História Yes - Capítulo 27


Escrita por: ~

Postado
Categorias Demi Lovato, Wilmer Valderrama
Personagens Demi Lovato, Personagens Originais, Wilmer Valderrama
Tags Demi, Demi Lovato, Dilmer, Lovatics, Stay Strong, Wilmer Valderrama
Visualizações 99
Palavras 1.168
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 27 - You're delicious!


Fanfic / Fanfiction Yes - Capítulo 27 - You're delicious!

Dia 14/07/2011

‘’@ddlovato Prontos?’’

Demi Lovato lança "Skyscraper", seu novo single!

Assista ao clipe Skyscraper de Demi Lovato!

Demi Lovato lança clipe da música Skyscraper!

Demi Lovato é só sofrimento no clipe de “Skyscraper”.

Demi Lovato libera todas as suas emoções em seu novo clipe ‘’SKYSCRAPER’’

Em menos de 24hrs todos os sites falavam sobre a música, os críticos me parabenizavam. Meus fãs estavam enlouquecidos. Eu estava viva, eles queriam mais, então eu daria mais!

- Isso é fantástico! – Pulei nos braços de Wilmer. Ele tinha acabou de me mostrar que Skyscraper estava em primeiro lugar no #Hot100, na billboard, e era a número 1 no iTunes.

- Eu estou tão feliz e orgulho de você princesa! – Wilmer apertou os braços envolta de me beijou.

- Eu não consigo acreditar! – Senti as lágrimas invadirem meus olhos. – Depois de tudo oq aconteceu, depois de toda essa guerra...

- Você se levantou como um arranha-céu! – Wilmer me encarou com doçura e sorriu. Sorri e deixei que as lágrimas saíssem.

- Ah Wilmer! – Me joguei em seus braços e aconcheguei minha cabeça sobre seu peito. – Eu estou tão feliz! - Sorri.

- Você conseguiu! – Wilmer sorriu e aproximou por lábios dos meus.

- Obrigada! – Sussurrei e o beijei.

- Deveríamos sair para comemorar! – Wilmer afastou seus lábios dos meus e me encarou. Seus olhos estavam brilhando, ele estava radiante.

- Eu acho ótimo! – Sorri e apertei meus braços envolta dele.

Naquela noite após tomarmos banho, fui para meu closet procurar um vestido enquanto Wilmer colocava seu termo. Escolhi um vestido rosa que ia até meus pés.

- Encontro importante Sr. Valderrama? – Me encostei sobre a porta e fiz um sorriso divertido. Wilmer me olhou de cima a baixo e veio até onde eu estava.

- Importantíssimo Srta. Lovato! – Ele passou as mãos sobre meu rosto e me puxou para beija-lo. Seus lábios estavam quentes e seu beijo cheio de desejo. – Você está deslumbrante! – Wilmer se afastou e segurou minha mão para que eu roda-se.

- Você também está maravilhoso! – Sorri e passei a mão em seu rosto.

Wilmer me levou a um restaurante a beira mar naquela noite. Nossa mesa era cercada por luzes e haviam rosas cor de chá sobre mesa, sorri e apertei sua mão.

- Uma noite importante, elas não poderiam faltar! – Wilmer sussurrou em meu ouvido e sorriu. Após nos sentamos um garçom trouxe uma garrafa de champanhe e se retirou.

- A mulher mais incrível, forte, linda e corajosa que eu conheço! – Wilmer ergueu sua taça e sorriu. – E aquela por quem eu me apaixonado cada dia mais – Sorri sentindo as lágrimas em meus olhos e toquei sua taça com a minha.

- Está tudo maravilhoso! – Encontrei os olhos de Wilmer e sorri. – Como sempre! – Seu rosto se iluminou e ele me deu um lindo sorriso.

- Você merece o mundo princesa! – Wilmer sorriu e me encarou. Um garçom trouxe nossos pratos e imediatamente se retirou. Após terminamos ele voltou e nos ofereceu a sobremesa.

- Não muito obrigada! – Wilmer sorriu gentilmente e me encarou.

- Sem sobremesa? – Encarei seus grandes e agora perversos olhos.

