História Wrong Choices - destruída pelo primeiro amor - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Abuso, Estória Dark, Sequestro
Exibições 20
Palavras 1.384
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Necrofilia, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 3 - Capítulo III


Eu acordei dos braços de Mason com o barulho da campainha, Mason nem se mexeu,ele estava nu,não fizemos nada,mas ele se recusou dormir de roupa,seu pênis mesmo flácido era grande ao meus olhos, eu coloquei um roupão e fui atender a porta, a empregada eu a dispensei pelo resto da semana até ver o que eu faria, eu fico surpresa ao ver Ivan, ele é um senhor de meia idade advogado de confiança do meu pai

-Ivan?

-Bom dia menina Faith, me desculpa o horário mas o que eu tenho para lhe dizer é de extrema importância- ele fala sério

-OK,entre por favor!- eu abro mais a porta e vamos para a sala,e os vinte minutos seguintes são um baque

Eu apenas descobri que minha vida toda foi uma fraude, meu pai roubou milhões de pessoas inocentes, ele estava para ir pra cadeia quando minha mãe pediu o divórcio ele apenas não aguentou e então cometeu o crime, tudo que eu pensava que era meu,na verdade era dos outros,eu tinha apenas duas horas para sair da casa que eu vivi a vida toda, até mesmo meu carro não me pertencia mais,eu seria permitida sair apenas com as minhas roupas, quando Ivan saiu, Mason estava com os braços cruzados apenas de calça e com o peito descoberto,estava me olhando pensativo

-O que eu vou fazer?- eu estava fazendo de tudo para não deixar as lágrimas caírem, mas eu queria muito chorar,eu queria o colo da minha mãe

-Você é minha garota, arruma sua mala,vou ligar para um camarada meu vim nos buscar, você vai morar comigo!- ele fala sério pegando seu celular, eu arrumo rapidamente duas malas com algumas das minhas roupas e sapatos. Meia hora depois uma caminhonete enferrujada,parou em frente a minha,agora, ex casa, um homem perto dos quarenta estava usando uma roupa manchada de graça, ele sorri e mostra seus dentes amarelos

-Hey moleque,

-Hey dogcrazy,valeu mesmo..

-Estamos aí, Mark está a sua espera na oficina..

-To ligado, só passa na minha casa para eu deixar minha garota, e seguimos pra lá!- Mason fala sério

Eu fui ignorada todo o trajeto, a caminhonete para em frente de uma casa pequena de alvenaria, pneus velhos,um sofá rasgado e algumas peças de carro estavam espalhados no que era pra ser um jardim, mas havia apenas mato,a casa estava com uma pintura velha,eu respirei fundo e segui  Mason ele abriu a porta e a situação do interior não era muito diferente,ele caminha até um corredor e vai até a última parte onde há dois cadeados na porta, dentro, eu me surpreendo com a limpeza, pintura nova, uma cama de solteiro arrumada,um televisão pequena, realmente um lugar agradável

-Não saia daqui,aqui dentro tem uma geladeira com água e algumas frutas, aquela porta ali é um banheiro, somente eu uso ele, não importa o que você ouvir, não abra a porra da porta,a não ser se escutar minha voz,entendeu? Eu voltarei em algumas horas- eu balanço minha cabeça, ele se aproxima e me beija

-Eu vou resolver nossa vida, gata,eu sei que isso não era o que você imaginava mas vamos conseguir OK?agora descanse.- ele sai do quarto, é quando eu me permito chorar até cansar,eu adormeço na cama do meu amor,sentindo o cheiro dele.

Durante todo o dia eu escutei,pessoas entrando e saindo,um homem e uma mulher brigando, eu escutei os tapas e a mulher implorando por misericórdia,eu me encolhi,no canto da cama,eu nunca apanhei na minha vida,a única vez foi quando Mason me deu um soco,mas eu o perdoei, ele nunca mais me agrediu, agora a mulher estava gemendo e implorando por mais,eu não viveria desse jeito nunca apanhar e logo em seguida entregar meu corpo,não Mason nunca faria isso comigo,ele me ama e vai cuidar de mim como meu príncipe encantado.

