História Yandere Unstoppable - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Visualizações 12
Palavras 982
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Suspense, Violência, Yuri
Avisos: Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 12 - EP 4 - Causa - Parte 1



 Yumi não quis sair do quarto por uma semana... Ela havia acabado de conhecer o pai, e dias depois, o perdeu. Foi um choque para ela, quando soube da morte dele, e pior ainda quando descobriu que ele era um drogado. Ela não quis nem ir ao funeral dele. Disse que queria esquecer, que queria pensar que aquilo foi um simples sonho e que nunca aconteceu. Eu também não fiquei muito bem.

 Na tentativa de animar a filha, Ayumi bateu na porta do quarto dela:

 -Yumi, amor?-disse ela.-Eu sei que é difícil pra você, mas você já está aí dentro há dias, isso não é saldavel! Yumi...?

 Ela não respondia.

 -Coitadinha...

 Yumi estava sozinha lá dentro. Seu quarto estava sujo e escuro. Ela estava acordada, mas triste em sua cama. De repente seu celular vibra, anunciando a chegada de uma nova mensagem. Ela olhou o conteúdo da mensagem e se surpreendeu.

 -Não acredito!-disse ela.-A Saki está voltando! Ela chega hoje! Ela quer que eu a encontre no shopping às 16h!

 Ela levantou em um só pulo da cama, arrumou seu quarto e vestiu sua melhor roupa. Meia hora antes do encontro, ela saiu de seu quarto e desceu as escadas até a sala, onde a Ayumi e eu assistíamos à TV. Quando percebi seu visual produzido, questionei.

 -Aonde vai assim?

 -Ao shopping.-respondeu, Yumi.

 -Mas agora pouco você nem queria sair do quarto, o que aconteceu?

 -Recebi uma mensagem da Saki! Ela voltou e quer me encontrar!

 -Que ótimo, filha!

 -Eu já estou indo, tchau mães!

 -Ei, Yumi! Espera, eu vou com você!-disse Ayumi.

 -Ah, não precisa.

 -Vou sim. Tem tido muitos molestadores andando por essa região. Preciso ir contigo.

 -Eu sei me cuidar.

 -Nem pensar. Eu vou e pronto. Além do mais, eu também quero rever aquela macaquinha.

 -Já que insiste. Então vamos. Mãe, quer vir junto?

 -Não, eu ficarei aqui e limparei a casa, mas traga ela aqui quando puder.-disse eu.

 -Como quiser. Tchau.

 Yumi e Ayumi vão com o meu carro até o shopping. Assim que chegaram lá, elas ficaram aguardando perto da fonte, o local do encontro. Um tempo depois, Yumi olhou para longe e viu uma mulher de cabelos castanhos claro se aproximando dela, com um sorriso.

 -Yumi!-disse ela.

 -S-Saki?! Eu não acredito.

 As duas correram para se abraçar.

 -Não acredito que você voltou.-disse Yumi, eufórica.-Você está linda!

 -Você também está maravilhosa!-disse Saki.-Nós temos tanto o que conversar!

 As duas se sentaram num banco perto da fonte, ao lado da Ayumi.

 -E aí molequinha. Como vai?-disse Ayumi.

 -Boa tarde, senhora Ayumi. Estou bem, obrigada.-respondeu Saki, se curvando.

 -Senhora é a minha vó. Eu só tenho 34 anos. Me chame só de Ayumi.

 -Como quiser.

 -Como tem sido morar com os seus avós, Saki?-perguntou Yumi.

 -Foi ótimo! Fui super bem tratada. No começo eu estranhei um pouco aquele tipo de vida, pois os criados que trabalhavam na casa estavam sempre me bajulando. Mas com o tempo eu me acostumei e virei amiga deles.

 -E as escolas de la são boas.

 -Bom, eu não posso generalizar, mas a escola particular que meus avós me puseram era bem legal. O chato era que alguns dos meus colegas me tratavam diferente por eu ser estrangeira. Mas no geral, foi tudo ótimo.

 -Oh. Porquê você resolveu voltar?

 -É que eu terminei os meus estudos no ensino médio e eu quis vir fazer faculdade por aqui e começar uma vida com as pessoas que eu amo. E quando eu digo "as pessoas que eu amo", me refiro à Yumi Yamazaki.

 Nesse momento, Yumi ficou toda corada.

-Bem, acho que eu deveria deixá-las sozinhas.-disse Ayumi, se levantando.-Eu vou numa loja ver algunss roupas, depois agente se encontra.

 Assim que a Ayumi se retira, Saki avança sobre a Yumi e a abraça, ameaçando lhe dar um beijo, mas em vez disso ela diz, olhando nos olhos da Yumi, que estava um pouco assustada:

 -Yumi... Desde que eu pisei os pés na China, não tem um só dia em que eu não pensei em você.-disse Saki.

 -S-Saki... Estamos num local público... As pessoas vão nos ver!-disse Yumi.

 -As pessoas são ignorantes, Yumi. Elas não vêem o verdadeiro amor. Yumi, eu irei te beijar agora!

 -Espera! E-Eu quero que seja num lugar especial, não num shopping sujo!

 -Acho que tem razão! Nosso primeiro beijo tem que ser inesquecível!

 Em casa, eu estava limpando a parte do guarda-roupas que pertencia a Ayumi. Fiquei intrigada quando encontrei um saquinho com um pó branco dentro do sapato dela.

 -Mas o que é isso?!-disse eu.-Não tem cheiro de nada... Não parece ser açúcar ou sal...

 De repente, eu ouvi a campainha tocar e fui atender. Quem batia era um homem baixo e careca.

 -Boa tarde, senhora. A Ayumi está aqui?-disse ele.

 -No momento ela não está. Quem é você?-perguntei.

 -Sou um amigo da Ayumi.

 -O que você quer com ela?

 -Bem... Não sei se eu devo confiar em você, mas pelo que a Ayumi disse, você deve ser confiável. É que a Ayumi me deve uma quantia de 20 mil ienes.

 -O quê?! O que ela fez pra te dever tanto?!

 -Eu vendi para ela um pouco de droga.

 -Você é um traficante?

 -Prefiro que me chame de revendedor não autorizado de substâncias entorpecentes.

 -Um traficante.

 -Como preferir. Enfim, eu vendi para ela cerca de 2 quilos de morfina modificada.

 -Morfina?

 -Sim, o pózinho branco que serve pra fazer heroína.

 -O q-quê...?

 -Eu realmente não gosto de vir na casa dos meus amigos para cobrar dinheiro, mas eu estou precisando muito do que ela me deve.

 -Receio que você só possa resolve com ela.

 -Bom... Então... Acho que posso passar aqui mais tarde... Tenha um bom dia.

 O homem se retira e eu fecho a porta, ainda sem acreditar.

 -2 quilos... 2 quilos de matéria prima de heroína... Será que... Foi ela!!! Foi ela!!! Ela matou o Tadashi!!! Eu vou matar a Ayumi!!!


Notas Finais


Young Yandere: https://spiritfanfics.com/historia/young-yandere-9949131

Primeiro capítulo depois que esta história for finalizada


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...