História XO's - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Os Heróis do Olimpo, Percy Jackson & os Olimpianos
Tags Percabeth
Exibições 79
Palavras 1.244
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oiii gente obrigadaaaaaa pelos comentários do cap passado
bjs
boa leitura

Capítulo 4 - Lost Stars


  

Lost Stars

 

Please don't see

Just a boy caught up in dreams and fantasies

Please see me

Reaching out for someone I can't see

PVO PJ

Sexta-feira. Havia passado somente cinco dias desde o começo das aulas. Pareciam séculos.

Às sete horas da manhã, eu me encontrava quase jogado dentro do meu armário, cansado. Todos que me rodeavam pareciam ainda animados, o que me fez sentir-me um tanto estranho.

– Bom dia, Percy! – disse Annabeth, passando do meu lado com sua amiga.

– Bom dia, Annabeth e...!

– Cintia – apresentou Annabeth.

– Cindy, não precisa ser tão formal, não é mesmo, gata? – respondeu a morena.

– Prazer – estendi a mão e ela a apertou.

– Bem, acho melhor irmos – disse Annabeth – a aula já vai começar.

– Ah, claro, Annabeth. Acompanha-me? – pediu a amiga.

– Claro.

Então as duas saíram, assim, simples.

– Você anda bem perdido, Jackson. – comentou Rachel.

– Anh? De onde você surgiu? – perguntei ao seu lado.

– Faltam cinco minutos para entrarmos, quer chegar atrasado, inútil? Vamos logo.

Eu a Segui bufando.

– A senhorita não pode me dar essas ordens mais. – reclamei.

– Desde quando?

– Desde que você trocou seu melhor amigo pelo namorado.

– Deixe de ser dramático – ela sorriu – isto tudo por que desde que você e a sua ultima namorada terminaram, você não ficou com mais ninguém. Esta de carente?

– Cale-se. Temos que ir logo, não é mesmo?

– Exatamente. Mas sério, você só está brincando, não é mesmo? – assenti. – pois eu não. Acho que você deveria gostar de alguém.

– Estou bem sem ninguém.

– Nem uma quedinha?

– Nem uma quedinha.

– Você é um babaca, por isso nenhuma garota da escola ainda gostou de você.

– Por que você de repente quer entrar nestes tipos de assuntos?

– Porque é o que eu acho importante, Percy! Você não gosta de ninguém desde que aquela garota te deixou. Você sempre diz que já superou e eu acredito, mas mesmo assim não dá uma chance.

– Finalmente chegamos.

– Claro que já chegamos. Olha o tamanho do colégio, você acha que iríamos demorar?

Sentei-me no mesmo lugar de sempre. Aula de física, uma das melhores matérias para se sentar no fundo. Annabeth havia se sentado ao meu lado. Dês do primeiro dia de aula, era raro vê-la, com exceções de rápidos empurrões no corredor. O que para mim bom, já que toda vez que a olhava por muito tempo, deixava transparecer como eu a achava linda.

Com isso, fiquei surpreso ao vê-la sorrir para mim.

Take my hand

Let's see where we wake up tomorrow

Best laid plans

 

Ao passo que a aula passava, mais pensava no que Rachel havia dito. Talvez ela estivesse certa, porém não me importava. Talvez eu realmente estivesse fugindo, mas o que isso mudaria?

– Está tudo bem? – perguntou Annabeth.

– Quê?

Ela riu baixo.

– Você não aprecia estar aqui.

– Acostume-se – murmurou Rachel, sem se virar – ele não está no mundo ultimamente.

Virei meu corpo para Annabeth.

– Não a escute. E-eu só estava pensando.

Ela sorriu em deboche.

– O que foi? – perguntei.

– Nada. Só que... Bem, Cindy comentou que você não parecia o tipo de pessoa que pensa.

– Parece que ela estava errada sobre mim.

– Por quê? Você é uma pessoa que pensa muito?

– Eu não diria muito, mas penso. – ela riu – E por que diabos sua amiga e você estavam falando se mim?

– Eu não estava falando de você! – se defendeu.

– Silêncio turma do fundão! – advertiu a professora.

– Por que não vão falar dos namorados de vocês? – sussurrei mais baixo.

– Ela não namora, diz que não gosta de namorar.

– Então vocês falam dos outros por que não namoram?

– Eu disse que ela não gosta de namorar.

– Então, você...?

– E a última dupla para o trabalho: Annabeth Chase e Percy Jackson.

 

Turn the page

Maybe we'll find a brand new ending

When we're dancing in our tears

 

Eu estava parado na frente da escola, a espera de Rachel, pensando da última conversa que tive com Annabeth. Deveria ter contado à facilidade que tenho para esquecer detalhes importantes. Não posso ser considerado a melhor pessoa para fazer-se dupla, principalmente quando este trabalho é necessário ser entrege logo após do final de semana.

