História Wow, Fantastic Baby! - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chen, Sehun, Xiumin
Tags Chenmin, Exo, Hunbaek, Sebaek, Xiuchen
Exibições 72
Palavras 1.278
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Ficção, Lemon, Shonen-Ai, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Boa leitura! É meio que muito bosta, mas foi feito à pressa ,-, Beijuns dlçs <3

Capítulo 8 - 8


Fanfic / Fanfiction Wow, Fantastic Baby! - Capítulo 8 - 8

POV Baekhyun

~~ 7:45 dia 21 de Maio (5 dias depois do acontecido) ~~

Ai... Que sono! Abri os olhos e vi o Sehun deitado do meu lado.

- Pois é, eu dormi aqui... Estivemos a fazer um trabalho.

Me sentei na cama e tentei levantar, numa tentativa falhada e acabei caindo no chão.

- Aah~ Q-Que dor!

Me agarrei à cama e subi nela, logo me sentando na ponta para não o acordar.

- Droga! Pensei que já tinha passado! Bem que 5 dias depois já devia de ter acabado esta estúpida dor né?! - murmurei.

- Hm? - falou coçando os olhos.

- Peço desculpa ter te acordado, Shunnie...

- Na- *Bocejo* Não foi nada... - se sentou. - Ei, Baek.

- Sim?

- Que dia é hoje?

- Então... - contei pelos dedos o dia. - 21.

- Ér... Hoje não é terça?

- É... OH NÃO! HOJE HÁ ESCOLA! - coloquei as mãos na cabeça desesperado.

Tentei me levantar e como já devem ter imaginado, sim, eu voltei a cair. O que ele fez? Exato. Apenas se riu.

- Não fiques aí especado e me ajuda!

- Claro, pequeno.

Ele me deu a mão e eu agarrei-a.

- Eu não sou pequeno! Você que é muito alto!

- Sabe quantas vezes já me falaram isso? - ele deu uma risadinha.

Eu fiquei um pouco triste ao ouvir isso. Ele já chamou quantas pessoas de pequeno? Baixei a cabeça e fiquei olhando os meus pés que, por incrível que pareça, pareciam que eram lindos. Acho que ele percebeu quando parou de sorrir e falou comigo.

- Ei. O que aconteceu?

- Nada. - falei com os lábios quase colados.

- Oh, você ficou triste quando eu falei aquilo? Calma, eu nunca namorei. Você é o primeiro.

Levantei a minha cabeça com os olhos arregalados e olhei nos olhos dele. Corei e me virei.

- P-Para, Sehun.

Senti ele me abraçar por trás e um choque atravessar o meu corpo. As minhas pernas amoleceram quando ele aproximou a sua boca da minha orelha e a lambeu.

- Eu sei que você me ama.

Ele me vira de um jeito gentil, sorrindo. Ai, esse sorriso dele... Basta esse sorriso todas as manhãs para eu ter um dia maravilhoso. Cela nossos lábios num beijo caloroso me fazendo arrepiar todo e pede passagem com a língua à qual eu cedo a entrada. Não demora para ele começar a explorar a minha boca ao mesmo tempo que levanta a minha camisa passando a sua mão no meu peitoral. Gemi baixinho e ele separou o beijo, me dando outro na bochecha. Parámos e ele falou para eu ir tomar banho, mas não dava.

- Porque não?

- Porque ainda está a doer... - fiz biquinho e ele mordeu. - Ai!

- Tão fofo... Eu te ajudo.

Ele me pegou no colo e me levou até à banheira.

- Você se despe ou eu te ajudo também? - perguntou num tom de malícia.

- Você me ajuda, Shunnie... - pedi com cara de cachorro abandonado.

- Você que decide.

Ele tirou minhas roupas até eu ficar só de box.

- Hm... - analisou-a e mordeu os lábios, levantando a cabeça. - Quando acabar as aulas, você vem para cá.

Ele me puxou para perto de si com uma certa força, mas eu o afastei.

- Eu vou na casa da minha namorada. - falei com um sorriso provocante.

Ele arregalou os olhos e ficou com raiva, e eu com medo dele. Ele agarrou na minha cintura e me puxou para ele me apertando muito, deixando a minha cintura roxa.

- Escuta aqui. Você é só meu, ouviu Baekiie?

Ele mordeu a minha orelha, enquanto me apertava mais e mais.

