História ◆Yesterday i die◆ - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias 2NE1, Bangtan Boys (BTS), CL (Chaelin Lee), Got7, HyunA
Personagens BamBam, Cl, HyunA, Jackson, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Lee Chaelin "CL", Mark, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtanboys, Hyuna, Jikook, Namjin, Vhope
Exibições 13
Palavras 919
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Lemon, Orange, Poesias, Romance e Novela, Shoujo-Ai, Suspense, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


AVISINHO BÁSICO:
- a Cl vai usar muito Mãe e pai para se repetir ao jin e ao namjoom-
- A Jessi é a que tá a foto ^^
- as que estão se abraçando são a hyuna e a Cl

😘Boa leitura

Capítulo 4 - Amizade?


Fanfic / Fanfiction ◆Yesterday i die◆ - Capítulo 4 - Amizade?

Chaerin (Cl) :


Meus tios Tae e Hoseok vieram visitar a nova "alegria da casa". Eles moram longe, então eles estão aproveitando as férias do trabalho e vieram passar um mês aqui pra ajudar a cuidar do bebê. Eles ficaram muito felizes em vê-lo. Como todos davam atenção à criança, eu tive que ir à escola sozinha, já que parece que o bebê nasceu com uma doença no coração. Não é tão grave, mas eles estão tendo o maior cuidado do mundo.

Quando cheguei à escola, vi hyuna conversando com alguns meninos e abraçando outros. Como eu já havia dito, ela é popular.

Já que ela, também, não me daria atenção, fui me sentar em um banquinho em baixo de uma árvore, esperando a escola abrir, já que havia chegado cedo.

Peguei meu celular é fiquei escutando uma música aleatória. Notei olhares sobre mim. Provavelmente falando sobre meu peso, ou sobre meu estilo, ou sobre meu cabelo. Já estava me sentindo desconfortável. Fingi estar ocupada com o celular até a escola abrir. Entrei e fui direto para a sala me sentar. Hyuna estava muito ocupada com seus amigos.

O que eu acho idiota na hyuna é que ela diz que é depressiva. Ela não sabe o que é isso. Ela diz que sabe. Mas não sabe. Ela tem amigos e eu só tenho ela. Ela é bonita e a única coisa bonita em mim é a minha mochila.

A aula começou com meu pior professor. O professor de redação. Dizem que ele é gay por ele ser organizado e pelo jeito dele falar, embora eu não ligue pra isso, já que meu mundo é rodeado por gays. Mas, ele me odeia. E não, eu não estou exagerando. Ele sempre me encara como nas orações matinais que fazemos antes das aulas, já que a minha escola é religiosa e eu não sei por que meus pais me botaram aqui, ele ficava me observando. Uma vez minha mãe, jin, ficou doente e eu fiquei preocupada então eu esqueci de fazer a oração. Ele simplesmente me questionou, depois que todos saíram, e perguntou se eu era Atéia ou não sabia orar. Sinceramente, eu ia mandar ele tomar no cu, mas como meus pais me ensinaram a ser educada, eu disse que havia feito a oração na cabeça. Porque justo comigo?

As aulas haviam passado rápido hoje. Fiquei feliz com isso, afinal, eu queria ir logo pra casa, porém Jessi, uma das garotas mais populares e fortes da escola, me agrediu de novo. Mas eu sei que ela apenas faz isso para esquecer os problemas familiares em que os pais discutem todo dia.

Fui para o banheiro e me olhei no espelho para ver os machucados. Meu nariz sangrava. Com certeza alguém lá em casa perguntaria sobre isso.

-- Eu trouxe gelo.-- disse hyuna entrando no banheiro e colocando uns cubos de gelo sobre a pia. Ela virou meu rosto para si e passou um dos cubos sobre meu nariz, olho e boca. Toda hora ela tentava ser delicada mas suas unhas grandes me machucavam, mesmo assim, eu não liguei para as dores. Ela estava sendo legal comigo como sempre é... Eu sei, ela poderia me defender, mas ela não sabe fazer isso. A única coisa que ela pode fazer para me ajudar é curar meus machucados depois das brigas. -- Pronto! -- disse ela animada.-- nossa! Você tá novinha em folha! -- ela completou, me fazendo rir. Ainda não acredito que ela se acha feia. Seu sorriso é tão aberto e brilhante. Ela sempre me alegra. Embora eu saiba que sou a sombra dela, eu gosto de sua companhia.

Depois que cheguei em casa, me deparei com meu tio Tae segurando o pequeno kook enquanto meu Pai Namjoom dava a mamadeira. E pelo cheiro que estava pela casa, minha mãe jin estava cozinhando. Já o tio Hoseok, eu não o vi.

-- Oi pequena, como foi a aula?-- disse tio Tae soltando seu sorriso quadrado pra mim. Sorri de volta.

-- ah.. foi normal como sempre. -- isso não era mentira.

-- Aish! Filha! Vem me ajudar com esse negócio! -- disse o Pai Namjoom se referindo a mamadeira. Fui até ele e o ajudei. Passamos a tarde vendo os desenhos bobos que o kook assiste. Ele já teria uns 10 meses. Eu sorria toda a vez que meu irmãozinho soltava as gargalhadas fofas de bebê, mostrando suas gengivas sem os dentinhos. Ele era realmente lindo. Talvez seria o orgulho da família quando crescesse.

Subi para o meu quarto e troquei de roupa. Coloquei as roupas que eu sempre usava, já que as outras não cabiam mais, e deitei na cama soltando um suspiro longo. Pensei que eu teria que comprar roupas novas, mas meus pais estão sem tempo, já que tem que cuidar do bebê. fiquei pensando no meu dia de hoje é lembrei de uns recados nas paredes da escola que eu não tinha reparado. Só lembrei que era de um tipo de festa. Pensando nisso fechei os olhos e sonhei que eu estaria com um lindo vestido branco na festa. No sonho eu era linda e eu sorri com isso. Eu descia as escadas e a hyuna me esperava lá em baixo. Espera. Por que a hyuna estava de Smokey?

Acordei com alguém batendo na porta. Coloquei minha mão no peito. Ele estava batendo forte.

-- Mas o que?!-- pensei alto.

-- filha, vem almoçar!-- minha mãe me chamava. Continuei pensando sobre o sonho. Por que a hyuna seria meu par? Mas o que?


Notas Finais


Será que é só amizade msm Cl? 😏
Bom gente, o professor de redação existe, e a história da oração tbm é real 😖
Enfim, espero que tenham gostado..
E espero que a aparição da Jessi tenha sido lesgau 😂 pq ela vai aparecer mais 😆 amodoro vcs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...