História Writer - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Hailey Rhode Baldwin, Justin Bieber
Personagens Hailey Baldwin, Justin Bieber
Visualizações 28
Palavras 1.779
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 16 - 16


- Vai melhorar, vai se tornar para você tão bom quanto comer e dormir. – rimos.

- É normal doer tanto? – riu.

- Acho que sim amor, eu nunca conversei sobre isso com as garotas que tirei a virgindade para ser sincero. – gargalhei.

- Como não Justin?

- Não dava tempo, os pais iam chegar, ou eu não me importava, ou eu simplesmente não perguntava. – assenti - Está doendo agora?

- Agora não, só doeu na hora.

- Boa noite Lexi, eu te amo. – sussurrou virando de lado nos fazendo ficar de frente um para o outro.

- Boa noite meu primeiro. – riu.

- E último. – dei um beijo nele.

[...]

Acordei com um som de panelas caindo e me sentei rápido assustando Justin que fez o mesmo que eu.

- Que susto! – levei a mão ao peito vendo já ser dia.

- A gente pode dormir mais? – Justin voltou a seu deitar e me puxou junto nos fazendo ficar de conchinha.

- Acho que não. – resmunguei.

- Ah. – resmungou me abraçando por trás.

- Vamos lá pintinho. – riu com a boca encostada no meu ouvido me arrepiando.

- A gente podia tentar de novo mais tarde, vai ser bem menos dolorido, prometo. – ri pelo nariz.

- Óbvio que vamos tentar de novo e porque está falando comigo com todo esse cuidado? Sou sua melhor amiga, namorada e homem dessa relação. – riu e começou a fazer cócegas em mim me fazendo gargalhar e me contorcer.

- Desculpa. – pulou em cima de mim ficando entre as minhas pernas e beijou meu pescoço.

- Ridículo! – riu e continuou a beijar meu pescoço me arrepiando.

- Alexis? – chamou apertando a minha cintura.

- Hum? – resmunguei.

- Nada, só queria dizer o seu nome. – ri.

- Queria sentir se é real? – riu.

- Exatamente, porque me entende tanto?

- Porque eu te amo e você estava certo sobre essa coisa de sermos perfeitos um para o outro, eu não sei de que forma, não sei se vamos ficar juntos, mas nós simplesmente somos extremamente parecidos sem sermos. Não sei explicar, acho que somos Justin e Alexis.

- Somos Jexi. – gargalhei tirando ele de cima de mim.

- Não começa com veadagem. – riu.

- Não sou eu que invento, são as fãs do nosso casal, algumas shippam Jexi e outras não.

- Eu olho meu twitter e meu amor, acho que mais gente não gosta do que gosta de mim, tenho até medo de andar na rua e ser atacada. – riu.

- Isso é bem possível, melhor tomar cuidado reclamona. – ri com ironia e me levantei ficando meio curvada por não se conseguir ficar totalmente em pé nessa barraca.

Coloquei meu biquíni e Justin prendeu para mim, saí da barraca vestindo o short e ele não gostou muito quando pegou James me olhando. Coloquei minha camiseta também e calcei os chinelos.

Lavamos o rosto e escovamos os dentes. Arrumei todas as nossas coisas, eu e Justin voltaríamos para a casa dos meus avós mais tarde. Justin guardou tudo no carro e fomos tomar café.

- Porque guardaram as coisas? – meu avô perguntou.

- Vamos voltar para Napa mais tarde vô, eu tenho que pegar um voo direto na segunda de noite, terça eu tenho fotos muito cedo. Preciso voltar a minha dieta e dormir muito bem hoje. – assentiu.

Comi apenas frutas e tomei água de coco, Justin comeu tudo e mais um pouco, ele sempre come demais.

- Bom dia. – Nori me abraçou por trás e beijou minha bochecha.

- Bom dia irmãzinha, dormiu bem? – ela estava com a cara inchada de tanto dormir e o cabelo preso em um coque no alto da cabeça, mesma carinha de sempre.

- Sim. – resmungou e se sentou no meu colo.

Beijei a testa dela várias vezes e ela apoiou a cabeça na curva do meu pescoço.

- Você está ficando muito grande para o meu colo. – bati na bunda dela que riu.

- Me deixa morar com você em Nova York? – olhei para os meus pais e depois para ela percebendo que eles não ouviram.

- Vem comigo. – nos levantamos e só parei quando estávamos na ponta do rio.

- O que? – cruzou os braços como uma criança mimada.

- Você vai terminar a escola e depois pode morar comigo para sempre, mas eu não posso te deixar sozinha em Nova York enquanto viajo o mundo, você se inscreve na universidade de Nova York, Columbia, qualquer faculdade em Nova York, eu pago, mas agora você não pode. – bufou se sentando na areia.

- Ah Lexi...

- Eu queria muito ter alguém em Nova York, mas eu estou pensando no seu melhor, não posso falar vamos e te deixar sozinha meses, que tipo de irmã eu seria, eu sou uma modelo famosa agora e estou lotada pelos próximos dois meses, não teria tempo de procurar escola, acompanhar sua adaptação e você sabe que é tudo o que eu preciso. – assentiu.

- Promete que posso morar com você ano que vem e fazer faculdade em Nova York?!

- Prometo meu amor. – a puxei fazendo-a ficar em pé e a abracei forte – Aguenta só mais um pouquinho, tudo bem? – assentiu – Eu te amo. – beijei o ombro dela.

- Eu te amo.

- Tudo bem aqui? – Justin parou na nossa frente.

- Tudo sim. – sorri.

