História Yellow (Versão em Português) - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Camila Cabello, Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Camren
Visualizações 137
Palavras 3.125
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, FemmeSlash, Fluffy, Romance e Novela, Violência
Avisos: Bissexualidade, Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Nos vemos nas notas finas.

Capítulo 13 - Treze


Lauren não pôde evitar ficar aliviada ao saber que não tinha aula quando acordou. Todas as outras colegas de quarto, porém, tinham, então seria só ela e Camila no apartamento.  Ela se deu conta de que a garota amava os nasceres do sol quando foi acordada por uma voz suave.

"Lolo," Camila sussurrou, cutucando o braço de Lauren suavemente. "Lolo, olhe."

Lauren grunhiu, esfregando os olhos e olhando as horas. Mais cedo do que ela estava acostumada. Ela bocejou, sentando-se e olhando para Camila. A garota mais nova estava sentada na ponta da cama de Lauren olhando pela janela que estava a poucos centímetros de distância. Ela se virou com um grande sorriso no rosto quando ouviu Lauren sentar-se.

"Olha, Lolo, olha o céu," Lauren não pôde conter o sorriso devido à animação de Camila essa hora da manhã. Ela se arrastou para o lado de Camila e arregalou os olhos quando viu o que Camila estava admirando.

"É lindo," Lauren sussurrou. O nascer do sol estava lindo naquela manhã. Estava em um tom de laranja brilhante, iluminando o céu e deixando pequenas listras de luz laranja pelo cão do quarto de Lauren. Haviam partes mais rosadas também. Se o céu fosse lindo assim toda a manhã, Lauren não se importaria em acordar tão cedo.

Camila assentiu suavemente. "Colorido" ela complementou, virando para Lauren com um sorriso genuíno. Lauren riu silenciosamente, passando a mão em seu cabelo bagunçado de quem tinha acabado de acordar. O comentário de Camila lhe deu uma ideia e ela se levantou.

"Vou pegar uma coisa, okay? Volto rapidinho."

Camila se virou para olhá-la, preocupada. Levantou seu mindinho e mordeu o lábio. "Promete?" ela perguntou, inclinando a cabeça para o lado.

"Mas é claro," Lauren sorriu e entrelaçou seus dedos. Ela apontou para a janela. "Está vendo aquele carro preto, bem ali?" ela perguntou. Camila assentiu. "Eu tenho que pegar uma coisa lá de dentro. Mas depois volto para cá."

"Okay," Camila sorriu suavemente. Ela se levantou e pressionou suas mãos no vidro.
"Eu vou acenar para você."

Sorrindo, Lauren assentiu. "Vou acenar de volta," ela riu. Camila assistiu Lauren sair do quarto, e a garota de olhos verdes logo estava nas escadas do seu apartamento.

Normalmente ela não deixaria o apartamento de pijamas. Mas Camila a levava a fazer coisas loucas, e por alguma razão, ela não se importava. Uma vez que estava no estacionamento, ela olhou para cima, procurando a janela do seu apartamento. Ela notou um borrão branco e riu, acenando de volta para Camila do chão.

Ela provavelmente pareceu uma idiota no momento, mas Lauren não podia ligar menos. Ela finalmente chegou em seu carro e abriu o porta-malas, pegando o cavalete e as tintas que tinha pegado emprestado com seu professor. Trancando seu carro, ela entrou de volta no edifício.

Antes mesmo de Lauren conseguir colocar as chaves na porta, ela foi aberta rapidamente. Lauren riu quando viu Camila sorrindo do outro lado dela.

"Eu vi você! Você acenou!" Camila riu. Lauren assentiu e entrou no apartamento. Ela foi em direção à parede de janelas na parte de trás da sala e começou a aprontar suas coisas. Camila assistiu tudo de perto.

"O que é isso?" Camila perguntou, pegando um pincel e balançando-o na frente do rosto de Lauren. A garota de olhos verdes tomou-o dela rapidamente e riu.

"Meu pincel," ela colocou o pincel no cavalete. Ela começou a abrir os tubos de tinta e misturando pequenas gotas para criar as cores que precisava. Camila assistiu em admiração.

