História Would you love me? - Imagine Jungkook - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Idiotice, Imagine, Imagine Bts, Imagine Jungkook, Referencias, Romance
Exibições 1.043
Palavras 1.173
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Fluffy, Lemon, Musical (Songfic), Romance e Novela, Suspense, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 7 - Ele se importa?


Fanfic / Fanfiction Would you love me? - Imagine Jungkook - Capítulo 7 - Ele se importa?

S/N POV

Quando acordei no dia seguinte percebi que acabei dormindo de tanto chorar.
Ele não pode nos achar.

Acabei acordando muito cedo, então decidi tomar um banho relaxante com muita calma.
Coloquei uma calça skinny azul clara, uma camisa (C/F) e um converse branco. Decidi fazer uma maquiagem bem leve para tentar disfarçar os olhos meio vermelhos e inchados graças ao choro, deixei o cabelo solto e desci para tomar café.

Quando cheguei na cozinha havia um bilhete na porta da geladeira.

"Bom dia meu amor!

Dormiu bem?
Desculpe não estar ai quando você acordar, mas uma enfermeira sofreu um acidente e precisavam de mim no hospital para substituí-la.
Então não se preocupe! Eu estou bem!

Ah, e mais uma coisa.
Mais cedo um tal de Jungkook ligou para saber que horas você ia para o colégio hoje.
Disse que o horário de sempre.

Depois quero saber quem é esse Jungkook viu? :D

Beijos,

Mamãe."

Ele ligou pra minha casa hoje?
...
Ok né...
Mas não acho que ele tenha realmente me ligado para saber o horário que eu ia estar no colégio.

Tomei meu café e dessa vez fui de patins até o colégio.
Quando cheguei na entrada do colégio alguma pessoas me olhavam estranho.
Tirei o patins e coloquei o converse novamente.
Mas assim que entrei no colégio e fui para o corredor da minha classe fui parada pelo fã-clube maluco do Jungkook.
Já conhecia todas pelos nomes...

Kim: Onde pensa que vai sua vadia?!

S/N: Vadia é você! E eu vou pra classe. - me virei para ir embora, mas duas garotas bloquearam a minha saída, e mais duas apareceram do nada. - O que é isso? 5 contra 1? Meio injusto...

Melly: Cala a boca! O que você fazia ontem com o NOSSO Jungkook na praça?! A Yang Mi falou tudo!

Ah... Essa vadia me paga...

S/N: Não devo satisfação da minha vida pra vocês.

Kim: Você que sabe... Meninas... Segurem ela!

Eu tentei correr, mas elas me agarraram e me prenderam no chão, quatro meninas me seguravam no chão, uma em cada braço e em cada perna.

S/N: ME SOLTEM! - eu gritei tentando me soltar, falhando miseravelmente.

Droga... Ainda era cedo e não havia mais ninguém naquele corredor.

Kim: Calma... Se mexer vai doer mais...

Dito isso ela tirou um canivete do bolso e se aproxima de mim.
Essa garota é maluca!

Mas antes de fazer algo em mim com o canivete ela pisa com força na minha barriga, o que me causou uma dor insuportável.
Ela me chutava e socava em todos os lugares menos o rosto.

Kim: Hora de sofrer por ter tentade tirar ele de nós...

Ela levantou minha camisa e começou a fazer cortes leves na minha barriga, me fazendo berrar de dor.
Os cortes passavam para os meus braços e pernas, cortando minha calça junto.

Os cortes eram leves, mas já estavam em grande quantidade, e aos poucos a perda de sangue foi me deixando tonta, quase desmaiando.

???: O QUE VOCÊS ESTÃO FAZENDO?! - ouvi uma voz furiosa gritando, mas não consegui reconhecê-la, tudo ao mei redor girava e ficava cada vez mais escuro.

Senti elas me soltarem e correrem para longe.
Alguém correu na minha direção e me pegou no colo, me levando as pressas para algum lugar.

A esse ponto a única coisa que eu via era a escuridão.

Jungkook POV

Acordei bem cedo e decidi ligar para a casa de S/N para chamar ela pra sair mais tarde.
Quantas mais forem as vezes que a gente sai mais rápido ela vai se apaixonar por mim.
Mas sua mãe atendeu, e eu tive que inventar uma desculpa do motivo minha ligação.

Depois disso me arrumei rápido e tomei café rapidamente para poder fazer algo antes de ir para o colégio.
Coloquei uma camisa preta, calça jeans e um converse branco, com um boné virado branco de aba preta.

Jin havia me pedido para passar na joalheria hoje para pegar um colar que ia dar de presente pro tio Namjoon.

Ainda bem que sai bem cedo, porque a moça que atendia lá só ficava dando em cima de mim ao invés de me atender...
Para a minha sorte a senhora que era dona da joalheria apareceu, deu uma bronca na moça e me atendeu.

Não teria tempo de voltar para casa e deixar o colar lá. Mandei uma mensagem para Jim explicando tudo e ele disse que não tinha problema.
Então guardei a caixinha na minha mochila e fui para o colégio.

Assim que entrei algumas pessoas me olhavam estranho. Ignorei e fui para a classe, mas ao chegar mais perto do corredor da classe fui ouvindo berros de dor, e a cada passo que dava a voz ia ficando cada vez mais reconhecível.

S/N...

Quando menos vi estava correndo na direção dos berros, e quando cheguei fiquei horrorizado com a cena na minha frente.

Quatro meninas do meu fã-clube maluco estavam segurando S/N no chão enquanto outra cortava S/N com um canivete.

Ver ela machucando S/N fez uma súbita raiva crescer em mim, mais e mais.

Jungkook: O QUE VOCÊS ESTÃO FAZENDO?! - peruntei furioso.

Ela me olharam assustadas e sairam correndo.
Corri até S/N e imediatamente peguei ela no colo e saí correndo até a enfermaria.
Lá colocaram ela em uma maca e me pediram para explicar o que houve enquanto a ambulância não chegava.

Eu contei cada detalhe para eles e chamaram o diretor para que eu contasse e ele. Me disseram para ir na sala dele, mas eu disse que não sairia do lado dela.
Não sei o que deu em mim, só sentia a necessidade de estar do lado dela até saber que ela estava bem e fora de perigo.

Ouvi o diretor falar algo sobre chamar a polícia para lidar com as meninas e chamar os pais, e não vou mentir que amei a ideia. Conheço os pais dessas garotas, e quando eles souberem o que as filhas fizeram vão ficar mais que furiosos.

Quando levaram S/N para o hospital eu fui junto e não sai do lado dela até que levaram ela para fechar as feridas e ver se não houve algo mais sério com ela.
Fiquei algum tempo na sala de espera até que um médico chegou para me falar sobre o estado dela.
Ele disse que não houveram danos internos, mas ela ficaria com hematomas pelo corpo por algum tempo e que os cortes ficariam bons logo e não deixariam cicatrizes.
Eu senti como se tivessem tirado um saco de areia das minhas costas.
Pedi se podia ver ela e ele me permitiu.
Assim que entrei no quarto ela estava dormindo por causa dos remédios.
Me aproximei da cama e segurei sua mão.

Jungkook: Me perdoe por isso ter acontecido com você princesa... A culpa foi minha... - nem eu sei porque chamei ela assim, mas senti uma enorme necessidade de fazê-lo.

Depositei um beijo em sua testa e sentei-me em uma poltrona que havia ao lado de sua cama.


Notas Finais


Esse Jungkook é um fofo mesmo... <3

Espero que tenham gostado!!!
Bjos de coxinha! :3 <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...