História Yes,Sr.My Daddy!(Namjinlong-fic.) - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Romance
Visualizações 190
Palavras 846
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Droubble, Ecchi, Fantasia, Ficção, Fluffy, Hentai, Policial, Romance e Novela, Slash, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá gente! Tudo bom?
Está é minha primeira fanfic e...
Eu queria muito a ajuda de vocês pela mor de G-dragon! Lskss
Me dem suas críticas, opiniões e puxões de orelha... Haha
Espero que gostem.

Capítulo 1 - One.


Kim Seokjin. 

Um dia como este não poderia ser pior. De tantas vezes em que havia procurado um trabalho. Eu estava exausto,faminto e apesar de meu aluguel está atrasado e ter diversas contas e despensas para pagar. Eu ainda tinha poucas expectativas .

As poucas lojas ao qual adentrei em busca de trabalho, todas elas dizeram "Não temos vagas" "Você não tem experiência" "Você é inadequado". Ah!  Só de lembrar. 

Darei minha segunda tentativa. Arrumei-me com uma roupa simples: Uma calça preta e um moletom não muito usado por minha pessoa apenas para esconder minhas orelhas rosadas .

Sair daquela casa arrumando uma mecha de cabelo que meio que me impedia de olhar a rua a minha frente. Deixei a minha preferência e adentrei um, dois, três e mais outro, e mais outros. Infelizmente não tive sucesso nem desta vez. Agora caminhei sem um rumo preescrito pela rua. Pensamentos aleatórios surgiram do nada. Me lembrava bem as cenas seriais killer e policiais. Passei em frente a um mercado e parei o passo em que estava prestes a dar. Planejei roubar ou furtar a loja Mais tentei desistir:

—Mas isso é errado.—eu disse para si. 

—Mas você não tem escolha. É isso ou morrer de fome. —eu pensei. 

—Você tem razão Jin.Você que tentou de todas as maneiras um trabalho e ainda ser decente e tão certo.. Né? É o jeito fazer isso. É por uma boa causa. —Eu disse para si novamente. 

—Sim. Agora vá! —Pensei. 

Planejei uma forma para ser irreconhecível. Coloquei minha máscara preta em meu rosto e abaixando ao maximo o capuz escondendendo a metade do rosto olhando apenas o chão e meus pés. Peguei um saco de papel marrom que estava amassado no chão e cobrir a minha mão simulando uma arma. Empurrei a porta de vidro para trás e rapidamente percebi como o espaço estava vazio e aproveitei a chance arremessando a falsa arma para a cabeça da moça. 

—Vai! Vai!  Passa tudo que tem ai sua velha... —Eu disse autoritário imitando uma voz mais grossa. 

—Jesus!  O que eu estou fazendo da minha vida? —pensei comigo mesmo. 

—Rápido! —Dei um tapa no balcão a assustando. 

Logo a moça obedece minhas ordens colocando todo o dinheiro dentro de um saco preto. Ela chorava assustada e implorava por sua vida. Meu maior erro na vida apenas por um ato pra satisfazer minhas vontades e sumir com minhas necessidades. Ela rapidamente me deu o saco.

—Obrigado. —eu agradeci. 

Nem sei porque fiz isso. Mas a culpa já estava me rondando circulamente. Minha última vontade naquela hora era pedir desculpas e devolver todo aquele dinheiro a ela. Mas acho que ela iria me denunciar e para pior de certo eu iria para a cadeia. 

—Já não tem mais volta Jin. Não é hora de se arrepender agora. —pensei. —O que tá feito, tá feito. 

~~~~

E Jin, estava certo. Agora a moça desesperada pegou o telefone-fixo realizando uma ligação para a delegacia da cidade. 

....

Kim Namjoon. 

Era mais um dia de trabalho. Mas um dia para analisar os crimes, prender os malfeitores e obedecer a lei. Me arrumei com o uniforme policial azul-escuro. E sair de casa caminhando em direção ao distrito. 

Quando chequei, fui bem recebido por meus amigos de trabalho. 

—Yeah Man! —Park Jimin disse para mim sorrindo socando meu braço.


—Oi Jimin.E oi gente! —eu disse para ele e os outros. 


—Porra Namjoon, eu nem conseguir dormir direito ora!  E ainda temos mais trabalho para fazer..  Quando eu terei uma foga hein ?—Min Yoongi perguntou coçando seus olhos.


—Tenho certeza que esta folga irá demorar muito tempo para se realizar algum dia... Estamos aqui a trabalho e isso é mais que um dever. —Eu falo para ele sorrindo amigavelmente me encostando no canto da parede. 


—Não Sei como você consegue fazer uma coisa chata.. Ficar mais chata ainda. —Yoongi diz. —até parece que eu não sei. 


—aham... Sabe né. —Jung hoseok diz sorrindo. —E o que teremos para hoje Namjoon? Assaltante? Traficador? Assassino? 


— Irei ver.—Namjoon se ergueu até sua mesa mexendo em alguns papéis.


—E aí? Achou alguma coisa?—Kim Taehyung perguntou.


—parece que o telefone tá tocando...alguém pode atender?


—Eu atento esta porra. Me dar!—Yoongi fala pegando o telefone-fixo e colocando sobre a orelha.—Alô?


Jung Hoseok se aproxima de Yoongi encostando o lóbulo da orelha perto do outro para conseguir ouvir junto a ele. 


—E então ?—Kim Taehyung perguntou curioso. 


—Cala a boca Tae. —Yoongi cobriu o telefone para impedir passagem de voz. 


—É uma denuncia?—Eu agora pergunto. 


—Aham senhorita.—Yoongi disse me estendendo o gancho. 


Arranco o telefone de Yoongi—Obrigado. —Eu disse. —Sim? 


Logo Jeon Jungkook apareceu com uma xícara de café. 


—Cheguei pessoal—Jungkook disse. 


—Shiu!—Todos ali fizeram. 


—Oxe... O que que tem? —Jungkook perguntou e direcionou o olhar para Namjoon. —Ah!  Desculpa aí. —O mesmo se sentou. 


—Chegaremos logo. Até logo.—Ele desliga. 


—O que tem em "até logo"?—Park Jimin perguntou em ênfase. 


—Acabaram de roubar uma loja. E então vamos indo. —Ele disse colocando as mãos no bolso os esperando na porta. 

Cada um seguiu em fila saindo daquela sala e indo para a viatura e Namjoon deu a partida. 





Notas Finais


Aaaaaaah não to creno!?

Seokjin se fazendo de Ladrão?

Aaaaaaaaaaaaa vou morrer agora.
Tchau... Ah não! Ainda não posso...
Kkkkk mas e então? Gostaram?

até a próxima queridas(os)!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...