História Wolverine e Denise após a Ditadura do Caveira Vermelha - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Capitão América, Doutor Estranho, Wolverine, X-Men
Personagens Anna Marie (Vampira), Jean Grey (Garota Marvel / Fênix), Katherine "Kitty" Pride (Lince Negra), Kurt Wagner (Noturno), Logan (Wolverine), Personagens Originais, Professor Charles Xavier, Scott Summers (Ciclope)
Tags Amor, Caveira Vermelha, Fazenda, Fim Do Mundo, Hugh Jackman, Laura, Logan, Romance, Vampira, Wolverine, X-men
Exibições 14
Palavras 1.528
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Universo Alternativo
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 16 - HOT, O que vem depois do beijo?


Fanfic / Fanfiction Wolverine e Denise após a Ditadura do Caveira Vermelha - Capítulo 16 - HOT, O que vem depois do beijo?

P.O.V. Lucas

Estou sempre viajando, fico meses fora. Meus pais e minha irmã pensam que é viajem de negócios, e de fato é. Mas o que eles não sabem é que pertenço a uma seita. Nós fazemos muitas coisas, dentre elas: buscamos o elixir da juventude. Minha mãe me traiu fechando o portal da mansão da morte, mas eu ainda tenho outras esperanças.

Na última reunião, um de nossos feiticeiros fez um avanço. Conseguimos um chá que cura doenças. Mas eu acredito mais em uma pesquisa com um mutante que tem células de cura no corpo e que estão sendo estudadas para ser implantadas em outras pessoas. Sem falar que as células tronco também estão em um nível alto. Tenho muitas fontes de imortalidade, uma delas há de funcionar.

Minha esposa e meus filhos não falam mais comigo. Estão morando no Japão e dou uma pensão gorda para eles. Eles me chamam de ambicioso, mas eu que mantenho os caprichos deles.

P.O.V. Autora

Denise volta a encontrar Logan e passa uma semana com ele. Relembram os velhos tempos, fazem amor, bebem, se divertem. O Instituto continua como sempre: recebendo novos jovens, treinando, evoluindo. Dayse esquece Logan e arruma um ficante para se ocupar. Laura não é de se relacionar, mas sempre sai com os amigos e trabalha duro. Leon escolhe aguardar o relacionamento de Denise entrar em crise para se aproximar. Lucas continua investindo em pesquisas em busca da imortalidade e nega se encontrar com a mãe, não a perdoa. 

Passa um ano. Pouca coisa muda. Surgem vilões para serem enfrentados, o bem vence. Os vingadores fazem bases fortes e vigília constante para evitar que o mundo seja tomado novamente por algum vilão.

Com o tempo a maioria das pessoas se esquece que um dia tiveram algum poder sobre a morte ou sobre a vida. Nascem novas pessoas e tudo se renova. A tecnologia e ciência evoluem gradativamente e a humanidade acredita saber quase tudo sobre o universo que habita.

As pesquisas de Lucas rendem uma injeção capaz de rejuvenescer uma pessoa em dez anos. Ele depois de usar duas vezes, resolve prepara-las para venda. Porem um efeito colateral faz ele perder a memória, assim como outras pessoas que a tomaram. Um cara que não tomou ignora o efeito e põe a injeção a venda. Milhares de pessoas perdem a memória meses depois, ele foge com o dinheiro que arrecadou e muda de nome. Lucas se muda para a fazenda onde é cuidado pela mãe e pelo pai. Sua fortuna é administrada pela mãe, porém ela vende parte das empresas, pois não tinha a habilidade do filho para administrá-las. Ele tem que reaprender a viver e se torna uma pessoa mais dócil.

Leon aplica a injeção em Denise e a sequestra. Ele a faz pensar que é namorada dele e ela sem lembrar seu passado acredita. Eles têm um filho juntos e vivem no planeta anão que não é mais habitado por ninguém.

Logan, sem saber onde a esposa foi parar, monta uma busca que resta infrutífera. Denise havia sumido definitivamente e é dada como morta.  Lucas volta a administrar suas empresas.

Andando pela vila do planeta anão, Denise questiona a história daquelas outras casas. As histórias contadas por Leon passam a não fazer sentindo. Ela começa a perguntar a ele se haviam outros como eles e o por quê das coisas. Ele se aborrece com ela e faz um portal para Terra a deixando sozinha com seu filho. Leon se deslumbra por ver o mundo novamente e pensa em não voltar mais para o planeta anão, onde vivera um ano sozinho com Denise.

Uma semana depois ele volta e Denise tinha matado o bebê e tentado se matar, mas não conseguiu devido a sua imortalidade. Ao ver Leon ela tenta mata-lo também. Mas ele consegue se livrar dela e amarrá-la na cama.

- Por quê você matou o bebê? Você está louca mulher?

- Você me deixou sozinha, ele não parava de chorar!

- Se eu pudesse eu a matava também! Sua sem noção!

- Eu não aguento mais viver, isso aqui é o inferno!

