a armar nossas barracas, já que era um acampamento. ChanYeol, seus amigos e eu só tínhamos três barracas, então formamos duplas para duas pessoas ocuparem cada uma delas. Eu fui com o Channy, e nós armamos nossa barraca rapidamente e em silêncio, já que eu estava de mau humor e ele não estava muito a fim de provocar o “esquilo raivoso”.

Usei meu tempo de descanso após montar a barraca para observar um ser humano desleixado que falhava miseravelmente em montar sua barraca perto da minha. Era uma cena engraçada, e eu até fiquei com um pouco de dó da pobre criatura. No final, ele acabou estragando tudo e quebrando a armação de sua barraca. Se a situação já estava difícil pra mim, imagina pra ele, que agora não tinha nem onde dormir!

- É, parece que já era. – Comentei, enquanto ele olhava em pânico para a bosta que fez.

- Ah, não, e agora? – Ele perguntou e olhou pra mim, como se eu soubesse a resposta.

Pude ver pela primeira vez o rosto da pessoa que eu estava observando apenas para passar o tempo, e admito que fiquei impressionado. Acho que ele deve ser muito popular entre as meninas que o conhecem. Parabéns por ter nascido assim, seja lá qual for o seu nome.

- Ei, você! Sua barraca quebrou? Você pode ficar com a gente, nossa barraca é enorme! – Eu mal me distraio e um ser maligno com um par de orelhas gigantes aparece berrando atrás de mim.

- Sério? Obrigado! – O Sr. Sem Nome vem correndo nos encontrar, e aí eu percebo a merda que o ChanYeol acaba de soltar pela boca.

- Mas o que diabos... – Fui reclamar com a aberração que eu chamava de amigo, mas ele nem ligou e foi cumprimentar nosso novo colega de barraca.

- Eu sou o ChanYeol e ele o Minseok, mas pode chamá-lo de Xiumin!

- Meu nome é Kim JongDae, mas todos me chamam de Chen, prazer em conhecê-los!

- Você é do 2° ano? Nunca te vi na escola. – Me intrometi na conversa.

- Sou sim! E vocês devem ser do 3°?

- Acertou, miserável! – Eles parecem ter simpatizado e já estavam rindo juntos, e enquanto isso eu continuo aqui sofrendo por uma garota... desisto dessa vida!

 

Algumas horas se passaram, e já era a hora da janta, que não foi muito bem uma janta, porque nós só comíamos porcarias. Juntamos o grupinho inteiro, que agora era composto por 7 pessoas, e Channy apresentou JongDae aos outros. Quando já estávamos satisfeitos, começamos a jogar conversa fora, e eu até que já tinha me recuperado um pouco da minha decepção de hoje cedo.

- Mas Chen, você não veio com os seus amigos? – JongIn perguntou, e parando para pensar, faz sentido, onde estão os amigos dele?

- Ah, eu não tenho mais amigos... os únicos que eu tinha se formaram ano passado, e meus colegas de classe... digamos que eles não vão muito com a minha cara...

- Se formaram ano passado? Então será que... por acaso você conheceu o Kris? – Tao perguntou, demonstrando muito interesse.

- Ah, o Kris! Ele era o meu melhor amigo! Sinto muita falta dele! Por quê? Você o conhece?

- Espera... Não pode ser, então você é o famoso Chen que ele tanto falava! Eu o conheço sim, e como conheço! Ele é meu namorado!

JongDae ficou surpreso porque também já tinha ouvido o Kris falar de seu namorado, e os dois ficaram conversando sobre o indivíduo. Eu já estava de saco cheio porque aquele intruso me irritava, então comecei a jogar baralho enquanto conversava sobre a vida com ChanYeol até o sono bater.

 

Depois de muita conversa jogada fora, percebemos que já estava ficando bem tarde e cada um foi pra sua barraca. Meu plano era dormir tranquilamente e em silêncio, já que o Channy sabia que o esquilo raivoso estava prestes a se mostrar se ele enchesse muito o saco e dormiu logo. Minha paz durou até JongDae, que estava deitado logo do meu lado, me chamar e estragar tudo.

- Minseok obrigado por me ajudar hoje.

- Ei você também pode me chamar de Xiumin, e como assim? Foi o Channy que te abrigou!

- Pode até ter sido ele, mas se você não estivesse me observando, ele nem ia notar.

- Tá, entendi, de nada. – Eu já estava ficando sem paciência porque queria dormir.

- Se tiver algo que eu possa fazer em troca...

- Você pode calar a sua boca e me deixar dormir, que tal? – Respondi sem pensar e me virei de costas para ele quando percebi a merda que tinha dito.

- Ah, me desculpe! Eu não percebi que estava te atrapalhando!

E assim passamos a noite. Eu até queria me desculpar, mas o orgulho falava mais alto.


Notas Finais


Olá c: Espero que tenham gostado, é a primeira vez que escrevo sozinha uma história focada no romance.
E não deixem de dizerem o que acharam! Até o próximo capítulo~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...