História World Of The Dead - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Holland Roden, Norman Reedus, The Walking Dead
Personagens Carl Grimes, Daryl Dixon, Glenn Rhee, Maggie Greene, Michonne, Personagens Originais, Rick Grimes
Tags Daryl Dixon, Fuckzbiebzumbie, Holland Roden, Norman Reedus, The Walking Dead
Exibições 460
Palavras 1.095
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Romance e Novela, Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Canibalismo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Heyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyy amoreeeeees, foca aqui na burra, não sei o que eu fiz,, só que tive um problema com trailer, então a linda aqui teve que fazer outro, link do trailer novo nas notas finais.

Queria deixar meu amor aqui a todas que comentaram no capitulo anterior e dar as minhas boas vindas aos novos leitores que ja vou falando aqui, comentem o que estão achando, não tenham vergonha, eu vou responder todos, agora chega de papo e boa leitura amores.

Capítulo 9 - Terminus part 2 and Family


Após Glenn e Maggie contarem como se reencontraram e como conheceram as outras pessoas que estavam juntos á nós, Rick disse seu plano para nós, ele queria fugir e recuperar nossas armas, seu plano era então, pegarmos tudo que tínhamos naquele momento e faze-la como arma, única coisa que eu tinha era o meu cinto, sendo assim, comecei a deixa-lo de uma forma mortal, onde pudesse furar alguém.

Rick usava o relógio do Glenn  para arrancar madeira que havia dentro do vagão, e assim arrumávamos mais coisas que pudéssemos usar como arma.

Depois de algumas horas, Michonne que estava de vigia, avisa que alguns deles estão vindos em direção ao  nosso vagão nos preparamos para o ataque, esperando que eles abrissem a porta, mas tivemos uma surpresa, eles abriram pelo  teto olhei para cima e vi que eles estão para jogar algo em nós, fui para o lado de Daryl e segurei sua mão, depois dai, eu não me lembro.

 

Quando acordei, senti algo em minha boca, minhas mãos estavam amarradas, olhei para o lado e vi Rick, Daryl e Glenn, meu desespero se aumentou, não estávamos apenas nós, tinha outros homens no meu lado esquerdo, eu era a única mulher ali. Em minha frente tinha um tanque, sem perceber que havia homens ali, reparei que em sua mão havia um facão, mas o pior foi, quando vi o sangue indo para o ralo do tanque.

Minha respiração ofegante, imaginando o que fazer, olhava todo minuto para Daryl e para Rick, os mesmos estavam com o rosto fechado, mas eu não era forte como eles, lagrimas já escorriam pelo meu rosto.

Então os homens, chegaram ao Glenn,  se eu não tivesse com aquele pano em minha boca, todos poderiam ver meus soluços de puro desespero. No momento em que iam corta sua garganta, ocorre uma explosão do lado de fora, fazendo que eles parassem.

Com todos em desespero, por não saber o que estava acontecendo, vejo de relance o Rick se soltar e em uma rapidez atacar os homens os matando, ele vem ate nós e nos solta.  Levantei-me com ajuda de Daryl.

— Você esta bem? – perguntou vendo pelo meu corpo se tinha algum machucado.

— Estou bem, vamos sair daqui.

Fomos ate Rick e Glenn, que estavam um pouco à frente na sala, andamos por ela, recolhendo todos os facões, percebi também partem de corpos pendurados, como se fossem carnes de vaca ou porco, aquelas pessoas eram loucas.

Saímos da sala e a primeira visão que vemos é o inferno, zumbis e homens com armas por todos os lados, saindo às escondidas, matávamos alguns zumbis e alguns homens e mulheres e pegávamos suas armas, corremos ate o vagão onde nos prendemos, Rick abriu enquanto eu, Daryl e Glenn davam cobertura, ao ver o Carl o grito para ficar perto de mim, estico uma faca que havia pegado e dou a ele.

