História Yixing - Capítulo 7


Escrita por: ~ e ~isadora5647

Postado
Categorias EXO
Personagens Chen, Kris Wu, Lay, Lu Han, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Sulay
Exibições 49
Palavras 1.758
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Lemon, Luta, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Boa leitura. (Cah)

Capítulo 7 - Wang


Fanfic / Fanfiction Yixing - Capítulo 7 - Wang

Após treinar duro e esforçadamente, Yixing retornou a sua tenda improvisada, que estava afastada dos outros soldados. Ele precisava de um longo tempo de descanso para recuperar-se após levar seu corpo até a borda da linha de seu limite.

Ele precisava descansar fisicamente e, principalmente, psicologicamente. Yixing estava com a cabeça quase pegando fogo de tanto pensar em como ele faria ao deparar-se prontamente cara a cara com o inimigo, em uma guerra fria e cheia de sangue, onde o lema era matar ou ser morto. A aflição e medo o consumiam diariamente ao ouvir qualquer pronunciação do nome ‘’Huns’’.

Mas, mesmo que estivesse completamente acabado, ele queria esforçar-se, mesmo que as conseqüências pudessem ser duras, o orgulho que sentia o compensava. Ele esforça-se por seu país, pelo seu povo e principalmente por seu pai e sua família.

Ele traria orgulho para sua família e ancestrais não importassem o quanto de si isso consumiria. Ao contrário de seu pai, Yixing não morreria pela honra, ele voltaria vivo para sua casa, era uma promessa que fez a si mesmo.

*____*

-Yixing... Yixing – Escutou a voz de Sehun o chamado de modo arrastado. Parece que não seria aquela noite que iria conseguir descansar inteiramente.

Yixing viu-se dentro da escuridão cômoda novamente e prontamente já soube o que aconteceria, somente não sabia ainda o porquê da rapo... Sehun... O chamara assim tão repentinamente.

-Eu sei que está cansado, mas... Eu preciso conversar seriamente com você e precisa ser o mais rápido possível. – Yixing percebeu rapidamente o tom preocupado que estava nítido na voz de Sehun, e logo começou a ficar extremamente apreensivo sobre essa conversa que teria com ele.

-Tudo bem, eu vou conversar com você – Yixing falou e em seguida escutou sua voz ecoar pelo arredor de escuridão.

Assim como anteriormente, tudo ao redor ficou no mais puro e limpo branco. Yixing viu-se novamente nu e com Sehun a sua frente da mesma forma.

Yixing corou, fechou os seus olhos e rapidamente cobriu suas partes com as mãos.

-Por que está envergonhado, Yixing? Você não ficou tão tímido assim da última vez – Yixing abriu as pálpebras e viu o sorriso travesso estampado no rosto de Sehun – Não precisa ficar assim, ambos somos homens, então... Quero dizer... Tecnicamente eu sou um homem para vocês humanos, eu já ouvi bastante vocês dizerem ‘’ O que eu tenho, você também tem’’, então acho que não precisava ficar tão embaraçado ao meu lado.

-C-certo, não ficarei envergonhado – Yixing tirou as mãos que o cobria e tentou ficar o mais natural e relaxado possível perto de Sehun.

Ouviu a risada de Sehun ecoar e simultaneamente, uma carranca brava se formou em seu rosto.

-O que você queria falar comigo? – Yixing falou com a voz em um tom três vezes mais alto, de um jeito mais másculo e exigente.

Viu a surpresa e espanto formados nas feições de Sehun e segurou-se para não rir.

-B-bem, eu queria avisar-te que... – Sehun aproximou-se mais de si e juntamente, entrelaçou as mãos de Yixing com as dele. Agora que ele estava mais perto, Yixing olhou concentrado e fixamente para o rosto a sua frente – O grande perigo está próximo, com isso quero dizer que os Huns aproximam-se para causar a discórdia e destruição de vocês... Eu vi, está manhã, eles tinham destruído uma vila inteira... Não pouparam nenhuma alma viva sequer; mulheres, idosos, crianças e até mesmo bebês... Mataram todos, destruíram toda a vida que possuíste na aldeia – Yixing segurou-se ao máximo para não derramar as lágrimas que gritavam para sair e escorrer por seu rosto - Por favor, eu lhe imploro que tome extremo cuidado com suas ações de agora em diante, estou fraco e não posso proteger-te do perigo eminente – Sehun deixou um selo em sua testa e fez um leve carinho em suas mãos para em seguida distanciar-se minimamente de Yixing.

