História WTF Monsta?! - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Monsta X
Personagens Hyung Won, I'M, Joo Heon, Ki Hyun, Min Hyuk, Show Nu, Won Ho
Tags Família, Monsta X
Visualizações 56
Palavras 1.288
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura <3

Capítulo 17 - Que os jogos comecem - Sentimentos


Fanfic / Fanfiction WTF Monsta?! - Capítulo 17 - Que os jogos comecem - Sentimentos

Jae

Cheguei em casa e me deitei.


*flashback on*

Eu e Luna estávamos muito próximos, ela leva sua mão até meu rosto e eu a puxo pela cintura. Seu rosto estava levemente rosado e seus olhos fechados, coloco o o buquê na frente de nossos rostos e selo nossos lábios - tão doces - ela abre os olhos surpresa mas ainda continuava ali. Quando a melodia acaba nos afastamos e fomos para a porta da cozinha.

- por que fez aquilo?

- pra dramatizar, oras.

- deveria ter me avisado... - ela fala ainda corada.

- foi apenas um selinho, relaxa. Não é como se alguém fosse sentir algo de especial em algo assim.

Eu estava mentindo. Por algum motivo eu senti um frio na barriga, uma aceleração incomum nos meu batimentos cardíacos e um formigamento na ponta dos meus dedos. O que poderia ser? Nunca havia sentido algo assim antes.

* flashback off*



- quebra de tempo -



Minhyuk

- Vai sair com a Luna hoje, não é? Onde vai leva -la? - Hyungwon pergunta é os meninos ficam olhando

- vamos num fliperama e depois numa pizzaria. - digo animado

- só isso? - Kihyun pergunta surpreso - realmente pensei que Vc iria fazer algo romântico pra conquista-la ou sei la.

- Eu quero ser eu mesmo, sabe? Quero compartilha com ela o que eu gosto, mostrar quem sou de verdade. - olho pra Kihyun - Não sou um conquistadorzinho que faz tudo para inflar o próprio ego.

- Você gosta da Luna? - Jooheon pergunta

- N-não desse jeito. - fico corado - acho ela muito legal e diferente.

- Estranha - Kihyun corrige

- Não, diferente. Ela é única, nunca havia conhecido uma garota tão espontânea como ela.

- isso é verdade. - Shownu acrescenta - ela é muito sincera e espontânea.

- Que horas você vai pegar ela? - I.M pergunta me olhando para o relógio

- 14 horas.

- São 14h03.


Luna


*mensagem on*

- Vou me atrasar, desculpa!

- tudo bem. Aconteceu algo?

- eu só perdi a noção do tempo.

- Aaah, bem sua cara kkkkkk

- nossa, malvada

- malvada não, sincera.

*Mensagem off*


Minhyuk chegou 30min atrasado.

- pensei que as fêmeas que se atrasassem.

- eu sou uma fêmea - ele diz passando a mão no cabelo

- Aaah, sabemos. - digo entrando no taxi.

- Você gosta de jogos, não é?

- Gosto sim.

- perfeito - ele diz colocando a cabeça no meu ombro e começo a fazer carinho.

Minhyuk adormeceu no trajeto até o lugar.

- ei, chegamos.

- sério? Ele levanta a cabeça muito rápido.

- sério.

Saímos do taxi e vi o fliperama.

- meu deus, quanto tempo que eu não vou em um fliperama!

- Você ia muito no Brasil?

- eu costumava ir em um com Dan e Biel quando eu era pequena.

- Você é pequena.

- Vc entendeu, sem graça. - empurro ele

Entramos e eu fiquei maravilhada. Tinha dos jogos mais clássicos como pac-man até aqueles jogos de simulador de carro e motos.

- vamos começar dos mais antigos para os modernos? - ele sugere

- okay, mas vamos deixar os de dança pro final. - Minhyuk concorda.

Fizemos uma aposta, quem ganhasse em mais jogos teria que pagar um sorvete pro outro e teria direito a um favor que quisesse. Jogamos uns 14 jogos diferentes eu ganhei sete e ele também, os jogos de dança desempatariam. - fudeu.

- tem q ser jogo de dança mesmo?

- Você que quis deixar por ultimo. - ele sorri escolhendo a música - *coloque uma musica agitada*.

- gosto dessa musica.

Ele começa a dançar - CNHOR, que tipo de deus é esse? - fico olhando com a boca meio aberta tipo cachorro quando vê frango assando naquelas padarias.

