História Worn Stone - Capítulo 19


Escrita por: ~ e ~Thacryba

Postado
Categorias Steven Universe
Personagens Ametista, Connie, Garnet, Jasper, Lápis Lazuli, Peridot, Pérola, Steven Quartzo Universo
Tags Ametista, Garnet, Greg, Lapidot, lápis, Lápis-lazuli, Lazuli, Mystery Pearl, Orange, Pearl, Pearlmethyst, Peridot, Perola, Steven Universe, Steven Universo, Yuri
Visualizações 136
Palavras 2.077
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Ficção, Fluffy, Orange, Romance e Novela, Shoujo-Ai, Yuri
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá! Thacryba na área!
Novamente desculpas pela demora, minhas aulas começaram hoje... :X
Espero que gostem do capítulo! ^^
Bora lá!

Capítulo 19 - "Disguised"


(P.O.V. Ametista)

A Peridot acabou de sair e eu fiquei observando minha lição de casa feita direito! Geralmente eu escrevo uma letra de música na resposta só pro professor vistar, mas dessa vez tudo está nos trinques!

A Lápis e a Peridot estão ficando cada vez mais próximas, estou vendo que vamos ter um novo casal na área!

Aí... Comi muito salgadinho... Vou comer um bolo pra compensar o sal! Olhei na geladeira e não vi meu pedaço de bolo. Eu sei que tem um pedaço que eu roubei do aniversário do Steven... Faz quase um mês, mas ele deve estar gostoso ainda. Se não estiver eu só meto goela abaixo que nem sinto o gosto.

Achei! Ele tá meio amassado... E cinza... Podia jurar que a cobertura era branca. Mas bolo é bolo! Vamos lá!

Tá meio azedo, mas deve ser por causa do limão... Eu acho que ele era de limão.

Terminei de comer e ouvi meu celular vibrar na sala. Vou atender. É a Pérola!

“Oi Sme! Tudo bem?” – Sme? Ela digitou errado? – “Ame*”

“Oi! Eu to bem e vc?”

“To bem tb. Tem um restaurante bacana na esquina do shopping, topa ir amanhã?” – Ah não! Eu não vou segurar vela pra minha crush!

“Topo” – Caralho! Eu falei que não ia segurar vela e mandei um “topo”, sou besta!

“Sheena n vai poder ir. Vai ser eu e vc, pode ser?” – É o quê? Pérola, você tá bem?

“Pode sim!”

“Vai ser às 12h então té lá! <3”

Aí meu coração! A Pérola me mandou um emoji de coração e quer almoçar comigo! Isso é um sonho!

Meio estranho ela mandando emoji e tudo mais, mas ok. Vou dormir cedo hoje pra acordar bem amanhã.

Fiz minha higiene noturna, soltei um barro bonito, coloquei meu pijaminha roxo favorito e deitei.

Esqueci de perguntar que comida eles servem... Ah, tá tudo bem! Eu como de tudo mesmo. Sendo comestível eu topo.

Demorei pra pegar no sono, mas peguei e dormi feito um anjo. Sonhei que estava casando com a Pérola. Ela estava tão linda de terno e gravata, tão elegante, tão... Sensual.

Acordei muito bem disposta e feliz. Fui saltitando até o banheiro e fiz minha higiene matinal. Tomei banho de água e de perfume. Peguei minha melhor roupa e fui. Acho que vai ser a primeira vez que vou chegar antes do horário pra alguma coisa. O que a gente não faz pelo crush, não é?

Espero que ela esteja arrumadinha tipo Pérola. Amo quando ela usa aquelas camisas sociais. Toda arrumadinha, toda Pérola! Eu sei que estou me iludindo com uma mulher comprometida. Na verdade com uma mulher que nunca sai um mindinho da linha, mas não consigo evitar!

Eu também sei que posso quebrar a cara e que ela queira só um almoço entre amigas. Mas se ela quiser um algo mais, estou pronta e não tenho peso na consciência por isso! Tá, talvez um pouco... Ametista, engole a consciência e vai! Sem pânico! Vai dar tudo certo.

A Pérola fez alguma coisa comigo. Ela namora com minha amiga, quebrou meu coração, mas eu continuo atrás dela. Eu nem vou falar pra Peridot sobre isso ou ela vai bater a mão na testa e me dizer que não vai dar certo. Mas eu sei que nada vai dar errado.

Meu estômago roncou um pouco dolorido, mas deve ser do estresse. Não sei porque está estressado amiguinho, você vai ser alimentado e estar perto da melhor pessoa do mundo!

(P.O.V. Lápis Lazuli)

Eu consegui arrumar um encontro pra Pérola assim tão fácil. Devia trabalhar de cupido.

Eu queria ser uma mosquinha pra saber o que vai acontecer e dar algum empurrãozinho, caso necessário. Vou nesse encontro, mas vou disfarçada.

