História Yaoi-Zoo: Nova geraçao - Capítulo 5


Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Bambi, Boo, Caracal, Feneco, Hiena, Lince, Mamba-negra, Todos Os Animais Da Terra
Visualizações 387
Palavras 1.038
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Esporte, Famí­lia, Fantasia, Ficção Científica, Harem, Hentai, Lemon, Luta, Magia, Romance e Novela, Saga, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oieeeeee galeraaaaa 💜💜💜
Já tá acabando o dia das crianças, mas ainda da tempo de postar esse capitulo em homenagem à vcs como haviam me pedido nós comentarios 😂😂😂


Foto abaixo: Gnu

Capítulo 5 - Trocando de cadeira.


Fanfic / Fanfiction Yaoi-Zoo: Nova geraçao - Capítulo 5 - Trocando de cadeira.

Narrador Gnu


Contorno mais um desenho de coraçao na minha mesinha. Hoje foi um dia produtivo, fiz varios coraçoes em volta do nome "Pônei". Coraçoes coloridos para ficar perfeito, e pequenininhos pra não ofuscar o nome do meu namorado... Que ainda não sabe que está me namorando hihihihih.

Na minha carteira desenhei tudo que gosto, desde unicornios à arco-iris. E também um Dragão em homenagem ao meu pai. 

Comecei a desenhar porque os meninos da minha sala, sabendo que eu sento sempre nessa cadeira, escreveram "Demonio" e outras palavras ofensivas.

Tudo porque eu nasci com um defeito genetico, tenho dois chifres, um em cada lado da cabeça. Minha mãe, Unicornio também tem, mas o dela é apenas um, e se localiza no meio da testa. 

Em fim, eu cubro as ofensas dos meninos com desenhos fofos e frases alegres S2

Eu não ligo muito para a bullying, so preciso de mim e dos meus Appas e amigos para ficar feliz, e é claro, meu crush.

Na minha mesinha tem os nomes dos meus melhores amigos, em primeiro lugar vem o Bambi, bixa escandalosa que me faz passar mico. Ja que ele é gay assumido e eu não.

Inclusive ele está sentado ao meu lado agora mechendo escondido no celular durante a aula.

Estico o braço e cutuco o Bambi. - O que tá fazendo? - Sussurro.

Bambi: Sexo virtual pelo wattsapp! - Sussurrou de volta me fazendo rir.

Nesse momento a professora diz "shiuuuu! Façam a tarefa!".

É aula de ciencias, e a bruxa lotou a gente se exercicio. Ela é sadica!

Então tudo é mais interessante que a materia dela, até as conversas sem vergonhas do meu amigo.

- Me deixa ler um pouquinho... - Pedi manhosamente mantendo a voz baixinha.

Bambi: Rsrsrsrsrsrs eu estou quicando pra valer nele - Retrucou e minhas bochechas esquentam.

- Nele quem?

Bambi formou um sorriso safado antes de responder - No Caracal!

- Caracal? Do segundo ano? Não sabia que era gay.

Professora: CHEGA, GNU! MUDE DE CADEIRA! - Disse e eu Fico muito indignado.

- POXA! TEM UM MONTAM DE PESSOAS AQUI E A SENHORA SÓ SABE PEGAR NO MEU PÉ!?  - Revidei me negando à obedecer.

Professora: CHEGA GNU! NÃO QUERO SABER! TE MANDEI MUDAR DE LUGAR!

Esbafori.

Levanto da cadeira, e a levanto comigo para levar para onde vou, afinal minha cadeira é importante pra mim.

Professora: DEIXE SUA CADEIRA ONDE ESTÁ! - Mandou.

- Então não é mais pra trocar de canto?

Professora: É, MAS NÃO É PRA LEVAR A CADEIRA COM VOCÊ!

- ENTÃO ONDE SENTO!? NÃO TEM NENHUMA CADEIRA DISPONÍVEL!

Professora: TROQUE DE LUGAR COM O HIENA, ENTÃO! - Ordena e eu engulo em seco.

Miro em direção ao Hiena, que é o presidente do clube estudantil.

Ele é sinistro... 

