História Yami No Ou - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Vocaloid
Personagens Gakupo Kamui, Kaito
Tags Bdsm, Gakukai, Gakupo, Kaito, Lemon, Lord Of Darkness, Lorde Das Trevas, Vampiro, Yami No Ou, Yaoi
Exibições 75
Palavras 1.067
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Lemon, Musical (Songfic), Romance e Novela, Sobrenatural, Yaoi
Avisos: Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Gente essa fic é um presente de aniversário ( beeeem atrasado e-e) pra linda diwa da Copy-chan!! >< Espero que goste!
A fic é baseada na música Yami no Ou, então podem se preparar pra comédia XD

Capítulo 1 - Ah... Chi ga hoshii....


Fanfic / Fanfiction Yami No Ou - Capítulo 1 - Ah... Chi ga hoshii....


A muito muito tempo atrás
Em um país glorioso
Vivia o senhor das trevas
Que era um vampiro de cabelo azul


Eu suspirei cansado..... 

- Ah... Eu quero sangue.... - Me espreguicei na cadeira, ignorando os papéis a minha frente. Logo escuto passinhos apressados e os dois irmãos entram na minha sala.

- Kaito-sama!!! - A garota fala animada e olha pro irmão, contando até três e depois falando sozinha - Nós encontramos uma dama!!

Eu ia responder, mas a garota retorceu o rosto numa careta e encarou o menino.

- Porque não falou junto comigo!? - Ela ralhou.

- Por que fui EU quem encontrou a dama! - Ele deu ênfase na palavra "eu" - Você só estava lá de xereta como sempre!

- Ei! Isso não é verdade!! Eu a vi primeiro!!
Massageei minhas têmporas.... Francamente que crianças problemáticas! Bati palmas, ganhando a atenção deles.

- Não me importa quem a achou primeiro! Quero saber onde ela está! 

Eles se entreolharam.

- Está aqui perto! Quase no final da rua! 

Eu sorri e pulei a janela, caindo em cima de algumas galinhas que estavam ali, os animais me bicaram e cacarejaram.

- Tudo bem Kaito-sama? - Len me olhou da janela, rindo em seguida.

- Não ria! Eu estou bem! 

Me levantei e tirei as penas da roupa, e quando estava prestes a ir embora escutei o loiro murmurar com a irmã:

- Hey, você viu que ele estava com um ovo na cabeça?

Arremessei o ovo que realmente estava na minha cabeça na janela, rindo e ouvindo em seguida:

- Hey! - Rin saiu com o ovo quebrado na cabeça - Acertou a pessoa errada!

Eu engoli em seco e corri na direção do final da rua, com medo de que ela me arremessasse mais alguma coisa.


Procurava uma nuca branca bonita
Vamos dançar no meio da noite sem lua
Esta presa afiada, faminta pelo brilhante sangue vermelho
Quem será seu próximo alvo?

 

Quando estava prestes a virar a esquina vi uma mulher de vestido vermelho, chapéu da mesma cor e curtos cabelos castanhos. Eu sorri de canto e me aproximei dela:

- Boa noite senhorita! - Sorri e passei a mão na minha franja. Ela me olhou entediada, e suspirou, como se me responder fosse um esforço.

- Boa noite.... - Ela já ia voltar a andar quando eu fiquei na frente dela.

- Es-espera! - Eu sorri, dessa vez nervoso, nada sensual... - Qual seu nome? 

- Meiko.... - Ela tetou andar de novo, mas eu a bloqueei - Quer fazer o favor de me deixar passar!? - Ela parecia irritada.

- Posso te deixar passar se responder a minha pergunta!

- Diga... - Sua voz tinha um tom tedioso.

- Preste bem a atenção, pois essa pergunta é difícil! - Sorri vangloriso - Haviam dois ursos o Beijaeu e o Mebeija, o Beijaeu morreu quem sobrou?

Ela parou por um momento como se estivesse analisando a frase.... Depois corou e rosnou, me dando um soco no meu da cara.

- SEU PERVERTIDO!! - Ela saiu correndo enquanto eu tentava me levantar e contar quantos dentes tinha perdido....


Um dia faltando ferro
Então ele tentava cortejar a senhora
Mas em vez disso, foi derrubado
Teve que recuar na demissão

 

- Ah... Eu quero sangue.... Que não seja o meu.... 

******

Quando cheguei de volta a minha casa, Rin e Len vieram correndo me receber com sorrisos enormes, que sumiram ao ver minha cara esbofetada.

- Você conseguiu? - Len perguntou.

- É óbvio que não! - RIn cuspiu, dando um cascudo no irmão.

- Hey! Eu só quis ser educado!! Eu sabia desde o início que ele não ia conseguir.... 

- E que provavelmente iria apanhar... - Rin me olhou, e me deu um sorrisinho, enquanto seu irmão ria e ela tentava conter o próprio riso - Da próxima vez você consegue!

- Ahh... Vocês não estão ajudando em nada... - Saí praguejando até o meu quarto, me jogando na minha cama. Ouvi eles murmurarem:

- Ele deve ter usado mesmo aquela cantada do urso... - Era a voz de Len, rindo nasalmente em seguida.

- Eu não acredito que você teve coragem de ensinar essa cantada pra ele! - Rin gargalhava....

Era culpa deles!! Tsc! Eu me levantei e fui até eles.

- Então foram vocês! - Dei um cascudo em cada um.

- Desculpe Kaito-sama! - Eles falaram em uníssono com a voz manhosa - Como nós fizemos isso nós vamos te contar algo importante!

- O que!? - Meus olhos brilharam de curiosidade. 

- A mulher ideal para você e esses seus olhos azuis  - Começou Len.

- É a princesa adequada à luz do dia! - Terminou Rin

- Ela tem um sorriso incrível! - Len voltou a falar.

- E nós sabemos onde ela mora! - Falou por fim a irmã.

- Sa-sabem!?! 

- Sim! - Eles sorriram.

- Ah! Como eu amo vocês!! - Os apertei como se fossem bichinhos.

*****

Na noite seguinte eu fui saltando de telhado em telhado, em busca da mansão onde eles disseram que ela vivia, chegando finalmente em um local:

- Bem... Se os morcegos estão certos, deve ser aqui... - Olhei o prédio de estrutura gótica e cores em escala de cinza.... É meio sombrio para um princesa do dia certo? Resolvi espiar pela janela do segundo andar, escalando as paredes e me pendurando no batente saliente da janela. Eu observei, e vi que era um quarto, alguém estava deitado de costas pra mim na enorme cama. Os cabelos longos denunciavam que era uma mulher, como estava escuro eu não conseguia ver a cor dos mesmos. Então abria a janela que estava destrancada e fui sorrateiro pra perto da cama, acendendo um castiçal que estava em cima de um criado-mudo ao lado da cama, aproximei um pouco a luz dos cabelos e vi que eram de um púrpura que eu nunca tinha visto antes.... Eles caíam sobre a nuca dela.... Fui me aproximando para mode-la quando ela segurou meu pulso firme tão rápido que eu nem pude ver, fazendo o castiçal cair no chão e as velas se apagarem:

- O que pensa que está fazendo!? - Aquela voz....

- Vo-você.... - Eu engoli em seco - VOCÊ É UM HOMEM!?!?! 

Vi ele me fuzilar com o olhar e rosnar, o que me fez ter um frio na espinha.

 


Notas Finais


Eae?? O que acharam do primeiro cap?? Copy-chan??
Bye bye sayonara e kissus de morango pra vcs!! ><
Link da música ---> https://youtu.be/s9oLTORa_xQ


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...