História World Kawaii - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts
Exibições 6
Palavras 1.823
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Musical (Songfic), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 9 - "...Aviso aos navegantes..."


Kookie on:

O motorista chegou e nos chamaram pra ir.

-Bom, nós já vamos...-Candy disse sem tirar os olhos do Suga, que também não tirava os olhos dela.

Enquanto eu estava parada na frente do Namjoon ele me deu um abraço, mais eu não o abracei, eu estava muito ocupada enfartando.

-Seu shorts tem bolso?-Ele falou se afastando um pouco mais sem parar de me abraçar.

-Eu acho que sim....-eu falei desconfiada.

Quando senti uma mão colocar alguma coisa no meu bolso de trás, e sim, eu fiquei com muita vontade de estapear a cara dele, mais não tive coragem.

-O que foi isso?! Kookie ele acabou de passar a mão em você, beija ele!-Gigi disse.

-Seu cu.-Eu falei me afastando dele.

Deu pra ver que ele estava tão constrangido quanto eu.

-Vambora, né gente, temos mais o que fazer.- Candy falou se levantando e indo em direção a porta.

Ela se virou, acenou e mandou um beijinho pro Suga, que só sorriu e de branco ficou visivelmente vermelho.

Gigi foi logo atrás junto com a Cindy.

-Agora, eu vou embora...-Falei andando de costas.

Não cheguei a me afastar muito deles, parei de andar e coloquei a mão no bolso pra ver o que o Namjoon tinha colocado lá, abri o papel e lá estavam sete números de telefone.

Eu estava de costas pra eles, abaixei a minha cabeça e ri sem graça. Me virei pra eles, balancei o papel e ri. 

Depois só voltei a andar.

Entrei na van e peguei o meu celular. Abri nos contatos e adicionei um por um.

-E ai menina, o Namjoon passou a mão na sua bunda e ainda aproveitou pra colocar alguma coisa no seu bolso, o que era?-Gigi perguntou.

-Ele não passou a mão na minha bunda, só encostou sem querer.- Eu disse.

-Ai amiga, vai me dizer que você não tava louca pra ele passar a mão nessa sua raba?-Ela disse e eu corei.

-Não.... Claro que não.- Eu tentei me defender.

-Ah ta bom...-Candy disse.

-"Nunca ouvi tanta bosta por mimimi quadrado"-Gigi disse.

-Eu não ia dizer nada, mais eu vou falar mesmo assim...-Cindy disse e fez uma pausa.- Quem você acha que tá enganando?

-UOUUU! -Candy disse.

-Grande coisa...- Eu disse.

-Agente pode até ser besta de vez em quando, mais amiga, por acaso ta escrito na minha testa que eu sou trouxa e a minha mãe é lavadeira?-Ela disse e eu fiquei surpresa, uma pessoa tão quietinha dando uns foras desses.... Em mim?

-Chocada estou, chocada estou...-Candy cantou como se estivesse cantando aquela musiquinha enjoada do Frozen.

-Parem de tagarelar ai que eu to tentando apreciar os sete novos números da minha lista de contatos...-Eu disse, e elas captaram.

Elas pararam de me zoar na mesma hora.

-Pera, o Namjoon te deu o numero deles..?-Candy perguntou com a boca aberta.

-ME PASSA O NÚMERO DO JONGKOOK POR FAVOR NUNCA TE PEDI NADA!-Gigi gritou como se eu tivesse ganhado um milhão na loteria e ela quisesse uma parte do dinheiro.

Só que nesse caso eu não daria, né.

-Tá, espera que eu vou mandar os sete pra vocês.-Eu falei pegando o meu celular.

-ENVIA LOGO O DO JONGKOOK, DESGRAÇA!-Gigi gritou desesperada.

Depois que eu enviei todos ficou um silencio mortal.

-Tá...-Candy disse.

-O que agente faz agora?-Gigi perguntou sem tirar os olhos do telefone.

-Agora, agente fala com eles.-Eu disse.

-Você, né querida, eu mal abro a boca pessoalmente quanto mais por mensagem.-Cindy disse.

-Oi Suga!-Candy disse mandando um áudio pra ele.

Antes que o áudio carregasse e enviasse Gigi pegou o telefone da mão dela parou o áudio e apagou.

-Posso saber por que você vez isso?-Candy perguntou ainda com as mãos na posição de como estava o telefone.

