História Wolf D. Hikari (One Piece) - Capítulo 129


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Piece
Personagens Brook, Franky, Monkey D. Luffy, Nami, Nico Robin, Personagens Originais, Roronoa Zoro, Sanji, Tony Tony Chopper, Usopp
Tags Anime, Elementos, Hikari, One Piece, Passado, Poderes
Visualizações 31
Palavras 2.272
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Luta, Violência
Avisos: Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Hey Mina!! XD
Como estão? :)

Bom, agora voltamos com a programação normal :v KKKKkkkkkkkkkkk Okay.
Quem lembra do Arco Long Ring Long Land? E do Bando do Foxy?

Espero que gostem! ^-^

Capítulo 129 - Long Ring Long Land! O Desafio do Davy Back!


Fanfic / Fanfiction Wolf D. Hikari (One Piece) - Capítulo 129 - Long Ring Long Land! O Desafio do Davy Back!

Narrador-On

O sol finalmente aparecia após uma longa tempestade de ondas gigantes proporcionados por macacos marinhos, uma espécie de criaturas bem semelhantes a macacos. Todos agora estavam exaustos no convés, com as roupas molhadas, era mais um dia na vida dos Mugiwaras.

-Ah.... Essa tempestade veio sem mais nem menos... –Hikari estava deitada no chão do convés, ao lado de Nami e Robin.

-Pelo menos acabou... –Sanji colocava seu cigarro na boca.

-Mas precisamos ficar em alerta. –Zoro estava sentado no chão, com as costas apoiada na parede.

-EMERGÊNCIA! EMERGÊNCIA! –Usopp gritava no topo do mastro de observação. –Um navio a vista! –Alertava.

-Quem são? Inimigos? –Perguntava Luffy que começava a se levantar do chão.

-Justo agora...- Reclama Chopper.

-Bem... –Usopp avistava o navio usando o binóculos. –Não tem vela nem bandeira. Não dá para saber que tipo de navio é.

-O que? –Luffy voltava a se sentar. –Mas sem nenhum aviso? Por que estão aqui no mar?

-Eu não sei! –Respondia Usopp. -Mas pelo jeito a tripulação é bem pequena. E.. Está todo mundo à toa! Parece que até estão desiludidos da vida. –Antes mesmo que alguém pudesse dizer mais alguma coisa, macacos marinhos aparecem bem atrás do navio.

-CORAM, SÃO OS MACACOS MARINHOS! –Gritava Luffy!

-De novos eles?! Achei que tínhamos os despistados!

-Droga, estamos sem vento!

-Recolham as velas! –Ordenava Nami, Hikari estava ao lado da navegadora, claramente passando muito mal. –Preparem para remar!

-Gomem Minna.... Eu exagerei nos poderes...

-Está assim desde ontem, tem certeza que vai ficar bem? –Perguntava a imperatriz muito preocupada com a situação da garota. –Hi-chan.... Isso não parece bom...

-É apenas náuseas.... Ficarei bem Lika...

-Ficaria bem melhor se o navio não parece de balançar... –Fênix estava também bem enjoado com a movimentação.

-Parece que hoje não será um bom dia....

 

Os meninos pegavam os remos e começavam a remar, se afastando da gigante onda. Porem no navio que Usopp havia mencionado estava parado, sem nenhum dos integrantes do barco se mexer.

-E quanto a eles? Ficaram bem? -Perguntava Sanji.

-Aquela onda vai engoli-los!

-EI RAPAZES! –Gritava Luffy. -Tem uma onda gigante com macacos vindo! VIREM O NAVIO! –Os homens do outro navio se levantavam e viam o navio dos Mugiwaras. Imediatamente todos começam a se levantar e discutir sobre roubar o navio ou fugir da gigantesca onda.

-Mas... O que eles estão fazendo? –Todos apenas encaravam aquela bagunça desordenada.

-Alguém assuma o timão!

-ASSUMA VOCÊ! –Dois piratas gritavam com o companheiro em pânico.

-Cadê o navegador?!

-NÃO TEM!

-Capitão... –Choramingava o homem desesperado.

-NÃO TEM! –Enquanto eles discutiam a onda se aproximava ainda mais, em uma tentativa de desespero, alguém atirava o canhão em direção aos macacos, mas isso apenas os irritou profundamente.

-Hikari! –Nami pedia ajuda.