- C-Certo...

- Você vai acabar com ela e vai ficar comigo, tudo bem?

Consegui me afastar do Sehun possessivo e ele iria surtar se eu lhe dissesse que não existia nenhuma, então corri para o banheiro com um pouco de dificuldade e claro, ele me seguiu.

- Ei Sehun...

- Fala?! - falou um pouco alto e frio.

- C-Calma! E-Eu não n-namoro, e-estava só b-brincando com v-você...

Ele não falou mais nada e ouvi um barulho de porta trancada, mas foi longe, então só podia ser do quarto dele. Saí devagar do banheiro e me deparei com ele, agarrando o meu pulso fortemente.

- Agora não, mas você vai ser punido por ter-me feito acreditar em você...

Engoli em seco e fiquei com mais medo ainda.

- Anda, vou-te dar banho.

Assenti, tomámos banhos juntos e nos vestimos.

~~ Quebra de Tempo ~~

Chegámos à escola a correr! A casa dele fica longe, meu deus! Dois quarteirões?! São mas é 10 mil não? Chegámos à quarta aula, mas já está no fim, então decidimos ficar do lado de fora. Só faltavam 5 minutos para acabar, nem valia a pena entrar. Nos sentamos num banco ao lado da sala e suspirámos. O Sr. Shunnie colocou a desgraçada da sua mão no meu membro por cima da calça e fez movimentos de vai e vem e eu gemia um pouco alto.

- P-Para! Quer que o professor nos ouça?! *Sussurro*

- Oh, não importa. Lembre-se. Você é só meu...

- E-Eu sei...

Ele parou com os movimentos quando bateu o sinal e notou que eu estava duro, dando um sorriso um tanto malicioso.

- Vamos te aliviar?

- NÃO!

- Ah! Seu mau...

Ele se levantou e a minha cabeça estava na altura do membro dele, até que ele riu e baixou a cabeça para me roubar um beijo. Quando os seus lábios estavam perto dos meus, os nossos colegas saíam da sala e eu só soube o empurrar. Por sorte, ninguém viu. Xiumin e Chen eram os últimos a sair e saíram a conversar e a rir.

- XIUMIN! - chamei a sua atenção.

- HYUNG! ONDE VOCÊ ESTEVE?!

Me aproximei do seu ouvido um pouco nervoso que Chen ou Sehun ouvissem e verifiquei se estava alguém no corredor, por sorte não estava ninguém.

- Estive a fazer a merda do trabalho com o Sehun e acabei adormecendo lá, por isso que chegámos tarde e como faltava 5 minutos para acabar a aula, nós não entrámos. E como eu falei que tinha namorada olha o que ele me fez! *Sussurro* - lhe mostrei as marcas roxas na minha cintura e no meu pulso. Vi ele sorrir feliz e ser acompanhado por Chen que fez o mesmo. - E-Enfim... Ele disse que me iria punir! Ele vai me machucar, tenho certeza. E olha o que ele me fez agora enquanto vocês estavam a ter aula! *Sussurro* - ele olhou para onde eu apontei.

Ele sorriu com uma certa surpresa, mas decidiu me responder e eu ouvi com atenção.

- Ah, ele te deixou com uma puta ereção? *Sussurro* - assenti e corei.

- O que eu faço?! *Sussurro*

- Deixa ele te aliviar... Vocês são fofos juntos! *Sussurro*

- NUNCA! - praticamente gritei.

Chen e Sehun me olharam surpresos, se entreolharam e riram depois.

- Vocês dois! - apontei para eles. - Vão para o caralho!

Saí dali e fui para sei lá onde. Acabei me perdendo na escola, como ela podia ser tão grande? Senti uma mão no meu ombro de repente e me virei. Por favor! Não, tudo menos ele...

- Oi, Baekzinho! Teve saudades minhas?

- *Ri sarcástico* Porque eu teria? Não tenho saudades de vagabundos.

- Ora, não seja assim, querido.

Você devia de ir para o inferno, sabe? Eu estou irritado, porque você veio até aqui?! Eu estou mesmo, muito chatiado. Vou acabar te dando um soco! [Mídia]


Notas Finais


Obrigado por lerem ! Eu vos amo delicias <3 Desculpem o suspense, mas sou dessas e.e

Especado = Parado, imóvel. Ex: Ficou especado e não nos ajudou.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...