Às 19h, na casa dela, endereço no final do caderno.

Fora tudo marcado direito por uma pessoa seria. Eu não iria esquecer. Não podia, ou seria um Jackson decapitado.

– Preciso de ajuda. – disse Rachel quando foi até mim, ligando seu carro.

– Sim?

– Às 17h, irei sair com meu namorado, você sabe.

– Não irei ficar de vela.

– Percy, você não entende. A gente meio que brigou, não quero ficar sozinha se acontecer de novo.

Suspirei.

– Tudo bem. Mas 18h30 eu preciso sair de onde for que nos estivermos.

– Eu prometo.

 

Don't you dare

Let our best memories bring you sorrow

Yesterday, I saw a lion kiss a deer

 

18h30. Raiva era a palavra que me definia em questão da minha amiga ruiva.

Eu podia sentir os olhares de todos no restaurante sobre o “casal”. Não, não sobre Rachel e sua namorado cujo nunca me lembro no maldito nome, e sim sobre no casal ao lado, que era Percy e uma amiga do namorado de Rachel, já que a atmosfera que nos rodeava era desagradável e constrangedora. 

Foi então que percebi onde a ruiva pretendia chegar com “você deveria tentar gostar de alguém”. Como acreditei que ela e o namorado brigariam?

– Maldita – sussurrei.

– Quê? – perguntou a menina a minha frente.

– Nada, era para Rachel.

Ela bufou.

– Eles poderiam ao menos avisar antes de resolverem fazer um encontro de casais.

– Bem, não estou surpreso.  Não é a primeira vez que ela tenta me arrumar uma garota. Com você deve ser assim também.

– Não, não é.

– Conte-me como você consegue – disse sorrindo. Minha intenção era ser gentil, ela deveria ao menos sorrir também, não é mesmo?

– Eu namoro.

Forcei meu melhor sorriso gentil para a garota, e direcionei meu melhor olhar raivoso para Rachel, que parecia tão surpresa quanto eu e ria.

Grande encontro de casais. Dois namorados, um cara solteiro, e uma garota namorando.

E durante horas, seguiu este mesmo clima constrangedor.

Horas.

Até que Rachel e o namorado foram embora, o que não melhorou muito o clima.

– Nossa! Já são 3h da manhã. Tenho que ir. – disse a garota

– Tchau. – ironicamente, não obtive resposta

Quando foi minha vez de levantar de ir embora, lembrei-me de duas coisas importantes:

Eu não tenho carro e não sei onde estou.

Comecei a andar pela rua a procura de algum taxi ou ônibus, entretanto não achava nada. Até que, em uma rua qualquer, avistei uma cabeleira loira na janela. Talvez eu pudesse pedir ajuda.

give us the reason

Youth is wasted on the young

It's hunting season

And this lamb is on the run

Searching for meaning

 

Antes de ser julgado, motivos para eu estar pendurado na janela da possível casa de Annabeth:

1.    Eu havia batido na porta algumas vezes, tocado a campainha, mas nada.

2.    Estava chovendo, logo eu estava tremendo e molhado.

3.    Juntando tudo, era urgente.

 

A melhor alternativa que eu achei foi me pendurar na janela do quarto dela, onde eu havia a visto anteriormente.

Foi pendurado que descobri o motivo de que ela não me ouvia.

Annabeth pulava alegre ao som de uma música qualquer, com seus cabelos molhados e um pijama antigo (ao menos espero). Parecia animada, além de estar extremamente bonita.

Novamente eu estava perdido em meus devaneios.

– Algum problema? - Perguntou ela aparecendo na janela, quase me fazendo cair.

 

But are we all lost stars

Trying to light up the dark?


Notas Finais


OIIIIII
GENTEEEE TUDO BOOM?
Lost Stars - https://www.youtube.com/watch?v=i7aTou7lCtU&list=PLN2Yo5Fr0C203I7o_Jz8nScwTwtw-EipM&index=4
PlayList com todas as músicas de cap até agora - https://www.youtube.com/playlist?list=PLN2Yo5Fr0C203I7o_Jz8nScwTwtw-EipM


O que acharam?
Gostaram
odiaram?
Sugestões?
COMENTEM PFPFPFPFPFPFPF
AJUDA DE VERDADE
CONTINUA COM BASE NA OPINIÃO QUE VCS ME DÃO NOS COMENTARIOS
O ÚLTIMO TEVE 5, SERÁ QUE PASSAREMOS NESSE?
bjks
tchauu


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...