- sua vez - ele da um pulo

- Aaah, quero nau. - faço bico

- então eu ganho automaticamente.

- affe. - cruzo os braços - to indo.

Escolho uma música com batida mais latina pra, no mínimo, tentar rebolar esse projeto de bunda.

- e lá vamos nós - dou play.


Minhyuk

Ela começa a dançar de um modo engraçado, mas quando chega no refrão ela mexe o quadril e eu não consigo tirar os olhos dessa cena. Meu coração acelera e meu corpo se impulsiona para frente, mas eu me seguro e só fico observando. Quando ela termina ela faz um bico olhando pra pontuação.

- aaaaah, droga.

No momento em que ela vai descer do pequeno palco do jogo ela tropeça, corro para não deixar que ela caísse.

- Você está bem? - pergunto pra ela. Ela estava com a cabeça no meu peito e foi levantando sua cabeça devagar até que nossos olhares se cruzassem.

- estou bem sim.

- L-luna, vamos comer?

- vamos sim.

A levei para a pizzaria e comemos uns 5 pedaços de pizza com coca-cola, 3 salgadas e 2 doces.


Luna

- gostou de hoje?

- adorei! Acho que foi um dos melhores encontros.

- melhor que o do Kihyun?

- hmm... sim. O Kihyun só estava atrás de algo que eu não estava disposta a dar. - bebo o refrigerante - ele não foi ele mesmo em todos os momentos como os outros.

- do que ele estava atrás?

- do meu coração - desenho um coração no ar com os dedos e ri.

- ele faz essas coisas mesmo.... um idiota.

- da nada. - rio.

- vamos indo?

- vamos sim!

- então vamos andando.

Saímos para a rua e Minhyuk me abraça me colocando pra dentro do guarda-chuva, estava garoando. Fomos conversando até que chegamos perto da Praça e vi Jae conversando com uma garota.

- Ja...

Fui interrompida. A garota beijou Jae e ele continuou. - pensei que não fosse apenas atuação - fico ali olhando por um tempo até que Jae nota o olhar e vê que era eu.

- L-Luna... - antes que Jae terminasse me virei.

- vamos Minhyuk. - fomos andando.


Minhyuk

- o que aconteceu ali?

- não foi nada...

- Você gosta dele?

- Não! É só que... - ela abaixa a cabeça.

- só que...?

Ela me contou sobre os beijos e o que ele "deixava no ar".

- Luna, ele parece ser como o Kihyun, sabe? Tenta conquistar as pessoas para inflar o seu ego ou coisa do tipo.

- é, percebi.

- Eu sei que não é o momento para lhe dizer isso, mas... - ela olha fixamente para mim - eu gosto de Vc. Sei que não faz muito tempo que nos conhecemos, só que desde que seu irmão falou de ti surgiu um interesse. - me aproximo - depois que comecei a te conhecer isso só foi aumentando e eu sabia que teria uma possibilidade de surgir um sentimento, e hoje esse sentimento meio que se confirmou. Não quero que fique triste por causa de algo tão insignificante. Estou aqui quando precisar, ok?

Ela não falava nada, era como se estivesse hipnotizada e seu corpo a levasse até a mim. Seus dedos estavam entre meus cabelos e seus lábios quase sentindo os meus.

- Não Luna - eu a abraço.

- Mas você não gosta de mim?

- e por isso mesmo sei que isso seria errado, pelo menos agora. Quero que pense muito bem no que eu disse, pois sei que você me vê como amigo apenas. - eu intensifico a força do abraço - sei que está sensível agora e eu me sentiria culpado de me aproveitar disso.

- obrigada.

Fui contra meus instintos e sentimentos naquele momento, tudo para vê-la bem. Agora tinha a certeza daquele sentimento, e espero que ele se torne recíproco em algum momento.

A deixei em casa e fui para o dormitório.




Meu coração bate por você

Por alguma razão

Me sinto menor

Quando eu estou na sua frente

Mas eu quero

Ver você agora

Meu coração bate por você

Quando eles vem seus lindos olhos

Como nada pode acontecer?

Olho ali

(Olho)

Para todos esses caras

(Para)

Todos só estão olhando para você

Quando eles veem suas pernas sexy

Como podem parecer igual para todas?

Olho ali

(Olho)

Para todos esses caras

(Para)

Eles todos são meus amigos

Antes do fim do dia

Quero você em meus braços

Quero você mais do que ninguém

Eu quero você, querida

Todos os dias, quero que seja minha garota.

Amen - Monsta X


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...