História Ying Yang {NamJin} - Capítulo 28


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Exibições 413
Palavras 1.043
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishounen, Ecchi, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo-Ai, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 28 - {28}


{SeokJin} 


O dia parecia normal como sempre, tirando o fato que o Jimin estava distraído e abobalhado. Talvez fosse pela suposta "surpresa" do Jeon, porém ele não me disse nada. Talvez tivesse durado a noite toda? Wow. Eles tem muita energia. Quando eu termino aquela coisa com o Namjoon, já me sinto sem forças. Talvez seja pelo tamanho de seu membro, força, ou coisa assim. Aigoo... Por quê sempre quando começo a pensar em algo aleatório sempre acaba com o Namjoon? Deveria me preocupar? Ou simplesmente achar isso magnífico? 

Observo Jimin de longe o vendo com um grande sorriso nos lábios e apoio os cotovelos na perna, e o queixo na mão. -


-Jimin? -o chamo e ele me olha com o mesmo sorriso-


-Sim, hyung? -estreito os olhos -


-O motivo desse sorriso se chama Jeon JungKook? -ele morde o lábio -


-Talvez... 


-Ya! Nada de "talvez", quero os detalhes. -cruzo os braços com um bico-


-Mais... É constrangedor, hyung. 


-Mais eu quero saber. Eu sempre te conto tudo... Isso é injusto. -faço birra-


-Ah que mentira, hyung. Você não me disse o por quê de ter demorado pra beber água ontem, e também não disse por quê saiu mais cedo, e muito menos quando foi a última vez que transou com o chefe. -sinto meu rosto esquentar e abaixo a cabeça -


-Eu demorei porque estava pedindo ao chefe para sair mais cedo. Sai mais cedo porque fui comprar as coisas com o Jeon, pra sua "surpresa". E... Bem... Ah não lembro... -digo baixinho -


-Sério? Então você que o ajudou? Anw, hyung! -ele pula em meu colo me abraçando forte - Foi tudo tão perfeito... Ele disse que me queria mais como apenas um paquera, e sim namorado. Mesmo com pouco tempo que nos conhecíamos... Ele fez amor comigo... Foi tão bom. -sorrio e o olho-


-Que bom ChimChim, fico feliz por vocês. 


-Valeu, hyung. Hey! E você e o chefe? Faz tempo que não os vejo juntos. 


-Eu estou sem tempo, assim como ele. -suspiro-


-Ah sim... 


-Falando nisso tenho que ver o Jackson. Vou lá antes que eu me esqueça e vá embora... -ele assente saindo do meu colo-


-Ok, cuidado no caminho. -ele pisca e eu sorrio saindo dali e vou pra sala do loiro, dando três batidas leves na porta-


-Entre. -soou a voz grossa. Abro a porta olhando pela pequena abertura da mesma-


-Oi... Está ocupado? -ele me olha tirando os óculos, dando um sorriso e negando-


-Não, tenho tempo. O quê quer? -sorrio e entro na sala -


-Sabe aquela proposta sobre Daegu? Então, vim falar sobre ela. 


-Gostou dela? -assinto e ele sorri- Que bom... O que decidiu? 


-Eu quero ir a Daegu. -seu sorriso fica maior-


-Fico feliz que tenha escolhido ir. Está com os papéis assinados? -aigoo. Sabia que estava esquecendo algo. -


-Esqueci em casa. -digo baixo em frustação -


-Oh. Podemos ir buscar? O praso está acabando, então tem que ser logo. -assinto e ele se levanta-


-Vai comigo? -ele balança a cabeça positivamente -


-Algum problema? 


-Não. -sorrio e saio de sua sala sendo seguido por ele-


-Vou pegar outro capacete. -seguro seu braço antes que ele se afastasse-


-Não será necessário, minha casa é aqui perto. 


-Ah... -o solto e ele aproxima-se de YoonA- Eu vou pegar um documento na casa de SeokJin, já já estamos de volta. 


-Ok. -saio junto ao loiro em silêncio. Eu não o conhecia bem, então não sabia o que conversar-


-Mora só? -assinto brevemente -


-Por quê? -pergunto curioso -


-Nada. -ele dá de ombros- Sabe que o chefe irá com você pra representar a agência, certo? 


-Sim, ele me disse. -seu olhar fixa em mim-


-Disse? Ele não costuma falar com os modelos assim. Estão tão próximos assim? -abaixo a cabeça e nego -


-Não ué... Ele me disse em uma ocasião qualquer. -paro e falo com o segurança antes de puxar o loiro indo ao meu apê. Abro a porta e entro indo procurar os papéis. Ainda bem que a casa não estava tão bagunçada, ficaria constrangido por não ter arrumado a mesma. Entro no quarto e reviro os móveis. - Aigoo... Onde coloquei vocês? -abro a gaveta do criado-mudo mas não acho nada-


-Hey hyung, achei. -ele vem ao quarto com um monte de papéis na mão -


-Sério? Onde estava? -pergunto me aproximando -


-Em cima da mezinha. -sorrio e estendo a mão pra pegar os papéis mas ele desvia-


-Hey, me dê logo. -faço careta tentando pegar -


-Acho que seria ao contrário, SeokJin. -sua mão livre puxa minha cintura contra a sua, não deixando espaço entre nós-


-Eee? Solte-me! Não gosto de brincadeiras assim. -tento me soltar, porém ele me aperta mais me impedindo de sair-


-A brincadeira que eu estou em mente você irá gostar. -arregalo e ele joga os papéis no chão, segurando forte meus braços- Se ficar assim terá punição. -ele pronuncia quando tento acertar seu membro-


-Me solte... Por favor... -imploro deixando as lágrimas caírem-


-Eu esperei bastante por isso, sabia? Não vai ser agora que eu irei afrouxar. Você é tudo o quê um cara deseja, SeokJin. E ao ouvir boatos que apenas o chefe tinha esse prazer todo apenas pra ele, isso ne enfureceu. Egoísmo é muito feio meu bem.- sou empurrado com força na cama, e ele fecha a porta. Ao se virar tira a camisa e me olhando com um sorriso malicioso, e amendrontador. Sentia meu coração bater forte não de emoção, mas de temor. Meu corpo tremia, e em minha mente só passava uma coisa: eu vou ser abusado. Em situações de pressão meu corpo não obedece minha mente. Ele trava. Ele paralisa. Simplesmente fica parado. Sem reação. E tudo leva a crer que, eu tô fodida em todos os sentindos. -


-Jackson... Por favor... Pensa no que você está fazendo... -digo ao ver ele desabotoar a calça e a puxar pra baixo aos poucos até tirá-la toda-


-Eu já pensei, repensei, e essa foi a decisão tomada. Agora vem cá, seu novo daddy deseja brincar um pouco com você. -ele se senta na cama e me puxa me deixando de costas em seu colo.- Irei cuidar muito bem de você... E se contar pra alguém, irá ganhar uma punição que irá ficar marcada em sua pele. - e assim seus toques começaram em meu corpo. Estava com medo... Nunca pensei que isso aconteceria comigo... E agora... Estou aqui, sem saber o que fazer...-




Notas Finais


{Hello people's! Desculpa a demora, estava ocupada e ontem não estava em casa pra atualizar. Queria avisar que irei ficar mais três dias sem postar(por coisas pessoais), mas logo voltarei com novidades. Espero que tenham gostado, e até amanhã. :3}


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...