História Year After Year - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias MasterChef Brasil
Personagens Ana Paula Padrão, Erick Jacquin, Henrique Fogaça, Paola Carosella
Tags Farosella
Visualizações 152
Palavras 1.656
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi gente!!! Muitíssimo obrigada pelos comentários!

Estou bem empolgada com a história e por isso cada capítulo está saindo imenso!!! Sorry! Hahahaha

Boa leitura!!!

Capítulo 2 - Me paso el día planeando nuestro encuentro imaginario


Fanfic / Fanfiction Year After Year - Capítulo 2 - Me paso el día planeando nuestro encuentro imaginario

P.O.V Paola

Embora nervosa com esse encontro, eu tento manter a calma e naturalidade. É difícil manter a frieza quando quem está na minha frente é Henrique Fogaça. De verdade, não sei o que acontece. Gostaria de entender. Ou talvez esquecer.

Fogaça: - Paola!!! Como você está? - Após o mais agradável susto que levou, Henrique a abraça forte como se por esse gesto pudesse fazê-la sentir o quanto ela é especial e o quanto sentiu sua falta durante esses 3 eternos meses.

Paola: - Meu tatuado! Senti saudades de você! Yo estoy muy bien! E você? Preparado para me dar novos sustos com aqueles seus gritos insuportáveis? - Na última frase, Paola solta uma risada tímida acompanhada de um brilho incrível nos olhos. Brilho esse que ela sentira brotar de seus olhos poucas vezes em sua vida. Brilho esse que fazia Henrique viajar ao paraíso, mesmo sem sair do lugar. 

Fogaça: - Claro que estou preparado! Os sustos que eu te dou são a minha parte preferida desse programa, argentina! 

Paola: - Então quer dizer que você faz isso de propósito??? Cazzo!!!!

 

Rindo, os dois não tiram os olhos um do outro. Por eles, momentos como esse poderiam durar pra sempre! É como se por de trás dessas palavras, um milhão de declarações fossem ditas sem muito esforço. 

 

Paola: - Sí... Mas me diga... Como você teve tempo para observar tantos detalhes quando me viu andando de bike? Eu não sabia que meu projeto "menos 5kg antes dos 45" estava sendo monitorado assim, tão de perto. Preciso ficar mais atenta!

Fogaça: - Paola, eu observo mais coisas sobre você do que você imagina. Desde a época do Júlia. Como você acha que eu aprendi tão bem todas as suas técnicas e habilidades culinárias? Te observando! É isso que eu faço até hoje.

Paola: - Mas hoje você não precisa aprender mais nada comigo, corazón. Pode observar menos! Hahahahaha

 

Ainda nos corredores, os dois ouvem uma voz vinda dos alto falantes do estúdio que apressa a equipe para que todos estejam prontos e tomem suas posições dali a 20 minutos. Entre as risadas que estavam dando até então e que os fizeram perder completamente a noção do tempo, Paola e Fogaça se olham após o aviso do diretor e, instintivamente, vão para os seus respectivos camarins para ajustar os últimos detalhes do figurino.

 

P.O.V Fogaça

Puta que pariu, Fogaça!!!! Pra quê dizer uma coisas dessas? Dizer que a observo... Romantizar a porra toda! Puta que pariu! Vamos voltar ao foco do programa, vamos lá! Paola Carosella é apenas uma colega de trabalho. Sua namorada é a Carine! Ela sim você precisa observar. A mulher com quem você vive é ela. Entenda isso de uma vez, seu maluco! 

P.O.V Paola

Sim, eu gosto de levar o Henrique aos seus limites. Mas tenho a impressão de que estou exagerando nas minhas investidas. O que era pra ser uma brincadeira, está indo muito além. Mas ok, Paola! Vamos à gravação! Você continua sendo jurada do MasterChef e namorada do Jason. Você é comprometida!! Infelizmente, Henrique também! Acorda, mulher!!!

 

Os três jurados, a apresentadora e as demais pessoas da equipe já se encontravam no local da gravação. Todos em suas respectivas posições. Paola e Henrique sempre ganhavam uma chamada de Pato que dizia que eles deveriam ficar mais centralizados no "palco". Pato brincava com Paola dizendo que tinha um imã do lado de Fogaça que a puxava e sempre a deixava mais para o lado direito do estúdio. Sendo assim, Jacquin sempre ficava isolado do trio de jurados e isso era perfeitamente perceptível diante das câmeras. As "broncas" de Pato direcionadas à Paola sempre arrancavam altas gargalhadas de quem estivesse presente no momento. Paola e Fogaça, por sua vez, ficavam de rostos corados e completamente envergonhados cada vez que ocorria essa situação. Paola, na tentativa de remediar, tentava justificar essa sua atitude repetitiva e tudo se tornava ainda mais engraçado para todos que estivessem ali. 

 

Pato: - Todos em suas posições? Começaremos a gravar em 3, 2, 1... Gravando! 

 

A gravação do programa ocorreu conforme o esperado. Estavam sendo gravados os últimos episódios de uma das temporadas de MasterChef amadores. Eram os episódios que antecediam a grande final que seria ao vivo. Todos preferiam esse formato do programa. Trabalhar e julgar amadores era ainda mais desafiador e divertido do que quaisquer outras edições. Ao final da gravação, Ana Paula Padrão uniu os jurados e os convidou para um after em seu apartamento.

 

Ana Paula: - Queridos, estamos chegando ao final das gravações e até agora não fizemos nenhum encontro só nosso, pra relembramos tudo o que passamos por aqui e pra rirmos de cada situação que nós compartilhamos! O que acham de nos encontrarmos hoje às 21h lá em casa? A comida eu não garanto. Mas morrer de sede vocês não vão hahahaha! Trouxe muitas bebidinhas novas da minha última viagem. Vamos???

