História Wtf 1.2 - Capítulo 35


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens Jackson, J-hope, Jimin, Jin, Rap Monster, Suga
Tags Hobi, Hope, Hoseok, Nam, Namjoon, Rap Monster, Suga
Exibições 69
Palavras 1.693
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Famí­lia, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


segura!

Capítulo 35 - Capítulo 34


Fanfic / Fanfiction Wtf 1.2 - Capítulo 35 - Capítulo 34

-Wendy, eu te amo!

Jin falou e saiu batendo a porta. O barulho foi tão alto, que fez com que Wendy se assustasse se sentando rápido na cama, logo sentiu uma dor intensa na testa e deu um berro quando notou alguém muito perto dela.

-AI MEU DEUS!- ela gritou colocando a mão no peito. O coração batia desparado.

-Desculpa Wendy! – Tae disse passando a mão na testa- não queria te assustar!

-Tae. Você... aqui? Cadê o Jin?- ela perguntou confusa passando a mão na testa onde havia chocado contra a testa do amigo.

-Não sei.- Tae disse- Vim te chamar para tomar café!

Não era possível que ela havia sonhado! Foi tão real! Ela olhou para a mão e a aliança estava ali da mesma maneira de sempre.

-Que horas são?- Wendy perguntou.

-Acho que 10 horas.

Ela levantou correndo e pegou o celular que estava conectado ao carregador e ligou para o namorado:

‘-Alô? Jin?

-Bom dia princesa!

-Jin ta onde?

-Em casa.

-Você veio aqui em casa hoje?

- Não, eu acordei agora a pouco.

-Desculpa por ontem, acabei dormindo.

- Tudo bem. To indo aí.

-Tá. Você tá agitada. Tá tudo bem?

-Não sai daí!

-Amor, tá tudo bem?”

Ela desligou a chamada e olhou para Tae.

-Desculpa Tae.- ela foi ate ele e deu um beijinho em sua testa.

-Tudo bem, estaremos na cozinha.- ele disse e saiu rindo da loucura da amiga.

Wendy foi até o banheiro  escovou os dentes e lavou o rosto. Calçou os chinelos e saiu correndo na direção da cozinha.

-Preciso sair! Já voltou!

Os três que estavam na cozinha ficaram olhando sem entender ela correu e pegou as chaves do carro e saiu correndo, Yoongi nem teve tempo de se opor.

-Aonde ela vai de pijamas uma hora dessas?- Yoongi perguntou.

Riram novamente.

Wendy levou um minuto para atravessar o condomínio. Parou na casa de Jin e bateu grotescamente na porta. Jin logo apareceu na porta, estava vestindo uma bermuda branca e regata preta e chinelos de dedo.

-Oi meu amor- ele disse de forma meiga.

-Jin me perdoa!- Wendy disse se atirando no pescoço do garoto.

-Perdoar?- Ele estava sem entender a situação.

-Por eu ser tão fútil e não ser boa  o suficiente..

Jin não permitiu que ela terminasse, tapou sua boca com as mãos e ficou olhando incrédulo.

-Wendy, ta ficando maluca?

Ela começou a chorar compulsivamente, Jin a puxou para dentro de casa tentando acalma-la.

-Você ta com olheiras.

-Chorei um pouco...

Ele passou a mão em seu rosto secando as lagrimas.

-Vem, vamos conversar lá em cima!- ele disse pegando na mão da moça a puxando para o quarto.

Chegando no quarto ele deixou Wendy sentada na cama e foi até o banheiro. Voltou com um minúsculo potinho de creme na mão.

-Vem cá! Deixa eu dar um jeito nisso.- ele disse.

Deitou a cabeça da moça em seu colo e aplicou um pouco do creme sobre a área escurecida dos olhos. Wendy soltou um leve gemido.

-É refrescante, né?

-Muito!- ela respondeu- desde quando você usa esse tipo de coisa?

Ele olhou e sorriu.

-Não tenho dormido bem esse ultimo semestre. Precisava de algo para descansar os olhos aí uma vendedora me indicou esse creme.- ele terminou de aplicar o creme- agora fique de olhos fechados um pouco.

-Ah!- ela exclamou.

-Mas me conta- ele disse enquanto acariciava os cabelos azuis da menina- O que aconteceu?

Wendy relatou os acontecimentos da noite anterior inclusive o sonho.

-Hey- ele fazendo-a se sentar- quero te dizer uma coisa, mas olha nos meus olhos!

Ela se sentou de frente para ele, Jin gentilmente levantou sua cabeça olhando em seus olhos.

-Eu amo você. - ele começou.

-Jin... - ela não consegui terminar.

Ele colocou o indicador nos seus lábios.

-Só me escute. - ele disse e ela assentiu com a cabeça. Ele tirou o dedo dos lábios dela e segurou sua mão- eu amo você. Sabe, isso quer dizer que eu amo cada parte de você isso inclui seus defeitos, inclui sua inseguranças. – ele sorriu para ela – eu não preciso de alguém melhor como você disse, porque você é a melhor para mim. Eu escolhi você porque eu amo tudo em você e quero ficar ao seu lado  da maneira que você é. Agora eu não quero ouvir você dizer isso nunca mais, se algum dia algo estiver me incomodando pode ter certeza de que vou te chamar e vamos conversar. Tudo bem?

Ela assentiu com a cabeça.

Jin se aproximou da moça e a beijou de forma suave, queria que ela pudesse sentir através daquele beijo o quanto ele a amava. Wendy por outro lado tinha todas aquelas palavras de Jin rodando em sua mente, sentiu um calor imenso no peito ao saber dos sentimentos do rapaz. Se ele há havia escolhido não tinha porque ela ficar se culpando o tempo todo. Ela correspondeu o beijo, logo ele se tornou mais intenso.

