História World Of Lies - Capítulo 42


Escrita por: ~

Postado
Categorias Cameron Dallas, Magcon
Personagens Cameron Dallas
Tags Ação, Cameron Dallas, Drama, Magcon, Revelaçoes, Romance, Suspense, Vine
Visualizações 63
Palavras 2.585
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


manokkkk nem sei o que dizer para vocês, acho que desculpa é pouco...
só espero que ainda se lembrem de mim e da fanfic
vocês sabem que eu sempre volto
não importa quanto tempo demore, eu vou terminar essa história.
QUE SAUDADE DE FALAR "BOA LEITURA" JSJJSJS
boa leitura nene

Capítulo 42 - Don't let her down.


Fanfic / Fanfiction World Of Lies - Capítulo 42 - Don't let her down.

Cameron Dallas P.O.V

Los Angeles, Cálifornia.

 

DESCULPADESCULPADESCULPADESCULPADESCULPA.

Era só isso que se passava na minha mente assim que saí do aeroporto. Eu deixei todas as minhas coisas lá, inclusive meu senso do que era certo ou errado.

Enfiei uma touca no rosto e fui até o mercado, só querendo comprar bebida sem ser interrompido. Comprei duas garrafas de algo que nem identifiquei, até porque não importava, só precisava ter álcool dentro.

Depois fui até a primeira praça que encontrei, era como um parque. Mais a frente havia até uma pista de skate. Andei para um lado mais isolado, abri a garrafa e tomei. O liquido era tão ruim que entortei meu rosto inteiro. Mas que merda de ideia foi essa?

Eu só queria que as vozes parassem.

Liguei meu celular vendo as dezenas de ligações perdida de praticamente todos os meus amigos. Acho que Megan ficou preocupada e ligou para todos eles e, sendo sincero, eu realmente estava em uma situação preocupante. Minhas mãos doíam como se estivessem quebradas, estava com uma toca na cara, uma garrafa de SeiLáOque  e sentado sozinho em um banco como um mendigo de rua, e além de claro, ter sumido e surtado um pouco.

Eu queria ligar para todos eles de volta e argumentar a situação, só que algo inexplicável dentro de mim não me deixava fazer isso. Era agoniante. Eu queria e não queria falar com eles. Sentia que havia falhado de algum modo com todos. Só queria ficar na minha, me sentindo um fracassado sem ninguém para dizer ao contrário, porque isso que os amigos fazem. Se tu diz que é um bosta, eles vão tentar te animar e dizer que você não é nada daquilo, mas no momento eu só queria ser um bosta mesmo. Se eu dissesse algo do tipo para a Megan, ela provavelmente passaria o dia comigo no telefone me dizendo o quanto eu sou incrível, e eu admiro isso, esse apoio, mas não quero isso agora. Eu quero me sentir mal. Eu sei que é estranho só que... Cara, a única coisa que eu queria fazer era ver minha namorada. Era só pegar a porra de um avião e viajar algumas horas, mas nem isso eu consegui fazer. A gente podia estar jogada no sofá rindo do nosso péssimo relacionamento à distância (rindo para não chorar), só que invés disso eu preciso organizar um aniversário de 16 anos.

– Disney.

Tomei um susto tão grande que derramei metade daquele liquido em cima de mim.

– Droga! – Resmunguei enquanto tentava me limpar.

– Foi mal. – O cara aleatório segurou uma risada. – Pensei alto.

Que cara esquisito. Ok, ele deve ter pensado a mesma coisa de mim.

– Na verdade você me deu uma ideia...

Como eu não pensei nisso? Toda criança sonha em ir pra Disney.

– Tome. – Estiquei a garrafa para ele. – Não preciso mais disso.

– Ahn... Valeu. – Ele deu de ombros e pegou.

Levantei-me e fui pra casa. Ainda meio quebrado e desnorteado. Amanhã não vai estar tudo bem, mas vou precisar fingir que está e desenhar um sorriso no meu rosto.

..................

 

E foi assim que vim parar aqui.

 

Walt Disney World, Orlando.

 

– Esse é o melhor aniversário de todos! – Melanie gritou assim que compramos nosso ingresso.

Eu sorri feliz por ter acertado nisso. Mas não era um sorriso 100% e nem preciso dizer por quê. Havia falado com há Meg algumas horas atrás. Ela disse para eu ligar o celular e depois sumiu, também nem preciso falar o por quê...

