História Y Love My Boy - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Exibições 20
Palavras 1.875
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Mais um cap
Então Boa leitura se tiverem erros me avisem e a capa é o Pietro

Capítulo 6 - The angel of the green eyes


Fanfic / Fanfiction Y Love My Boy - Capítulo 6 - The angel of the green eyes

Pietro Calevan ON

Olá, me chamo Pietro Calevan , tenho 16 anos,sou branquinho com cabelos negros e olhos verdes ,com 1,70 de altura e pra fechar com chave de Ouro ... gay .

Acabei de me mudar de Miami para NY com meus pais Alicia e Samuel Calevan , que são donos de uma renomada agência de publicidade .

Apesar de não conhecer nada aqui estou animado com a mudança , respirar novos ares e fazer amizades , quem sabe até me apaixonar ?

O que me deixou mais aliviado foi o fato de meus pais conhecerem um casal gay ,( tão fofos *-* ) que tem um filho da minha idade e vamos estudar no mesmo Colégio !

Bom vou conhece-lo hoje a noite em um jantar que meus pais programaram com a família dele .

As unicas coisas que sei ao seu respito é que ele se chama Vincentt , é bissexual e muito bonito .Não vejo a hora desse jantar chegar , estou tão nervoso !

Me arrumei com minhas melhores roupa , calça preta apertada , camisa social azul escuro e meus Vans Cinzas .

Quando todos estávamos prontos partimos para a casa dos Hale .

Quando chegamos fomos bem recebidos , abraços, cumprimentos e apresentações foram feitas até que o vi aparecer na sala .

Vincentt era simplesmente perfeito , olhos e cabelos castanhos , um corpo perfeito que se moldava bem a camisa social preta e as calças apertadas cor vinho , sem falar naquela boca carnuda e tão convidativa . Nossos pais nos apresentaram e fomos todos a caminho da sala de jantar .

A noite se seguiu tranquila e tudo que eu podia fazer era sorrir , responder perguntas e encarar aquela divindade na minha frente .

Ai ai , como ele é perfeito .

Vincentt ON 

Quando os convidados chegaram ,fui a sala de estar recebe-Los a pedido de meus pais .

Quando cheguei lá meus olhos automaticamente se prenderam a um ser pequeno e completamente lindo ! 

Pietro era um pouco mais baixo que eu devia ter 1,70 m de altura o que achei muito fofo , além daquela carinha de anjinho e os cabelos negros que davam o contraste perfeito com a pele branca e aqueles olhos verdes ! 

Ele me pareceu meio tímido quando nossos pais nos apresentaram o que só o deixou mais adorável . 

Ao longo do jantar fomos nos conhecendo melhor , por exemplo descobri que ele é muito inteligente e um excelente artista , faz os desenhos mais incríveis e até ja ganhou prêmios .

Durante toda a noite , não deixamos de nos olharmos nem sequer por um minuto.Eu estava adorando aquele garoto e fiquei mais feliz ainda quando descobri que ele estudaria na minha escola , precisamente na mesma sala que eu .

Ao final da noite , por insistência dos nossos pais , fomos até a varanda do quintal para ficarmos um pouco a sós. 

Conforme fomos conversando e descontraindo um com o outro , nos aproximava-mos aos poucos ficando cada vez mais perto .

De repente Pietro ficou quieto , parecia pensativo , em um conflito interno que me deixou confuso .

- Pietro ? - o chamei calmamente fazendo com que olhasse pra mim-O que foi ? 

Antes que eu pudesse raciocinar seus lábios estavam colados aos meus , ele pediu passagem com a língua e rapidamente correspondi, 

nossas bocas tinham o encaixe perfeito e nossas línguas se acariciavam calmamente ,apenas sentindo o gosto da boca um do outro .

Partimos o beijo por falta de ar e o olhei confuso e ao mesmo tempo feliz.

- Pietro , porque fez isso ? - Perguntei tentando em vão, esconder um sorriso. 

- Olha Vince , posso ser tímido mas uma coisa que não sou e detesto, é cú doce .

Nos encaramos e começamos a rir sem parar , eu adorei esse garoto ! 

Conversamos,  nos abraçamos e trocamos beijos e carícias até a hora dele ir embora , nos despedimos com um celinho e o observei entrar no carro com a família e ir para casa .

Quando entrei vi meus pais com sorrisos cúmplices e maliciosos .Os observei rirem e saírem correndo que nem duas crianças em direção do quarto , com certeza aquela situação com Pietro tinha a mão desses dois no meio , me lembraria de agradecer depois.

Subi ao meu quarto ,troquei de roupa e deitei na cama cansado lembrando de tudo que aconteceu hoje a noite , mais precisamente na varanda .Pietro era tão doce e seus labios tão deliciosos que cheguei a ficar viciado em seu sabor . Quem era Caleb Barnes ao lado de Pietro Calevan ?

Caleb ON

E as semanas foram passando uma após a outra , e eu ainda não tinha tomado coragem suficiente para falar com Vincentt ,precisamente dois meses se passaram desde que eu me decidi falar com ele seriamente e até agora nada .

O pouco de coragem que tinha se foi embora quando aquele tal de Pietro veio estudar na nossa sala , desde então Calevan e Vince não se desgrudam , eles até parecem  "amigos" de mais pro meu gosto !

Ai você se pergunta " Okay Caleb , mas porque tanto ciúme se você não gosta dele ?".