- Ah Demetria! É claro que eu quero. Mas não aqui! – Ele me encarou, seus olhos estavam em chamas, senti todo o ar sair por meus pulmões

- Mal posso esperar pra prova-la então! – Sorri sedutoramente para ele e mordi meu lábio.

- Ah Demi! – Ele sorriu e pediu a conta ao garçom. Em seguida nos guiamos até o carro mas Wilmer continuo estacionado.

- Tudo bem? – Coloquei minha mão sobre a dele e encontrei seus grandes olhos negros.

- Ah você não faz ideia de como adoraria arrancar o seu vestido nesse exato momento. – Wilmer me encarou e sorriu, senti meu corpo estremecer.

- Eu adoraria isso! – Mordi meu lábio e o encarei. Wilmer balançou a cabeça e ligou o carro.

Assim que chegamos Wilmer me pegou no colo e me levantou até o quarto. Ele parou sobre a cama e me colocou no chão, depois passou as mãos em minhas costas e rapidamente arrancou meu vestido.

- Ah baby! – Ele se aproximou e começou a me beijar. Ergui as mãos e comecei a desbotar sua camisa. Wilmer sorriu com os lábios ainda nos meus, em seguida baixei as mãos para sua calça e tirei seu cinto

- Ah Wilmer! – Sorri e passei a as mãos sobre seu abdômen.

- Me diga oq você quer baby! – Ele desceu os lábios para o meu pescoço e baixou as mãos para minha cintura.

- Eu quero você! – O empurrei contra a cama e subi em cima dele. – Ô  querido! – Senti sua ereção embaixo de mim e sorri.

- Ô Demetria! – Wilmer sorriu e colocou as mãos sobre minha cintura.

- É oq você quer? – Mordi meu lábio e comecei a me mover em cima dele.

- Minha nossa! – Wilmer fechou os olhos e baixou as mãos para minhas coxas. Me deitei sobre ele e comecei a beijar seu abdômen, sem parar o movimento dos meus quadris sobre ele.

- Você é delicioso, sabia? – Levantei os olhos para encara-lo, Wilmer estava sem fôlego. Parei de me mexer e baixei as mãos para sua calça. – Ah baby! – Sorri da mesma forma como ele faz quando está me torturando e passei a mão na parte interna de sua coxa.

- Ah! – Wilmer soltou um leve gemido e agarrou o lençol, sorri e beijei novamente mas agora mais em cima. – Oh Demi! – Ele gemeu novamente mas dessa vez agarrou meus braços e quando percebi ele estava em cima de mim.

- Minha vez! – Wilmer sussurrou e baixou as mão sobre minha cocha. – Oh baby! – Ele me beijou e então entrou em mim.

- Ah! – Gemi com meus lábios ainda sobre os dele e joguei meus braços sobre seus ombros.

- Era oq você queria? – Wilmer sorriu e mordeu meu lábio – Ah é deliciosa!

- Wilmer! – Suspirei, meu coração estava acelerado, meu corpo estava tomado por ele. Wilmer começou a acelerar e senti meu corpo estremecendo. – Oh! – Abafei gemido.

- Sim baby! - Wilmer sussurrou em meu ouvido e mordeu meu pescoço. – Isso, eu quero ouvir você! – Eu podia sentir a respiração dele contra minha pele.

- Ah Wilmer! – Passei as unhas em suas costas e joguei as pernas envolta de sua cintura. – Ah! – A cada segundo meu corpo se rendia mais sobre ele.

- Goze Demi! – Ele sussurrou contra meus lábios e então senti meu corpo explodir sobre ele.

- Ah! – Ele soltou um gemido e encostou testa sobre a minha. – Isso. Foi... – Wilmer estava sem fôlego.

- Maravilhoso! – Sorri e ele abriu os olhos. Joguei meus braços envolta de seu pescoço e o puxei para me beijar.

- Eu te amo, sabia? – Wilmer me encarou e passou a mão sobre meu rosto. Ele ainda estava em cima de mim e podia senti-lo dentro de mim.

- Sabia! – Sorri e passei a mão em seu cabelo. – Eu também te amo! – Wilmer me beijou novamente e então saiu de mim. Me aconcheguei em seus braços e adormeci.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...