História Yellow ( camren G!P) - Capítulo 21


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Tags Camila Cabello, Camren, Camren G!p, Lauren Jauregui
Visualizações 3.391
Palavras 1.586
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Voltei!

Boa leitura :)

Capítulo 21 - É errado


Fanfic / Fanfiction Yellow ( camren G!P) - Capítulo 21 - É errado

- Camz prometeu! 

Parei de pensar a partir do momento em que senti seus lábios macios tocarem os meus. Seria loucura se eu correspondesse? 

Sim, seria. Mas no momento eu não conseguia afastá-la, ao invés disso eu correspondi levando minhas mãos até a sua cintura já que ela segurava meu rosto com toda a delicadeza que ela tem. Era apenas um beijo, mas eu fiz questão de aprofundar, passei minha língua nos seus lábios, ela parecia receosa no começo, mas aos poucos  foi me dando passagem e eu adentrei a sua boca com a minha língua, Lauren estremeceu quando nossas línguas se tocaram e passou seus braços ao redor do meu pescoço. Explorava cada canto da sua boca sem a menor pressa, estava tudo muito bom, até demais....chupei sua língua e a mesma soltou um gemido baixo que foi o suficiente pra me fazer acordar daquela loucura que eu estava cometendo. 

Me afastei bruscamente quase sem fôlego. Lauren ofegava com um sorriso lindo no rosto, teria sorrido junto se eu não estivesse tão ferrada com tudo que aconteceu.

- Camz.....

- Ér.....o seu....o seu mamar!  - peguei a sua mamadeira e a entreguei cortando qualquer assunto com ela. 

- Camz....

- Eu preciso ir....olha lo...- suspirei sentando ao seu lado. - Eu....esquece o que aconteceu, tá? Isso....foi um erro que não vai voltar a se repetir. - falei com toda a cautela possível. 

- Camz....

- Eu preciso  ir agora, princesa. - falei me pondo de pé. - Quando eu voltar quero que você já tenha tomado o seu mamar, a gente ainda vai passar na sua casa e pegar as nossas coisas. Combinado? - ela assentiu sem me olhar e eu deixei um beijo na sua testa antes de sair da sala com a minha consciência pesando. 

Que merda você foi fazer Camila? 

Suspirei um pouco alto e nem reparei quando esbarrei em alguém que quase foi ao chão, mas por sorte eu consegui segurar a pessoa a tempo. 

- Desculpa eu estava distraída e......

- Tinha que ser, né Cabello? Será que você não olha por onde anda, não? - falou em um tom irritado. 

- Eu já pedi desculpa, eu só estava distraída, só isso. - me defendi ajeitando meu jaleco. 

- Só isso? Você é uma grande médica pelo que consta, então quer dizer se você por pura distração esquecer uma tesoura dentro de um paciente, você vai chegar nele e " aí desculpa, eu só tava distraída " ah, me poupe Cabello! - falou sarcástica e eu abri e fechei a boca sem reação. - Quer saber? Licença que eu tenho mais o que fazer do que ficar olhando pra essa sua cara! - falou e passou esbarrando no meu braço de propósito. Fiquei alguns minutos tentando voltar ao normal. Respirei fundo e fui até a minha sala, precisava apanhar minhas coisas porque ainda tinha que passar na casa da Lauren e.....ainda tinha que ver Keana. 

(......)

Lauren estava calada durante todo o percurso até a sua casa, e eu sabia o motivo, digamos que eu estava meio que com medo de que a Clara tenha desistido do nosso acordo. Soltei um longo suspiro chamando a atenção da garota que me olhou com curiosidade. 

- Camz tá bem? - sorri involuntariamente sem tirar os olhos da estrada. Levei minha minha mão direita até a sua fazendo um leve carinho na mesma. 

- Estou princesa....e você? 

- Laur tá com medo. - falou apertando minha mão. 

- Não precisa ter medo meu amor. Eu estou aqui, tá? 

- E a Lucy? 

Respirei fundo antes de responder. 

- Ela está bem, acho que amanhã ela deve receber alta. Por quê? Sente falta dela? 

- Sim. Lucy é boa com a Laur. - assenti fracamente e foquei apenas na estrada. É errado e estúpido da minha parte, mas eu tive vontade de perguntar se meu beijo é melhor que o da Lucy, mas permaneci calada. 

Durante todo o resto do percurso fizemos em um completo silêncio. 

- Então....pronta? - disse estacionando o carro. Lauren apenas acenou que sim e eu tirei meu cinto para logo depois fazer o mesmo com ela. - Vamos?- aabri a porta do carro e Lauren prontamente segurou minha mão. Sorri tentando demonstrar confiança pra mesma.

Respirei fundo e segui até a porta. Toquei a campanhia e logo Clara abriu a porta. Lauren se encolheu ao sentir o olhar da mulher sobre ela. 

- Entra! - falou nos dando espaço. - Sua esposa fez questão de arrumar suas malas, Camila. E....as da Lauren já estão todas arrumadas também. 

- E....onde está Keana? 

- Ela está no quarto. - respondeu  fechando a porta. - Então....será que eu posso me despedir da minha filha antes? 