-Ha..i! –Hikari ficava de pé e ficava com uma das mãos na boca para não voltar a passar mal. - Ice Make: shield! –O escudo de gelo protegia o navio da gigante onda que se chocava com o outro navio. Os meninos remavam ainda mais rápido para poder ficar bem longe daqueles animais.

 

Hikari-On

Após uma boa agitação, o navio parava de se mover.... Meu estomago parecia estar em um loop infinito. Estou assim desde ontem quando tivemos uma tempestade logo após a janta.... Ah.... Além disso não tenho dormido muito, isso e outras coisas talvez estejam me afetando muito.

-Como se sente agora Hikari? –Chopper estava tentando me ajudar ao máximo, ele tinha feito um chá de ervas para mim.

-Um pouco melhor... –Olhava para o mar... Ah.... Ainda me sinto enjoada...

-Poderia parar de olhar para o mar... Me faz lembrar coisas desagradáveis...

-Ah capitão... Só fala porque está passando mal também.

-Ei Chopper! –Nami chamava Chopper. –Fiquei observando a proa junto coma Hikari, peça a ela para ver se acha algo!

-Hai! –Chopper voltava. –Nami quer que fiquemos de olho na proa.... Ela também pediu para ver se acha algo... O que Nami quis dizer com isso?

-Ela disse para eu ver se algo está estranho. Robin disse a pouco que tem nevoa certo? Deve haver algo... Ice Make: Eagle.

-Ohh! Eu gosto bastante desse seu poder!

-Também. –As águias de gelo realmente eram lindas. –Escutem preciso que sobrevoem por aí e se encontrarem algo, avisem-me. –Eles começavam a voar, indo em direções opostas. Ainda sinto o enjoo, mas agora é menos.... Espeque que passe.

-Hikari-chan! Daijoubu? –Sanji se aproximava de mim. –Precisa de ajuda? Posso cozi...

-Sanji! N-Não obrigado.... –Esse mal-estar tem que passar! –Não quero ver nem ouvir sobre comida por enquanto.

-Alguém disse comida?!

-Luffy baka! –Sanji socava a cabeça do meu irmão. –Hikai-chan está passando mal...

-Hã? Jura? –Luffy ficava ao meu lado. –Se você comer algo vai se sentir melhor! –Só de lembrar em comida... Empurrava Luffy para o lado.

-Agora não, Luffy! –A nevoa começava a aparecer, estava ficando cada vez mais densa.

-Estamos chegando a costa! Preparar para lançar a ancora! –Gritava Luffy! Me levantava para poder ver algo, meus pássaros ainda não voltaram...

-Chopper, Usopp está tendo aquele ataque de “Não posso entrar nesta ilha”!

-Mas isso não tem cura. –Respondia Chopper, francamente Usopp...

 -Chegamos, chegamos, chegamos! –Pelo menos um pouco de terra.... Ah.... Bem é bastante terra ate... –NÃO TEM NADA! –A terra parecia se estender muito, parecia que a ilha era bem grande. –Que lugar é este?! Que legal! Os campos vão até o horizonte!

-Mas que lugar chato! –Sanji reclamava.

-Será que tem gente morando aqui? –Perguntava Robin.

-Aqui vou eu! –Luffy pulava para fora do navio, Chopper e Usopp o acompanhavam.

-Ei vocês! Francamente.... Eles entram em uma ilha sem mais nem menos....

-Mas pelo menos não tem nada de perigoso aqui... –Zoro estava certo, não via nada de tão perigoso, na verdade, não havia nada....

-Hi-chan melhor ficar em solo.... Sinto que o capitão precisa disso e você também.

-Hai. –Me levantava, minhas roupas estavam ainda um pouco molhadas por causa daquelas gigantes ondas. –Kōkan! –Uma camiseta vermelha clara, com calça preta e bota, isso está bom.

-Ei, alguém viu os meninos? –Todos tinham se destraido por um momento...  –Não acredito que perdemos eles...

-Melhor procurarmos.

-Robin-chan! Nós vamos descer!

-.... Certo! –Pulamos para fora do navio, ficar em terra é tão bom, me estiquei um pouco e senti a brisa e o cheiro da grama, até que isso estava ficando bom. Logo após de Robin descer do navio, nem demos um passo direito e ouvimos como se fossem tiros de canhão, ancoras em formas de patas prendiam nosso navio.

-Quem são eles?!

-Se quiserem brigar, podem vir! –Melhor ficar atenta para um ataque...