Olhei no relógio e ainda tinha tempo. Meu cabelo azul não é algo que passe desapercebido numa multidão, mas acho que tenho uma peruca de uma festa que fui vestida de Loira do Banheiro. Não sou fã de ter cabelo comprido, mas faço esse sacrifício só por hoje.

Acho que tenho uma roupa nada a ver com meu estilo. Achei uma blusa rosa chiclete é uma bermuda curta cor de pele. Roupas que eu nem sabia que existia. Agora tênis não dá, vou de All Star tradicional. Vou matar meu estilo completamente, mas All Star precisa!

Passei uma maquiagem bem exagerada e coloquei óculos escuros e arrumei a peruca. Me olhei no espelho e vi o inverso de mim. Nem minha mãe vai me reconhecer assim!

Saí de casa e fui direto até o restaurante. Vou perambular um pouco até ver uma das duas chegar.

Dei umas quatro voltas no quarteirão e nada delas chegarem. Só falta terem amarelado as duas! Vou encostar na porta do shopping onde tem muita gente fumando, assim me misturo e fico de olho também. Até tirei meu óculos escuro.

- Lazuli? – Eita porra! Alguém me reconheceu!

- Peridot?

- O que você está fazendo aqui... É assim? Não que você não tenha ficado bonita, mas... Não é seu estilo. – COMO DIABOS ELA ME RECONHECEU?

- Como você me reconheceu?

- Ah... É... S-Seus olhos. – Ela corou que linda! – Vim comprar os bonecos de ação dos Jovens Titãs. O Cartoon original! E te vi.

- Estou disfarçada..

- Ah vá! Achei que estava rolando uma festa a fantasia por aqui. – Oras! Eu que falo assim... – Quem quer pegar?

- Arrumei um encontro pra Pérola com a Ametista e quero ver isso bem de perto... Ah lá! Pérola chegou! Hum... Ela seguiu minha dica da camisa. Ah safada! Vem comigo Peridot!

Puxei a Peridot pelo braço e arrastei ela até o restaurante. Vi pela janela a mesa que a Pérola escolheu e sentamos na mesa de trás, eu fiquei de costas e a Peridot de frente. Ah droga! Ela não está disfarçada. Cheguei perto dela e cochichei:

- Você está muito Peridot. Vamos no banheiro. – Ela acenou com a cabeça e fomos ao banheiro.

- Só não cortar meu cabelo que está tudo certo... – Vou é tirar esse gel todo na água! – Não joga água! N... Já era...

- Agora fica quieta!

- O-O quê você vai... Ah não! Nada de maquiagem! – Peridot fica quieta!

- Pronto. Consegue ver sem seus óculos?

- Não consigo...

- Mas tira eles ou vai dar bandeira!

- Esse eu fico com eles! Muito obrigada.

Sequei o cabelo da Peridot com toalhas de papel mesmo. Peridot tem o cabelo meio enrolado, não é tão liso. Fica meio cheio, é engraçado.

Ela deu umas resmungadas, mas aceitou o visual por um dia. Depois de hoje, mereço entrar pra CIA ou FBI.

Voltamos pra mesa e a Ame já tinha chegado. Peridot me cutucou e me disse baixinho:

- A Ame não está bem... A cara dela não está boa. Ela está com dor.

- Deixa eu tentar ouvir elas...

(P.O.V. Pérola)

Eu acordei bem e preparada pra sair com a Ame, vou fazer disso um almoço entre amigas. Vou com uma... Hum... Vou com uma camisa formal roxinha clara que a Ame tanto gosta ou com essa camiseta normal branca? Vou com a normal... Não! Com a formal! Não que eu queira impressionar a Ame... É que fica melhor o look assim.

Eu estava chegando no restaurante quando vi, na porta do shopping, uma moça que parecia ser a Lápis, mas não era não... Loira, meio perua. Lápis preferiria morrer a se vestir assim!

Escolhi uma mesa perto da janela, é um ambiente legal. Restaurante italiano de massas com muitas mesinhas de toalhas quadriculadas, tudo muito bem iluminado. Cardápios de couro preto em cima de cada mesa, um para cada cadeira, garçons preparados e atentos para servir todos os clientes.

Alguns minutos depois e Ametista chegou. Nossa! Ela está muito linda, mas... Parece que ela está com dor...

- Oi Pérola... Awt... Own...

- Você está bem?

- Estou sim... É só meu estômago. - Então esse encontro está cancelado? Não sei se fico feliz ou triste...

- Se quiser podemos deixar pra...

- Não! Agora! Eu tô... Eu tô bem! Já pediu?

- Ainda não. Estava te esperando para pedirmos juntas.

Ame se sentou e ambas abrimos o cardápio.

- Nossa! Que perua! Ela parece a Lápis. - Tirei meus olhos do papel e olhei pra trás discretamente.