Fitei Clara por alguns instantes e depois olhei pra garota que apertava minha mão com uma certa força. 

- Um minuto. - falei ficando de frente pra Lauren que tinha um olhar assustado. - Tudo bem princesa, eu vou pegar nossas malas. Qualquer coisa você pode me chamar, tá? - falei tocando seu rosto. Laur assentiu receosa.

Não sei se fiz certo, espero que pelo menos dessa vez Clara trate a filha bem. Agora eu também torcia para que Keana não fizesse nenhum drama. 

Entrei no quarto com cautela ao perceber que Keana dormia. Respirei fundo e fui até as minhas malas que estavam em um canto qualquer da sala, não era apenas duas malas, o que eu agradeci mentalmente. 

- De quem você está fugindo? Não vai se despedir da sua esposa? - o tom irônico estava presente ali. Suspirei e me direcionei a porta ignorando sua fala, não estava afim de discutir. - Covarde! 

- Será que sou eu a covarde? - falei sem paciência. - Por acaso fui eu quem ficou com você e depois não quis te assumir? 

- Ele não podia sua idiota! Porque querendo ou não quando eu fui pra cama com ele foi só pra te provocar, e claro! Por prazer. - ela mantinha um sorriso sarcástico no rosto. 

Respira Camila. 

- Agora você pode ficar com ele. De você agora eu só quero distância! - falei colocando minhas malas pra fora do quarto. 

- E você pode foder a Ariana, né? 

- Muito, você não sabe o quanto. - a provoquei e soltei uma risada quando vi que deu certo. Keana bufava de raiva e eu decidi que era a melhor hora de sair dali, e assim eu fiz. 

                                         POV LAUREN

A mãe de Laur é mal. Laur não tem culpa de nada. Camz falou que a culpa era do namorado da mãe Clara, mas ela estava gritando e machucando o braço de Laur que estava sentindo dor. 

- Maldita hora que o seu pai resolveu morrer! Aquele infeliz nem pensou em mim quando resolveu bater a droga daquele carro! Aí pra completar a minha desgraça, você resolveu que queria ser retarda. 

- Ela não é retarda, Clara. E eu acho melhor você soltar ela antes que eu...

- Antes o quê? Você está me ameaçando por acaso? Eu posso muito bem desistir do nosso acordo, Camila. Eu ainda sou a mãe dela. - Laur se soltou da Clara e foi até sua Camz que me abraçou. 

- Tá d-do-endo, Camz. 

                                            POV CAMILA

Analisei o braço de Lauren que estava ficando roxo. Ela chorava baixinho e eu me controlei ao máximo pra não piorar as coisas. 

- Tudo bem lo, depois eu cuido disso, tá? - assentiu me apertando ainda mais. Suspiro e percebo que Clara nos observava com uma cara estranha. - Então Clara.....a gente já está indo. Vamos princesa? 

- Aham. - murmurou baixinho. 

- Muito obrigada por ter me acolhido da melhor forma possível aqui na sua casa, mas nós não temos pensamentos parecidos, nem sei se temos algo em comum, mas eu quero que saiba que eu vou cuidar da sua filha....

- Ela não é mais minha filha. Fecha a porta quando sair. - me interrompeu friamente e saiu da sala. 

- Vamos logo, Camz! - Lauren falou com a voz embargada. 

- Vamos meu amor, a partir de hoje você será minha prioridade. - falei segurando seu rosto entre minhas mãos. - Eu prometo que vou cuidar de você. 

- Sem Ariana? - falou me fazendo sorrir. - Camzzz...- falou manhosa.

- Por que você não gosta, dela? - revirou os olhos e eu ri a puxando pra um abraço apertado. 

- Te amo princesa, mas agora....vamos conhecer a sua nova casa? 

- Sim. - falou emburrada. 

- Sem biquinho, se não eu vou....

- Não tem mais bico, vamos embora, Camz. - falou me puxando. 

- Vamos, deixa só eu pegar nossas malas. 

- Tá. 

Depois de colocar as malas no porta malas nós seguimos pra nossa nova casa a partir de hoje, uma nova vida. 

- Camz....- desviei minha atenção pra ela que tinha uma expressão diferente no rosto. 

- Sim? - perguntei a olhando de canto. 

- Laur gostou de beijar, Camz. 

É errado Camila

É errado Camila. 

- Hum....- murmurei sem tirar os olhos da estrada. Talvez se eu fingir que não aconteceu ela esqueça. 

- Camz não gostou? 

Suspirei e liguei o rádio do carro em um volume razoável. Agora sim eu estou sendo covarde. Lauren bufou cruzando os braços. 

Neguei e me concentrei apenas em dirigir, Lauren foi o resto do caminho todo com um bico fofo nos lábios, o que só me deixou com vontade de.....

É errado Camila! 

Meu celular tocou e era Ariana, ela havia me mandado uma mensagem, mas eu não pude ler por estar dirigindo, depois eu vejo. 


Notas Finais


Oi gente!

Passando só pra dizer que eu estou viciada em Crying in the club, sério, eu não consigo parar de ouvir. Camila arrasa e talvez eu até faça uma mini maratona amanhã, só TALVEZ.

Até :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...