-Pra ele não achar que você é atirada...-Ela falou.-Isso fica comigo até amanhã.

-Mais eu sou atirada, se eu quero uma coisa eu vou lá e pego, não sou igual a vocês que ficam de cu doce.-Ela disse.

-Tá, por mais que eu finja que acredito nisso, ele não precisa de uma mensagem sua até amanhã, ok?-Gigi disse.

-E ai Namjoon, curti aquela sarrada que tu me deu hoje, vamos marcar alguma coisa?-Eu disse fingindo estar gravando um áudio.

-ENTÃO VOCÊ ADMITE QUE GOSTOU?- Gigi gritou.

-Não, eu tava só te zoando.- Eu respondi.

-Querida tenho completa e absoluta certeza que se você não ficou exitada, ele ficou.

-Ai cara, para de ser tarada...-Eu disse.

-IIIIIIIII, deixa eu ser feliz, por favor?-Ela falou.

-Meninas, chegamos.-A Samanta (que estava sentada no banco da frente) falou.

Nós saímos e fomos até o lugar onde nós íamos ficar no início das filmagens, mais especificamente aquela hora que ta passando Dope e eles estão atrás de uma grade.

O diretor nos deu as instruções.

já que a Candy estava de Suga ela ia apertar a mão do cara que ia pegar fogo e ia falar "Bultaoreune", no início, mais o vocal dele quem faz sou eu.

Começamos a gravar, a coreografia foi cansativa pra cacete, mais no final tudo deu certo.

Já tava de noitinha quando nós terminamos de gravar.

-Deus é pai!- Candy disse.

-Bom meninas, nós acabamos.- O diretor disse.

-Eu estou es-go-ta-da!- Cindy disse se jogando no chão.

-OLHA O FOGO AI!-Gigi gritou.

-Que? Aonde?- Cindy disse levantando e procurando que nem uma maluca.

-No seu rabo!-Gigi falou e riu dela.

-Olha só, o caminho pra ir tomar no cu é por ali.- Cindy disse apontando pra longe.

-Gente, sem briga, sem briga! Agora nós vamos pra casa, descansar.- Eu disse.

-É o que eu mais quero.-Candy disse se apoiando em mim.

-Uma perguntinha.-Cindy disse.- Depois vocês vão pintar o cabelo da cor que tava antes?

-Não-Eu Candy e Gigi respondemos juntas.

-Meninas, agora vocês tem um mês inteiro pra resolver a vida de vocês.-Samanta disse.-Vocês foram bem, muito bem, estou orgulhosa.

-Espera. Vai levar um mês pra essa merda ficar pronta?- Gigi perguntou.

-Sim, vai.

-Ah, eu penso nisso depois de dormir....-Candy disse.

-É, vocês devem estar muito cansadas, vamos em bora.-Samanta disse.

Candy levantou os braços.

-Mas no caminho vamos passar na Big Hit primeiro pra pegar as coisas de vocês.

Candy abaixou os braços.

-Eu vou dormindo. E aviso aos navegantes, se me acordarem por algum motivo que não seja me dar dinheiro, a coisa não vai ficar bonita.-Candy disse.

-Entendido.-Eu disse.

-Nem se o Suga entrar pelado na Van?-Gigi disse.

Candy olhou pra cara dela.

-Primeiro, abaixa esse fire, segundo, ai já seria outra história.

-Tão safadenha quanto eu!-Gigi disse dando um soco no ombro da Candy que quase caiu pra trás de tanto sono.

-Não, por favor, não me compare com essa pornografia ambulante que é o seu ser, obrigada.

Nós rimos.

-Vamos meninas, a van chegou.-Samanta nos chamou

Nós entramos na van e assim que a Candy sentou, ela encostou no meu ombro e dormiu.

Se eu fosse uma boa pessoa, eu teria deixado ela encostada no meu ombro, mais eu empurrei a cabeça dela pro outro lado.

Peguei o meu celular e liguei. Tinham chegado três mensagens do Namjoon.

Mensagem on:

Namjoon: *Coração*

Namjoon: oi

Namjoon: Tudo bem?

Eu: Como foi que vc conseguiu o meu numero?

Namjoon: Candy mandou eu te mandar um coração pra vc ficar feliz, ela disse que foi um dia muito cansativo pra vocês.

