História Wrong Choices - destruída pelo primeiro amor - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Abuso, Estória Dark, Sequestro
Exibições 21
Palavras 868
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Necrofilia, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 7 - Capítulo VII


Os dias passaram e os abusos eram constantes,eles nos chamavam de escravas e a ordem era para sempre agradecer cada tapa,soco,e chama los de mestre, era humilhante.

Nina estava na reta final da gravidez, nossas bocas eram mantidas com fitas, para não podemos nos comunicar,eu estava sonolenta quando a escutei gemer,ela estava com um plug anal, seu rosto era de dor,ela deitou e começou a fazer força, ela estava parindo,amarrada como um animal, eu não conseguia me aproximar, eu vi a o desespero dela em seu olhar, eu vi quando a criança começou a sair, eu só conseguia imaginar no sofrimento dela,o bebê iria morrer,a porta abriu e os dois saíram de dentro da casa,obviamente bêbados, se aproximaram dela,

-A vadia finalmente está parindo,Mason vá pegar um cobertor e uma faca para mim- Mark deu a ordem

-Empurra vadia,meu filho quer sair!- ele abriu as pernas dela ao limite

Eu senti um certo alívio do monstro estar ali para ajuda-la, Mason apareceu com o que foi pedido, eu observei a felicidade de Mark quand seu filho nasceu

-A vadia finalmente me deu um menino!- ele embrulhou a criança e saiu,sem deixa-la ver seu próprio filho, Mason a virou de bruços retirou o plug anal e olhando para mim ele a fodeu,eu queria mata-lo,ela acabou de parir e ele estava ali fodendo sem sentido, ele puxou sua cabeça ela me olhou e eu pude sentir ela me dando adeus,quando Mason passou a faça em seu pescoço, o susto foi tão grande que eu desmaiei.

Abro os olhos e sinto meu corpo balançar estou na caçamba de alguma caminhonete, ao meu lado um cesto, levanto minha cabeça e vejo o filho de Nina, o veículo para e sou puxada,

-É o seguinte vadia,você e meu irmão acabaram de ter um bebê,  recém casados ainda,qualquer movimento em falso eu mato você e a criança, você me entendeu?- eu balanço a cabeça, ele retira a fita,e corta a corda do meu pulso, ele me entrega a criança, que está dormindo, Mason está do meu lado,estamos em uma outra cidade, imagino que depois de matar a Nina tiveram que fugir, passo a mão pelo meu cabelo, e ele foi cortado de qualquer jeito, igual Nina,

-Mason,não se esqueça, a vadia precisa de lição todos os dias,dentro de casa ela é apenas uma escrava.. Eu volto em duas semanas, com o novo membro da família, e a faça fazer o teste...-ele fala como se eu não tivesse aqui,Mason apenas acena, chegamos em uma cidade pequena, a casa é um pouco melhor que a outra,

-Onde está o leite dele? Ele está com Fome...- eu pergunto quando estamos dentro da casa,

-Primeiro faça esse teste de gravidez..-ele me empurra para dentro do banheiro tira o bebê que agora choro inconsolável, ele rasga o vestido, e me dá uma tira, eu faço xixi na tira e cinco minutos depois,o resultado estou grávida, de quem eu nunca vou saber

-Coloque o peito na boca desse menino, o leite virá naturalmente, ainda mais você estando grávida!- ele diz e sai,eu anda estou em choque de saber que estou grávida, o bebê pega meu peito pequeno e suga com toda força, eu choro pq não há leite,horas depois ele dorme,fraco com fome

-Mason,ele vai morrer se não for alimentado!-

-Uma hora seu peito irá fabricar leite,agora vadia quando for falar comigo me chame de mestre,ou será severamente punida!!- ele fala com raiva

Sim..mestre....

Na manhã seguinte Mark aparece com duas jovens ambas assustadas, não deviam passar dos dezoito anos, assim como eu

-Carne fresca irmão! Eu fiquei amarrada no sofá assistindo o estupro das jovem, eu via a Nina em uma delas,os espancamentos severos,e me doia não poder fazer nada,por quatro dias o bebê não foi alimentado, ele ficou doente, e acabou falecendo, eu fiquei arrasada,isso vai acontecer comigo e o filho que eu carrego se eu não fugir desses irmãos sádicos.

Eu estava com a barriga grande, quando senti uma forte dor,eu fui para o banheiro quando comecei a sangrar, segurando meus gritos, silenciosamente eu abortei no banheiro, meu bebê estava formado, seria uma menina, eles estavam dormindo, eu tomei banho, e limpei o banheiro, eu precisava de só mais um dia e então eu teria forças e fugiria. As meninas quebraram rapidamente, viraram escravas sexuais perfeitas pra eles,mal me notavam,o que eu agredecia aos céus.

No dia seguinte quando ela se trancaram no quarto, eu peguei a chave da porta,e rapidamente eu a abri e fugi gritando socorro pela porta fora,uma viatura da polícia me viu e me socorreu,na delegacia depois da minha história eles foram até a casa,Mark voltou com eles,e depois de alguns apertos de mãos ele veio em minha direção, meu coração acelerou

-Vadia estúpida! Achou que fugir seria melhor? - ele da gargalhadas na minha cara

-Aproveite sua liberdade!- ele saí da sala

-Polícial,você tem de prendê-lo,ele é um louco, um maníaco- eu digo histérica, e não percebo até que seja tarde, o policial me joga sobre a mesa, e com o cassete fode minha boceta asperamente

-Vou ganhar muito dinheiro com uma putinha igual a você no presídio....

                           Fim!!



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...