"Você vai pintar?" ela perguntou, inclinando a cabeça para o lado. Lauren assentiu.

"Vou pintar o céu," ela apontou para a janela e depois para as cores na sua paleta. "Assim eu não vou esquecê-lo."

Camila bateu palmas animadamente. Ela ficou atrás do ombro de Lauren, assistindo-a rapidamente colocar as misturas de laranjas, rosas e amarelos na tela em sua frente.

"Bonito," Camila murmurou, hipnotizada pelo pincel de Lauren e o que ela fazia com ele. A garota de olhos verdes riu suavemente e molhou seu pincel em um tom mais escuro de laranja. Esfregando-o no material rapidamente, ela adicionou faixas na parte de baixo da tela.

Quando ela olhou novamente para a janela, havia uma figura no caminho. Isso a lembrou do dia em que Camila havia arrancado as margaridas no parque, que ela estava pintando. Lauren mordeu o lábio.

Sem pensar duas vezes, ela se abaixou e pegou novos tubos de tinta. Logo, a pequena silhueta de Camila estava aparecendo no meio da tela, com suas mãos estendidas. Na vida real, Camila estava com suas mãos pressionadas contra o vidro. Mas na pintura, ela estava tocando o nascer do sol.

"Parabéns pra você, parabéns pra você," Camila cantou baixinho. Lauren olhou-a e sorriu.

"Você não conhece mais nenhuma música?"

Camila se virou e olhou para Lauren, inclinando a cabeça. Lauren riu suavemente e fez sinal para Camila ir mais perto. A garota mais nova abriu um grande sorriso quando viu Lauren procurar algo no celular. Ela foi em direção ao alto falante e plugou seu celular, apertando 'play'. Os olhos de Camila se arregalaram quando a música começou a tocar pelo apartamento.

Screen falling off the door, door hanging off the hinges(Tela caindo da porta, porta pendurada nas dobradiças)

My feet are still sore, my back's on the fringes(Meus pés ainda estão doloridos, meu passado é na periferia)

We tore up the walls, we slept on couches(Nós rasgamos as paredes / dormimos em sofás)

We lifted this house, we lifted this house(Nós levantamos esta casa / nós levantamos esta casa)

Lauren cantou junto à música, fazendo Camila rir. A garota de olhos verdes pegou seu pincel e começou a usá-lo de microfone.

Fire-crackers in the east, my car parked south(Fogos de artifício no leste, meu carro estacionado ao sul)

Your hands on my cheeks, your shoulder in my mouth(Suas mãos em meu rosto, seu ombro na minha boca)

I was up against the wall, on the west mezzanine(Eu estava contra a parede no mezanino oeste)

We rattle this town, we rattle this scene(Nós sacudimos esta cidade, nós sacudimos esta cena)

Camila riu quando Lauren acidentalmente pingou tinta laranja em seu nariz. A garota mais velha ficou vesga para tentar enxergar a tinta, causando as duas a rirem ainda mais. Lauren esfregou a tinta e continuou a cantar.

O, Anna Sun!(Oh, Anna Sun!)

O, Anna Sun!(Oh, Anna Sun!)

Camila continuava ao lado do cavalete, e Lauren fez sinal para ela vir mais perto. A garota mais nova inclinou sua cabeça para o lado enquanto caminhava em sua direção. Lauren pegou sua mão e puxou-a mais perto, largando seu pincel e girando Camila pela sala.

What do you know? This house is falling apart,(O que você sabe? Esta casa está caindo aos pedaços)

What can I say? This house is falling apart,(O que posso dizer? Esta casa está caindo aos pedaços)

We got no money, but we got heart,(Não temos dinheiro, mas nós temos coração)

We're gonna rattle this ghost town,(Nós vamos sacudir essa cidade fantasma)

This house is falling apart.(Esta casa está caindo aos pedaços)

As duas garotas riram enquanto a música continuava tocando. Camila pegou o pincel e fez um ponto na testa de Lauren. A garota de olhos verdes, em retorno, fez um ponto amarelo no nariz de Camila. A menina menor se engasgou, causando as duas a explodirem rindo momentos mais tarde.