Logo que acordei hoje recebi a noticia que iria pro Japão, e bom, sabemos o quão longe isso é. Posso ter parecido tranquilo falando com ela, mas eu só queria me jogar na parede até perder a consciência.

Estou tão irritado com essa situação que conto até 10 a cada 30 segundos para não começar a gritar no meio do parque.

E sei que será assim até o fim da noite.

 

Group: WEED SQUAD

GayGrier: Que tal uma festa para a Melanie?

EspinoZA: Cara, ela tá na Disney.

GayGrier: Uma festa para nós comemorarmos o aniversário dela.

Caniff: Aprovo.

Izzy: Qualquer motivo é motivo para Nash dar uma festa.

Laur: Não acho certo. Se a festa é para ela, ela teria que estar.

Caniff: Não fode Lauren.

O Moreno: Talvez os irmãos dela possam decidir isso.

me: Acho que ela não se incomodaria.

 

Eu que não vou ser o estraga-prazeres.

Olhei para Melanie, seus dois irmãos e minha mãe, que insistiu para vir junto e me ajudar com esse lance de babá. Nós adentramos o maravilhoso mundo Disney e começamos nossa inesquecível viajem para comemorar o Sweet Sixteen de uma garota muito persistente.

Era minha terceira vez aqui, e nunca enjoava. Mesmo com minha constante preocupação, eu consegui aproveitar bastante. Nós começamos pela parte das animações, vimos todas as princesas existentes e depois fomos para a parte dos filmes em geral, que alguns até tinham sua própria montanha-russa.

Quando estávamos no parque temático do Harry Potter (umas das minhas partes favoritas em vir para Disney COM CERTEZA) eu recebi a mensagem da Megan, que tinha sumido após nossa pequena discussão no táxi.

bae: Oi. Estou bem.

Eu tinha mandado centenas de mensagem perguntando como ela estava, e até pensei que tivesse sumido para dar um troco em mim.

me: Certeza? Posso te ligar?

Droga Cameron. Não pergunte, só ligue.

 bae: Eu prefiro conversar por aqui mesmo.

Ela recusou minha chamada na primeira tentativa.

me: O que vai fazer hoje?

bae: Não sei, normalmente é a Emma que organiza nossas noites.

me: Tome cuidado então.

bae: Haha.

Ta, eu sei que tem algo errado. Posso sentir que ela está distante.

bae: Até que ela não está programando coisas tão bizarras.

bae: Ela tem me ajudado bastante.

me: Parece que você desperta o bem em algumas pessoas.

bae: É, talvez sim.

Era como se dois colegas estivessem conversando, não duas pessoas que alugaram um apartamento só para ficarem juntos.

me: Por favor, me deixa te ligar.

bae: Só aproveita sua viagem.

me: Megan...

Olhei para o nome de seu contato em meu celular “Bae = Before Anyone Else = Antes de qualquer um”

Eu estava escrevendo uma linda declaração, quando de repente:

bae: Cameron, você já percebeu que sempre tem que acontecer alguma coisa ruim, para você se lembrar que me ama? Percebeu que você teve que ir a uma festa, quase fazer besteira, me deixar furiosa, terminar uma amizade de anos, para no fim ver que aquilo não valia á pena e me ligar implorando desculpas? Percebeu que você teve que socar o aeroporto inteiro, fugir e sumir, passar uma noite sem dar notícias, mesmo sabendo que eu estava surtando de preocupação, para no fim ver que era errado e me chamar para acompanhar sua viagem para a Disney, sendo que era para ser sua viagem para o Brasil?! Você está percebendo que durante seus atos, eu não existo? Só depois que você faz toda a merda, tu se lembra de mim? É como se tivesse tentando provar para si mesmo que está apaixonado por mim. E o mais importante, por acaso passou pela sua cabeça que poderia ter trago a Melanie para O BRASIL com você, invés da Disney, como presente de aniversário?

bae: Eu não quis que me ligasse porque não ia conseguir te dizer tudo isso.

 

Reli o texto mais três vezes e todas elas tiveram o mesmo impacto: Eu sou o pior namorado do mundo. E eu nem sabia como consertar isso. Ela tinha razão, se eu tivesse dito não desde o começo, eu nunca teria brigado com meu melhor amigo de infância. Parece que eu estou sempre me testando para ver se é aquilo que realmente quero. Basicamente, ela disse que eu preciso perder para dar valor. Que eu preciso sentir o cheiro da carne, para perceber que estou com fome.