-Somos o bando do Foxy! Fiquem tranquilos! Viemos aqui pedir um duelo!

-Duelo? –Nenhum de nós entendia o que eles queriam.

-Sim! O duelo de Davy Back!

-Duelo Davy Back? –Perguntava Nami, não lembro de nenhum nome assim...

-Isso mesmo! A luta começa no instante que os dois capitães de ambos os navios aceitarem!

-Neste momento o nosso capitão está perguntando ao seu capitão, Monkey D. Luffy se ele aceita.

-Perguntar? –Diz Zoro. -Por que perder tempo com isso? –Ah bem, não duvido muito que o meu irmão aceite.... –Se quiserem lutar, a gente luta!

-Ei, você não conhece? O duelo de Davy Back é um jogo pirata. –Jogo? . . . O que Sanji quer dizer com isso?

-Isso mesmo. –Afirma Robin. –Um jogo inventado há muito tempo na ilha dos piratas. Uma ilha muito distante conhecida como paraíso dos piratas. Os piratas competem para conseguir membros para sua tripulação.

-Competir por piratas? –Que jogo insano.... Se eles estiverem mesmo querendo fazer este jogo conosco.... Espero que Luffy não aceite.... Isso será quase impossível.

-Sim.

-Vocês se consideram piratas e nem sabem disso?! –Que cara chato... –O duelo de Davy Back é uma batalha por pessoas! O vencedor de cada partida pode escolher um tripulante do grupo rival.

-E o novo tripulante deve jurar lealdade ao novo capitão.

-Deve jurar em nome do pirata das profundezas, Davy Jones!

-Se perdemos, ficaremos sem nossos companheiros?!

-Isso mesmo! Alem disso, se o vencedor não quiser nenhum tripulante da outra equipe, ele pode pedir a Jolly Roger, a alma do navio!

-Jolly Roger?

-Ah Lika... O nome mudou, a Jolly Roger é a bandeira do navio. –Explicava Tatsumi.

-Oh...

-Você aposta seus companheiros e seu orgulho. Você sai fortalecido se ganha, porem o custo de perder e alto. –Sanji não poderia estar mais certo. –É um jogo desprezível.

-Quer dizer então que aquele navio que encontramos, caótico e sem capitão...

-Creio que sim Nami. –Respondo.

-Oh, parece que eles se encontraram o navio do Bando do Sapo Dentado. Aquele navio foi a nossa última vítima. Vejam só: Nossos novos tripulantes! –Algumas pessoas apareciam na borda do navio, pelo visto o do meio era o capitão...

-Viva ao bando do Foxy! Sim, eu sou o antigo capitão daquele navio!

-Eu, o antigo médico.

-Antigo navegador.

-Antigo mecânico.

-Eles aceitaram o desafio das cinco moedas e perderam todas elas.

-Eles perderam quatorze tripulantes e sua bandeira! –Que absurdo! –Tomamos tanta gente que pareceu até um sequestro! HAHHAHAHHA. –Essa é uma coisa absurda.

-Qual é a graça em abandonar seus nakamas?

-Francamente. Aquele navio já teve seu final. –Zoro e Sanji estavam certos. Não há nada mais do que a desgraça neste jogo...

-Teve seu fim... –Parece que o capitão sentiu... –A-AH! Mas quem se importa?! –Acho que me enganei...

-Ele não entende! –Dizia Nami. –Mas de qualquer jeito, não vamos participar deste jogo ridículo!

-IDIOTAS! Tripulantes não decidem nada sozinhos! O jogo começa assim que os capitães decidirem entre si! Gritem o quanto quiserem. Se o seu capitão concordar, vocês serão todos competidores deste jogo!

-Ele tem razão Nami-san. Está é a regra do mundo dos piratas. Se fugirmos disso, será uma grande humilhação.

-Q-Quem liga para humilhação?! –Ah Nami...

-Eu prefiro morrer a viver em desgraça.

-Eu também. –Sanji e Zoro concordando em algo.... Surpreendente.

-Do que estão falando?!

-Não adianta insistir. Homens são assim mesmo. –Robin estava certa.

-Ora, então eu vou impedir o Luffy!

-Não gaste energias Nami. –Tentava impedi-la. Pelo jeito a decisão já foi tomada... Certo, Tatsumi...

-Hai. Seu capitão já pegou a arma... –Francamente.