- A outra parece a Peridot.

- Não parece não! Nem um pouco. Só os óculos que lembram.

Sei de ombros e voltei a olhar o cardápio. Ouvi uns grunhidos da Ame. Ela não está bem.

- Já escolhi o que eu quero. – Ame disse forçando um sorriso.

Logo um garçom apareceu no nosso lado com o caderno pronto para anotar nosso pedido. Eles são bem eficientes, gostei!

- Eu acho que vou querer o Talharim ao molho Pesto com Camarão.

- Eu quero uma Bru... Brucheta de cogumelos.

- Bruschetta, Ametista. Se fala Brusqueta.

- Isso que ela disse.

O garçom anotou, acenou com a cabeça, pegou nossos cardápios e...

- MANGIA GUSTAVO! – Aí que susto! Ele berrou do meu lado! E grosso! – UNO PRATO DE TALHARINE PESTO I OTRO DE BRUSCHETTA CHAMPIGONE!

Ametista riu do meu sobressalto. Pensando bem, teve ter sido engraçado. Ouvi risadas vindas das minhas costas também, com um sibilado de silêncio. As peruas atrás de mim estavam se matando de rir. Ame parou de rir e começou a ganir de dor.

Notei que o restaurante estava começando a ficar cheio e várias pessoas falavam alto e gesticulavam. Olhei para frente e vi Ametista me encarando com a cabeça apoiada nas mãos. Eu acho que vou puxar assunto:

- Então, Ame, como está a vida?

- O de sempre. Eu como, durmo, faço os trabalhos. E sua vida?

- O de sempre também...

- Seu namoro com a Sheena?

- Bom...

- Seus pratos... – O garçom me salvou! – E aquelas moças atrás da senhora...

- Senhorita, por favor.

- Senhorita, desculpe. É cortesia delas. – Outro garçom chegou com os pratos e com uma garrafa de vinho.

Algo aconteceu e o garçom escorregou e lançou a bandeja, eu consegui desviar, mas Ame não. Ela caiu da cadeira com a bandeja grudada no rosto e as pernas abertas. Ouvi um abafado 'Ai’ e fui socorrer minha amiga.

- Ame! Você está... ECA!!! - No exato momento que descobri Ame, ela soltou um jato de vômito em minha blusa. Esse encontro está maravilhoso!

- Minhas estrelas! Pérola, me desculpa, e-eu te ajudo a limpar...

Estava com raiva e nojo da situação, olhei em volta e todos estavam nos olhando espantados. Olhei para Ame e vi alguns cogumelos no meio de seus cabelos, um macarrão enfiado na narina direita e muito, muito molho cobrindo seu rosto todo. Vi uma Bruschetta no meio do decote dela.

Olhei para minha camisa e estava igual aqueles testes com borrão de tinta. Não me aguentei e comecei a rir. Não conseguia parar! A cena estava hilária! Ame olhou seu reflexo na bandeja e começou a rir também.

Ouvi risadas conhecidas na multidão. O som de porquinho característico da Lápis. Não acredito! Ela é a cabelo comprido! E a Peridot deve ser a outra.

Ametista pegou um punhado de comida e acenou para mim. Entendi na hora, peguei uma Bruschetta e atiramos as duas ao mesmo tempo nas disfarçadas. Ame acertou Peridot e eu errei a Lápis, acertando, também, em Peridot.

Peridot ia revidar, mas apareceu uma mulher muito alta e larga berrando:

- O que está acontecendo aqui?!

- Desculpe... Um de seus garçons escorregou e jogou comida na minha amiga. Ela acabou vomitando em mim. Reconheci nossas amigas disfarçadas e jogamos comida nelas... Peço mil perdões pela bagunça. – Tentei explicar. A mulher me fuzilava com os olhos tentando reconhecer um pingo de mentira.

- Certo. Como o erro foi de um dos meus, não há problemas. Pode preparar novos pratos para elas, por conta da casa. – Oi?! Sério?

- Ãn... Pérola, podemos pedir pra viagem? Precisamos nos limpar... – Ametista disse um pouco sem graça.

- Claro que podem! Se prometerem que vão voltar... – A mulher disse com um largo sorriso. Seu humor é um tanto volátil...

Assim que os pratos ficaram prontos, os pegamos e fomos em direção a casa da Ame.

- Poderia me deixar em casa? – Peridot me disse com os óculos cobertos de molho. Como ela estava enxergando eu não sei...

- Posso ir junto com vocês? — Lápis disse já pegando a bolsa para sair.

Esse encontro saiu completamente diferente de qualquer outro na minha vida!


Notas Finais


Acho que esse encontro não saiu como esperado! rsrs
Lápis loira de cabelo longo foi mais reconhecida que a Peridot sem gel. Rsrs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...