Screen falling off the door, door hanging off the hinges(Tela caindo da porta, porta pendurada nas dobradiças)

My feet are still sore, my back's on the fringes(Meus pés ainda estão doloridos, meu passado é na periferia)

We were up against the wall, on the west mezzanine(Fomos contra a parede no mezanino oeste)

We rattle this town, we rattle this scene(Nós sacudimos esta cidade, nós sacudimos esta cena)

O, Anna Sun!(Oh, Anna Sun!)

O, Anna Sun!(Oh, Anna Sun!)

What do you know? This house is falling apart,(O que você sabe? Esta casa está caindo aos pedaços)

What can I say? This house is falling apart,(O que posso dizer? Esta casa está caindo aos pedaços)

We got no money, but we got heart,(Não temos dinheiro, mas nós temos coração)

We're gonna rattle this ghost town,(Nós vamos sacudir essa cidade fantasma)

This house is falling apart.(Esta casa está caindo aos pedaços)

A música parou e as duas caíram no sofá, sem fôlego de tanto dançar. Camila olhou para Lauren e riu, enrugando o nariz quando sorriu. Lauren não se lembrava de ter se divertido tanto assim. Pura e inocente diversão. Camila despertava um lado dela que ela nem sabia que tinha.

"Viu, não é melhor do que 'parabéns pra você'?" Lauren levantou uma sobrancelha. Camila riu ainda mais, pegando uma almofada e enterrando seu rosto nela. "Vou encarar isso como um sim," Lauren brincou.

"Você é divertida," Camila riu, olhando para a menina mais nova. O coração de Lauren derreteu, e ela teve que se virar para esconder o quão vermelha suas bochechas ficaram. Camila tinha esse efeito nela que ela não conseguia explicar.

"O mesmo vai para você," Lauren sorriu, se levantando do sofá. "Está com fome?" Camila assentiu furiosamente para Lauren.

"Vou nos fazer uns waffles então," Lauren assentiu enquanto entrava na cozinha. Ela separou os ingredientes que ela precisaria e colocou-os no balcão. Camila não a seguiu, mas Lauren assumiu que ela estava assistindo o sol nascer. Ela misturou os ingredientes e colocou o o primeiro waffle na máquina, virando-o e colocando o timer.

"Eles estão cozinhando ago-," Lauren congelou quando entrou novamente na sala e viu Camila parada na frente da tela com um pincel na mão. "O que você está fazendo?" ela perguntou freneticamente, correndo na direção da garota mais nova.

Camila se virou e apontou para a pintura. "Mais rosa," ela apontou para a pintura e para o céu novamente. Lauren estreitou os olhos olhando para onde Camila havia colocado mais um pouco de rosa. Na verdade, não havia ficado ruim. Ela estava esperando um tornado de cores.

"Não está ruim," Lauren sorriu suavemente, pegando o pincel de Camila e colocando no lugar. "Mas da próxima me pergunte antes de adicionar algo, okay?" Camila assentiu suavemente.

"Waffles?" a garota mais nova perguntou, indo para a cozinha. Lauren riu do quão fácil ela mudava de assunto, e rapidamente a seguiu.

"Esse está quase pronto," Lauren checou o timer da máquina, pegando uma prato. Ela usou um garfo para ajudar a tirar o Waffle da máquina e colocá-lo no prato. Deslizando o prato na direção de Camila, que colocou calda e estava agora comendo o waffle com suas mãos, descascando pequenos pedaços e levando-os a sua boca.

"Então, estou supondo que você não come waffles há um tempo, huh?" Lauren suspirou, balançando a cabeça para a menina menor, que agora tinha calda em suas mãos e um pouco escorregando pelo seu queixo. Camila somente riu e sorriu, com a boca cheia de waffles.

O timer apitou, indicando que o waffle de Lauren estava pronto. Ela o jogou em um prato e colocou um pouco de calda no canto de seu prato.