Professora: Hiena, pode trocar de lugar com o Gnu? Por favor? - Questiona educadamente, mudando o tom ao falar com ele.

Hiena levantou obedecendo a ordem de imediato.

Miro-o.

Ele tem cabelo preto, um pouco grande, bastante liso caindo em seus olhos. Seus olhos são amarelos, alias, seu olho direito, pois Hiena usa um tapa-olho no esquerdo... Esquisito.

Ele segue em minha direção com a cabeça baixa, e braços atrás das costas igual um soldado.

Ele é muito introvertido... Não entendo como virou presidente do clube escolar, se no minimo precisa se socializar.

Pego meu material e sigo até sua cadeira também. E então meio que nossos caminhos se cruzam.

Em sua personalidade reservada, ele mira pra mim de relance, e instintivamente faço o mesmo.

O momento durou poucos segundos, mas ele me deixou bastante assustado. Bom, porque ele me olhou com ódio. 

Nunca conversei com ele, e já me detesta!?

Vou pra sua cadeira e sento ficando quietinho. O assisto sentar na minha, Bambi me lançou um olhar tristonho sentindo minha falta perto dele.

Eu também Fico triste. 

No entanto algo me deixou ainda mais assustado. 

A mesinha do Hiena tinha desenhos de caveiras e simbolos satanistas, cruzes de cabeça pra baixo e frases depressivas do tipo: "Eu sei como é querer morrer, como dói tentar sorrir, como você tenta se ajustar e não consegue, como é se ferir por fora tentando matar o que tem por dentro"

Tampo meus olhos para pararem de ler.

Professora: GNU! NÃO ESTOU TE VENDO FAZER O DEVER! - Disse me causando um pequeno susto por não estar esperando ela falar comigo.

Ponho meu caderno na mesinha, ele serviu bem para esconder aqueles desenhos estranhos.

Abro o livro e pego a caneta em mãos para responder as questoes.

- Você é lindo! - Ouço alguem dizer. Miro pro lado e deparo-me com Falcão olhando-se no espelho e se elogiando igual um maluco.

Só tem gente estranha nesse lado da sala!

Miro pro meu lado esquerdo e vejo a dupla irritante de gemeos, Boo e a Feneca. 

Eles são tão perfeitinhos que todos acham que rola incesto entre os dois, já que nunca vimos Boo ou a Feneca interessados em ninguém por aqui. To dizendo no plural porque não é só eu que shippo os dois, a maioria da sala, eu, Bambi, Doninha, Toupeira, Lince, Cobra e etc.

Em fim, há algo que merece minha atenção. Miro para frente, para a primeira cadeira da fila em que eu estava. Pônei escrevia fofamente algo em seu caderno, acho que respondia a atividade. 

Ele é tão esforçado... S2

De repente vejo que Hiena estava xeretando as coisas que guardo debaixo da mesinha, onde tem espaço pra por cacareco.

Esse cara é um abusado!

Para me vingar olho debaixo da sua mesa vasculhando o que ele guardava acola.

Então deparo-me com um livro totalmente preto com "death note" escrito na capa em letras de forma prateadas.

Levo um susto e ponho o caderno de volta onde achei. 

É só ignorar que vi isso... 

- E se meu nome estiver nele?

Pego o caderno devolta. Minha mãos começam a tremer, eu abro-o e o folheio. 

Então encontro:

Gnu Rennault Fire.

Nessa hora meu sangue gela.

Ele sabe meu nome completo!? Ou melhor, o que eu fiz pra esse esquisito querer me matar?

Miro para o psicopata e então noto que ele achou meu diario.

Meu rosto queima. Pude sentir o cheiro das minhas bochechas assando.

Fecho os olhos fortemente e junto as maozinhas para orar. - Por favor, não Deixe ele ler, Deus!!! Por favor, não Deixe ele ler, Deus!!! Por favor, não Deixe ele ler, Deus (...)

Depois abro os olhos e vejo que ele guardou descaradamento meu diario em sua mochila.

Me seguro pra não chorar.

Tenho que recuperar meu diario!


Notas Finais


Vejo vcs nos comentarios 💜 💜 💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...