- Quer saber? Você nunca vai morrer, você foi amaldiçoada Denise! E sua maldição está me pegando também. Não aguento mais ver sua cara! Devia ir embora e deixar você amarrada aí.

-Para onde você vai? Onde você esteve na última semana?

- Eu fui para Pan 16, a nova versão da Terra.

- O que é Terra?

- É onde estão os outros como nós!

- Existem outros? Porque nunca me mostrou eles?

- Por que eu não quis. Eu queria você só para mim, mas não aguento mais você. Vou te levar para a terra e soltar lá.

Ele Abriu um portal e levou Denise para Pan 16. Ela ficou assustada com tudo que via e quando olhou para os lados, Leon não estava mais lá.

Denise andou quilômetros pelas cidades. Sentiu fome e foi pedir algo para comer em um restaurante. Por sorte o cozinheiro a reconheceu e deu-lhe alimento. Ela contou o que sabia e ele percebeu que ela foi vítima da injeção anti-idade. Ele ligou para o Instituto Xavier e Logan foi pessoalmente busca-la. Quando ele chegou já era noite e todos dormiam. O cozinheiro abriu a porta para ele e ele foi até Denise. Acabou acordando-a.

- Meu amor! – Ele disse.

-Quem é você?- Ela disse se afastando.

- Seu marido, não se lembra de mim né?

- Não, meu marido é o Leon!

- Arg! Ele fez isso a você?

- Isso o quê? Ele me abandonou aqui! Disse que me queria só para ele, mas estava enjoado da minha cara.

- Aquele patife! Deixe só eu pôr as mãos nele!

Denise foi para a fazenda, onde conheceu seu filho que aparentava ter sua idade e sua filha Laura. Não reconhecia aquela família como sua, mas se sentia bem alí. Lucas também não tinha memória, como ela, e estava reaprendendo tudo. Ela queria fazer o mesmo.

Denise observa o esforço de Logan para lhe explicar as coisas e acha interessante a forma com ele a olha, como se quisesse agarra-la nos braços. Um dia ela resolve testar seus instintos e o abraça. Ele corresponde. Ela sente uma energia diferente. Algo diferente do que sentia com Leon. Uma energia boa e calorosa. Eles se olham nos olhos e ele a beija. Ela sente um arrepio e o afasta. E diz:

- O que foi isso?- Com a mão no peito.

Logan fica confuso no começo, mas percebe que ela estava com a respiração alterada e batimentos cardíacos acelerados.

- Está excitada? – Logan pergunta.

- Exci... o que?

- Quando gostamos de uma pessoa e a beijamos, sentimos o corpo agir diferente. Sentiu algo diferente? Que não sentia com Leon?

- Senti! Isso é normal?

- Claro que é! Depois você se acostuma...

Eles terminaram de conversar e foram jantar. A noite Denise vê Logan saindo do banho só de toalha e lhe diz:

- Nossa, tô sentindo aquela coisa de novo e você nem me tocou...

Ele sorri emorde os lábios. Depois diz:

- Se eu pudesse faria você sentir coisas que você nem imagina...

- Tipo o quê?

Ele a agarra pela cintura e pelo cabelo e a beija com desejo. Ela fica louca e tenta empurrá-lo, mas ele não sede e continua a beijando e a apertando contra seu corpo, inclinando-a levemente para trás. Ele desce beijando seu pescoço e chupando todo ele e volta para boca. Ela desiste e se entrega ao sentimento. Sente sua calcinha ficar molhada.

- Gostou? – Ele pergunta no ouvido dela baixinho.

- Eu acho que vou derreter, estou com muito calor... – Diz ela suspirando.

- Eu perguntei se gostou? – Diz ele apertando a bunda dela.

- Gostei.

Ele a empurra para parede e levanta os braços dela prendendo-os com uma só mão e explora o corpo dela com a outra. Sua toalha já tinha caído, mas ele não para. Até que ela pede:

- Logan! Para. Eu vou ficar louca!- E o empurra.

Ela se afasta e vê ele todo nu, olhando para ela. Ela não resiste e encara seu pênis, bem mais avantajado que o de Leon. Ele percebe o interesse dela no membro e balança ele com a mão e pergunta:

- Quer pegar?

Ela se aproxima e fica de joelhos. Pega o pênis dele e faz alguns movimentos de vai e vem. Sente vontade de beija-lo, chupa-lo, mas não o faz. Se levanta e diz:

- Acho melhor ir para meu quarto...

- Não quer saber o que fazer depois do beijo? Posso acabar com seu calor!

- Não sou tão tola Logan. Sei muito bem o que vem depois, foi assim que Leon e eu tivemos um bebê.

Logan fica pasmo:

- Você tem um bebê?

- Tinha... Ele... Ele morreu...

- Nossa, eu nem sabia que você ainda podia ter filhos.

- Leon disse a mesma coisa, mas eu tive. E não quero ter outro, eles choram muito.

Logan sorriu e se aproximou dela. Tocou seu rosto e acariciou. Ela ficou arrepiada, mas soltou a mão dele e foi para o quarto dela.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...