E se eu te falasse que depois de todo esse tempo , eu descobri que a amizade que eu sentia era bem mais que amizade ?

Pois é,  e eu sei que não adianta corresponder agora , porque depois de tanto tempo Vince deve ter esquecido dos seus sentimentos por mim , ainda mais depois daquele fora que eu dei nele .

É aquele ditado " Só damos valor quando perdemos "

O sinal do intervalo tocou e Vince não se encontrava na sala de aula , decidi que ia falar com ele agora .

Sai da sala e procurei pela escola toda , ele não estava em lugar nenhum ! Até que fui na biblioteca com um último pingo de esperança .

Achei Vincentt falando com alguns dos seus colegas de time , então esperei até que eles saíssem de perto em busca de sei lá o que .

Me aproximei de Vince e ele parecia surpreso em me ver , mas não irritado , o que me surpreendeu .

- Vince ? Podemos conversar ? - perguntei receoso aguardando uma resposta que não demorou a chegar .

- Claro ruivinho ! Sobre o que quer conversar ? - me perguntou com um sorriso verdadeiro .

- Vince , me perdoa por favor ,não deveria ter te dito aquelas coisas meses atrás , eu fui tão idiota ! Me desculpe - disse isso com os olhos ja marejados e surpreendentemente o Hale me abraçou . Retribui o abraço imediatamente afundando minha cabeça em seu peito , droga de diferença de altura !

Assim que me soltou ele disse contente 

- Claro que sim Caleb , senti falta do meu melhor amigo .

Amigo .... 

- Também senti sua falta Vince !

Nesse momento o sinal tocou indicando o fim do intervalo .

Vincentt parecia ansioso com alguma coisa , e foi só agora que notei que aquele tal de Pietro não esteve junto dele o intervalo todo !

Estranho ....

- Até depois ruivo , preciso pegar umas coisas .

Dito isso ele saiu correndo da biblioteca me deixando sozinho .

Me encaminhem para a sala a espera da aula começar. 

Pietro já estava lá e parecia chateado .

A professora de artes entrou na sala e começou a passar um trabalho qualquer. 

De repente alguém bate na porta , e é só ai que percebo que Vincentt n está na sala ainda , ou não estava ...

Ele põe apenas a cabeça para dentro da porta e chama a professora para conversar em particular . Depois de alguns minutos ela volta com um sorriso cúmplice e é ai que Vince entra com um enorme buquê de Rosas nas mãos. Toda a sala o encarou , estávamos confusos e surpresos . O que ele estava tramando? 

Foi ai que o moreno caminhou calmamente até Pietro pegou uma caixinha de veludo vermelha do bolso , se ajoelhou e estendeu pra ele dizendo :

- Pietro , meu anjo , desde o dia em que te vi pela primeira vez a quase três meses , você não sai da minha cabeça , percebi que só com você posso ser quem sou de verdade , você me entende e alegra todos os meus dias , esquece dos seus problemas para me ajudar com os meus e esteve sempre ao meu lado me apoiando e consertando meu coração partido ,então Pietro Calevan , aceita namorar comigo meu amor ?

Quando Vincentt terminou de falar todos estavam surpresos , meu queixo tinha caído .

Pietro em um impulso pulou em cima de Vince gritando vários "sim's".Os dois deram um sorriso radiante e se beijaram com amor.

Agora eu entendo essa dor de querer alguém e não poder ter . Mas preferia muito mais levar um fora do que ver Vince com outro .

Sem perceber , uma lágrima solitária rolou pelo meu rosto enquanto eu assistia aquela cena "feliz" .

Vincentt ON 

ELE DISSE SIM ! 

Finalmente depois de três meses pedi Pietro em namoro , até aquele momento nós apenas dávamos alguns beijos e saíamos juntos 

algumas vezes , mas eu queria mais . Queria ter ele só pra mim , para poder chama-lo de amor e dizer que ele é meu .

Vou encher o meu anjinho com todo o carinho que eu queria ter recebido de Caleb algum tempo atrás .Ele é importante pra mim e vou faze-lo feliz .

Isso é uma promessa .

Abracei Pietro com força , seu abraço é tão bom ...

De relance olhei para Caleb e uma lágrima escorria de seus olhos .

Por que ele está triste ?  

Pietro ON 

EU NÃO TO ACREDITANDO!  Por favor se for sonho ninguém me acorda ! 

Vince me pediu em namoro ! 

Finalmente somos um casal , quero tanto faze-lo feliz e lhe dar carinho e todo o amor que aquele tal de Caleb não deu a ele .

Pois é,  demorou um pouco ,mas finalmente Vince confiou em mim o suficiente para falar o que aconteceu para seu coração ficar partido . Não conheço esse tal de Caleb , mas ele me parece um cara tão legal , não faz sentido ser tão cruel , ainda mais com o melhor amigo ! 

Despertei de meus devaneios quando senti Vince me puxando para um abraço apertado , me sinto tão seguro em seus braços .

Depois de termos posto as alianças e eu ter pego as Rosas ,que por sinal eram minhas flores favoritas , sentamos em nossas classes , infelizmente como cheguei dois meses depois das aulas começarem tive que sentar sozinho ,longe do meu Vince ...

Mas isso não impedia de trocarmos olhares a aula toda .

Ele me faz tão bem que nem parece Real .

Vincentt gosta de me chamar de anjinho , mas agora , pensando bem ele que é o meu anjo .

Um anjo gostoso de olhos castanhos .


Notas Finais


Obrigado por lerem e até a próxima


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...