*____*

- Yixing? ... Yixing? – Escutou seu nome ser chamado, mas dessa vez não era Sehun que o chamava, a voz parecia ser de... Wang? Yixing não acreditava que este o chamara, já que a voz de Wang parecia estar séria e preocupada.

Yixing lentamente procedeu-se, tentando acostumar-se ao arredor e abrindo lentamente as pálpebras; a visão de Wang em sua frente ainda estava meio embaçada.

- O-o que foi, Wang?... Por que me acordou?... Está tudo bem?  - Falou confuso e ainda com um pouco de sono, sua voz saíra naturalmente enrouquecida.

Wang olhou para aquela criaturinha de olhar perdido e cara inchada, perguntou-se como algo poderia ser tão adorável quanto ele ao recém acordar, parecia um pequeno gato que precisava prontamente de proteção e amor.

- Awwwn, tão fofinho... – Wang murmurou e viu Yixing cerrar os olhos, parecendo ficar ainda mais confuso.

-O que você disse? – Perguntou-lhe Yixing.

-E-eu... Quero dizer... Nada! Esqueça – Wang levou sua pata delicadamente para a bochecha de Yixing e a acariciou lentamente – Você está bem, Xing? Estava chorando enquanto dormia, teve algum pesadelo? – Wang olhava para o pequeno gatinho a sua frente, parecia estar preocupado com uma mãe com seu filho.

Ao ouvir o relato feito por Wang, Yixing ficou mais lúcido, levou sua mão até a bochecha que este não acariciava e a sentiu meio molhada. De fato ele chorou,não conseguiu segurar-se fisicamente na mesma maneira que em sua mente com Sehun.

-Estou bem, não se preocupe – Xing levantou-se,ficando sentando sobre seu saco de dormir.Olhou para o Wang,o mesmo ainda possuía um olhar apreensivo pesando sobre si – Wang,pode cantar junto comigo? Eu gosto de cantar para me acalmar.

-Claro, se isto for lhe ajudar – Wang sorriu para si,mostrando claramente seus caninos – Eu sei várias músicas tradicionais chinesas então só comece a cantar.

Yixing assentiu e em seguida fechou seus olhos para começar a cantar.

- zài liú zǒu de shíjiān wǒ yòng lèishuǐ jìdiàn – Xing cantava baixinho e com os olhos fechados.

Wang impressionou-se, mesmo acabara de acordar, Yixing cantava muito suave e lindamente, era divino ter a chance de ouvir voz tão maravilhosa quanto à dele. Ficou até meio envergonhado de cantar junto com este e sua voz não for tão boa, mas se isso faria aquele pequeno filhote sentir-se melhor, Wang faria mesmo passando vergonha.

-huáiniàn nà guòwǎng de yīqiè – Wang começou a cantar timidamente junto de Yixing e viu este abrir as pálpebras. Yixing olhava para ele risonho e seu sorriso não podia estar mais bonito e espontâneo.

-xiǎng shuō shēng duìbùqǐ kěshì wǒ hǎo ài nǐ qǐng nǐ zàicì jǐyǔ wǒ xiāngxìn
bào zài wǒ huái lǐ shuāngshǒu zhuājǐ nǐ
zhǐyào nǐ kāixīn xìngfú wǒ yuànyì
bǎ suǒyǒu de quán gěi nǐ
xiǎng bùgù yīqiè shǒuhù nǐ wéixiào de yǎnjīng (nǐ wéixiào de yǎnjīng)
zhǐ wèi nǐ

shíjiān zài yī diǎn yī diǎn màn man de liú zǒu
wǒ wèi nǐ zuò de yīqiè kěnéng hái bùgòu
wǒ yīrán zhēngzhá yào bào jǐn nǐ
bù kěnéng yǒurén kěyǐ qù dàitì
jiù xiàng wǒmen de yuēdìng
huítóu kàn zhè yīlù yǎnlèi què zhǐ bù zhù wǒ bǎ yīqiè cáng zài xīnzhōng
dàizhe wǒ de mèng hé nǐ jǐyǔ de ài suǒyǒu hànshuǐ huīsǎ zài wǔtái
bào zài wǒ huái lǐ shuāngshǒu zhuājǐn nǐ
zhǐyào nǐ kāixīn xìngfú wǒ yuànyì

