História ◆Yesterday i die◆ - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias 2NE1, Bangtan Boys (BTS), CL (Chaelin Lee), Got7, HyunA
Personagens BamBam, Cl, HyunA, Jackson, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Lee Chaelin "CL", Mark, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtanboys, Hyuna, Jikook, Namjin, Vhope
Exibições 29
Palavras 552
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Lemon, Orange, Poesias, Romance e Novela, Shoujo-Ai, Suspense, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Aqui está mais um capítulo❤
Bjs te amo vcs

Capítulo 3 - Surpresa


Fanfic / Fanfiction ◆Yesterday i die◆ - Capítulo 3 - Surpresa

Seokjin:

Depois que a Chaerin começou a estudar, senti um Fazio, já que ela não tinha tempo para me dar atenção, afinal tinha que estudar muito. Eu queria ter outro filho, mesmo eu lembrando dos trabalhos que a CL dava quando pequena, eu sentia saudade de tudo aquilo. Resolvi conversar com o Namjoom. A Cl já tinha seus 9 aninhos, mas, mesmo sendo uma criança, ela é bem madura mentalmente, o que faz ela e namjoom serem mais parecidos ainda.

Depois de muitas conversas, namjoom aceitou um pouco preocupado, já que, agora, teríamos que cuidar de duas crianças.

Fomos a adoção e vimos um bebê recém nascido. Era lindo, com bochechas gordinhas... Simplesmente lindo.

Ele seria o nosso jungkook, nome que eu achava lindo, e quando era criança sempre pensava em ter um filho com esse nome. Chaerin provavelmente ficará contente em conhecer o irmão, bem... Eu espero.

Chaerin (Cl):

Meus pais estavam muito agitados ultimamente. E eu também. Não pelo fato de ter muitas aulas ou ter que estudar muito. Isso era uma desculpa que eu dava aos meus pais só para eu ficar sozinha e chorar no meu quarto. Hyuna já havia me dito muitas vezes para falar com meus pais, mas mesmo que eu quisesse, eu não conseguiria. Hyuna era minha melhor amiga desde infância. Foi a única que veio falar comigo no maternal. Crescemos juntas e os meus pais gostam muito dela. Na verdade, quem não gostaria? Ela é linda. Perfeita em tudo que faz. Não devia ser considerada humana e sim um anjo. Todos morriam por ela. Mesmo criança, ela já era pedida em casamento pelos meninos da escola. Eu pensava em como eu responderia  a esses pedidos se fosse comigo. Mas obviamente isso nunca iria acontecer.

Voltei pra casa ,depois de uma briga na cantina em que os garotos me bateram e me trancaram na dispensa, o que me fez perder todas as aulas, e fui para o meu quarto chorar pela milésima vez, já que era a única coisa que sabia fazer. Até que minha Omma bate na porta e quando abri me deparei com ele sorrindo. Aquilo de algum jeito me fez esquecer meus problemas. Eu amava os meus pais.

-- filha, eu e o seu pai temos uma surpresa. -- ele disse quase morrendo de felicidade. Ele estendeu a mão para que eu o seguisse e lá estava minha surpresa. Um bebê em um berço branco. Para mim o berço era enorme, e eu não conseguia vê-lo. Me senti feliz em saber que teria um irmão, ele poderia me proteger quando ficasse maior. Eu tentava enxerga-lo na ponta dos pés, mas todas as tentativas foram falhas, até que senti os braços o Papa namjoom me levantarem e agora eu via meu irmãozinho.

-- Oi meu pequeno Jungkook.-- a Omma dizia contente. Em parte, eu sentia inveja. Inveja da beleza daquela criança. Inveja de ele ter sido adotado recém nascido e eu já grande. Eu nem precisei de um berço. Eu era tão grande que já cabia em uma cama. Senti inveja por eu ter sido adotada já inteligente e sabendo falar e comer direito. Eu queria que meus pais me ensinassem, mas eu tive que aprender sozinha. Mas em outra parte, eu já amava aquele bebê. Eu sabia que precisava protege-lo de qualquer coisa que acontecesse.


Notas Finais


Bom gente espero que tenham gostado😘
Beijo de bolo 🍰😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...