Eu nem a respondi, pois não havia desculpa o suficiente. Eu me sentia extremamente sem saída. Tá tudo errado. Tá tudo muito errado.

Segundos depois, um número desconhecido me ligou. Eu atendi no segundo toque e...

Como você pode ser tão egoísta? Sua namorada está quase em depressão, dá até para numerar os problemas que ela tem, mas o principal você já sabe né? Não estamos no Brasil de férias! E mesmo você vendo toda essa confusão de ela ter que doar sua própria vida para poupar a de seus familiares, você continua fazendo mais merda! Você virou mais um problema para ela suportar! Ela passa o dia chorando pensando em cada um de vocês. Se a saudade não a matar, a facção vai, ou até suas malditas fãs que ficam mandando hate para ela em qualquer publicação. Como você acha que é acordar num lugar que odeia, com pessoas que odeia e ainda ler “Você não merece ele” “Se mata” “Você é uma vadia”. Dallas, tu precisa fazer alguma coisa. Está muito difícil! Você não pode cancelar seus compromissos para vir aqui? FALTA UM PASSO, LITERALMENTE, PARA ELA SE JOGAR DA JANELA, E VOCÊ SIMPLESMENTE VAI FICAR DE BRAÇOS CRUZADOS?

E desligou.

Minha mente virou uma tela azul escrito ERROR 404 NOT FOUND. Eu sabia que era a Emma. A voz tão nítida berrando com tanto ódio. Eu nunca pensei que ela defenderia alguém assim, e cara, a situação estava muito critica para até ela vir falar comigo. E Puta que pariu. Eu sou um lixo. Eu sou um completo de um SER HUMANO LIXO!  Sinto que estou afogando junto com ela. Sinto que vou perdê-la para minha cabeça e meu trabalho. Sinto que tudo que eu toco, morre. Sinto que vou morrer junto.

E então sua mensagem chegou junto com a ligação.

Unknow Number: Ela precisa de você mais que tudo.

Eu vou para o Brasil.

– Cameron? Você está bem? – Minha mãe chegou ao meu lado.

Então percebi que: Eu não estava respirando.

– Eu tenho que ir ao Brasil. – Falei á ela com dificuldade. – Megan precisa de mim, mãe, isso é muito sério.

Acho que ela percebeu o quanto era pelo minha cara pálida.

– Você precisa ligar para alguém e perguntar se não tem problema.

Apenas um dia. Um dia é suficiente. Posso voltar e ir para o Japão.

– Se eu for escondido é melhor.

Quando eu dei o primeiro passo em direção ao amor da minha vida, meu celular tocou. Era mais uma vez um número desconhecido.

– Alo? – Atendi no primeiro toque.

Vá para um lugar isolado. Agora. – Aquela voz era inconfundível. Aparecia sempre nos meus piores pesadelos. O ódio subiu imediatamente para minha cabeça.

– Você não manda em mim.

Consigo ouvir o parque inteiro daqui. É sobre a Megan. Vá.

Bufei e fui até um lugar mais afastado da multidão.

– Fala.

– Você não pode vir para cá. Nem cogite esta ideia, Cameron.

– Como v...?

– Eu sei de tudo e você sabe que eu sei. Não quero atenção para nós ou para a Megan. – A voz dele era fria e calculista. Era como conversar com um robô.

– Mas ela precisa de mim. – Fechei os olhos torcendo para encontrar algo humano dentro dele. – Pai, você não entende! Ela está realmente mal, ela não levanta mais da cama. Se eu não for ai, você também vai se prejudicar.

– Nós possuímos vários métodos para fazê-la levantar, fique tranquilo.

– Não! Por favor! Deixe-me vê-la! Pelo menos uns 10 minutos!

– Não.

Minhas mãos estavam pingando e minha cabeça não parava de gritar ELA VAI MORRER ELA VAI MORRER ELA VAI MORRER.

– Eu te imploro! Eu faço qualquer coisa que desejar, mas, por favor, me deixe falar com ela. Por favor, por favor, por favor...

Vai chorar filho? – Ele assumiu uma voz sarcástica.

É agora que eu explodo de raiva.

Já se passou um mês e vocês ainda tenta fazer isso dar certo? Tenho uma reposta para seu futuro: Não vai dar; Então não perca seu tempo. Curta sua viajem que nós cuidaremos muito bem dela.