Jin deitou a namorada na cama e começou a distribuir vários beijos pelo seu pescoço, logo mordeu o lóbulo de sua orelha. Wendy soltou em leve gemido, ele aproveitou a sensibilidade do momento e desceu a língua pelo pescoço da moça, fazendo ela se arrepiar e apertar forte seu ombro. Jin pressionou seu corpo contra o dela e ela pode sentir seu membro por trás da bermuda. Logo ele atacou os lábios da garota a beijando com desejo. Suas línguas brigavam de forma intensa. Wendy mais uma vez sentia seu corpo em chamas e Jin mal podia respirar. Ele sentiu seu estomago revirar e mais uma vez as mãos ficarem tremulas, precisava se acalmar ele queria que aquele fosse um momento especial para ela, então ele ia fazer seu melhor. 

Jin voltou a beijar os lábios da garota da garota com determinação, desceu a mão por sua coxa, mas o tecido da calça atrapalhou. Sem pensar duas vezes ele tirou sua blusa expondo seu abdômen quase definido. Wendy sorriu entendo as intenções do namorado. Logo ela o acompanhou tirando sua blusa ficando apenas de sutiã e calça. Jin a olhou nos olhos e ambos sorriram, ele desceu até a barriga dela e começou a distribuir vários beijos, depois passou a língua molhadinha por toda a extensão exposta fazendo Wendy se arrepiar e soltar baixos gemidos. Ele levou sua boca por cima do sutiã e esperou, Wendy sorriu para ele dando um sinal mudo para que seguisse.

Sem esperar ele se adiantou e tirou o sutiã dela, se fosse em outra situação ela teria vergonha, mas estava tão excitada que nada seria capaz de lhe deixar envergonhada.

Jin passou deslizou a língua pelos mamilos alternadamente fazendo Wendy gemer mais alto. Ela sentia seu corpo em chamas, como se seus ossos fossem derreter. Jin abocanhou o seio da garota a fazendo enlouquecer.

-Aaaaaah Jin!-ela gemeu baixo no ouvido do namorado

O rapaz sorriu ao ver as reações da namorada e desceu sua língua traçando uma trilha úmida até o coz da sua calça. Wendy levantou o corpo ajudando o rapaz remover a calça ficando só de calcinha. Ela puxou o namorado e eles se beijaram intensamente, ele voltou até sua calcinha, puxando para o lado e passando a língua suavemente. O toque da língua do rapaz a fez se contorcer, Wendy não seguia mais conter os gemidos, Jin afastou o rosto e desceu a calcinha. Logo abriu suas pernas, voltou a chupa-la com vontade arrancando vários gemidos. Jin ameaçou introduzir um dedo, Wendy pareceu nervosa, o namorado não pensou duas vezes e a beijou para que ela pudesse se acalmar.

-Só continuamos se você quiser- Jin disse baixinho no ouvido da namorada.

-Eu quero!- ela disse com determinação.

Jin sorriu tentando conter seu nervosismo, desceu a mão até sua intimidade e introduziu lentamente um dedo. A menina sentiu cada centímetro do dedo do namorado invadir seu interior, no começo um pouco desconfortável, mas logo ela se acostumou e ele introduziu mais um dedo.

Quando finalmente ele percebeu que ela estava confortável ele tirou sua bermuda e cueca, deu uma leve massageada no membro já completamente ereto deitou-se sobre a namorada posicionou na entrada da menina. Forçou levemente e ela gemeu em reprovação, então na tentativa de diminuir seu incomodo entrelaçou seus dedos aos dela e pressionou o membro com um pouco mais de força.

Wendy a principio sentiu um pouco de dor, na verdade mais para desconforto do que dor, mas quando Jin entrelaçou seus dedos aos dela ela se sentiu completamente segura e conseguiu relaxar completamente, tornando a penetração mais fácil. Jin sentiu o corpo da menina se relaxar, então começou a se mover lentamente, alternava beijos em seu pescoço e mordidas na orelha. Sussurrava vários ‘eu te amo’ entre uma estoca de outra, dizia diversos elogios e coisas lindas. A menina sentia-se completamente satisfeita, soltava gemidos, Jin se movimentava bem lentamente e acertava bem fundo a intimidade da garota, ela sentia seu interior se contrair.

-Vem cá minha princesa!- Jin disse a pegando com cuidado e a colocando de ladinho.

Logo ele já estava introduzindo novamente na namorada, mas dessa vez com um pouco mais de forma e rapidez, a moça soltava gemidos altos que se misturavam aos gemidos de Jin, ele desceu a mão esquerda num movimento rápido alcançando o clitóris da garota o massageando de forma rápida.

-Ah, você é tão gostosa!

Wendy queria dizer várias coisas, mas as tantas sensações que lhe invadiam lhe impediam de falar qualquer coisa. Seu corpo queimava e sentia o namorado entrar e sair dela rapidamente, estava no auge do prazer.  Ela ficou extremamente ofegante e logo contraiu completamente seu corpo apertando o membro do garoto dentro de si, ele aumentou a velocidade dos movimentos e chegou ao seu ápice quase ao mesmo tempo em que ela.

Jin puxou-a para mais perto colando as costas da moça em sua barriga, a abraçou fortemente ficaram parados por alguns minutos, logo ele a beijou desajeitadamente. Seu corpo tremia e Wendy não estava muito diferente, ele virou a menina de frente, ela sorria de forma abobada e seus olhos brilhavam. Ele  olhou em seus olhos e disse:

-Eu te amo tanto!


Notas Finais


Escrevi e saí correndo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...