"Quem precisa de garfos, certo?" Lauren encolheu os ombros , descascando um pedaço de waffle e molhando-o na calda. Camila a assistiu e riu. Ela tentou fazer o mesmo, mas seu waffle já estava afogado em calda, causando Lauren a rir de boca cheia.

Elas terminaram de tomar o café da manhã e Lauren colocou os pratos na lavadora. Ela checou as horas e se riu quando se deu conta de que se Camila não a tivesse acordado, ela provavelmente ainda estaria dormindo.

"Aqui," ela riu, indo em direção a Camila e a ajudando a limpar as mãos com uma toalha. Ela esfregou a gota de calda do queixo da menor, o que fez as duas rirem.

"Bonita," Camila murmurou, levando suas mãos e descendo-as no maxilar de Lauren. A garota mais velha estremeceu ao contato e respirou fundo. Camila abriu um grande sorriso e saltitou em direção à sala. Lauren se deu um minuto para recompor-se, para depois seguir Camila. Ela se jogou no sofá e pegou seu celular do bolso.

[9:38 - Dinah] Como estão indo as coisas aí? ;)

[9:43 - Lauren] Não entendi o porquê da piscadinha.

[9:44 - Dinah] Deus, você é muito ingênua, Jauregui.

[9:45 - Lauren] É uma pena, vou ter que ir, a Camila acabou de bagunçar o seu quarto ;)

[9:45 - Dinah] O quê?!

Lauren riu e colocou seu telefone de volta em seu bolso, ignorando os múltiplos sinais de notificações que se seguiram. Camila chegou mais perto de Lauren e estudou a menina mais velha.

"Lolo?"

Lauren inclinou a cabeça para o lado. "Sim?"

Camila enrugou os lábios, pensando. A garota também usou a oportunidade para não-tão-discretamente chegar ainda mais perto de Lauren. "Eu não quero me machucar," Camila murmurou. Lauren pode ver que ela fazia o possível para ficar calma.

"Se machucar?" Lauren questionou. Ela ficou preocupada. "Quem machucaria você?"

O corpo da garota tensionou, como se estivesse congelado. Lauren viu que tinha tocado em um ponto fraco, e ela sabia que teria de insistir se quisesse uma resposta de Camila.

"Camila, do que você está falando?"

Brincando com suas mãos, Camila balançou a cabeça. "Não. Mal."

"O que é mal?" Lauren mordeu o lábio.

"Eu," Camila apontou para si mesma, batendo no seu peito com seu punho. "Estúpida."

"Hey, não se chame de estúpida," Lauren disse, suavemente. Seus instintos tomaram conta e ela puxou Camila mais para perto, deixando-a se inclinar em sua direção. "Você pode conversar comigo, Camila."

Camila engoliu em seco e puxou um pouco o colarinho de sua blusa, mostrando um dos vários machucados que haviam em seu corpo e estremeceu. "Eu não quero ser machucada de novo," ela murmurou.

"De novo?" Lauren segurou a respiração quando uma possibilidade cruzou sua mente. "Camila, alguém te machucou?" Ela assistiu as mãos de Camila congelaram e ela se olhava para os lados, como se estivesse assustada que alguém fosse ouvi-las.

"Sim," Camila assentiu uma vez, mas não olhando diretamente para Lauren. A garota mais velha correu os dedos para cima e para baixo nos braços de Camila, em uma tentativa de mantê-la calma. Ela respirou fundo e tentou escolher suas próximas palavras com cuidado.

"A pessoa que te machucou foi a mesma que fez... isso?" Lauren perguntou, apontando para os machucados no corpo de Camila onde havia levantado a camisa. Ela rapidamente abaixou a roupa para cobrir os machucados, assentindo hesitantemente.

Pensar em alguém fazendo isso com Camila fez o sangue de Lauren borbulhar e ela se forçou a ficar calma pela menina menor. Ela respirou fundo antes de falar novamente.

"Você pode me dizer quem foi?" Lauren perguntou gentilmente. Ela viu a respiração de Camila acelerar, ela cruzou os dedos para que isso não assustasse a menina. Longos minutos de silêncio seguiram.

