História Yes, I Do - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Karol Sevilla, Ruggero Pasquarelli
Personagens Karol Sevilla, Personagens Originais, Ruggero Pasquarelli
Tags Ruggarol
Visualizações 90
Palavras 1.287
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Crossover, Musical (Songfic), Shoujo (Romântico)
Avisos: Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oie! Eu fiz essa one inspirada no texto da sinopse...
Bom não tenho muito oque falar...
Boa leitura<3

Capítulo 1 - Capitulo único


Fanfic / Fanfiction Yes, I Do - Capítulo 1 - Capitulo único

Sentada na varanda da casa de Katrina, Karol decidiu por um fim definitivo na sua ''relação'' com Ruggero mas como por esse fim ela não sabe, apenas tem certeza que não poderia ser cara a cara. Então decidiu por fim escrever uma carta.

Ela foi a passos lentos até o velho armário que tinha na sala, onde Katrina guarda seus papéis para enviar cartas para sua amiga que se mudou recentemente para a Grécia. Ela respirou fundo e pegou uma folha e um lápis, voltou até a varanda e se sentou no pequeno banco de madeira que havia ali e começou a carta.

''Eu estou desistindo de você e dessa nossa história que de tão complicada deu um nó, isso aqui já me magoou demais. Desisto de tratar como prioridade alguém que insiste em ser nada. Eu quis, quis muito que desse certo, acho que nunca quis tanto algo como eu quis você, mas eu desisto. Desisto de esperar alguém que sabe onde me encontrar que me tem e faz tão pouco caso. Eu tenho perdido muito tempo com você e você não vale o efeito que causa, não vale as noites em claros, nem minhas lágrimas. Eu fui melhor com você do que com qualquer outra pessoa e não há companhia no mundo que eu desejasse mais que a sua. Eu tentei, eu corri atrás, eu me importei, mas não era pra ser e eu não tenho mais tempo pra sofrer. É que eu sempre fui só mais uma. Mas eu só queria te lembrar que de todas as coisas do mundo eu só queria que você estivesse ficado. Eu já fiz oque podia, disse oque precisava dizer, não há mais nada a fazer, depois de tantas idas e voltas, eu estou desistindo de você e colocando um fim no que não teve começo. Eu tenho um carinho infinito por você e sempre que alguém me perguntar qual foi a coisa mais complicada que já me aconteceu eu vou lembrar de você. É que nenhum papo vai me prender como o teu, nenhum perfume vai ser tão bom, é claro que a sua falta vai me doer todos os dias e a saudades vai sempre aparecer me fazendo querer voltar, mas estou deixando pra lá, tentando esquecer, se importa se eu ir sem avisar? É que eu nunca fui boa com despedidas. Eu promete não desistir de nós, me desculpa mas eu me amo o suficiente pra não me deixar sofrer por um sentimento não correspondido. Esse é meu ultimo texto sobre você, esse é nosso final. Eu só queria terminar dizendo que você meu melhor erro, mas quer saber? Eu definitivamente desisto de você.''

Ao terminar a carta ela só percebeu que estava chorando quando soluçou, Karol sempre foi muito fechada e reservada quando o assunto era seus sentimentos, mas naquela carta ela escreveu exatamente como se sentia. A única que sabia que ela estava sofrendo era Katrina, sua irmã, amiga, companheira e seu porto seguro. A luz das estrelas e da lua ela dobrou a carta e pós em um envelope, deixou sua assinatura e fechou o envelope.

Seis anos depois...

Após se olhar no espelho novamente Karol chegou a conclusão que naquela noite onde escreveu aquela carta ela estava certa. Após anos ela está se casando com uma pessoa que ela não ama na mesma intensidade que ama Ruggero até hoje, a verdade  é que ela nunca deixou de ama-ló apenas pois um fim em tudo por amor próprio. Ela olhou seu reflexo no espelho novamente e sorrio, ela sempre sonhou em se casar com Ruggero, mas ela não realizou esse sonho por culpa do próprio. Ela nunca teve uma resposta da carta que enviou para ele, talvez por quê ele ficou com orgulho ferido ou algo do tipo...