Henrique: - Opa, tô dentro! Vou dar uma passada no Sal e às 21h apareço lá!

Jacquin: - Você disse "bebida"? Falou para a pessoa certa! Estarei lá, minha amiga! 

Paola: - Ixi, Aninha! Ainda não sei se Bel dormirá lá em casa hoje com a minha pequena. Preciso confirmar isso e logo te dou a resposta, sí?

Ana Paula: - Tudo bem! Espero que você consiga ir, amiga! Vou adorar! Aguardo vocês em casa então! Até mais!

P.O.V Paola

Óbvio que eu queria ir no apartamento da Ana, mas meu juízo meio que gritava comigo para que eu não fizesse isso. Eu sei que depois de umas doses eu fico ainda mais "soltinha". Isso seria perigoso hoje. Perigoso porque Henrique estaria lá! E eu precisaria me controlar ao máximo. Ou precisaria não colocar uma gota de álcool na boca, mas isso seria impossível. 

No Whatsapp:

Ana Paula: - Paola, você não se atreva a inventar historinha para não vir aqui em casa hoje! É a sua oportunidade, amiga! Hahahaha! Brincadeiras à parte... Vai ser um momento legal! Nós precisamos disso! Venha, por favor! Estou te esperando!

Paola: - Aninha, quero que fique claro que vc ferra ainda mais a minha vida, sí? Yo te amo, mas não é siempre! Tudo bem! Eu vou! Mas vou chegar um pouco mais tarde pq quero fazer Fran dormir antes de ir. 

Ana Paula: - Vc vai chegar mais tarde é pra criar expectativas, né?! Pensa que eu nasci ontem? Hahahaha... Fiquei feliz que vc virá! Beijos, Carosella! 

P.O.V Paola

Leio a mensagem da Aninha e involuntariamente começo a rir. Mas é uma risada de ansiedade, uma risada que me diz que tudo aquilo estava errado, que eu estava entrando numa situação sem saída. E que a culpa toda de aquilo acontecer seria minha e só minha. Eu poderia evitar. Mas decidi viver o que a vida estava me propondo. Já em casa, cheguei, cumprimentei o amor da minha vida toda: Fran. Ela é tão pequena, mas é tão mais forte que eu. É um amor que fala mais alto do que qualquer outra coisa que exista em minha vida. Reencontrar a minha loirinha após um dia de trabalho é uma das maiores recompensas e doses de paz que eu preciso receber.

Paola: - Mi amor, mamá vai a um jantar na casa da Ana, sí? Bel vai dormir aqui em casa hoje. Ahora eu vou te contar uma história para você dormir e ter sonhos bem doces, assim como esses super beijos que eu vou te dar!!!

 

Em meio a beijos, cócegas e brincadeiras, Paola aproveita plenamente o seu momento mais especial do dia. O momento em que estava nos braços da sua pessoa preferida no mundo: Francesca. 

 

Francesca: - Te amo, mamá! Buenas noches! 

P.O.V Fogaça

Já a caminho da casa da Ana Paula, sinto um frio na barriga que me é familiar. Familiar porque foi o mesmo frio na barriga que senti hoje mais cedo ao ser surpreendido por um sotaque argentino nos corredores da Band. Mas que porra é essa, Fogaça? Que tipo de pensamento é esse que você tá tendo ultimamente? É só um jantar entre amigos, caralho!

 

No apartamento de Ana Paula já se encontravam Jacquin e Rô. Em seguida, Fogaça chegou trazendo um prato de petiscos do Sal e uma garrafa de vinho português. 

 

Ana: - Fogaça!! Que bom que você veio! Bem vindo, querido! Trouxe mais bebida? Meu Deus! Mal posso esperar as histórias que essa noite há de render. 

Fogaça: - Sempre bom garantir que não falte o mais importante na festa, né, Ana? 

 

Rindo, os dois se abraçaram para se cumprimentar e em seguida sentaram junto a Rô e Jacquin que já estavam em suas terceiras taças de espumante francês. Fogaça se serviu com uma taça e serviu a taça de Ana Paula que já estava vazia. Ana sugeriu um brinde entre os quatro que ali estavam. Mas Henrique a interrompeu.

 

Fogaça: - Calma aí, Aninha! Nosso time ainda não está completo!

Ana Paula: Hummm, você tem razão! Nada como o Fogaça pra não nos fazer esquecer da Paola, né? Hahahaha

 

Pouco tempo depois a campanhia do apartamento toca e, com a maior empolgação do mundo já sabendo quem estaria do outro lado da porta, Ana sai correndo para atender. Num movimento automático, Henrique se levanta da poltrona onde estava sentado para cumprimentar quem estava chegando. Como esperado, era Paola. Com um uma saia preta um pouco abaixo do joelho, camisa jeans por dentro da saia, um salto alto preto e cabelos mais ou menos presos por um coque. A roupa deixava suas curvas em completa evidência e, portanto, sua sensualidade estava ainda mais aguçada. Ela já havia percebido o quanto Henrique a admirava quando estava com o cabelo preso. Não foi à toa que ela se arrumou assim hoje. Essa era a visão mais aguardada da noite por Fogaça, e a melhor que ele poderia ter na sua frente depois daqueles 3 meses de folga e uma saudade imensa. 

 


Notas Finais


E aí?? Gostaram?

A ideia é seguir a história o mais próximo possível da realidade. Espero que continuem acompanhando!
Quero ir mais devagar nos lances deles pra que fique claro cada fase do casal, ok??
Nas falas da Paola eu coloco um pouco de espanhol e um pouco de italiano, propositalmente. Na real life, até francês essa mulher fala! Muito poliglota mesmo, né? Lacradora!

Beijos, lindinhas!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...