"Tommy Mal," Camila sussurrou. Lauren quase não entendeu o que ela disse. Tommy. O nome soava familiar. Tommy. Tom. Tom Maverick. Um dos colegas de trabalho do seu pai. O tio de Camila.

Lauren se ajeitou no sofá e pegou as duas mãos de Camila. "Camila, você pode tentar me dizer o que lembra?"

"Mal. Estúpida." Camila balançou a cabeça e puxou suas mãos das de Lauren. "Eu fui má. Doeu. Ele me machucou," A voz de Camila se acalmou quando ela olhou para a outra menina, com lágrimas nos olhos. Lauren imediatamente decidiu que ela havia descoberto o suficiente por hoje.

"Okay, okay, vem cá,"  Lauren sussurrou, não esperando uma resposta antes de segurar Camila em seus braços. "Nós não temos que falar sobre isso agora." Camila não estava chorando, mas ela podia notar que ela estava assustada pela maneira que ela tremia em seus braços.

"Eu não vou deixar ele machucar você novamente, ok?" Lauren deu um beijo suave nos cabelos de Camila, fazendo círculos carinhosos em suas costas. "Eu tenho você. Você está segura aqui."

"Canta?" Camila levantou a cabeça e olhou esperançosa para Lauren. A menina mais velha enxugou as lágrimas do rosto de Camila e mordeu o lábio.

"Só para você", Lauren suspirou. Ela odiava cantar na frente das pessoas. Principalmente porque quando era criança, seus pais a forçavam fazer aulas de canto invés das de desenho. Mas agora, ela era grata a eles, já que seu canto ajudava acalmar Camila de alguma forma.

 What day is it (Que dia é hoje)

And in what month? (E de que mês?)

This clock never seemed so alive (Esse relógio nunca pareceu tão vivo)

I can't keep up, and I can't back down (Eu não consigo prosseguir e não consigo voltar)

I've been losing so much time (Tenho perdido tempo demais)

'Cause it's you and me and all of the people (Por que somos eu e você e todas as pessoas)

With nothing to do, nothing to lose (Com nada a fazer, nada a perder)

And it's you and me and all of the people and (E somos eu e você, e todas as pessoas e)

I don't know why I can't keep my eyes off of you (Eu não sei por que não consigo tirar meus olhos de você)

All of the things that I want to say (Todas as coisas que quero dizer)

Just aren't coming out right (Não estão saindo direito)

I'm tripping on words, you've got my head spinning (Estou tropeçando nas palavras, você deixou minha mente girando)

I don't know where to go from here (Eu não sei aonde ir a partir daqui)

'Cause it's you and me and all of the people (Porque somos eu e você e todas as pessoas)

With nothing to do, nothing to prove (Com nada a fazer, nada a provar)

And it's you and me and all of the people and (E somos eu e você, e todas as pessoas e)

I don't why I can't keep my eyes off of you (Eu não sei por que não consigo tirar meus olhos de você)

Lauren suspirou baixinho quando terminou de cantar, percebendo que Camila tinha  se acalmado significantemente. A menina menor levantou a cabeça do ombro de Lauren e sorriu suavemente.

"Lindo, Lolo", ela murmurou. Camila pressionou três dedos contra os lábios de Lauren e estudou seus olhos verdes atentamente. "Os olhos do oceano", ela sussurrou, inclinando-se ainda mais perto e olhando em seus olhos. O coração de Lauren se acelerou.

Camila apenas riu e deitou-se do lado da mais velha. Lauren se perguntou se Camila sabia do efeito que lhe causava e lembrou-se do que a menor tinha dito na noite anterior: o desejo de beijá-la.

E se Camila tentasse beijá-la? Lauren deixaria? A menina dos olhos verdes suspirou e olhou para o teto. Ela podia muito bem admitir isso. Lauren tinha sentimentos por Camila. Oh, Deus.


Notas Finais


Musica 1:Anna Sun do Walk The Moon.
Musica 2:You And Me do Lifehouse.

Bom vou ser sincera com vocês, não sei quando eu vou provavelmente só mês que vem, por motivos pessoas.

Bem e isso ate qualquer dia.

Kisses -N


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...