História Words Hurt - One Shot - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jin, Rap Monster
Tags Bts, Depressão, Jin, Namjin, Namjoon, Suícidio
Visualizações 17
Palavras 732
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Opa opa opa
Senti um cheirinho de capítulo bônus

É, um capítulo bônus ESPECIAL PRO SPIRIT
Pse, esse cap não será pulicado no wattpad *solta fogos*

Novamente dedico isso às Dani pq eu prometi pra ela q ia fazer esse cap bônus E que ele seria postado apenas aqui, então palmas para dona Dani novamente 👏🏻👏🏻👏🏻

Desde já peço desculpa por qualquer erro e boa leitura :)

Capítulo 2 - Bônus - O que aconteceu depois...


Segundos depois de ele se jogar, Namjoon começou a chorar e ligou para a ambulância, apesar de saber que não adiantaria. Kim Seokjin tinha 4% de chances de estar vivo. 

Mas ele tinha esperança. 

Infelizmente suas preces não foram ouvidas. A ambulância chegou e levou Seokjin para o hospital, mas não conseguiram salvá-lo. Aliás, Jin já havia chegado morto no hospital. 

O enterro aconteceu no dia seguinte. Toda a família adotiva de Jin estava lá, e Namjoon também. Ele era única pessoa que não era da família de Jin que estava no enterro. 

As pessoas que faziam bullying com Seokjin pararam de fazê-lo com qualquer outra pessoa assim que o garoto de suicidou. Eles perceberam a merda que haviam feito e decidiram parar de uma vez por todas. 

Namjoon ficou muito abalado. De fato, ele amava Seokjin, e se sentia horrível por não ter conseguido impedir sua morte. 

Ele entrou em uma forte depressão. Todos os dias se culpava pela morte de Jin. 

"Se eu tivesse o ajudado mais, ele estaria vivo."

"Eu podia ter impedido isso tudo, mas eu não fiz nada."

"Eu não fui capaz de salvar a pessoa que eu mais me importava."

Esses pensamentos, e muitos outros, rondavam a cabeça de Namjoon diariamente. 

Kim Namjoon também sentia raiva dos "causadores" dessa história, vulgo as pessoas que faziam bullying com Seokjin. 

Ele já pensou em bater nessas pessoas, discutir, brigar, e etc., mas nunca fez nada disso. Não por falta de motivos, mas por falta de disposição. 

A depressão de Namjoon o atingiu em cheio. Ele não saía de casa, mal comia, e se auto mutilava. Sim, auto mutilação era algo frequente na vida de Kim Namjoon. Toda vez que pensava que se ele tivesse cuidado mais de Jin ele estaria vivo, um corte novo aparecia. Seja em seu braço, em sua perna ou até em seu peito. 

Seus pais já não sabiam mais o que fazer. Eles tentaram levar o filho em um psicólogo, mas ele se recusou e disse que não adiantaria nada. 

Afinal, não iria adiantar mesmo. Nada que dissessem ou fizessem faria ele se sentir menos culpado pela morte de Jin, apesar de ele não ter culpa nenhuma. 

Os dias foram passando, a depressão aumentando e os cortes se alastrando por todo seu corpo. 

 

Dois meses se passaram. 

Dois meses desde que Kim Seokjin se jogou do terraço de seu colégio. 

Dois meses desde que o bullying acabou. 

Dois meses desde que Kim Namjoon entrou em depressão. 

Dois meses desde que Kim Seokjin era apenas uma lembrança. 

Dois meses desde que Kim Namjoon se sentia a pior pessoa que existia. 

E faziam duas semanas que Kim Namjoon cogitava suicídio. E hoje ele faria isso. Não da mesma forma que Seokjin, mas sim sozinho, na banheira de sua casa. 

Ele encheu a banheira, entrou nela com suas roupas e com um canivete em sua mão direita. 

Fez o primeiro corte. Não foi tão profundo, mas foi o suficiente para sangrar bastante. 

Segundo corte. Mais sangue. 

Terceiro corte. Mais sangue. 

Quando ele ia fazer o quarto (e talvez último) corte, a voz de Seokjin pairou no ar. 

Não faça isso. 

Namjoon se assustou, é claro. Não é sempre que ouvimos a voz de um morto. 

Namjoon, não faça o mesmo que eu. Você não tem culpa de nada. 

Namjoon ainda segurava o canivete com força. 

Eu já estou morto, não mereço que retire a sua vida por minha causa. Principalmente porque você não fez nada. 

Namjoon permanecia estatístico. 

Você fez tudo que podia e não podia por mim. Tentou me ajudar com o bullying e a depressão, tentou fazer eu me sentir melhor com relação aos meus pais, tentou evitar que eu me suicidasse, e até mais. Eu que não me deixei ser ajudado, e acabei fazendo o que fiz. Não se sinta mal por isso. A minha morte ter feito você se sentir mal e meu pior arrependimento. 

Namjoon soltou o canivete, e este caiu no chão branco manchado com algumas gotas de sangue do banheiro. 

Muitos diriam que estava delirando. "Ouvir a voz de um morto? Não, isso é loucura. Apenas loucos escutam isso", mas ele não estava. 

Seokjin de fato havia conversado com Namjoon. 

Seokjin de fato esteve lá. 

Seokjin de fato evitou que Namjoon se matasse. 

E Seokjin fez isso porque o amava demais para vê-lo ter o mesmo destino que ele próprio.


Notas Finais


Foi esse o cap bônus, seres humanos :)

Novamente foi panfletar meu wattpad, vulgo @Alicorniaa, pq eu posto umas coisinhas por lá

Sorry se ficou meio merda

Bjos de unicórnio 🦄


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...