História Yes - Capítulo 40


Escrita por: ~

Postado
Categorias Demi Lovato, Wilmer Valderrama
Personagens Demi Lovato, Personagens Originais, Wilmer Valderrama
Tags Demi, Demi Lovato, Dilmer, Lovatics, Stay Strong, Wilmer Valderrama
Visualizações 63
Palavras 693
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 40 - Little family!


Fanfic / Fanfiction Yes - Capítulo 40 - Little family!

Wilmer estava na Argentina visitando sua família em Dezembro. Ele voltaria antes do Natal e para eu não enlouquecer estava me dedicando no estúdio, para que meu 5 álbum saísse logo.

Uma tarde após voltar da Hollywood Records me deitei na varanda e deixei meus pensamentos me levarem para os braços de Wilmer, sorri e abracei a almofada que estava em meu peito, eu sentia tanta falta dele. Acabei adormecendo.

Sonho

- E eu não posso prometer que vai ficar tudo bem. Mas aqui estou, se você estiver pronta para tentar. Aqui estão as lágrimas quando você disser aquelas palavras. Aqui está minha vida, para o melhor ou para o pior. - Wilmer segurava uma caixinha com duas alianças e estava com um terno. Seus olhos brilhavam como diamantes e seu sorriso era maravilhoso. – Aceita se casar comigo?

Senti meu celular vibrando e acordei, era uma mensagem de Wilmer.

SMS 

 Meu amor estou voltando pra casa,estou mprrendo de saudade de você. Poderia ir até minha casa la por 20:30? 

Te amo!

Meu coração pulou, ah ele estava voltando pra casa. Sorri e respondi a mensagem.

Sim meu amor! Não vejo a hora de estar com você. Faça boa viagem, eu te amo.

Me sentei no sofá e fiquei encarando o chão. As palavras que Wilmer me disse no sonho ecoavam na minha cabeça. A forma como ele me olhou. Eu queria que ele me pedisse em casamento? Talvez fosse toda a falta que eu estava sentindo dele se manifestando .

- Deve ser isso! – Repeti para mim mesma. Subi até meu quarto e tomei um banho, coloquei um vestido de inverno preto e botas. Sai de casa as 20:30, não quis incomodar Max então fui dirigindo meu carro.

- Meu amor! – Wilmer me envolveu em braços assim que abriu a porta. – Eu senti tanto a sua falta! – Afastei meu rosto de seus ombros e o encarei. Ele estava mais bronzeado e tinha deixado a barba em um cavanhaque. Deus, ele estava tão lindo!

- Senti sua falta! – Encostei a ponta do meu nariz no dele e sorri. – Eu te amo tanto Wilmer Valderrama! – Sussurrei sem tirar meus olhos dos dele.

- Eu te amo também! – Ele sorriu e me beijou.

- Acho que devíamos entrar! – Sussurrei sem tirar meus lábios dele. Wilmer riu e me encarou

- Acho melhor! – Nos fomos até a sala e ele me pediu para esperar pois tinha uma surpresa. Me virei para a lareira e fiquei encarando nossas fotos, um sorriso brotou em meus lábios e eu abracei meu corpo.

- Querida! – Me virei para encara-lo e senti meus olhos marejarem, meu coração acelerou. Wilmer estava segurando um pequeno cachorrinho branco peludinho, ele tinha os olhos negros como os dele.

- Wilmer! – Sussurrei e andei até ele. Um sorriso meigo brotou em seus lábios e ele me entregou o pequeno filhotinho. 

– Feliz Natal adiantado meu amor!

- Ah Wilmer! – Me aconcheguei em seu peito e ele me apertou contra seu corpo. – Eu amei, ele é muito lindo. Muito... – Senti as lágrimas virem, eu estava transbordando amor e felicidade. – Muito obrigada meu amor!

- Acho que ele precisa de um nome! – Me afastei de seus braços e ergui o pequeno cachorrinho para encara-lo, eu o aproximei do meu rosto e ele lambeu meu nariz.

- Buddy! – Sorri e o envolvi em meus braços.

- Perfeito! – Wilmer sorriu e nos abraçou.

- Obrigada meu amor! – sussurrei e levantei o rosto para encara-lo.

- Não precisa me agradecer princesa! – Ele sorriu e passou a mão de leve em meu rosto.

- Não... – Senti as lágrimas virem novamente. Respirei fundo e encarei seus grandes olhos. – Obrigada por tudo! Por essa vida ao seu lado, por todos os sorrisos e lágrimas. Obrigada por ter me proporcionado uma vida. – Wilmer estava com os olhos cheios de lágrimas, levantei a mão e acariciei seu rosto. – Eu amo você!

- Eu te amo Demi! – Ele sussurrou e me beijou. – E obrigado.. – O encarei sem entender. – Pela nossa pequena família! – Um grande sorriso brotou em seus lábios e eu o abracei.

O mundo parecia belo e colorido naquele momento, tudo estava perfeito, somente eu, Wilmer e Buddy. Minha pequena família.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...