-Já é tarde! Não insista! O jogo começa quando os dois capitães atiram para o alto! Desista e espere. –O som do tiro era ouvido. O que está feito está feito.

-Essa não...

-Ora, ele aceitou.

-Eu gostei. –Ah meninos....

-Parece interessante, não?

-Claro! –Só espero que esse meu mal-estar não me atrapalhe...

-ELE ACEITOU O DESAFIO!

-VIVA! –Todos os tripulantes daquele navio comemoravam.

 

Narrador-On

Todos os piratas do bando do Foxy começaram a se preparar, decorando e colocando várias barracas, o lugar agora parecia um festival, com muita comida e um palco central.

-Muito bem pessoal. Acalmem-se. –Pedia Porche que estava usando um microfone e ao seu lado os dois capitães. –Vamos agora ao juramento sobre as formas de se perder. Primeiramente, qualquer tripulante ou Jolly Roger obtidos por meio de um duelo Davy Back só poderão ser recuperados em outro Duelo. –Enquanto isso Luffy comia algo de uma das barraquinhas sem quase nem prestar muita atenção. –Segundo, os tripulantes escolhidos devem jurar lealdade ao novo capitão imediatamente. –Não muito longe do palco, Sanji corria com algodão doce para entregar as suas damas enquanto Chopper ajudava mais uma vez a Hikari com seu mal-estar. –Em terceiro lugar, a Jolly Roger perdida nunca mais poderá ser exibida.

-Nami-san, tem algodão-doce!

-Como é que vocês ficam calmo com tudo isso?! –Nami estava frustrada e irritada com tudo.

-Ainda quer desistir? –Perguntava Zoro.

-Hikari tente comer algo, fará bem. –Chopper guardava o estetoscópio e Usopp trazia yakisoba. –Seu estomago está vazio.

-Hai Chopper.

-Qualquer um que violar estas regras estará em desgraça e será lançado ao baú de Dave Jones! Vocês juram cumpri-las?

-Sim! -Respondia Foxy.

-Sim! –Luffy respondia ainda com a comida em mãos.

-Muito bem, Mugiwara! –Foxy mostrava três moedas. –Deixarei você escolher. Uma, duas ou três moedas? Como quiser.

-Chefe como você é gentil! –Porche elogiava seu capitão

-fueh feh Feh feh feh.

-O que é isso? –Luffy finalmente terminava de comer.

-O número de eventos. O chefe deixará você escolher quantos eventos serão, de um a três.

-Mais jogo é sempre mais divertido, então...

-Luffy! –Nami e Usopp chamavam a atenção do capitão.

-Hã? –Quando Luffy olhou para os dois, viu que eles mostravam apenas um dedo, indicando apenas um desafio.

-Ah, ok! Então vamos com três moedas! –Respondia Luffy deixando Nami e Usopp estranhados, quando eles olham para o lado veem um membro do bando do Focy também indicando o um.

-QUE IDIOTA! Não era para somar! –Diziam em conjunto. –E ainda contaram o do inimigo!

-Ele é idiota! Puhpuhuhuhuhu –Ria Hamburg

Então teremos três jogos sob as regras convencionais! –Foxy jogava as moedas o mais longe possível, deixando elas caírem no mar. –Que Dave Jones saiba disso!

-OOOOOHHHHH!!! –A tripulação comemorava.

-Quem é Dave Jones? –Perguntava Chopper enquanto pegava o algodão doce que Robin havia comprado para ele.

-Ele foi um pirata amaldiçoado por um demônio a tempos atrás e que até hoje vive no fundo do oceano.

-Ele vive no fundo do mar?

-Esta é a lenda. E por ser o contramestre, ele pega todos os navios e tesouros que caem no fundo do mar e os guarda em seu baú.

-O fundo do mar dá medo.

-Usando o nome do Davy, que pega para si tudo que cai no fundo do mar, o jogo permite que você tome tudo que quiser do oponente. Os piratas chamam isso de Duelo Davy Back. –Murmurava Sanji.

-Está pronto Mugiwara? –Perguntava Foxy. –Vamos começar!

-Sim! Vamos lá!


Notas Finais


Gostaram? :D
Sempre gostei bastante deste mini arco :v Menos do Foxy heuehueheueheue

Quem disse que a Hikari não pode passar mal :p kkk Ainda farei Chopper dar algumas aulas de medicina a ela!

Bom, foi isso.
Nos vemos no próximo o/


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...