bǎ suǒyǒu de quán gěi nǐ
nàxiē měihǎo shíguāng lǐ
wǒ hé nǐ zài yīqǐ yī diǎn yī dī de jìyì
nǐ yòng kěndìng huàyǔ shuō wǒmen lái chuàngzào qíjī
yòngxīn gǎnjué zhīdào nǐ huì zài shēnbiān (shēnhūxī yòngxīn gǎnjué zhīdào nǐ huì zài shēnbiān)
xiàng nǐ yuēdìng wǒ yào wǒmen yǒngyuǎn (bié tànxí xiàng nǐ yuēdìng wǒ yào wǒmen yǒngyuǎn)
wǒ bù huì ràng rènhé rén shāng nǐ de xīn
zhè shì wǒ wéiyī de jiāndìng
zài liú zǒu de shíjiān wǒ yòng lèishuǐ jìdiàn huáiniàn nà guòwǎng de yīqiè
xiǎng shuō shēng duìbùqǐ kěshì wǒ hǎo ài nǐ jiù ràng shíjiān lái wèi wǒ zhèngmíng
bào zài wǒ huái lǐ shuāngshǒu zhuājǐn nǐ
zhǐyào nǐ kāixīn xìngfú wǒ yuànyì
wǒ huì duìxiàn zhè yīqiè

-Ai meu coração, que 'deprê' Xing, não tinha uma música mais feliz para cantar? – Wang fungou e olhou para Yixing com os olhos brilhando em lágrimas – Só me faz sofrer esse menino, até dá vontade de dar um tapa na cara, desgraçado de voz bonita – Wang escutou Yixing rir e prontamente sentiu-se melhor. A risada de Yixing era tão adorável quanto ele próprio transparecia – Está se sentido melhor?

-Estou, obrigada por cantar comigo – Yixing fez uma leve reverência com a cabeça – Você é meu amigo mais precioso.

-Se continuar assim já aviso que eu me apaixono – Wang falou e mandou um beijinho imaginário para ele.

*____*

-Assim não gosto mais de você não,Xing – Falou Wang com as orelhas cobrindo seus olhos – Me faz sair do quentinho da tenda só pra tomar banho.

-Eu não obriguei você a vir, veio por conta própria – Yixing falou enquanto tirava suas roupas.

-Claro! Vai que aparece um sapo gigante e te mata, daí como é que faz? Onde eu vou achar outro garoto lerdo e fofo igual a você? O mercado ta em crise de garotos bonitos... – Wang ouviu o barulho da roupas de Yixing sendo retiradas e prontamente perguntou- Yixing,eu posso abrir os olhos?

-Não, eu não quero que me veja pelado.

-Ai que frescura, vai inventar de ser tímido agora? Eu não percebi nenhuma timidez enquanto você tava olhando pro abdômen do comandante bonitão – Wang falou e Yixing sentiu seu rosto esquentar repentinamente, sentindo o mesmo calor passar por todo seu corpo ao pensar na imagem seminua de seu comandante – Ai, ai... Crianças crescem tão rápido.

Wang não aguentava mais esperar por Yixing,então tirou suas orelhas de seus olhos.Arregalou os olhos ao ter a visão da parte baixa deste em estado meio... Como poderia ser dizer?... Duro.

-YIXING SEU TARADO! TAVA PENSANDO NO COMANDANTE NÉ?! MEU DEUS QUE HORROR! – Exasperou-se ao ter aquela visão tão adulta da pessoa que poucos minutos antes considerava um pequeno filhote inocente.

-EU DISSE PARA NÃO ABRIR OS OLHOS! O TARADO AQUI É VOCÊ!

-Ai, de novo você com frescura, eu sou homem também! – Wang retrucou e Yixing começou a sentir-se irritado.

-Não, você é um dragão, eu sou um homem – Yixing retrucou e mostrou a língua infantilmente para o Wang.

-Se o problema é este, eu posso resolve em questão de segundos – Wang falou e afastou-se da visão de Yixing – Somente me espere Yixing.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...