Ficamos todos lado a lado, cada um ajudando o outro, íamos em direção à cerca, para fugirmos e irmos ate onde escondemos nossas armas, ao chegarmos, Abraham, o cara novo que era ruivo que dizia ser meu pai, eu ria  se não estivéssemos nesse  momento, colocou sua jaqueta para que ninguém se machucasse, pulamos e corremos para a floresta onde havíamos escondido nossas coisas.

Quando estamos pegando nossas coisas, percebemos alguém se aproximando, olhamos para direção e lá aparece Carol, Daryl de imediatamente corre ate ela a abraçando, ao ver esse ato dele, fico sem reação, vejo que ali não é meu lugar, sou apenas um peso para eles.

Distancio-me um pouco do grupo e ando em direção oposta, me sento me encostando-se a uma arvore, me escondendo de todos e permito que minhas lagrimas se libertasse.

— Chloe? – ouço a voz de Carl, tento enxugar meu rosto rapidamente. – o que aconteceu?

— Nada, Carl. – forço um sorriso. – esta tudo bem.

— Por que esta chorando?

— Apenas não me sinto do grupo, acho que esta na hora de eu ir embora, seguir meu caminho.

— Ir embora? Você não pode fazer isso! – antes que eu pudesse fazer algo, ele já tinha saído correndo ate onde o grupo estava eu sabia que acabará de chatear o garoto, mas eu não aguentava mais ser um peso a eles, principalmente ao Daryl.

Levantei-me e fui ate o grupo, parecia que Carol não estava sozinha, com ela estava, Tyreese e Judith, então a seguimos ate chegarmos a uma cabana, onde ali havia um carro, me encostei-me a ele e esperei o momento certo para ir falar com Rick.

Eu estava vendo um momento mais lindo desses tempos, Rick segurando sua filha em seus braços novamente, Carl também estava emocionado por encontrar sua irmã, o que me fez sorrir, eu sentia falta do meu.

Fiquei grande minutos olhando para os meus pés, pensando para onde iria depois de conversar com Rick, quando levanto minha cabeça, vejo o mesmo caminhando ate eu, ele se encosta-se ao carro ao meu lado e fica olhando para frente.

— Carl me contou. – parecia que ele lutava para não olhar em meus olhos. – você tem certeza? – então ele finalmente me olhou e seus olhos imploravam para que minha resposta fosse não.

— Não faço parte dessa família, como no primeiro dia que nos vimos, elas são sua família, não a minha.

— As coisas mudaram Chloe, você passou semanas com Daryl, justamente ele que não confia em ninguém, você cuida do meu filho e o protege como se fosse o eu irmão ou ate mesmo seu filho, você tem certa que não faz parte da família? – ele fica em minha frente e coloca uma de suas mãos em meu rosto. — Chloe, você não é apenas da família, como é uma filha para mim, mas se você quer ir, não irei te impedir.

E era aquilo que sempre quis escutar, que no meio disso tudo eu tinha uma família, eu tinha pessoa que se importavam comigo, tinha pessoas que lutariam por mim e Rick me mostrou, não precisa ser do seu sangue para ser de sua família, não precisa ser de sangue para ser uma pessoa importante para ele. E a única coisa que consegui fazer  foi abraça-lo.

— Daryl também não iria gostar se fosse embora. – sussurrou em meu ouvido.

Apesar de saber que seria duvidoso Daryl não gostar, já que desde o começo ele sempre deixou claro que não confiava em mim, que eu era a culposa por tudo que havia acontecido. Depois ao sair dos braços de Rick, observo Carl se aproximar.

— Então vai ficar? – disse esperançoso.

— Parece que terá que me aguentar mais um pouco. – sorri e o abracei.


Notas Finais


Trailer novo: https://www.youtube.com/watch?v=6kS5OCp9KNA

COMENTEM, CRITIQUEM, FAVORITEM só não sejam leitores fantasmas, amo voces sz

meu twitter: suckmynorman
ask: gioswaggybizzless


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...