História Yandere 2 - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Exibições 54
Palavras 568
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Espero que gostem

Capítulo 11 - "Brinquedinhos"


Fanfic / Fanfiction Yandere 2 - Capítulo 11 - "Brinquedinhos"

Eu não poderia estar mais furiosa! Eu sabia que a Saki era malvada, mas não pensei que fosse chegar a esse ponto!

Já era final de tarde, e o sol já estava se pondo. Com um olhar claramente sanguinário, eu cheguei em minha casa. Minha mãe ainda estava no trabalho, e a Ayumi era a única por lá. Ela estava assistindo TV, e rindo horrores por causa do programa de comédia.

Me aproximei e entrei na frente da TV, tampando completamente a visão de Ayumi.

-Saia daí Yumi, eu quero ver.-disse Ayumi.

Ela tentava se inclinar para os lados para tentar enxergar, mas eu não deixava.

-Já chega de televisão.-disse eu.

-Ah é? Não me diga. E porquê?

-Preciso da sua ajuda.

-Para quê?

-Preciso me livrar de uma pessoa.

-O que você quer dizer com "me livrar"? Quer dizer, arrancar as tripas dela?

-É, por aí.

-E você quer minha ajuda!?

-Quero.

Ayumi salta do sofá e dá um enorme sorriso.

-Ah que ótimo! Finalmente deixou seu lado psicopata despertar! Será um prazer te ensinar tudo o que eu sei!

-E do que eu preciso saber?

-Bem, quando eu vim para cá, você se lembra que eu trouxe uma grande caixa, que eu te disse para não mexer?

-Lembro sim.

-Pois é, já tá na hora de eu te mostrar o que tem dentro!

Subimos as escadas, até o quarto da Ayumi. Fiquei curiosa para saber o que ela tinha para me mostrar.

Ela se abaixou e puxou uma enorme caixa de debaixo da cama. A caixa era enorme, parecia mais um baú.

Ele tinha uma chave, que Ayumi carregava consigo. Ela destrancou a caixa e a abriu. Lá dentro havia várias ferramentas estranhas e velhar. Perguntei:

-O que são essas coisas?

-Eu chamo de brinquedinhos sexuais. São ferramentas usadas para torturar pessoas na idade média.

-Por que você tem essas coisas?

-Eu gosto de colecionar.

Ayumi pegou entre elas, um grande alicate vom garras nas pontas.

-Por enquanto eu vou te emprestar essa.-disse Ayumi, me entregando o objeto.

-O que é isso?

-É uma aranha espanhola. Era usado para arrancar os seios das mulheres. Ele era aquecido e queimava a pele da vítima, e então o torturafor arrancava com violência os peitos das mulheres. Também podiam ser usados também nas nádegas e barriga.

-Que horrível! Não vou usar isso! Por que eu simplesmente não corto a garganta dela?

-Porque, qual a graça de matar uma pessoa sem ouvir alguns gritos de agonia?

-Mesmo assim, isso é muito cruel!

-E essa pessoa que você quer matar não merece?

-Bem...

-Pense em tudo o que ela te fez, ela não merece isso?

-Sim...

-Por todo esse tempo que ela te fez mal, ela não merece isso?

-Sim!...

-Ela não merece pagar por todo o mal que ela fez!?

-Sim!!! Ela merece isso e muito mais!!!

-É assim que se fala. Agora vá lá, e mate ela!

-Sim! Eu vou arrancar as suas tripas!

Uma lágrima desceu pelo rosto de Ayumi.

-Minha garotinha está crescendo... Nem parece a mesma de quando a conheci...

-Você me conheceu há uma semana!

-Mas nesse meio tempo você evoluiu bastante. Agora vá. Não hesite em dar a essa garota o que ela merece!

Saí de casa. Já era noite. A lua estava cheia, e não havia uma só pessoa nas ruas, e eu, com aquela arma nas mãos, parti em busca de vingança!!!


Notas Finais


A imagem de uma aranha espanhola está na capa do capítulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...