História Would you love me? - Imagine Jungkook - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Idiotice, Imagine, Imagine Bts, Imagine Jungkook, Referencias, Romance
Visualizações 1.331
Palavras 1.078
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Fluffy, Lemon, Musical (Songfic), Romance e Novela, Suspense, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 15 - Eu te amo... Meu anjo...


Fanfic / Fanfiction Would you love me? - Imagine Jungkook - Capítulo 15 - Eu te amo... Meu anjo...

Jungkook POV

Fiquei horas no hospital no quarto de S/N. Observava ela desacordada na cama.
Me doía ver ela assim...
Esperava por algum milagre, que ela abrisse os olhos e sorrisse dizendo: Te enganei direitinho né bobo?

Mas é óbvio que isso não iria acontecer...

Fui para a minha casa tomar um banho e comer algo depois de ser quase arrastado para fora do hospital pelos outros.

Mas assim que terminei tudo fui de novo para o hospital. Todos me olhavam com um olhar de pena, mas sabiam que eu não iria embora.

Sentei-me na poltrona ao lado de sua cama, segurando sua mão. O cansaço veio, e acabei adormecendo sem soltar sua mão.

S/N POV

Estava em um lugar escuro. Não parecia ter mais nada por lá, só a escuridão.

Ouço um choro baixinho atrás de mim, e me viro rapidamente.
Sou eu, porém mais nova, na idade em que meu pai morreu, chorando sentada no chão. A cena se torna diferente. Dessa vez ela é a primeira vez que Marcos tentou abusar de mim.

Várias outras lembranças dolorosas aparecem diante de mim...

De repente elas mudam...
São minhas lembranças com Jungkook...
Mas... Essas são felizes...

Sorrio com elas.

???: S/N?

Ouço uma voz atrás de mim.
Eu reconheceria essa voz em qualquer lugar...

S/N: Jungkook! - me viro rapidamente. Ele estava um pouco longe de mim, mas sorria.

Jungkook: Vem amor! Vamos ir para casa! Juntos! - ele sorri ainda mais com os olhos fechados e estende a mão na minha direção.
Sorrio e corro em sua direção, abraçando ele, que retribui o abraço imediatamente.

Jungkook: Senti sua falta...

S/N: E eu senti a sua...

Nos separamos minimamente e nos beijamos.

Ao longe podia ouvir barulhos de máquinas de hospital. Não estava entendendo nada...

Jungkook: Está na hora de acordar e voltar para mim, meu anjo. - ele sorriu novamente e desapareceu no ar.

Uma luz branca me cegou.

Onde estava?

Jungkook POV

Acordei sentindo alguém fazer carinho na minha cabeça.

Olhei para cima entrando em choque.
S/N estava sentada na cama, sorrindo para mim, enquanto mexia nos meus cabelos.

Ela estava acordada!

Jungkook: S/N! - sem pensar duas vezes me levanto e abraço ela.

S/N: Oi meu amor... Senti sua falta... - disse retribuindo o abraço.

Jungkook: Você não tem ideia de como isso aqui era um inferno sem você...

S/N: "Isso aqui"?

Jungkook: A minha vida... Estava um inferno sem você...

S/N: Jungkook...

Não perco tempo e beijei ela com todo o amor que sinto por ela.
Mas... Ela ainda não sabe que eu a amo, não é?

Jungkook: S/N... Eu preciso te falar algo...

S/N: Diga...

Jungkook: E-eu... Eu te amo... Te amo meu anjo...

S/N: Jungkook..... Eu também te amo!

Ela levantou da cama e me abraçou forte e retribui o abraço.

Jungkook: Deita na cama. Eu vou buscar um médico. - disse sorrindo.

S/N deitou na cama novamente e eu sai para buscar um médico.

Depois de algum tempo fazendo uns exames para saber se estava tudo bem disseram que ela já podia ir para casa e não teria nenhum tipo de sequela.

A mãe de S/N teria que ficar no hospital, então pediu que eu a levasse para casa e cuidasse dela, obviamente disse que sim.

Assim que chegamos na casa de S/N ela me pareceu meio distante...
Fomos para o quarto dela e fui tentar falar com ela.

Jungkook: S/N? O que foi meu amor? Você está distante...

S/N: Pode parar com o teatrinho Jeon...

Jungkook: O... Que...? Como assim?

S/N: Você só está agindo assim por pena...

Jungkook: Acha que eu só falei que te amo por que me sinto culpado? Não meu amor... Eu te amo mesmo... Muito!

S/N: Eu também te amo...

Beijei ela novamente, mas dessa vez era um beijo mais necessitado. Senti tanta falta de seus lábios nos meus, seus olhos, seu corpo...
Passei minhas mãos por debaixo da sua camisa e apertei seus seios, ouvindo ela gemer no beijo.

Mas ela me empurrou e se encolheu.

Jungkook: S/N? O que foi?

S/N: Eu... Ele...

Oh... Então era isso... Ela tinha medo de eu não querer mais ela, por causa dele...
Me aproximei dela de novo e fiz ela deitar na cama, ficando por cima dela.
Retirei sua camisa e a minha, então começei a distribuir beijos pela sua barriga.

Jungkook: Não importa o que aconteça... Eu nunca vou deixar de te querer... Nunca! Você é perfeita...

S/N: Jungkook...

Jungkook: Seja minha novamente meu amor.

Ela assentiu sorrindo e beijei ela ferozmente invadindo sua boca com minha língua.

Passamos o que pareciam horas fazendo amor. Seu corpo é como uma droga da qual já sou dependente, assim como seus beijos e seus abraços.
Deixamos diversas marcas no corpo um do outro, "pequenas marquinhas de amor".

Depois nos deitamos abraços, suados e exaustos na cama, sendo cobertos da cintura para baixo pela coberta.
Depositei um beijo em sua testa ouvindo ela rir baixinho. Ah minha pequena... Como é fofa...

Jungkook: Sabe... Eu não acreditava no amor antes... Mas você me fez acreditar nele novamente...

S/N: O que houve para que você deixasse de acreditar?

Jungkook: Eu era um garoto tolo, que só sabia se deixar levar nos diversos "Eu te amo" falsos que falavam... Fui muito usado por várias garotas interessadas na fortuna da família... Depois disso parei de acreditar no amor, e usava as mulheres para conseguir prazer, mas nunca me envolvia seriamente com elas. Mas... Você me fez acreditar de novo... Obrigado S/N...

S/N: Obrigado pelo que?

Jungkook: Por me fazer acreditar no amor de novo, por me amar, por ficar do meu lado quando preciso, e pelo simples fato de existir... Não sei o que faria se você tivesse morrido nas mãos do seu padrasto louco...

S/N: Você poderia tentar achar outra...

Jungkook: Não... Prefiro morrer do que ficar sem você aqui comigo...

S/N: Não exagera né Jeon... - disse sorrindo.

Jungkook: Não é exagero... Eu jamais acharia alguém como você... Nunca...

Pego sua mão e coloco em meu peito, e ela parece surpresa pela velocidade que meu coração está batendo.

Jungkook: Só você consegue me deixar assim... Louco de amor...

S/N: Nesse caso... - ela pegou minha mão e colocou em seu peito, seu coração batia tão rápido quanto o meu. - Acho que posso dizer a mesma coisa... Sou louca de amor por você também...

Sorrimos e trocamos vários beijos, pegando no sono logo depois.

Nada vai nos separar...

Certo?


Notas Finais


Espero que tenham gostado!!!
Bjos de coxinha! :3 <3

Qualquer coisa podem falar comigo no tt: @Lilith0kamiFics

Ou pelas mensagens do spirit mesmo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...