História Would you love me? - Imagine Jungkook - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Seventeen
Personagens Hansol "Vernon" Chwe, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Idiotice, Imagine, Imagine Bts, Imagine Jungkook, Referencias, Romance
Exibições 809
Palavras 1.064
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Fluffy, Lemon, Musical (Songfic), Romance e Novela, Suspense, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Bom gente...
Infelizmente eu não vou poder postar até o próximo fim de semana...

"Mas Lilith, POR QUE?!"

Porque eu vou estar em semana de provas, então não vou ter tempo para escrever...

Mas eu volto logo!
Me aguardem...

Capítulo 13 - Ele é um homem morto!


Fanfic / Fanfiction Would you love me? - Imagine Jungkook - Capítulo 13 - Ele é um homem morto!

Jungkook POV

Já se faz quanto tempo?
Um, dois, três dias?
Três dias...

Mas para mim parecem ser três anos...
Sem ela aqui parece que o tempo está passando devagar.
Nesses dias me reconciliei com os meninos, e eles estão ajudando a procurar S/N.

Só de lembrar do nome dela sinto um aperto no meu peito...
S/N... Só espera meu anjo... Eu vou te achar!

S/N POV

Já se passaram três dias...
Três dias que meu padrasto louco e bêbado está abusando sexualmente de mim... Seus toque me dão nojo, repulsa...
Não são comos os toques de Jungkook...
Pelos menos o idiota do meu padrasto me dá as pílulas anticoncepcionais.

Ah Jungkook... Eu sinto tanto a sua falta...
Se eu sair viva daqui... Quero te ver de novo. Se bem que... Não acho que você vai mais me querer... Eu sou suja...

As lágrimas começam a escorrer pelo meu rosto já pela quarta vez hoje.
Por favor... Alguém me ajude... Eu não tenho mais forças para lutar.

Estou quase desistindo, e me deixando cair no abismo.

Fechei os seus olhos tentando dormir um pouco. Me sentia tão cansada...

Talvez seja melhor eu desitir mesmo... Já começo a perder as esperanças...

Jungkook POV

Estou perdendo a cabeça!
O tempo passa e a cada segundo fico mais desesperado!

Não sei se ela está bem...
Nem se está viva...
Quero acreditar que ela está bem, e que está viva!
Quero muito acreditar isso... Quero acreditar que meu anjo está bem.

Eu e a mãe de S/N estamos indo para a delegacia, parece que acharam algumas coisas interessantes.

Assim que chegamos lá o detetive que está liderando as investigações nos falou sobre algumas coisas que conseguiu. A mais importante foi que uma vizinha veio até a delegacia e contou para ele que S/N estava assustada falando com um homem alto, de porte forte, pele bronzeada, cabelos castanhos bagunçados e olhos verdes, antes de entrar correndo em casa e ele ir atrás dela.

Nesse momento a mãe de S/N ficou pálida. Ela disse que conhecia o homem, era o tal padrasto abusivo de S/N...

Esse desgraçado... Se ele encostou um dedo na minha mulher ele vai morrer...

Sai correndo da delegacia, a mãe de S/N me chamou, mas eu só corri cada vez mais rápido.
Cheguei em um beco e parei por alí, ficando escondido na escuridão da noite.
Ah sim, anoiteceu tão rápido.

Começou a chover... Ótimo, pelo menos assim ninguém notaria as minhas lágrimas. Pensariam que são gotas de chuva...

S/N... Eu não te protegi como prometi! Me perdoe! Eu deixei ele te levar!
Que tipo de namorado eu sou?!

Espera... Eu nem sou namorado dela...

Agora que penso nisso, existe a possibilidade de ela estar morta agora e eu nunca vou poder falar como a amo...
Não vou poder ter uma vida com ela...
Por causa dos meus descuidos...

Soco a parede com força, fazendo-a rachar de leve, e minha mão começou a sangrar. Mas nem doeu... Sem ela por perto eu não sinto nada... Sou como uma casca vazia.

Vou andando pelas ruas ficando cada vez mais encharcado, mas eu não me importava.
Quando vi estava no parque onde eu e S/N tivemos nosso primeiro encontro.
Lembranças tão doces, mas tão dolorosas...

Meu amor, me de algum sinal de que está bem. Qualquer um que seja...

Me sentei em um banco na chuva, olhando o parquinho vazio.
De repente alguém com um sobretudo e um chapéu senta ao meu lado e me passa uma pasta.

Jungkook: Errrr... Olha, acho que está esperando outra pessoa...

A pessoa fez que não com a cabeça e apontou para algo na pasta.

Ela estava endereçada para mim.
Quando ia falar mais alguma coisa a pessoa havia desaparecido no ar, sem deixar rastros.

Decidi abrir isso em casa.

Assim que chego está tudo vazio. Meus pais nunca estão em casa, e meu tio e seu namorado estão de viagem.
Isso parece muito vazio sem S/N...

Vou para o banheiro e tomo um banho demorado e relaxante.
Depois coloco e pijama e abro o envelope.
Nessa hora meu sangue ferveu e senti um ódio que jamais senti antes.

Dentro do envelope haviam várias fotos de S/N. Fotos do dia em que foi sequestrada. Ela correndo para dentro da casa. O cara levando ela embora apagada.

Ah... Mas as próximas me deixaram com sede de sangue...

Fotos tiradas do lado de fora de uma casa...
Nelas aparecia uma janela aberta no meio da noite. Dentro do quarto S/N estava algemada semi-nua em uma cama enquanto aquele desgraçado passada a mão nela, beijava ela... Dessa vez minhas lágrimas eram de completo ódio...

Ele tocou nela! Não vou poupar sua vida...

As outras fotos me deixaram cada vez pior... Ele estava abusando dela, é evidente que estava estuprando ela... A cara dela era de dor, terror e várias outras emoções...

Ele é um homem morto...
Guardem minhas palavras...
Eu vou matar ele com as minhas próprias mãos.

Me visto correndo e ligo para todos, para se encontrarem na casa de S/N. Eles precisavam ver isso.

Quando cheguei todos já estavam lá e me olhavam preocupados e com medo. Claro, eu deveria estar com sangue nos olhos...

Assim que mostrei as fotos eles ficaram em choque e me perguntavam como consegui essas fotos. Expliquei tudo sobre o cara estranho no parque, etc. Ninguém tinha idéia de quem ele era.

Mas isso não é o importante!
O importante é que temos algumas pistas de onde ele pode estar com ela graças a essas fotos.
E temos provas de que ela ainda está viva!

Tae analisava as fotos com o cenho franzido.

Jungkook: O que foi Tae?

V: Pessoal... Essa janela... Isso não lembra vocês de algo? - negamos com a cabeça - Pessoal! A casa abandonada no bosque na saída da cidade caramba! A gente ia lá toda hora!

Choque. Isso descrevia nossas expressões...
Ele tinha razão... Era a mesma janela...
É possível que seja lá mesmo!

Jimin: Precisamos ir para a delegacia! AGORA!

Assentimos e fomos divididos no meu carro e o carro da mãe de S/N.
Chegamos e já começamos a falar tudo.

Chamaram viaturas e uma ambulância, já que provavelmente S/N iria precisar.

Falaram que era bom nos prepararmos.
Estávamos indo imediatamente para lá, para acabar com isso de uma vez por todas.

Espere só mais um pouco meu amor...
Eu estou indo!


Notas Finais


Espero que tenham gostado!!!
Bjos de coxinha! :3 <3

Qualquer coisa podem me chamar no tt: @Lilith0kamiFics

Ou aqui mesmo no Spirit por mensagens! :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...