– Olha aqui, eu cansei de ser educado. Vai se foder! Seu filho da puta do caralho, ME DEIXA VER A MEGAN! Você é um imbecil que só veio no mundo para estragar minha vida! Eu te odeio! – Gritei com tanta raiva que me babei todo.

– Tá nervoso, filho?

Nem preciso dizer que essa indiferença dele me fez ficar ainda mais irritado.

– Só me diz o que acontece se eu aparecer ai.

– Ah, você sabe. Já passou muitas noites naquele hospital com ela.

Eu queria chorar e socar qualquer coisa pela frente, igual no aeroporto.

– Meu Deus, eu te odeio tanto que nem consigo falar... Eu vou... – Respirava o mais fundo que conseguia. – Como eu possa ajudá-la sem ir ai?

– Qualquer coisa que você não precise andar. Ficando ai já vai sair uma grande ajuda. E Cameron... sei que quer me matar, mas só estou cumprindo orden...

– VAI SE FERRAR! – O cortei. – Pra mim você não existe mais, adeus!

Apertei o botão de finalizar tão forte que quase quebrei a tela.

Agachei-me no chão mesmo com várias pessoas me olhando estranho. Eu tinha certeza que a qualquer momento iria aparecer alguém que me reconheceria e eu teria que dar explicações disso. Então corri para o hotel, que ficava praticamente dentro do parque e chorei. É, eu chorei. Assim que eu pisei dentro do quarto as gotas começaram a se espalhar pelo meu rosto. Eu apenas não conseguia aguentar tudo aquilo dentro de mim. 

Eu só conseguia me lembrar da Megan se jogando na frente de uma bala POR MIM! Eu só conseguia ver seus olhos se fechando e eu tendo certeza de que tinha a perdido! Eu só conseguia sentir as noites em claro que passei sentado ao lado dela no hospital!

Era como se tudo isso estivesse acontecendo novamente. E que novamente eu não iria fazer nada para mudar.

Eu prendi a respiração tentando parar os soluços e fechei os olhos. Sentado no chão ao lado da cama, senti um vazio tão enorme que tentava preenche-lo com as nossas melhores lembranças.

“– Fique comigo. 

– Pra sempre, ou só por um momento? – Perguntei. 

– Todos os momentos do pra sempre.”

 

“– Por favor, me deixe em minha casa.

– Não quero que vá embora.

– Por quê?

– Porque quando você sai, parte de mim some."

 

As coisas estavam erradas desde a primeira briga. Um mês se passou e eu não percebi como ela estava. COMO EU PUDE ACHAR QUE ELA FICARIA BEM LÁ? COMO EU PUDE DEIXÁ-LA IR?

COMO, CAMERON DALLAS?

Como eu posso ajudá-la estando tão longe? Eu deveria ter pegado o avião naquele dia. Eu deveria ter avisado a Melanie para me esperar voltar. Eu deveria ter colocado a saúde da minha namorada em primeiro lugar. Eu deveria. Eu deveria. Eu deveria.

Eu sabia que isso ia acontecer. Nenhum relacionamento da certo para mim. Não adianta virem com aquele papo de “God has a plan...

– É isso. – Minha cabeça fez um “click”. Era como ver o Sol novamente

Lembro-me muito bem do vídeo que mencionei minha pulseira “Deus tem um plano” e como expressei tudo o que estava sentindo. E claro, como meus fãs me ajudaram nisso, mesmo estando tão longe. Subindo hashtags, me mandandos mensagens, me marcando em fotos e desenhos. Lembro que as mesmas frases que disse no vídeo apareceram para mim quando conheci a Megan.

É isso. É exatamente isso.

 – Eu vou fazer a Internet parar para ajudá-la. – Falei sozinho me levantando.

Liguei para minha mãe e disse para ela comprar três notebooks no caminho de volta.

Eu vou parar toda a Internet, todas as pessoas, de todos os países.

Eu vou parar o mundo. 


Notas Finais


cara, se vocês acharam esse episodio pesado, o próximo então...
vai ser como colocar cebola no olho
obrigada por lerem até aqui <3 dá um grito ai nos comentários quem queria me matar pela demora ou que vai matar se eu demorar novamente
vai ser loko o cameron usar todas as redes sociais e todos os milhões de seguidores dele para ajudar a momolada, vamos ver como a megan vai reagir á tanta exposição.
amo voxeis galera
mudei meu tt para @duckherondale e provavelmente vou mudar dnv entao eh nois
qualquer coisa me chamem aq


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...