-Karol! - Ela olhou na direção da voz e viu Katrina com uma expressão de quem quer matar alguém.

-Oque ouve? - Katrina nada falou apenas entregou um envelope aberto para ela, quando  ela reconheceu a letra ela congelou, examinou o envelope e percebeu que ele estava com uma aparência de velho.

-Antes de qualquer coisa me escute. Acabe com a droga desse casamento agora! Ruggero não só lhe envio essa carta, eu achei várias cartas dele para você. Seu noivo de merda escondeu todas elas de você. Sei que Ruggero fez muita merda mas, ele te ama!

-Katrina, eu sei que você é team Ruggarol, só você sabe oque eu passei. Eu ainda amo o Ruggero mas, eu não vou jogar tudo pro ar agora. Não mesmo, eu vou vou me casar  com  o Mathias você gostando ou não. Eu não sou mais uma adolescente e se não der certo não posso fazer nada!

-Karol, leia a carta e pense bem. - Ela pegou a carta da minha mão abriu e me entregou novamente e depois saio, me deixando lá sozinha. Respirei fundo e comecei a ler. A cada palavra que eu lia mais eu chorava. Quando terminei a carta meu rosto estava totalmente molhado das lagrimas que derramei.

Karol não pensou duas vezes e começou a tirar o seu vestido, tirou a maquiagem e desfez o penteado que ela estava usando, quando abriu a porta deu de cara com Katrina e ela  estava totalmente diferente sem a roupa que estava usando antes. Katrina puxou pela mão e foram direto em direção ao aeroporto...

Sete horas depois...

Karol estava correndo pelas ruas procurando por Ruggero. Ela foi em vários locais que se lembrava que ele frequentava, em todos os lugares que ela ia não o encontrava, perdendo as esperanças ela começou a andar sem rumo. Ela sorrio ao lembrar de tudo que viveu até chegar até aqui, Quando chegou a conclusão que o melhor para ela era esquecer Ruggero. Jamais imaginou que ela voltaria atrás do seu verdadeiro amor. Ao passar em frente a uma loja de instrumentos ela lembrou quando era mais nova ela vivia cantando uma música que até hoje a faz chorar, ela entrou na loja e comprou um violão e foi em direção ao parque que ela ia quando criança que fica em frente a casa onde Ruggero morava...

 

 

Hold Me Close

Take My Hand

Let' S Be More

Than Just Fiends

All I Want

Is To Have You With Me

Algumas pessoas que passavam ou andavam pelo parque começaram a olhar para ela, a voz que ela tinha chamava atenção mas também a paixão que ela colocava na música...

When You'Re Here

I Feel Blessed

Send To Good

All My Best

Just Because

He Gave You

All To Me

Entre todos aquelas pessoas Katrina apareceu, ela sempre amou quando Karol cantava essa música. Ela ficava encantada com o talento da irmã...

And The Sun Is Shining

And You'll Walk White Me

I Will Never Run Away

Promise I Will Stay

Here White You

Ruggero caminhava pelo parque que fica em frente a sua casa, quando  escuta  uma  voz  doce, uma voz que ele conhece muito bem. Ele começa a chegar mais perto...

And I Will Say One Day

That I Do

Give My Heart And My

Whole Life To You

We Will Laugh We Will Cry

As The Years All Pass By

We''ll Still Say

I Love You.

Ela terminou de cantar olhando no fundo dos olhos dele, ele caminhou até ela lentamente em passos lentos e curtos quando eles ficaram com os rostos próximos, respirações descompassadas, lábios entre abertos, narizes enconstados e os lábios implorando para se juntarem novamente após anos, eles finalmente poderão sentir o gosto um do outro novamente com um beijo de verdade e ali eles tiveram a certeza que não importa a distância, o tempo, a mentira, o sofrimento, nada abate o amor. 


Notas Finais


Eu adorei escrever essa one espero que vocês tenham adorado também...
Tchau e até a próxima...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...