Mensagem off.

 Candy encostou a cabeça dela no meu ombro e eu deixei.

-Ai, mais que melação....-Gigi disse.

-Você ta lendo as minhas mensagens?-Eu perguntei.

-Não, eu estou apenas praticando a minha leitura em diálogos alheios...-Ela respondeu de debochada.

-Haha... Vai dormir, assim você consegue ser um pouco mais útil pra humanidade.-Eu disse.

foi uma longa viajem conversando com o Namjoon.

-Caramba, todas elas já estão dormindo?-Samanta disse.- Eu vou lá em cima buscar as coisas de vocês, você quer vir junto?

-Sim preciso ir ao banheiro.

Desencostei a cabeça da Candy de mim e fui.

-O banheiro é no sexto andar.- Samanta disse.-Vai na frente que eu vou resolver umas coisas aqui.

Eu entrei no elevador.  Fui até o quarto andar onde o elevador parou pra pegar mais alguém.

A pessoa que ia entrar entrou e eu nem prestei atenção em quem era, estava com muito sono.

Quando fui imprensada contra a parede gelada do elevador e me liguei pra vida.

-Ah... Vai dizer que você não me viu?- Namjoon perguntou.

-Pra ser sincera, eu não notei que era você, estou muito cansada pra ficar reparando em cada ser humano que entra no elevador.

-Vamos ver se agora você repara...-Ele disse e me deu um beijo. 

Eu não sei nem descrever. Mais foi o melhor beijo da minha vida.

-Tem algum motivo pra você ter feito isso?-Eu perguntei.

-Não, só me deu vontade mesmo.

O elevador parou no sexto andar onde eu sai. Fui ao banheiro e voltei pra van, onde a Samanta já me esperava com as coisas.

-Vamos?-Ela disse.

Eu fiz que sim.

Entrei na van e fiquei um tempo pensando no beijo. Eu precisava contar pra alguém.

Olhei pra Candy que dormia encostada na janela.

-Acorda, acorda, acoooorda!-Eu falei sacudindo ela.

-Que....?-Candy disse parecendo uma bêbada.

-Você não vai acreditar...

-Você me acordou pra me dar dinheiro?- Ela disse sem abrir os olhos.

-Não.

-Então boa noite...-Ela virou a cabeça pro outro lado e se encostou na janela.

-Não, o lance é sério.

-alguém morreu?-Ela perguntou.

-Não, mais escuta...

-Também não é relevante...

-MENINA O NAMJOON ME BEIJOU!-Eu gritei.

Ela se virou pra mim e arregalou os olhos.

-Como assim ele te beijou?-Ela perguntou.

-Ele me beijou.

-Tipo: Selinho, Foi um pouco mais a fundo ou vocês tavam quase se comendo?-Ela perguntou.

Eu fiz dois com os dedos.

-Parecia que tava afim de "Tuts tuts quero ver"?-Ela perguntou.

-Mais ou menos...

-Só digo uma coisa, quando ele vier pra cima de você desse jeito de novo, apenas tire a sua roupa e seja feliz.- Ela disse virando pro outro lado e voltando a dormir.

-Afff...

-Ah, não acredito, eu sabia.-Gigi disse.

-Sabia o que  praga?- Eu perguntei me virando pra trás e olhando pra ela.

-Que ele ta afim de você.

-Isso já tava um pouco mais que óbvio...-Eu disse.

-Talvez, onde foi?- Ela perguntou.

-Onde foi, o que?

-O beijo sua anta.

-No elevador...-Eu disse.

Ela me olhou com aquela cara de "hum sua safada".

-50 tons de cinza...-Ela disse.

-Ah, tenha dó...

Eu me virei pra frente e seguimos viagem até a casa da Candy.

-Candy, acorda, nós já chegamos.-Eu disse tentando acorda-la.

-Minha casa?-Ela disse sonolenta.

-Sim, sua casa.-Eu disse.

Ela se levantou e foi até a porta e acenou.

Depois pararam na casa da Cindy que era um pouco mais a frente. Depois na casa da Gigi que não ficava tão longe e em seguida a minha que ficava bem longe da de todas elas.

-Tchau querida, bom descanso.- Samanta disse.

Eu dei tchau, entrei em casa e me joguei na minha cama.

fechei os olhos e apaguei.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...