No final da tarde ele chega, me dá um beijo e toma um banho

-Onde esteve o dia todo?- eu pergunto olhando seu corpo nu sentada na cama

-Trabalhando, precisaremos de dinheiro.. Seu homem está cansado,me dê algum alívio!-ele se aproxima e coloca seu pau ainda mole na minha boca, eu o saboreio,o cheiro de sabonete em sua pele é suave, ele geme,suas mãos seguram firme meu cabelo, eu me empenho em lhe dar o melhor boquete,seu pau incha na minha boca e como ele gosta engulo  tudo, ele sorri e dá um tapinha em meu rosto

-Boa menina! Agora vamos conhecer os outros moradores...-ele coloca uma bermuda, e camiseta e abre a porta, segurando minha mão ele me leva até a cozinha, onde há uma mulher grávida na beira do fogão, e um homem na mesa tomando uma cerveja, ele é uma versão mais velha de Mason

-Mark, Nina, essa é Faith minha garota, Faith esse é Mark, meu irmão e Nina sua esposa!- ele nos apresenta

-Muito prazer!- eu digo timidamente

-seja bem vinda!- a mulher responde, ela deve ter vinte anos no máximo, seu cabelo é castanho e curto,um corte torto como se alguém cortou de qualquer maneira,sua voz é delicada como a minha, e seu olhar é triste, mas parece estar feliz de ver uma presença feminina

-Bom,agora que fez as apresentações, já pode dizer a princesa que amanhã poderá sair do quarto e ajuda nos afazeres da casa!- Mark diz com raiva, Mason aperta minha mãos, e responde no mesmo tom

-Sem problema!- a gente senta na mesa,Mason pega uma cerveja e não me oferece, na verdade ele mal me olha,ele conversa com seu irmão, e eles simplesmente nos ignora, Nina termina o jantar,Mark faz uma oração e então começamos a comer,a sopa está aguada com alguns pedaços de peixe,e estava tão ruim quanto a aparência, engolir estava realmente difícil, mas comi tudo,principalmente porque Mark estava observando-me com raiva,e eu nem sabia o porque, eu agradeci o jantar e então Mason e eu fomos para o quarto, ele ligou a tv,fechado em seu mundo

-Seu irmão não está feliz comigo aqui né?- eu pergunto

-Não!- sua resposta direta me chocou

-Eu tenho de ir embora?

-Não, você é minha garota e ele entende isso,ele só não aceita que eu me juntei a uma menina rica..

-Bom ele vai ficar feliz em saber que eu sou a mais nova sem teto da cidade-eu digo sem humor, e para meu espanto ele da uma risada,

-Essa é sua nova casa,minha garota é toda minha!- por um momento eu penso que ele vai me beijar, mas ele levanta meu top e liberta meu seio esquerdo e o chupa,sua língua rodeia meu bico que fica duro,ele coloca uma mão dentro do meu short, eu tento tirar sua mão,eu ainda não estou preparada, seu dedo esfrega meu clitóris, eu sinto a umidade encharcar minha calcinha, eu solto um gemido, ele solta meu peito, seu olhar é de pura luxúria me hipnotizando, meu short e calcinha saem com um único puxão, revelando Minha boceta,

-Mason...eu não estou pronta ainda...-digo com medo,minha respiração está pesada

-Você agora é minha mulher, seu homem sempre vai precisar de conforto é sua obrigação cuidar de mim!- ele tira sua camiseta e bermuda, seu pau está duro como aço,

-Eu preciso..de tempo....-eu fico com medo,eu não quero fazer sexo agora, eu queria esperar meu casamento de verdade, mas ignorando meu comentário, ele se acomoda no meio das minhas pernas,e entra, com um único golpe ele arranca gritos de dor,quando minha virgindade vai embora, sua mão tapa minha boca, e olhando em meus olhos ele se movimenta sem parar

-Porra...que boceta gostosa...Aaaaaa...Humm...gostosa..-ele me fode,minhas unhas cravam em suas costas, o que deu mais impulso, minhas lágrimas em momento algum o fez parar,depois de várias estocadas ele da seu último golpe e goza dentro de mim.. Meu corpo soluça, eu não posso evitar, eu choro, ele me olha por alguns segundos e vai para o banheiro, quando ele volta Eu ainda estou estóica na cama,eu não queria,não estava pronta

-Deixa de drama, foi bom, a primeira vez da mulher é difícil, mas amanha será melhor, prometo,agora pare de chorar, vamos acordar cedo,eu preciso ir pró trabalho e você vai ajudar Nina na limpeza da casa! -ele diz,se deita de costas simplesmente me ignorando, eu levanto, e vejo a pequena mancha de sangue com porra no lençol, eu tomo um banho, visto uma camiseta dele e deito, cansada e dolorida eu adormeço.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...