- Acha melhor a gente ir indo? – perguntou e eu assenti.

- Lexi podemos conversar? – Gabby se aproximou.

- Pode falar. – cruzei os braços.

- Sinto muito por tudo, não devia ter agido como agi, trouxe esse chocolate como pedido de desculpa. – me deu uma barrinha e eu sorri pegando e comendo.

- Não se preocupe, já foi e obrigada. – levantei o chocolate e continuei comendo.

P.O.V Justin Bieber

Acabamos ficando para o almoço. Alexis estava estranha se coçando o tempo todo e eu via até algumas manchinhas nela.

- Alexis? – ouvi Gracie chamando ela.

- Oi vó? – o semblante da avó dela caiu e eu corri para ver o que estava acontecendo – O que houve? – começou a passar as mãos por ela – Dá para alguém me falar? – falou irritada.

- Você comeu amendoim? Camarão? – Carie segurou o rosto da Lexi.

- Não. – ela falou coçando o pulso – Por quê?

Peguei um espelho e dei para ela.

- Aí meu Deus! – gritou.

O rosto dela estava totalmente inchado, a orelha e a boca estavam também e vou falar, foi a primeira vez que vi Alexis feia em todo esse tempo, eu acordo e durmo com ela, mas ela estava irreconhecível de tão inchada.

- Eu não consigo respirar. – levou a mão a garganta.

- Ela comeu amendoim. – Carie falou para Gracie que correu e eu não sabia o que fazer – Respira fundo filha, se concentra nisso. – assentiu tentando – Quem deu amendoim para ela? – perguntou histérica e eu estava paralisado.

- Bebe Lexi, bebe. – a avó dela deu água e um comprimido – Ela precisa de um hospital agora, esse comprimido não vai ajudar muito, só vai segurar até o hospital.

- Justin você vai precisar dirigir muito rápido. – Carin falou arrastando Alexis e me dando a chave do nosso carro.

[...]

 

Nunca fiquei tão nervoso na vida para chegar a um lugar.

Lexi estava bem, na verdade com a alergia controlada, ela estava dormindo e sedada.

- Foi a Gabby que deu chocolate com amendoim para ela e foi proposital, porque ela sabia que a Lexi tem alergia. Essa menina é uma víbora. – Carin falou acariciando o rosto da filha.

- Eu poderia matar ela. – fechei minhas mãos em punhos.

- Nem me fale.

- O que o médico falou? – perguntei.

- Como a alergia foi muito forte ela vai precisar ficar uma semana de molho no mínimo.

- Ela vai surtar essas duas semanas em Londres são muito importantes. – contei.

- Melhor a saúde dela do que o dinheiro, ela recupera isso depois. – assenti.

- Vou esperar ela acordar e decidimos o que fazer. – sorriu.

- Obrigada pelo apoio Justin e por cuidar tão bem da minha menina. – apertou meu ombro e eu sorri.

- Faço porque amo ela Car. – sorriu.

- Tenho uma boa sensação sobre vocês dois. – ri.

- Espero que minha mãe esteja tão certa quanto você. – riu.

- Querido as mães sempre estão certas. – rimos.

Carin acabou indo para casa pegar roupas para Alexis e avisar todo mundo que ela estava bem. Laura ligava toda hora, mas eu só ia atender quando Alexis atendesse.

- Justin? – sua voz saiu fraca e ela se ajeitou na cama – Como está o meu rosto? – ri beijando a testa dela.

- Normal como antes. – suspirou de alivio – Mas estouraram algumas feridinhas na sua boca, você ficou muito mal Alexis, eu fiquei apavorado. – riu.

- Eu sou muito alérgica amendoim, mas eu amo e camarão é normal, só me dá muito coceira.

- Ok, nada de camarão nem amendoim, nunca mais. – assenti e eu lhe dei um selinho.

- Posso voltar para a minha vida quando? – perguntou se sentando na cama e jogando os cabelos.

- Você vai passar a noite em observação e se tudo correr bem acho que vai ser liberada amanhã. Mas vai ficar uma semana de molho, o médico disse que foi uma crise muito forte e pode atacar de novo de você não andar na linha. – suspirou passando as mãos nos cabelos.

- Justin eu vou perder 80 mil dólares de cada campanha, você tem essa noção? Eu ia fazer cinco campanhas e três desfiles de 50 mil cada, eu estou ferrada. – escondeu as mãos no rosto – Tudo por causa daquela vaca.

- Sua saúde é a mais importante do que 550 mil dólares. – ela me olhou indignada – É muito dinheiro mesmo. – espalmou as mãos para cima e eu ri – Os 150.000 estão perdidos mas os 400.000 nós podemos tentar remarcar as campanhas, podemos conversar com a Laura, pelo menos 400 mil você tem. – assentiu.

- Pode ser que funcione.

- Vou ligar para ela. – assentiu.

Peguei o meu iPhone no bolso e Lexi me deu o número e em pouco tempo ela atendeu.

- Laura Tiber? – soou.

- Laura é o Justin Bieber, tudo bem?

- Graças a Deus Justin, não está nada bem, temos um problema gigante.

- É eu sei...

- Já sabe do que aconteceu?

- Que Alexis está no hospital por ser alérgica a amendoim e quase morreu? Eu estou com ela.

- Não é isso, meu Deus como ela está?

- Se não é isso, o que é então? Ela está bem agora, não se preocupe.

- Justin os paparazzis tem fotos da semana toda de vocês, fotos de vocês no acampamento e pior, eles tem um áudio de você e da Alexis na barraca.

Continua...

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...